Postado por

Amor Uno

Amor Uno
Print Friendly, PDF & Email

No Amor Divino vibra a Luz codificada da Manifestação, portanto, tudo fisicamente manifestado é luz codificada (eletromagnética) em vibração.

O Amor Uno é uma Energia Viva que expande constantemente, à medida que a consciência/percepção também expande. Ele está sempre pronto a se mostrar, não impondo, não dominando e brota de dentro para fora. Ele irradia e Se mostra, às vezes, literalmente iluminando e quanto mais Ele for conscientemente desenvolvido, mais estará presente nos pensamentos e nas atitudes do dimensional.

O Amor de Deus ou o Amor Uno Se mostra através do individuo, está nele codificado como o amor incondicional. Ele irradia a Luz Maior, que precede a todas as outras formas de manifestação e, portanto, está relacionado à Fonte Universal geradora de todas as coisas.

Ao nível de uma consciência iluminada na experiência humana Deus é Amor, é Uno e, portanto, por não Se fragmentar limitado pela dualidade, Ele não está codificado para punir. A punição que o individuo construiu para si mesmo é ditada pela sua consciência dual limitada. É a sua ignorância que o pune, a ignorância de sua Transcendência Divina que o faz persistir na ilusão de sempre se ver no personagem, que tridimensionalmente incorpora. O Amor Uno é a Chave que abre e liberta o individuo/dimensional da dualidade/tridimensional, porque Ele não distingue e não referencia, irradiando-Se do Todo para todos.

O Cristo Interno de cada indivíduo manifesta-se neste Amor, que não procura recompensas, benefícios e nenhuma restrição. Exercitar neste Amor é exercitar na auto-iluminação, que usa o mecanismo cósmico da evolução e que faz o dimensional vibrar em uma constante Alegria Interior, por amar e por se perceber amado, portanto, integrado com o Todo.

Quando o individuo/dimensional através dos seus pensamentos sintoniza com a Luz deste Amor, ele vibra conscientemente com a Luz irradiada e codificada da “Mente Divina”, em uma comunhão consciência/Consciência através do seu Cristo Interno e consegue transpor qualquer barreira, seja ela visível ou invisível.

Este Amor que emana dos Planos Superiores da Luz é tolerante e está sempre esperando aquele momento de demonstrar a Sua boa vontade, ao sinalizar para o dimensional a aceitação de si mesmo, para que ele comece então, a se exercitar na bondade, na paciência e no discernimento consigo mesmo e com o seu semelhante. Portanto, em um determinado momento, ficará intuitivamente mais presente para ele, a sua interação com uma Presença não definida, que ele codificará como um Amor Diferente, não mais fragmentado, além daquele que a sua consciência dual estava acostumada a experimentar e a sentir e, começará a se iluminar pela noção do Todo e pela percepção do Amor que Dele irradia.

O individuo, corpo/mente, é um pequeno universo harmonicamente vibrando, ligado a uma consciência e inserido em um universo maior, um corpo vivo que também está harmonicamente vibrando. Na sua experiência terrena ele, como um ator, representa cotidianamente a ilusão e a temporalidade através do seu personagem. Portanto, apenas com a sua vivência mais constante no Amor Uno, que ele começa a perceber a sua Transcendência e Nela, a Sua origem que irradia deste Amor.

Os dimensionais só exercitarão neste Amor, quando se referenciarem uns com os outros, transcenderem de suas aparentes diferenças e vivenciarem a Harmonia pela compreensão, iluminados por um novo estado de consciência. A Luz oriunda deste Amor Maior e Divina vibra em tudo, vibra por todo o universo, em um constante criar e recriar e se os dimensionais estão vivendo suas experiências tridimensionais no útero de sua Mãe Terra, é para que eles como consciência auto-iluminem e se percebam como extensões deste Amor.

O individuo deve o quanto antes despertar a sua consciência dimensional, afastando-se o mais rápido possível da negatividade de estar com intolerância, com ciúme, com inveja, com preconceito e com hipocrisia, que não sintonizam com o “Estado de Neutralidade” e, portanto, não são harmônicos e nem transcendentes.

