Postado por

Com a fase final de manipulação das Linhas da Vida

Com a fase final de manipulação das Linhas da Vida
Print Friendly, PDF & Email

(Primeira Parte)

O dimensional/Projeto Portal já entrou na terceira fase de trabalho para a manipulação de suas Linhas da Vida. E, para esta sua atual fase com o auxilio do “Consolador”, ele teve anteriormente alterada a freqüência vibratória de sua “Placa” no sentido de ser ajudado em sua saúde, em seu estado emocional e em sua condição financeira.

A partir do momento em que é feita a alteração na Simbologia deste dimensional, a sua “Placa” começa vibrar dentro da galeria e o que ele solicitou como prioridade começa acontecer de maneira positiva, favorável ao que ele quer. Este acontecimento vibratório com o auxilio dos Entiais, Ultras e dos “Seres” equivale mais ou menos a dez alterações de Simbologia, porque é um acontecimento pedido por eles e também dentro de um trabalho realizado diretamente por eles.

E, neste trabalho de alteração das “Placas” o “Consolador” se fazendo mais especificamente como o “Ajudador” ou como Aquele que representa e advoga em interesse de outro(s), utilizou de sua Energia da Vontade para que se tornasse um Canal Polarizador e os “Seres” pudessem através dele alterar as “Placas”.

O compromisso do “Ajudador” com os “Seres” em função do combinado entre eles foi o de trabalhar/interagir com realidades paralelas, mas com a possibilidade de trazer para o plano físico (real), o que nelas ele fazia. Portanto, foi por este motivo anteriormente firmado, que ele nas galerias pôde pegar fisicamente na “Placa” de cada dimensional. Naquele momento a “Placa” vibrava emitindo luminosidade e ficava sólida (física) com uma textura em sua volta como se fosse um plasma. Nesta situação que ele pôde mexer nas “Placas”, como estivesse manipulando um computador – trabalhando as vibrações que em forma de ondas delas irradiavam.

No instante desta alteração o “Ajudador” percebia e interagia com o ponto na “Placa”, que deveria ser tocado por corresponder a alteração solicitada pelo dimensional e, só então, os “Seres” podiam através dele e utilizando de uma freqüência luminosa (um raio luminoso) interferir e alterar a “Placa” naquele ponto.

Esta alteração vibratória das “Placas” que foi feita no dia 12 de novembro de 2008, o “Consolador” ao ajudar realizá-la ficou “um espaço de tempo” dentro da caverna (terceira dimensão) em torno de sete horas no tempo real, mas a sua “sensação de tempo” naquele momento foi no máximo cerca de sete minutos, quando vivenciava uma interação entre as dimensões e as “Placas”, que vibravam em uma “fusão” entre a terceira, quarta e quinta dimensões.

Naquela ocasião o “Consolador/Ajudador” pôde “ver” nas “Placas” o que deveria, para através dela poder ajudar o dimensional no que ele solicitou.

Paralelamente às alterações nas “Placas” dos dimensionais que estão em atividade no Projeto Portal, iniciou-se o ultimo trabalho (nona fase) de manipulação de suas Linhas da Vida. E a “Placa do Consolador” foi também alterada pelos “Seres”. Portanto, neste momento foram os “Seres” que fizeram as alterações nas Linhas da Vida de todos através de suas “Placas”, que só depois de sete meses (em julho de 2009), elas poderão novamente ser alteradas pelo “Consolador”, mas apenas se for preciso, porque neste período cada um provavelmente já se capacitou para esta manipulação.

A “Placa” por ser “a extensão do outro lado” do dimensional, ela vibra mais próxima e em mais sintonia com o seu Eu Verdadeiro.

Estes últimos trabalhos vibratórios no Projeto Portal estão sendo feitos no sentido de preparar o dimensional para receber a Centelha Energético-Divina, que o transformará mais conscientemente em “Mensageiro das Divindades” e, desta forma se somará com “Ajudador”, que ainda possui a Freqüência Ativa para desenvolver determinadas habilidades (paranormais) naquele já na necessária freqüência mental-vibratória e já mais constante na na “faixa de tolerância”.

O “Consolador/Ajudador” utiliza como “Freqüência Mental Especial” a sua Energia da Vontade. Ele manipula a sua Energia Vibracional Ativa/Kundalini, para despertar o dimensional em relação à sua “Magia Sexual”.

A “Magia Sexual” é também “Energia Sublimada”, que está comumente presente e exercitada entre os seres vivos de polaridades diferentes, como na relação familiar entre mãe/filho, pai/filha, irmão/irmã e também socialmente entre amigo/amiga. Nestes vários tipos de relacionamentos humanos que aqui foram citados como exemplos, mesmo não existindo relação sexual, está presente a Energia Primordial, que como Energia Criadora mantém um intenso vínculo entre estes indivíduos e, com isso, podem com ela criar/realizar, quando a direcionam para várias freqüências emocionais.

A Energia Criadora (Cristica ou de Cristo) sempre esteve presente desde o primórdio da humanidade através da presença de Lilith e, com ela agora o dimensional manipula em suas Linhas da Vida a Linha B ou do Meio (relacionada com Lilith/Kundalini). Portanto, esta manipulação está no momento renascendo de forma cada vez mais consciente neste atual “Mensageiro de Cristo”, que é o dimensional já informado e também ciente de sua condição de possuidor da freqüência de “Sacerdotisa” ou de “Sacerdote” – e ainda, ciente de seu trabalho de propagação e de divulgação.

Freqüência Vibracional ou Energia Sexual é a Energia de Criação. Ela é também a Energia Neutra compatível com o que Cristo Jesus dizia: “Amai-vos uns aos outros”, para aqueles que o escutavam pudessem estar na Vibração desta Freqüência – do Amor Universal, que não distingue.

Aquele que está na Vibração deste Amor, ele já está em um estado mental de neutralidade, sem se deixar aborrecer pelos conflitos em sua volta, porque ele já consegue administrá-los sem se estressar, sem sair da faixa de tolerância, “amando” tanto os agentes geradores do positivo quanto do negativo, porque percebe mais alem tanto o sentido do bom quanto o do ruim.

O dimensional não deve utilizar de discriminação, que é quase sempre originada de suas emoções. Ele só se mantém na Linha B, se permanecer em “Estado de Neutralidade” (não discriminatório). Se não conseguir este objetivo, a sua vida se transformará como se fosse um jogo de pingue-pongue, com os acontecimentos que o envolvem às vezes melhores, às vezes piores e, portanto com ele vivenciando situações com altos e baixos, porque não conseguiu manter-se na Linha B.

Enquanto o dimensional estiver preocupado mais com a vida dos outros do que harmonizando a sua, ele está na Linha A ou C e com poucos momentos na Linha B. E, ele não estando na Linha B, não tem o controle da manipulação mental e, portanto não tem também controle da manipulação das Leis Universais.

