Postado por

2012 – O que poderá acontecer!

2012 – O que poderá acontecer!
Print Friendly

De Mauro Dias (maurodias19@yahoo.com.br) – em fevereiro de 2011

O futuro sempre foi um enigma que agita a curiosidade humana. As pessoas acreditam que conhecendo o futuro, poderão tirar vantagens de variados modos, garantindo uma vida próspera e carregada de felicidade. A busca do futuro passou a ser um item cultural de nossa civilização na procura de maior poder.

Deste modo surgiram os exploradores da humanidade que se dizem capazes de prever o futuro das mais variadas formas. São muitas as formas ditas de prever o futuro: cartas de tarô, lançamento de búzios, leitura de mãos e previsões individuais ou coletivas feitas por pessoas ditas videntes.

Quando o ser humano acredita num determinado futuro ele está contribuindo para que este futuro seja realizado. A forma-pensamento é um modelo gerado pela repetição do mesmo pensamento, que funciona como um molde das realizações humanas. Isto terá maior força se todos pensarem do mesmo modo. Você que está lendo este texto pode não acreditar que o pensamento tenha tal poder.

Esta descrença foi construída pelo Sistema que sempre procurou eliminar nosso poder, e um deles é o poder do pensamento. Agora você pode imaginar o pensamento direcionado de toda a humanidade – isto resulta numa força de grande poder gerenciada pelo Sistema.

As idéias e crenças relacionadas com o dia 21 de dezembro de 2012 também estão sendo administradas pelo Sistema. Estas previsões são sempre constituídas de catástrofes para produzir o medo. Todo o medo criado na civilização humana tem o único objetivo de eliminar o poder individual de cada um e o poder coletivo. Até Hollywood fez um filme abordando essas tragédias.

A estratégia do Sistema não é de opor as idéias e sim de tomar carona na mesma idéia e modificá-la produzindo um desvio planejado com um objetivo de controle. Portanto é aconselhável para cada pessoa não interagir com esses pensamentos negativos. A crença em desastres é um resíduo dentro das mentes humanas que foram formatadas para uma punição coletiva. As pessoas foram educadas na crença de um Deus com defeitos humanos, um Deus que manifesta ira e um Deus vingativo.

Se fizermos uma análise do passado histórico da humanidade, vamos notar que a civilização humana passou por várias transformações ao longo dos séculos que podemos exemplificar: o Cristianismo, a queda do Império Romano, a Descoberta da América, a Reforma, o Renascimento, o Mercantilismo, a Revolução Industrial, As grandes Invenções, etc. No tocante às invenções, muitas delas, especialmente acontecidas no Séc. XX passaram quase despercebidas (Invenção do “transistor” do “chip” e do computador).

A humanidade de hoje está agitada com as previsões para o ano 2012. Os livros, a mídia, e as palestras falam sobre este assunto que atrai a atenção geral. Parece que a humanidade está sofrendo de uma psicose coletiva gerada por tantas manifestações. O mesmo aconteceu no ano 2.000 quando existia um ditado “de dois mil não passará” e ainda o “Bug do Século” que seria a perda de dados nos computadores. Nada disto aconteceu… Fala-se muito em catástrofes e que elas estão mais intensificadas. Acho que existe muito exagero nestas afirmativas.

O cuidado que devemos ter é de evitar o gerenciamento de nossos pensamentos. Porque o pensamento é seguido do desejo e vontade, criando uma linha da vida para cada pessoa e como conseqüência um caminho coletivo que pode resultar mesmo em catástrofes.

Ao analisarmos os vestígios de tais acontecimentos históricos, vamos concluir que estas manifestações da natureza sempre aconteceram, mas que não podiam ter o noticiário que temos hoje. Isto nos dá uma falsa sensação de intensificação destas catástrofes.

O calendário maia finaliza na data citada, mas este fato não significa o fim do mundo, dependendo da interpretação dada a ele. Talvez o calendário precisasse de vários ajustes astronômicos ainda não conhecidos pelos maias e que não tinham sido repassados a eles pelos alienígenas.

A astronomia lida com grandezas incomensuráveis entre si, de tal modo que diversos valores precisam de reajustes em certos períodos. Por exemplo, o dia solar tem 24 h e o dia sideral tem 23 h 56 m 04 s. A nossa vida civil é regulada pela hora e dia solar, mas os acontecimentos astronômicos são calculados usando a hora e dia sideral.

O dia solar é uma volta da Terra em torno do seu eixo, mas em relação ao Sol. O dia sideral é uma volta da Terra em torno de seu eixo, mas em relação ao Universo. Essa diferença é causada pela translação da Terra que é realizada no mesmo tempo que a rotação.

O futuro é dinâmico, pois ele está constantemente mudando, dependendo do pensamento coletivo da humanidade. O Sistema procura convencer a população que o futuro será catastrófico. O medo dessas catástrofes gera nas pessoas o pensamento negativo que alimenta a formatação do futuro imaginado. Deste modo o Sistema utiliza a energia taquiônica coletiva para alcançar o objetivo desejado e assim a população fica manipulada como fantoches.

O Sistema é governado secretamente por impostores que vieram do Cosmo e estão manipulando nosso planeta há muitos milênios. Esses manipuladores precisam das nossas emanações produzidas pela emoção. Catástrofe e desarmonia geral, dentro do campo energético de nosso planeta, produzem sofrimentos que sustentam tais emanações. Eles atuam nas mentes desarmonizadas dos líderes mundiais para conseguir seus objetivos.

Fica bem claro que determinados desastres físicos também podem alterar a maneira de ser dos habitantes terrestres. Muita gente só modifica seu comportamento depois do desastre ocorrido. Desta forma algumas catástrofes podem estar nos planos cósmicos como ajustes nos hábitos da população. Mas o enfoque principal será no comportamento humano, alterando a consciência humana e fazendo uma reforma cultural.

Provavelmente, a mudança de ciclo da Terra no ano 2012 será marcada pelas revelações sucessivas que produzirão um choque na população despreparada. Essas revelações vão atuar em todos os setores de nossa civilização. Na verdade, a turbulência mental das pessoas será a principal catástrofe, causada pela resistência às mudanças, criando grupos conflitantes.

Os conflitos serão mantidos por grupos descontentes com as mudanças e grupos progressistas que já estavam sabendo antecipadamente dessas reformas e por isto prepararam suas mentes. A população resistente não conseguirá facilmente abandonar os velhos padrões e paradigmas mantidos pelo Sistema há séculos.

Na verdade, a grande transformação a partir do ano 2012 será uma revolução cultural pela substituição dos valores antigos, modificando as formas de governo, o currículo escolar, as relações comerciais, as concepções religiosas e os hábitos da civilização. Mas essas mudanças vão acontecer dentro de um período de tempo causando distúrbios generalizados para limpeza da casa.

Aos poucos, o avanço da ciência está demonstrando a existência de algumas centenas de planetas de outros sistemas estelares. Isto é o roteiro para conclusão da existência de vida extraterrestre. A intervenção dos nossos parceiros cósmicos vai provocar a ira dos mantenedores do Sistema que jogarão a população desinformada contra eles, através de falsas denúncias e interpretações deformadas.

Portanto, é aconselhável que as pessoas não alimentem idéias de desastres, mas sim, de transformações culturais capazes de modificar nosso mundo para uma vida harmoniosa, repleta de avanços científicos, de uma população sadia e instruída. Assim construiremos um novo mundo de paz e prosperidade gerando um contentamento coletivo.

Translate »