O dimensional deve aprender a viajar através do Amor e conversar mentalmente com outras consciências, exercitando-se inicialmente com aquelas que estão mais próximas dele e com as quais tem afinidade. Desta maneira, partindo de casa, ele vai aprendendo a vibra-Lo, para posteriormente poder vivencia-Lo com outras consciências que habitam a casa maior, com os seus semelhantes que moram no planeta Terra. Quando o individuo começa a vivenciar na terceira dimensão a compaixão, a paciência, a tolerância e a aceitação que permitem que ele se aceite e aceite as pessoas e as coisas como elas são, ele começa a aprender dentro dos limites da terceira dimensão, a sintonizar com o Verdadeiro Amor. Portanto, vivenciar mesmo que seja no campo vibratório da dualidade o amor humano, é dar os primeiros passos para que o dimensional perceba um Amor de maior amplitude, sem as limitações de uma consciência da terceira dimensão. A experiência humana da bondade está também em ressonância com este Amor e exerce uma forte interação entre os indivíduos.

Apenas aquele que consegue perdoar a si mesmo sem se culpar, é que consegue perdoar o seu semelhante. O individuo/dimensional que vive a incapacidade de perdoar está construindo o seu próprio cadeado, que o prenderá energeticamente à terceira dimensão. Para que ele vibre em Harmonia e transcenda-se, ele deve, sobretudo, se libertar do medo, a emoção-mãe gera na densidade da matéria todas as outras emoções, que o prendem na terceira dimensão. No medo, a sua consciência/dual por não saber dialogar com o Eu Superior, não sintoniza na Freqüência de Maior Amplitude do Amor Uno.

O Amor é como a eletricidade, está presente em todos os lugares e pode ser ativado de várias maneiras. Ele está no ar sempre presente e accessível, desde que o dimensional pela auto-iluminação com Ele sintonize e interaja. Portanto, a Energia do Amor como instrumento da Manifestação está em tudo e para percebê-La, basta o individuo acalmar a sua mente, vibrar na Neutralidade, além das informações fornecidas por referenciais duais da tridimensionalidade. Um mundo que irradiasse, sobretudo, a Luz do Amor Divino seria totalmente diferente da maneira de viver na Terra, porque não teria necessidade de prisões e de hospitais, realidades terrenas e atuais, provenientes da desarmonia vivida pelos seus habitantes. O individuo de um modo geral, em função da cultura religiosa e dual do bem e do mal, aprendeu durante séculos e mesmo milênios a viver de uma maneira confusa e distorcida em relação o que ela chama de Deus. O individuo/dimensional só começará a se perceber realmente como extensão da Divindade, quando dialogando com o Eu Superior, começar a se harmonizar, despindo-se de sua roupagem tridimensional/dual, que não o deixa perceber inserido no Todo/Uno.

Quando o individuo vibra mentalmente na freqüência do Amor Uno, com os seus pensamentos gerados nesta Freqüência, acontecem nele alterações, inclusive ao nível do seu corpo físico, ao longo do caminho desenhado pelos seus neurônios. Os impulsos elétricos que caracterizam este seu estado mental momentâneo, cintilam e vibram quimicamente codificados e percorrem todo o seu cérebro, atingindo níveis de freqüência apropriados, que podem até gerar a energia milagrosa de cura.

Manter-se conscientemente vibrando na Harmonia, sintonizado no Amor Cósmico e Divino é irradiar saúde em todos os seus aspectos. Com a sua habilidade vibracional ampliada o dimensional desenvolverá a sua capacidade de auto-cura, porque o seu corpo aprenderá a se renovar através da sua freqüência mental/vibracional, revitalizando e reformulando de um modo geral as células do seu corpo, para que ele se cure.

O corpo humano, um micro-universo, vibra harmonicamente dentro de um corpo maior, o macro-universo e não serão pelos seus limitados cinco sentidos, utilizados pela sua consciência construída apenas por referenciais tridimensionais, que o individuo/dimensional perceberá a Presença Divina, que vibra com a mesma intensidade tanto nas Suas pequenas como nas Suas grandes manifestações. O Divino só pode ser percebido, através de um estado também divino de consciência, quando o dimensional interage em um outro nível de informação/Luz muito além daquele que uma consciência limitada pela dualidade é capaz de perceber. Deus só pode ser visto, quando o individuo alcança níveis de consciência, que o faz percebe-Lo tanto nas células do seu corpo, como nos corpos celestes espalhados por todo o universo, através da mesma Lei Codificada do Seu Amor.