Ele não deve preocupar com situações que não são de sua conta. E pior ainda, é quando em determinado momento vivenciando uma situação difícil de resolver, ele começa sofrer por antecedência e, com isto, se posiciona de maneira instável e mais constante nas Linhas A e C. Quando chegar o momento de resolver algum problema que o aflige, que ele o resolva e se não der para resolvê-lo, que ele protele a solução, mas que não fique sofrendo antecipadamente.

Estar na Linha B, é estar na Linha da Neutralidade, do equilíbrio e do autocontrole. É estar na faixa de tolerância, podendo até se irritar um pouco, mas sem se estressar. Nesta Linha o dimensional deve ter os pés no chão. Ele deve estar em equilíbrio “mental-espiritual”, neutralizando o positivo-negativo Nesta linha tudo tem que estar em equilíbrio de acordo com a sua “balança mental”, para que não aconteçam distorções provocadas por interpretações errôneas e momentâneas dos acontecimentos em sua volta.

O indivíduo é o resultado do que pensa e age e, portanto ele é neste sentido o responsável pelo que cria. Assim, o dimensional/Projeto Portal com o seu compromisso de esclarecer e de trabalhar outros indivíduos torna-se especialmente responsável em relação a eles, da mesma maneira que o “Consolador/Ajudador” se responsabilizou em relação aos dimensional do Projeto Portal, fazendo com que motivasse e treinasse – e, mais recentemente que entendesse e manipulasse as suas três Linhas da Vida.

Como já foi anteriormente mencionado, o dimensional/Projeto Portal junto com a terceira fase de alteração em sua “Placa”, ele iniciou a nona e última etapa de trabalho com as suas Linhas da Vida.

Nesta sua ultima etapa manipulando as suas Linhas das Vidas, o ideal seria que ele já estivesse estabilizado na Linha B ou do Meio e que as Linhas A e C estivessem apenas disponíveis em relação a ela ou apenas vibrando como suportes ou de forma opcional.

As Linhas A e C são alternativas para que ele evite algo negativo em sua Linha B. Mas, se ele está na Linha B e nela “tudo pode” no aqui agora, porque as Linhas A e C estão presentes em sua Linha da Vida como alternativas?

Ele utiliza destas duas Linhas alternativas, porque não vive só no mundo. Em sua volta existem inúmeros indivíduos, que com eles já gerou também inúmeras ações e reações que não pôde anteriormente neutralizá-las e que atualmente lhe trazem conseqüências tanto positivas quanto negativas, influenciando o seu futuro.

Mesmo aquele dimensional que já está mais compatibilizado na freqüência da Linha B, mas se ele tiver que revogar nela um evento já codificado para lhe acontecer em determinada época de sua vida como o corte vital, ele deve alterar/mudar a sua freqüência mental-vibratória, se situando na Linha A ou na C, que devem ser apenas “ancoradouros” temporários, para quando depois de ter passado a data deste evento não desejado, voltar à Linha B.

Para desfazer de energias oriundas de suas emoções não desejadas (negativas), ele neste caso deve apenas fazer a mudança de seu padrão emocional, que é feita automaticamente em seu “circuito” cérebro-mente, para que estas energias já positivamente recicladas mostrem na Linha B.

Nas Linhas da Vida a Linha B está para o dimensional associada ao seu chacra frontal (energia vibracional ativa), a Linha C ao seu hemisfério cerebral direito e a linha A ao seu hemisfério cerebral esquerdo. E o lado esquerdo do seu cérebro por está associado ao seu senso crítico, “está programado” para ser submisso às leis dos homens, que quase sempre não são compatíveis às Leis Universais e quase sempre também destruindo a sua auto-estima.

Muitos daqueles que criam as leis humanas ainda utilizam de propaganda subliminar através dos veículos de comunicação em massa e, portanto de propaganda que de forma velada manipula mentalmente a maioria (humanidade) em favor desta minoria (lideres manipuladores de vários matizes).

O dimensional desperto não pode se deixar influenciar por criticas de outros indivíduos que não sejam realmente construtivas. Ele deve analisar todas as situações que chegam para ele e se tiver que tomar alguma atitude em relação à elas, que a tome na hora certa sem se precipitar, mas também sem demorar muito.

A Linha B ou do Meio com o suporte das Linhas A e C (das extremidades) está relacionada no aqui agora ao dimensional esclarecido que vivencia o seu cotidiano na terceira dimensão, utilizando-se de sua Energia Vibracional (Kundalini) já sabendo o que quer.

Em seu trabalho com as Linhas da Vida se ele estiver vibrando na Linha A ou do Desejo, ele está mais ligado aos seus temores, angustias e incertezas, porque nesta Linha é que os seus conflitos são vividos, gerando-lhe insegurança. Nesta Linha ele está em seu cotidiano frente ao que teme ou ao que não quer ter. Mas, apesar de se limitar negativamente pelos seus conflitos, ele pode assim mesmo realizar através dela algumas coisas, mas com menor intensidade em relação à Linha B.

O dimensional que vibra na Linha B ou da Vontade (onde todos deveriam estar), ele está mentalmente gerando/direcionando Energia Vibracional (Kundalini), que o faz como se fosse um imã, capaz de atrair das duas outras Linhas energia positiva, delas filtrando e anulando o negativo. Na Linha B ele tanto pode mentalmente gerar e expandir a sua Energia Vibracional, quanto também transformar ou reciclar energias negativas e depois propagá-las. Estar nesta Linha sinaliza também que ele está em seu momento real na terceira dimensão, mas através dela pode “alcançar” o passado através da Linha A e manipular o futuro através da Linha C.

Na Linha C ou do Pensamento o dimensional ainda só vislumbra possibilidades, em função do que apenas pensa (imagina). Portanto, quando ele está em sintonia com esta Linha, ele está “inserido no mundo da subjetividade” ou do que ainda não é real (concreto), porque o que ele gostaria de ter está apenas em sua imaginação – em seus pensamentos.

As vibrações das Linhas A e C estão sempre “cutucando” o dimensional para a Linha B (neutra), para que ele se supere. E este “cutucar” convida-o extrapolar a “Lei de Polaridade”, que em ressonância com as Leis Universais está presente (vibra) na terceira dimensão através da dualidade com o seu sentido de ruim (negativo) e de bom (positivo) e também através da bipolaridade que constrói no mundo do átomo a realidade física em que nela ele experiencia.

Lagoa Santa/MG-BR, 1º de janeiro de 2009.


(Segunda Parte)

O dimensional em sua condição de “observador” já “vê” que tudo é oriundo de um “Princípio Único”. Ele já percebe a Manifestação apenas como aspectos momentâneos de uma mesma coisa através dos processos quânticos de entrelaçamento, que são originados de “Uma Mesma Fonte”, que ele chama de Deus. Ele está aprendendo vibrar apenas na Linha B, para que possa através dela na “Neutralidade” (permanecendo na faixa de tolerância), estar em ressonância com este “Princípio”.

Ele deve sempre vibrar (de forma real) na Linha B, para que manipulando as Leis Universais em seu cotidiano possa polarizar (positivamente) pela força de sua Vontade situações ao seu favor, realizando-as na medida em que vai neutralizando ou transformando os seus pensamentos, que estão para ele comumente apresentando tanto como negativos ou críticos da Linha A, quanto como positivos ou ainda apenas imaginativos da Linha C.