A consciência humana é dual e a Consciência Divina não é. Deus/Uno está inserido em tudo, manifestado como Amor Puro, como o Amor que não dissocia. Assim, Deus está em todas as ações, em todas as manifestações e em todas as expressões de vida, apesar da limitada consciência humana não poder identificá-Lo. O dimensional deve alcançar novos níveis de consciência compatíveis com a sua nova freqüência mental/vibracional, que o possibilite através do Eu Superior, falar com a “Mente Divina”, decodificando a Luz que Dela é irradiada. Ele esqueceu a arte de ouvir intuitivamente Deus e, agora, mais do que nunca, só a Sua voz vibrando em sua mente, é que poderá norteá-lo, iluminando os seus pensamentos. A Divindade ouve e responde o individuo, quando ele está em comunhão de Amor com tudo, interagindo harmonicamente com o Todo.

Aprender a se interiorizar calmamente sem interferências emocionais, permite que o dimensional alcance níveis de consciência, que o possibilite contemplar a natureza de Deus. Na Nova Era este novo ser terá a sua mente mais potencializada, porque novas células modificadas ao nível do seu DNA estarão compondo o seu corpo energeticamente mais ativado. E, este reforço energético já se iniciou no DNA das células do individuo/dimensional, que está sendo ativado na freqüência do GNA (nave), para que a sua capacidade paranormal fique potencializada e ele possa ter uma comunicação mental mais direta com outras expressões de vida terrenas e extraterrestres. Este novo ser que está adquirindo condições para comunicar com outras partes do universo, já está presente no Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte, Corguinho/MS-BR, comunicando com os “seres” e interagindo com os portais que estão abrindo pela força de sua nova freqüência mental.

A vida na Vida é um constante aprendizado para que a consciência dimensional perceba-se em vários Níveis de Informação, em várias Freqüências Codificadas da Luz, experimentando a Manifestação. Através de novas informações o dimensional está cada vez mais percebendo que a “verdade” é relativa, porque ela se faz por acréscimos de informações ao nível do seu entendimento e da sua percepção. Na terceira dimensão a consciência humana esta limitada por um aprendizado ao nível da dualidade/emoção e referenciando-se espacialmente. Na quarta dimensão a consciência dimensional já se expressa dissociada do espaço e nela o pensamento pode se tornar visível através de formas-pensamento que respondem imediatamente à sua vontade. O individuo/dimensional também aprende que o céu e o inferno são apenas estados mentais e que o novo ser deve saber decodifica-los e transcende-los.

Em um perfeito alinhamento com as verdades de Deus, nada passa despercebido ou ocorre por acaso e todos os pensamentos e atitudes gerados pela consciência estão registrados no Livro da Vida. Deus não pode ser codificado mentalmente e o Seu Princípio está em tudo, infinitamente além deste universo e de todos os outros universos. Todos e tudo fazem parte de um Todo Uno e quando uma consciência vibra esta verdade, a Verdade vive e Se mostra através dela. Deus, no Todo e no Tudo é imutável. Ele não muda e não aprimora.

Quando o individuo muda a sua conversa mental, enfocando a Harmonia, muda também as suas atitudes que caracterizam o seu novo estilo de vida. O dimensional, criatura de Deus, Sua extensão, quando começa alcançar níveis de consciência mais sutis é porque ele começa também a vibrar mais na Luz, percebendo novos Códigos/Informação. Ele auto-ilumina, quando amplia a sua freqüência mental/vibracional e esta interação Deus/individuo vai se fazendo cada vez mais, quando a sua consciência humana vai percebendo-O mais plenamente em todos os Seus níveis de manifestação.

Não existem limites na abundancia de Deus, que só é percebida quando a consciência consegue sintonizar com a Verdade do Seu Amor. Na Sua Onisciência, Onipresença e Onipotência Ele está constantemente criando mundo dentro de outros mundos, galáxias dentro de outras galáxias e universos dentro de outros universos, através de infinitas maneiras e formas, manifestando-Se do invisível para o visível.

A “Mente Divina” através do Eu Superior dá ao individuo/dimensional a percepção do que é harmônico, do que ele necessita para evoluir e transcender da terceira dimensão. Quando ele observa a natureza e admira a Harmonia que nela vibra, ele está percebendo mais plenamente a Presença Viva da Divindade e, neste momento sublime de percepção/interação criatura/Criador, ele está mentalmente orando, ele está como uma oração viva, se percebendo como uma extensão da Manifestação.

Que o dimensional tenha na admiração o ato de orar, mas, jamais em uma observação o ato de invejar, porque a inveja está lhe sugerindo, que ele tem algum tipo de carência, o que não é verdade, porque todos estão igualmente codificados na Linguagem do Amor, plenos como criaturas de Deus/Uno. Ele deve irradiar sempre a Alegria Pura de uma consciência dimensional não mais referenciada na dualidade, já sintonizada com o Principio Divino de todas as coisas.