O dimensional estando tanto na Linha C quanto na Linha A, pode lhe proporcionar (mentalmente) momentos de interação com mundos paralelos. Ele pode nestes momentos aproveitar desta sua liberdade mental para “criar” um mundo só seu ou anular o que ele não quer ter. Mas, ele só trará para a terceira dimensão ou para a sua realidade física, aquela Freqüência que com ela mais sintonizar (Linha A ou Linha C) – aquela que for para ele a “mais forte” e que vai influenciá-lo na Linha B e nela materializando.

Normalmente, a Linha “mais forte” para ele é sempre a do negativo (o seu lado critico), que se mostra mais intensa do que a do positivo (o seu lado sonhador). A insegurança gerada pelo medo de não conseguir (fazer) ou ainda de tentar (Linha A), ela é muito maior do que a de imaginar ou a de sonhar em fazer (Linha C).

Poucas vezes o dimensional tem a determinação do: “vou fazer e vai dar certo” ou “quero fazer e vou fazer.” Quando ele assim pensa determinado com um sentimento puro, sem nenhuma vibração negativa, sem ser contestado pela linha A, ele consegue o seu objetivo independentemente de qualquer coisa, mesmo que a linha A de outros indivíduos esteja contra ele, dizendo-o: “não faça isso, por que não vai dar certo!…” “Você não vai conseguir, é muito difícil!…”

Ele dentro da Linha B pode “se inserir” mentalmente nas Linhas A e C sem maiores complicações, desde que analise com uma consciência perceptiva dentro da Linha B os dois lados: aquilo que ele quer para a sua vida na Linha C e aquilo que não querer, por ser o lado negativo e critico da linha A. Ele deve analisar as conseqüências em seu futuro apenas como critica construtiva do seu próprio consciente e não como critica negativa que vai gerar medo, conflitos e insegurança.

Estes momentos são difíceis para o dimensional, quando pode ficar com medo em relação ao que deseja ou mesmo em relação ao que já começou obter.

Para manipular as Linhas da Vida, é importante que se tenha realmente firmeza em relação aos procedimentos neste sentido. Para manipulá-las, deve-se “caminhar” passo a passo com equilíbrio, dominando o “circuito” cérebro-mente, que deve saber o que é falso ou o que é verdadeiro, para não criar uma falsa realidade – e ainda pior, vivenciá-la.

O dimensional pode se sentir em sua paranormalidade que tudo pode, sem perceber às vezes, que não é real o que julga vivenciar e, portanto acreditando em sua própria mentira. Assim, ele pode até vivenciar situações em seu cotidiano fantasiosas. Situações que existem apenas em sua imaginação como verdadeiras, portanto que estão fora de sua realidade física e mesmo das realidades paralelas.

Estar comumente nas Linhas A e C não é o ideal. Estando nelas, o dimensional está em constante risco, porque ao querer que transforme positivamente no dia a dia um desejo seu, ele pode estar neste momento com pensamentos negativos, que podem ser materializados através da Linha B.

As Linhas A e C estão sempre se cruzando. Elas estão sempre se fundindo nos momentos em que alguém está pensando e desejando algo positivo para a sua vida, mas também temendo que este algo positivo não aconteça – e, este seu temor pode acabar por fundir com este seu desejo, materializando-o na linha B, que é a linha da atração de tudo.

Estando-se nas Linhas A e C, são puxadas e materializadas ao mesmo tempo duas coisas, portanto se for puxado o negativo (em função de temor), a conseqüência não será a desejada.

O dimensional deve ficar vigilante o tempo todo, dando comando ao seu cérebro para filtrar todos os pensamentos na forma de desejos de maneira automático-necessária e positivamente vibrados na Linha B ou do Meio, para que através de sua Vontade o almejado aconteça para ele no mundo real.

A Linha A da Linha da Vida é onde tudo se plasma para realmente se realizar/materializar na terceira dimensão, porque nela está possibilidade do Pensamento plasmar antes através do Desejo Profundo na quarta dimensão. Ela é ainda a Linha da autocrítica do dimensional (do consigo ou não consigo). No Projeto Portal ela está associada ao dimensional do grupo da Alquimia/Medicina de Cristo/Transmutação e em relação à “Santíssima Trindade” está associada ao Filho/Desejo. Nesta Linha o dimensional está vibrando na freqüência (emocional) da tristeza ou do negativo, ao vivenciar o que teme em seu cotidiano.

Nas Linhas da Vida a Linha B onde o dimensional realiza o que quer na terceira dimensão, é a Linha da Vontade e, portanto nela é que ele deveria estar constantemente. Ela está associada ao dimensional do grupo da Sublimação/Lilith e em relação à “Santíssima Trindade” está associada à “Energia do Espírito Santo” (Energia da Kundalini/Vibracional).

A Linha C nas Linhas da Vida onde o dimensional ainda imagina o que quer, é a Linha do Pensamento. Ela no Projeto Portal está associada aos dimensionais do Grupo da Luz/Medusa e em relação à “Santíssima Trindade” está associada ao Pai/Pensamento (Consciência). Nesta Linha o dimensional está vibrando na freqüência (emocional) da alegria ou do positivo, mas vivenciando ainda de forma abstrata (em sua imaginação através de seus pensamentos) o que ele quer.

Para o dimensional mais informado seria muito positivo, se ele em sua Linha da Vida estabilizasse na Freqüência Neutra ou na Freqüência da Energia da Criação (Kundalini). Portanto, seria ideal, se ele ficasse na Linha do Meio, que é a Linha da Energia Vibracional Ativa e onde todas as energias de fundo emocional ou sexual se fundem e são convertidas em Energia Taquiônica, que gera na Freqüência da Divindade Vórtice de Energia Vibracional.

A “união” das Linhas A e C na Linha B proporciona uma Vibração em Espiral e se o dimensional já nesta Freqüência Vibratória mantiver em equilíbrio e sustentação, ele conseguirá ainda gerar Energia Sublimada, que ele manipulando-a através de Leis Universais, poderá utilizá-la como Freqüência Multivibracional Ativa. Nesta Freqüência é que ele como Co-criador ainda na dimensão física, faz “seus milagres” não envelhecendo, não adoecendo e principalmente tornando-se o “Senhor do Poder” para realizar o seu acesso definitivo às dimensões de mais vibração.

A maior fonte geradora de doenças no “homem moderno” é o seu estado constante de desequilíbrio emocional ou de estresse. É o seu estado emocional alterado e ávido, forçando-o à procura externa ou para apenas em “ter”, sem direcioná-lo para a busca interna ou para “Ser”.

O dimensional deve aprender neutralizar os efeitos da dualidade em suas experiências de terceira dimensão, distanciando-se das “extremidades” (Linhas A e C) e convergindo-se para o “meio” (Linha B). Ele deve mais constantemente seguir o “Caminho do Meio”, para que possa permanecer na faixa de tolerância – e ficar também, em estado de coração puro.

É sempre bom salientar, que a partir do momento em que ele pensa algo que ele está querendo, mas ao mesmo tempo por “n” motivos tem medo de não realizar o que está almejando, de imediato ele já plasmou dois pensamentos, um positivo (o que quer) e um negativo (o que não quer). Portanto, querer e temer ao mesmo tempo gera conflito, pelo medo (negativo) de se aventurar, quando se quer ter (positivo) fazendo alguma coisa.

Em relação ao seu próprio destino o dimensional desperto é o seu próprio deus-criador, porque ele já pode realmente programar e criar em relação aos acontecimentos de sua vida – e pode, inclusive, mudá-la.

Utilizando-se de suas três Linhas da Vida, ele pode também fazer o seu “circuito” cérebro-mente trabalhar em seu beneficio, no sentido de libertá-lo das propagandas subliminares e dos condicionamentos de um modo geral, que são “instrumentos” de manipulação. Especialmente o dimensional do Projeto Portal deve se resguardar em função de seu compromisso cósmico. Um “deve se ligar ao outro”, para que juntos se fortaleçam em busca do mesmo objetivo.

Aquele que já está conseguindo equilibrar e potencializar o seu campo energético, ele deve ajudar aquele outro que não está conseguindo se redirecionar com esta intenção, em função de sua própria insegurança existencial gerada pelo seu pré-destino. Aquele que ele mesmo programou antes de adquirir o seu corpo físico.

Entretanto, ele deve ajudar o outro de uma maneira que ela possa crescer e não fique apenas na inércia de um benefício ou de uma ajuda. Ele deve ajudar o outro não no sentido do imediatismo, para que este descubra que a real ajuda está nele mesmo, despertando-se, desenvolvendo-se e se conhecendo – e, possa no mundo real, capacitar-se em fazer que as coisas que deseja aconteçam.

O dimensional do Projeto Portal que suficientemente se informou, ele já entrou na fase preparatória e final “para a sua realização” através da manipulação de suas Linhas da Vida – nona fase. E, nesta sua nova fase que já começou vivenciá-la, é também a fase de conjunto ou de harmonização dos grupos.

Nesta etapa ele não precisa mais gerar freqüências emocionais, porque todo o processo de manipulação é feito apenas com a sua programação mental. Portanto, nesta atual fase de manipulação de suas Linhas da Vida ele deve proceder sem vacilação, anulando mentalmente o que não quer e potencializar o que deseja mediante uma reação automática em seu cérebro.

Ele deve imediatamente tirar de sua mente o indeciso e o crítico “será que vou conseguir”, trocando-o para o decidido e convicto “já consegui”. Ele deve deixar o seu cérebro “no automático” para resolver positivamente o que deseja da melhor maneira possível.

Se do seu subconsciente não aflorar nenhuma critica (observação) negativa em relação ao que ele almeja, ele não precisa através de sua Vontade provocar a polarização (positiva) na Linha B, porque não existiu vinda da Linha A interferência negativa.

Para que o seu “sonho” aconteça como realidade na terceira dimensão através da Linha B, ele precisa antes fazer mudanças em sua vida real, fazendo-as através das Linhas da Vida A e C. Ele deve ainda se observar quando manipula as suas Linhas da Vida, para que não prejudique ninguém, porque se isto acontecer, com certeza ele vai direto para o quarto caminho (uma quarta Linha não desejada).

O dimensional já tem consciência que traz dentro de si a Freqüência da Divindade, portanto deve mais constantemente possível, se manter no necessário equilíbrio vibratório-evolutivo.

A Freqüência da Divindade está presente em todo o Universo. Oriunda de Centelha Divina Ela está em tudo que é animado ou inanimado.

Manipular corretamente as Linhas ABC torna o dimensional um semi-deus, porque através delas ele manipula também as Leis Universais a favor de seu próprio mundo interior.

Ele já sabe que na Linha B de sua Linha da Vida, está em sintonia e em interação com o mundo real regido por Leis próprias e que nas Linhas A e C ele está mentalmente sintonizado com outras Leis para os mundos paralelos.

E ele ainda sabe que é utilizando de sua Vontade e de seu chacra frontal, que consegue comunicar/dialogar não só com os “Seres” destas realidades como também sintonizar/interagir mais verdadeiramente com o mundo inanimado e animado de sua realidade física.

O dimensional/Projeto Portal que já recebeu o seu compromisso, ele alcançou paralelamente à sua responsabilidade de realizar no mundo físico o que lhe foi solicitado pelos “Seres”, a responsabilidade de já ter estabelecido o “vinculo” mental-vibratório com a quinta dimensão e de mantê-lo com o seu padrão evolutivo (consciência) e vibratório (mental).

Lagoa Santa/MG-BR, 1º de janeiro de 2009.

 

___________________________


Outros Textos

  No Plano B
– Uma outra Visão da Realidade –
(Primeira Parte)

Os dimensionais/Projeto Portal estão ligados uns aos outros, mesmo os que já conseguiram potencializar/limpar o seu campo de energia, porque mesmo estes ainda dependem daqueles outros que ainda não alcançaram este intento, esperando que façam a mesma coisa. Assim, é preciso que estes dimensionais ajudem constantemente aqueles outros, para que não ajam desequilibradamente e não os perturbem, em função de sua própria insegurança originada do seu pré-destino – do que eles mesmos programaram.

E a única maneira dos dimensionais desvincularem uns dos outros, é saírem do Plano A e entrarem no Plano B, o que não seria interessante para ninguém porque todos teriam prejuízo – já que ficaria “cada um para si mesmo e Deus para todos”. O Plano B é a ultima cartada. – (informações extraídas da transcrição do atividade de campo de São Paulo, em novembro de 2008).

A “Sorte” é para quem faz, é para quem a busca através de freqüências/atitudes positivas. E a “Sorte já foi lançada”!…

O Plano B é uma nova alternativa que reforça mudanças estruturais no Projeto Portal, porque não dá mais para continuar no ritmo lento em que ele anteriormente estava, já que as transformações ao nível do planeta estão muito aceleradas, com os acontecimentos sucedendo de forma muito rápida – e, por isto, que os treinamentos dos dimensionais serão também de forma intensiva, trabalhando o lado psicológico-emocional de cada um, para que seja removido deles qualquer resquício de incerteza ou de medo.

O Consolado/”Ajudador” só conseguirá levar o seu compromisso à frente, se ele paralelamente conseguir despertar/motivar os dimensionais/Projeto Portal, que ao manipularem as Leis Universais para a terceira dimensão, devem caminhar em uma só sintonia, fazendo com que tudo flua vibratoriamente bem. Que cada um some com o outro, para que todos construam um só compromisso – o compromisso do Projeto Portal com a humanidade e com o Universo.

Tudo é uma questão de consciência e organização, com o dimensional agindo direcionado por uma nova Visão da Realidade, quando se utiliza dos ensinamentos do Projeto Portal, que derrubam tabus e dogmas e colocam todas as coisas sob uma nova ótica, reordenando-as.