A capacidade do individuo se quietar através de seu corpo e de sua mente, sem interferências emocionais, permite que Deus o preencha inteiramente com a Sua Unidade. Em um momento de interiorização o dimensional sintonizado com o Eu Superior, pode perceber a Essência de Deus por meio de exercícios que exigem prática e força mental para isto, permitindo-lhe que ele remova de sua tela mental suas visões distorcidas e esvazie o seu “depósito de resíduos”, pela remoção de todos os seus sentimentos e pensamentos, que estão interferindo na sua comunhão direta com Ele. Portanto, em um momento de auto-iluminação o dimensional deve gerar um vazio de todas as suas sensações e emoções, possibilitando-o perceber a Sublime Essência de Deus. E, é na interação com a quarta dimensão quando no exato momento da entrega da sua “placa”, que o individuo/dimensional em uma freqüência mental/vibracional própria pode, desta maneira, sintonizar intensamente com o Cosmos e com o Divino.

O dimensional veio a este planeta com uma função determinada, para uma missão a ser cumprida em um determinado tempo, que infelizmente foi esquecida por causa do seu entorpecimento mental/vibracional na densidade energética da terceira dimensão.

Uma Nova Era será conduzida pelos ditames do Amor Uno, que criarão energeticamente um novo mundo. Quando o planeta Terra mudar a sua orientação em relação ao seu eixo (movimento de precessão), ocupando uma nova posição no firmamento, o corpo humano que já começou a se modificar, será ainda mais aceleradamente modificado, para que um novo ser, com um novo pensar e com uma nova maneira de agir, sintonize mais rapidamente com esta grande mudança planetária. Manter-se em harmonia mental/vibracional, com uma consciência dimensional, é passar a salvo deste cataclismo planetário vindouro. O dimensional que está momentaneamente vivenciando a dualidade na sua condição humana, não deve esquecer que nesta sua individualidade tridimensional, ele só se manterá em Harmonia, quando se perceber como parte da Criação e que, é através de Deus/Amor que toda a Manifestação está unida em um Todo/Uno.

Já está chegando o tempo da Terra energeticamente fazer parte de um universo ainda maior. Ela é um organismo cósmico vivo, que também faz parte de um organismo ainda maior e vivo. Está chegando também o momento do novo homem desabrochar, sintonizando a sua consciência individual com a “Mente Divina”, para que muitas e novas informações associadas à transição da Terra para a quarta dimensão lhe sejam transmitidas. A Terra cresce em vários sentidos, porque ela interage com a Energia Vital, que a faz crescer em todos os sentidos. É o momento de todas as mentes se abrirem e iluminadas, irradiarem a sua Luz.

Nos tempos vindouros apenas aqueles que estiverem expressando a Unicidade, serão literalmente salvos no clímax da transição planetária, independente das circunstancias que se encontrarem no planeta. Para estes tempos difíceis que virão, os indivíduos/dimensionais já deveriam, há muito, ter aprendido a amar o mundo, a somar uns com os outros e a desenvolver o sentido de unidade, porque só unidos pelo Amor conseguirão sobreviver fisicamente da animalização que será alimentada pela lei do mais forte, que imperará nesta ocasião.

A Terra e o dimensional já começam a viver um período muito especial de sua evolução e o dimensional está evoluindo para um ser mais mental com uma consciência sem hipocrisia, porque o seu ouvir e o seu ver, sobretudo, será mental, um vendo o pensamento do outro. O novo ser será pacifico por necessidade, vivendo harmonicamente, porque antes dele falar as suas intenções já serão conhecidas. O Amor Divino, a Energia que precede todas as outras formas de energia, será a resposta para os problemas de sua vida diária, porque a origem do desamor que lhe aflige será mentalmente identificada e sanada. Ele perceberá mais claramente que o seu semelhante é um referencial necessário para que evolua e que ele só “É”, na medida em que o outro também “É”, para que juntos se façam na Transcendência do “Somos”, abrindo a Porta que o conduzirá à sua Verdadeira Luz através do Eu Superior, que irradiará da sua Essência o Amor de Deus, o Amor Uno.

Lagoa Santa/MG-BR, 09 de setembro 2002.

 ___________________________

 Texto de Antônio Carlos Tanure

Translate »