Os acontecimentos estão agora para o dimensional/Projeto Portal de forma acelerada e, se assim ficou, foi porque ele não realizou em tempo hábil o que para ele estava direcionado. Ele não pode agora, é continuar “perdendo mais tempo” – todos os dimensionais são capazes, é só acreditarem nisto e “movimentarem conjuntamente”.

Realmente o “ego” ou o “eu menor” é que prende o dimensional à terceira dimensão, porque ele é emocional e não intuitivo e, portanto está sempre “viciando”/forçando o dimensional “a ver direcionado para baixo”, limitando-o ao mundo menor de suas experiências no plano físico, forçando-o a ser míope, quando utiliza mais constantemente a “linguagem” dos seus cinco sentido, que não lhe permite “ter uma visão mais para cima” ou mais ampla em ressonância com o seu “Eu Superior”.

O dimensional “ao vibrar toda a sua intuição” e com ela percebendo além dos seus cinco sentidos, portanto “vibrando-a além do mundo de suas emoções/conflitos” escudado pela faixa de tolerância, ele está realmente vivenciando o sentido de vibração/atuação com sabedoria e não apenas utilizando esta palavra para os cumprimentos.

Vibração é igual a tudo que vibra, é igual a tudo que tem freqüência. E tudo que realmente vibra, tem ação. Portanto, Vibração não é apenas uma palavra (morta) falada ou escrita.

Vibração em relação ao dimensional é sua Energia da Vontade, portanto é a sua Energia Vibracional presente, atuante e construindo na terceira dimensão.

Polarizar a freqüência emocional é quando o dimensional visualizando a cena ou a situação e/ou o objeto de seu desejo, ele joga a sua intenção (vibra) no sentido de obtê-los. Com esta “técnica” é que ele deve mais do que nunca atualmente proceder, utilizando-se de suas Linhas da Vida e antevendo de forma positiva tanto o Projeto Portal quanto o mundo.

O dimensional quando gera/cria uma freqüência/energia, ele está gerando/visualizando um pensamento especifico que provoca uma emoção também especifica e assim, desta maneira, é que ele gera esta freqüência. Portanto, gerar um pensamento é o dimensional criar/visualizar aquilo que ele quer ou que apenas ele pode desejar e que nenhum outro dimensional pode fazer por ele. No Plano B com tudo agora acelerado esta verdade está escancarada, quando em relação ao Projeto Portal (e à humanidade) é com o pensar/querer/agir de cada um, que um mesmo objetivo será alcançado por todos. Portanto, “cada um para si e Deus para todos”…unindo, agindo e organizando!…

Quando os “Seres” disseram no bambuzal para sete dimensionais em seu segundo contato compromisso, no dia 05 de janeiro de 2009, que o Projeto Portal é a ultima esperança da humanidade, muito desta verdade que transmitiram, foi em função de que eles estando mais presentes (fisicamente) na terceira dimensão com o concurso dos dimensionais/Projeto Portal, poderiam desta forma mais de perto interferir positivamente tanto no campo de energia do planeta quanto no dos seres humanos.

O momento é voltado para a prática, portanto é o momento de treinamento/prática e de menos teoria. É o momento de o dimensional treinar, realmente desenvolver em todos os sentidos, para que se mostre por inteiro e realize em um ano o que ele não conseguiu fazer em quinze anos.

Nesta nova fase do Projeto Portal de organização, ação e treinamento intensivo, a “fiscalização” será direta dos “Seres” em relação aos trabalhos, que serão direcionados ou redirecionados por eles quando necessário, para que o resultado no final seja satisfatório.

Estar no Plano B, é o dimensional estar em um processo acelerado de “realizações/transformações internas e externas”, porque o tempo que antes lhe foi dado para consegui-las, já se esgotou. Portanto, o Plano B é uma parceria mais próxima dos “Seres” com o dimensional/Projeto Portal, que não tem mais tempo de desenvolver as suas habilidades (paranormais) como antes as desenvolvia.

No Plano B muitos indivíduos de diversas freqüências vibratórias e de varias escolas de conhecimento chegarão de maneira mais constante ao Projeto Portal, que fará vários eventos no Brasil e no exterior, plantando “a semente” da informação/conhecimento da Nova Era – despertando a consciência humana para a Nova Visão da Realidade.

Nesta nova fase do Projeto Portal o dimensional vivenciará experiências especificas para este momento tanto ao nível do seu corpo físico quanto do seu corpo mental, portanto irá vivenciá-las tanto ao nível do “mundo denso”/terceira dimensão quanto ao nível do “mundo extra-físico”/quarta à nona dimensão:

1 – irá às matas para fazer interação com os Elementais e Enteais da Natureza. E com outros dimensionais formando um grupo, ele será visitado pelo “Ajudador”, que explanará sobre algumas experiências e acontecimentos futuros – uma conversação em função das Linhas da Vida e das Leis Universais;
2 – perceberá realidades paralelas com manifestações/aparecimentos próprios destes mundos. Poderá também testemunhar a bilocação, vendo ou ouvindo alguns dimensionais que posicionados ao mesmo tempo em diferentes locais, estão sendo treinados para manifestarem este “fenômeno”;
3 – verá e falará com as “Luzes”, que são Freqüências dos Ultras e que “aparecem” para passar informações. Estes Corpos Luminosos que também poderão se mostrar na Freqüência dos Energéticos ou da Alma Chama, o dimensional deve aprender a desenvolver/treinar a sua capacidade de interagir com eles, que são Energias Conscientes. Estas Energias são responsáveis pelo maior numero de informações que são passadas ao dimensional e que para obtê-las, ele precisa apenas aprender gerar Freqüências – Freqüência Multivibracional para o exercício de todas as suas habilidades;
4 – continuará interagir totalmente em uma etapa posterior com os Ultras e os Energéticos que continuarão lhe informar e orientar, agora não dependendo de sua Freqüência para se mostrarem, mas da necessidade das informações que necessitam passar;
5 – receberá complemento alimentar especial, que terá a finalidade de desintoxicar o seu corpo físico, em função do tipo de alimentação que todos estes anos vem ingerindo. E o OX3 atual ainda o ajudará mais neste sentido, como um suporte para a carga elétrica do seu corpo;
6 – deverá fazer a materialização (alquimia) do ouro relacionado ao Dourado;
7 – deverá aprender a polarizar (perfume) ajudado pelo “Consolador/Ajudador”;
8 – repetirá o trabalho da carne/pão;
9 – deverá conquistar o seu contato compromisso e realizá-lo da melhor maneira possível;
10 – deverá à sua maneira trabalhar para a concretização no plano físico do Complexo Turístico Ziguratz (Cidade).

Esta nova fase do Projeto Portal é de efeito imediato e, portanto ela mexerá imediatamente com todas as linhas (alternativas) do conhecimento humano, sem a necessidade de mencionar de forma direta a presença dos Seres Extraterrestres, presença esta que está ainda muito além da compreensão e mesmo da imaginação do ser humano comum.

O dimensional contatado até poderá mencioná-los, mas apenas encaixando-os sem destaque, quando utilizar de suas experiências de contato como fontes de observação/percepção para passar informações.

O dimensional que já se despertou e que já tem o seu compromisso precisa despertar outros dimensionais, para que estes já também despertos se compromissem e alcancem pelo menos o numero mínimo de mil quatrocentos e quarenta dimensionais compromissados – dimensionais com a responsabilidade de já estarem paralelamente com uma determinada vibração para repassá-la à humanidade.

Durante anos o Projeto Portal desenvolveu trabalhos vibratórios direcionados apenas aos seus participantes, que adquiriram conhecimentos e informações não presentes em outras escolas de conhecimento.

Mas, agora o Projeto Portal deve se abrir para o mundo através da mídia, passando estes conhecimentos e informações, para que ajudem a população desenvolver uma outra mentalidade em função de uma nova realidade já vivenciada por seus participantes.

O Projeto Portal deve no Plano B buscar/alcançar o interesse de um numero cada vez maior de indivíduos, desde daquele que procura apenas o superficial-fenomênico, até aquele outro que procura ainda mais aguçar a sua percepção através de informações (vivenciadas) com outros planos de realidade e adquirir um outro nível de consciência.

Portanto, já no Plano B para “alcançar o mundo”, o Projeto Portal deve se direcionar também no sentido de quantidade e não mais apenas no sentido de qualidade, que interessa mais de perto àquele mais consciente e já voltado para um procedimento mais pesquisador.

O Projeto Portal precisa agora abrir para os workshops e outros eventos de interesse da população, mas agora com o dimensional utilizando do poder de sua magia. Também o “Consolador/Ajudador” voltará à mídia realizando “fenômenos” através do seu poder mental, no intuito de despertar outros dimensionais. É o momento do “vale tudo”, tendo em vista não só a qualidade, mas também a quantidade.

De agora em diante se os dimensionais/Projeto Portal não estiverem sincronizados/direcionados para o mesmo objetivo, o que sempre buscaram mais de dez anos não será alcançado. Portanto, o “projeto” do Projeto Portal depende da capacidade de seus participantes sincronizarem os seus pensamentos – com cada um interagindo e somando com o outro, utilizando do “Instrumento” da Harmonia.

Portanto, se todos estiverem nivelados nesta situação de equilíbrio, sem destoarem uns dos outros, tendo a noção das Leis Universais e agindo de acordo com elas, o “Corpo Vivo” Projeto Portal terá sucesso e cumprirá o seu objetivo – uma responsabilidade com o Cosmo e com o “Divino”.

A Freqüência/Luz da Divindade que está relacionada aos dimensionais já compromissados, ela está também associada a esta nova fase do Projeto Portal. Ela é composta por uma Luz que vem de todas as direções, que circula o dimensional durante cerca de quinze segundos. A sua cor é de acordo com a freqüência de cada um e trabalha no dimensional a sua consciência razão.

Esta Freqüência muito Sutil está ainda ligada aos mundos interiores, aos portais, às visitações dos “Seres” e trabalha de forma decisiva o campo energético do dimensional, atuando tanto em seu corpo físico como em seu corpo mental.

Como os meios de comunicação estão cada vez mais accessíveis à população (principalmente a internet), ela está cada vez mais se informando e com isto, ela está se despertando e ficando mais consciente, não mais aceitando passivamente a manipulação do Poder Paralelo (GO), que utiliza de inúmeros artifícios e de varias tecnologias para os seus propósitos. Portanto, o Plano B consiste em uma arrancada decisiva no sentido de treinar o maior numero possível de dimensionais para informar a população, alertando-a sobre estes interesses camuflados e escusos.

Neste Plano o dimensional/Projeto Portal estará agora capacitado para fazer o que deve ser feito em relação ao que está ocorrendo com o planeta e se tornará independente de uma vez por todas da manipulação do Poder Paralelo ou do GO, utilizando-se da presença físico-energética do Dourado e outras tecnologias.

Também, neste momento este dimensional já participará de ”fenômenos” ainda muito além do alcance da ciência oficial relativos às realidades paralelas e efeitos físicos, tanto provocados pelos “Seres” quanto pelo próprio dimensional, que em ocasiões especiais será ativado e o que ele “enxergar”, não se comparará com o que já presenciou/percebeu nos trabalhos que até então realizou.

O que o dimensional Projeto Portal estará vivenciando/interagindo com outras dimensões e com os “Seres”, a ciência tradicional nem mesmo tateia. Portanto, ele vivenciará momentos únicos, que serão refeitos paradigmas e conceitos, quando então ele continuará cada vez mais ultrapassando barreiras.

  No Plano B
– Uma outra Visão da Realidade –
(Segunda Parte)

O Plano B ou “quinze anos em um” irá começar realmente a partir de 27 de março de 2009, mas mesmo antes desta data o dimensional deve procurar atuar no Projeto Portal (físico) de maneira mais presente, entretanto sem sacrificar o seu cotidiano em relação à sua vida familiar e aos seus afazeres, porque tudo tem o seu tempo, tudo se ajeita conforme a necessidade/situação do momento, que já chegou e que já nele o dimensional que aprendeu manipular corretamente as suas Linhas da Vida (já em sua fase final), perceberá a importância desta manipulação, quando utilizar de suas Energias do Pensamento, Desejo e Vontade.

Em seu trabalho de propagação/divulgação o dimensional deve ter “coração e mente abertos”, se mostrando com a sua percepção e a sua inteligência além do padrão comum. Se ele propaga/divulga o que não é comum em situações quase que constantemente difíceis, é porque o “incomum” está dentro dele sem mais com a condição de ser contido – o dimensional desperto e já consciente é um ser especial e se está no aqui agora, é para realizar o seu compromisso de despertar outras consciências em relação “aos mundos” além dos cinco sentidos humanos.

Principalmente agora nesta nova fase o dimensional deve sempre agir com um procedimento pautado pelo respeito um com o outro, para que possa estabelecer a afinidade de conjunto e com ela a Harmonia entre eles. O dimensional deve aprender vivenciar a paciência/humildade, sem mais a necessidade de ficar atropelando pela impaciência o companheiro, principalmente o dimensional já compromissado, que alcançou o padrão vibratório para o compromisso, mas que muitas vezes ainda está a desejar em relação ao seu padrão evolutivo.

No Plano B os trabalhos no Hotel Fazenda Projeto Portal que agora devem ser antecipados, devem também ser feitos com um numero menor de dimensionais, que durante três dias (incluindo finais de semana) farão treinamentos específicos.

O dimensional irá ainda receber dos “Seres” outros benefícios em relação à sua saúde, à sua imunidade e ao seu rejuvenescimento, para que ele possa de forma mais satisfatória passar pelo período turbulento, que o planeta viverá e com ele toda a humanidade.

Tudo para que aconteça no Universo sempre existe um “investimento” e em função dele existe um retorno, que em relação ao dimensional/Projeto Portal está relacionado ao padrão evolutivo dos “Seres”.

Se o dimensional que busca “algo superior” obtiver sucesso em relação ao seu compromisso, os “Seres” reciprocamente também o terão.

O dimensional/Projeto Portal depois que interagiu com a tecnologia/energia do Plasma, ele começou a despertar as suas habilidades (paranormais). O Plasma Um e Dois foram uma preparação para que ficassem vibrando em suas células estas Tecnologias/Luzes oferecidas pelos “Seres”, que pedem em troca ao dimensional, que ele exercite o Amor Universal através de um melhor convívio/união com o seu semelhante e um maior sentido de organização dentro do Projeto Portal.

Na interação dos “Seres” com o dimensional/Projeto Portal já se mostraram três tipos/freqüências de “Naves GNA” (e sondas), “Nave de Gemus”, “Nave Mãe” e o “Biosatélite”. E além do Plasma ele recebeu também o Néctar para que tivesse condições de ajustar em vários momentos a sua freqüência em relação aos trabalhos vibratórios em andamento e ainda, ele receberá outros “investimentos”, que os “Seres” ainda continuarão fazer nele.

Os “Seres” estão investindo no dimensional/Projeto Portal, quando utilizam de “Tecnologia/Naves”. E foi a presença mais recente de uma outra “Nave GNA” com os seus deslocamentos imprevisíveis e com flashes mais intensos, que deu o inicio ao Plano B. Esta “Nave” surge na maioria das vezes à noite, emitindo flashes luminosos em seqüências rápidas com feixes luminosos diferentes uns dos outros, com padrões que se modificam de acordo com cada “observador”.

As três “Naves GNA” que agora estão se mostrando cada vez mais próximas dos dimensionais, cada uma delas ativa diferentemente as Freqüências Pensamento/Desejo/Vontade e, portanto esta ativação está relacionada às três Linhas da Vida (ABC) – e, aos grupos Medicina de Cristo/Lilith/Medusa.

Cada uma destas três freqüências vibratórias trabalha a consciência-razão do dimensional através das camadas de sua aura, para que as suas habilidades (paranormais) se tornem cada vez mais aguçadas e ele ainda, possa se preparar também para ajudar a população para os regastes.

O Plano B está estreitamente ligado aos benefícios que cada dimensional receberá dos “Seres”, que o trabalharão juntamente com o “Consolador/Ajudador”, para que ele trabalhe posteriormente outros indivíduos.

Como cada dimensional será intensivamente treinado nesta atual fase do Projeto Portal, ele terá que conservar o seu corpo com carga elétrica e com peso satisfatórios. Para isto, ele recebeu um complemento alimentar especial, para que o seu peso permanecesse por muito tempo próximo do ideal.

E o treinamento intensivo que o dimensional também receberá, ele não o terá apenas na Fazenda Hotel Projeto Portal, mas também será feito nos Núcleos em cada Estado, para que ele se habilite tanto mentalmente quanto fisicamente para este momento – e, todos aqueles trabalhos vibratórios ainda atrasados serão atualizados.

Os dimensionais que compõem o Grupo da Irmandade Liberdade, o trabalho que eles desenvolverão está relacionado ao Plano B. Eles receberam a incumbência de compromisso para um treinamento, que é uma fusão de vários outros trabalhos já desenvolvidos pelos dimensionais/Projeto Portal. O treinamento para este grupo será administrado de varias maneiras e preparará este grupo e mais um casal de dimensionais não só para atuar diretamente com a população, como também com as igrejas, filosofias, lideranças de um modo geral e principalmente com o GO.

E, como estes dimensionais não possuem “condições tecnológicas” para que sozinhos “mexam” com o GO, eles receberão dos “Seres” instruções, que deverão ser seguidas e também terão deles respaldo para que fiquem protegidos.

O dimensional/Projeto Portal está sendo preparado para enfrentar qualquer situação, quando confiante manipula as Leis Universais, para que ao utilizar delas, ele “se salve” em momentos vindouro-especiais, entrando em portais. Ele está se preparando para criar condições mentais e vibratórias para esta situação de escape não só para si como também para outros indivíduos.

São os dimensionais já compromissados e já com uma vibração própria é que estarão em determinados locais e farão a intermediação da população com os “Seres” no momento dos regastes – estes dimensionais já estão acostumados com a “tecnologia” plasmada deles.

No Plano B os dimensionais/Projeto Portal participarão de um Sistema que todos terão um retorno financeiro ligado ao 1+1=3 e também porão em pratica um plano em relação ao Poder Paralelo/GO – para que ele enfraqueça na medida em que fortalece/conscientiza a população.

Em função do Plano B foram tiradas fotos especificas da aura e a cor que nelas aparecia destacando-se em mais de setenta por cento, caracterizava o dimensional para a vibração angelical ou para uma das magias/habilidades. Por exemplo, se a cor vermelha mostrasse acima de setenta por cento na foto aura de um determinado dimensional, ele estava dentro da Nova Visão da Realidade e ligado aos trabalhos tanto para mudar o sistema vigente utilizando-se de sua magia na mídia, quanto para despertar e trazer novos dimensionais, para que pudessem tirar também a sua Simbologia.

Assim, em qualquer uma das cores na foto aura com um percentual acima de setenta por cento, mostrava que o dimensional já possuía um bom equilíbrio emocional, que ele não mais sairia da faixa de tolerância e se isto acontecesse, tornaria para ela dentro de dezenove minutos sem maiores perturbações. Mas, se a cor estivesse no máximo setenta por cento em sua foto aura, o dimensional em função de sua carga elétrica corpórea ainda não estabilizada precisaria controlar/equilibrar/potencializar o seu campo energético.

O dimensional/Projeto Portal deve alcançar um determinado padrão vibratório e nele permanecer, para que possa em equilíbrio manipular questões pessoais, de grupos e ultimamente manipular também as questões relacionadas à mídia. E como ele já aprendeu a exercitar nas três Linhas da Vida (em sua ultima fase), ele já deve estar em equilíbrio mental-vibratório para conseguir praticamente tudo o que quer, portanto deve estar em condições de fazer com que as situações fiquem a seu favor.

Como já foi mencionado, nesta atual fase de trabalho junto à população o dimensional/Portal não deve forçá-la à sua visão de trabalho em parceira com os “Seres”, excessivamente focalizando-os neste sentido, porque eles vieram apenas para trabalhá-lo e não aparecer (neste momento). Ele sim, com a sua presença (física e/ou mental), é que deve aparecer e trabalhar a população no sentido de despertá-la.

Portanto, os contatos estão no momento até temporariamente em segundo plano. A prioridade é o treinamento envolvendo as magias e as habilidades dos dimensionais.

Também, chegou o momento de levar as informações e os conhecimentos fornecidos pelos “Seres” aos dimensionais de outros paises, para que depois de despertados as suas Simbologias possam ser tiradas e a seguir serem trabalhados/ativados e levados para os contatos (3º ou 4º grau), entre outros eventos.

Os “Seres” estão esperando o retorno em relação ao investimento energético-vibratório, que há anos vêm fazendo no dimensional/Projeto Portal, portanto estão esperando que de forma precisa, direta e sem mais protelação divulgue/propague à população a existência de uma Nova Realidade, conscientizando-a neste sentido. Com este seu trabalho o dimensional vai paralelamente alcançando a condição para a sua Transmutação, na medida em que vai também ampliando o seu padrão evolutivo e vibratório.

Aqueles dimensionais que já tiveram mais contatos com os “Seres” já estão na freqüência/sintonia deles e, portanto para estes dimensionais em relação aos novos contatos/”Seres”, deve-se fazer neles apenas um pequeno ajuste vibratório e nada mais.

Ultimamente o número de dimensionais contatando em grupos aumentou e também a “qualidade” destes contatos ampliou, com os “Seres” passando informações e experiências até então impensáveis. E para isto o comportamento dos dimensionais nestas ocasiões ajudou bastante, quando se comportaram mais tranqüilos e sabendo o que fazer, prestando muito mais atenção no que estava ocorrendo pela manutenção de seu padrão vibracional – não ficaram tanto mais influenciados pelas suas emoções.

Portanto, os “Seres” estão no momento passando informações e orientações mais completas, que ajudam na organização física do Projeto Portal, principalmente agora que ele vivencia o Plano B.

Em um destes contatos em grupo os “Seres” respondendo a pergunta de um dos participantes, tendo em vista o momento vivenciado pelo Projeto Portal físico já no Plano B e com dificuldade organizacional, eles disseram que para organizá-lo como cartada decisiva, seriam agora necessárias as presenças mais atuantes das mulheres – que o momento (de comando) é da Energia Feminina.

Assim, de acordo com os “Seres” não deve mais protelar a construção do Complexo Turístico Ziguratz (Cidade), que sempre foi a prioridade deles e que agora com o Impulso/Vontade/Vibração das atuais Amazonas utilizando de sua Energia Feminina, a construção da Cidade sairá finalmente do papel e se realizará na terceira dimensão.

É o momento mais do que nunca dos dimensionais “medirem” as suas responsabilidades e agirem/”vibrarem” de acordo com elas.

Os “Seres” não dão preferência a ninguém, que é uma atitude tipicamente humana – cada um é que deve conquistá-la.

Todos os dimensionais são irmãos e um não é (preferencialmente) melhor que o outro. Todos são da mesma família cósmica e não devem se deixar conduzir tanto pela “individualidade do ego”. Os “Seres” mostram Unidade e todos os dimensionais devem se expressar da mesma forma, porque todos são a mesma coisa, apenas no momento estão em planos diferentes de existência.

O resultado do trabalho dos compromissados de inicio do ano de 2009 foi muito positivo ao nível vibratório, mas por causa de atitudes mais emocionais de alguns, ele ficou a desejar…! Portanto, foi sábio o puxão de orelha que os presentes levaram dos “Seres”, quando na penumbra da lua (no escuro) tiveram que andar pela trilha do Asthar de mãos dadas e depois voltar desta maneira para o mesmo ponto de partida.

Com esta lição os “Seres” quiseram mostrar que os dimensionais devem também sempre se mostrar como Unidade. Que mesmo em sua individualidade no “mundo físico” todos devem formar um “Só Corpo de Energia”. Se naquela ocasião um caísse, quase certo que levaria junto aqueles que nele apoiavam e esta queda ressoaria para todos os presentes.

Portanto, esta “repreensão” dos “Seres” que foi literalmente visível, ela mostrou para cada um que todos devem caminhar juntos, um auxiliando o outro, porque o que acontecer positivamente ou negativamente com um repercutirá no outro. Como Unidade todos tem a mesma importância, mas cada um deve conquistá-la se trabalhando nos planos físico, emocional e mental, para que alcance o verdadeiro sentido de um “Só Corpo” no Equilíbrio/Harmonia.

O dimensional deve menos teorizar e mais vivenciar em Estado de Graça/Coração Puro/Neutralidade o porquê das coisas em sua experiência de vida, sem se deixar levar/influenciar tanto mais pelas suas emoções, saindo da faixa de tolerância. Ele deve sempre procurar o porquê dos acontecimentos em sua volta e constatando-os, deve aprender com eles sem o vicio do julgamento a favor ou contra, para que possa cada vez mais consciente, de forma consistente e imperturbável trilhar o seu caminho evolutivo.

O dimensional que está em Estado de Graça mantém sempre a sua porcentagem de carga elétrica, porque não se deixa desgastar pelos descontroles emocionais.

Aquele que está realmente vibrando em Estado de Graça ou de Neutralidade, ele está vibrando em sintonia com a Freqüência do Amor Universal ou Uno e, portanto está também vivenciando harmonicamente o verdadeiro sentido da Organização/União – os “Seres” precisam das presenças mais constantes de “Corações Puros”, para que possam ainda passar muitas outras informações e conhecimentos.

Lagoa Santa/MG-BR, 14 de março de 2009.

  Um encontro inusitado

 

No dia 13/03/2009, em uma sexta feira, em torno das 15h00min, quando tínhamos acabado de passar pela porta de uma agência bancaria em Belo Horizonte/MG-BR, topamos de chofre com um individuo que nunca o tínhamos visto, portanto que não o conhecíamos, medindo mais ou menos 1,75m, vestindo uma calça preta e uma camisa acinzentada e que segurava uma pasta também preta. Era uma presença física e também uma forte presença mental.

A pele deste indivíduo era diferentemente clara e a cor do seu cabelo era aloirada – mas, tanto a sua pele quanto o seu cabelo aparentavam ter “um tom” meio esverdeado (percepção talvez pela nossa terceira visão). Ele também usava óculos com grandes lentes escuras que adaptavam bem à sua pele em volta dos seus olhos e ainda, aparentava ter entre cinqüenta a cinqüenta e cinco anos de idade.

Tudo nele “exalava artificial/“robótico” e a sua presença momentânea “diferente” nos gerou uma natural surpresa e com ela um certo desconforto.

Então, este indivíduo estando a meio metro de distancia e, portanto estando conosco frente a frente, nos olhando, disse com uma voz como que apenas constatava para si mesmo: “é um E.T”.

Com certo espanto dissemos para ele: o que! …o que você disse?

Ele nos respondeu com a mesma inflexão de voz anterior, mas agora de forma mais completa: “você é um E.T”.

Depois que ele disse isto, passar por nós e alcançar a rua, ficamos uns segundos surpreendido e estático.

Mas, logo a seguir já refeito da surpresa, saímos para a rua porque queríamos ver com mais detalhe este individuo. Entretanto, com certa velocidade fazendo dois passos em um, ele já estava entrando na garagem do prédio a uns quinze metros de distancia, mas não fomos atrás dele, porque a prudência mesclada com o receio nos alertou que não o seguíssemos dentro da garage.

Entramos no banco novamente para retirar do caixa eletrônico um valor em dinheiro e para efetuar esta operação, deve antes aparecer na tela da máquina um determinado número dos setenta existentes em um cartão, que cada cliente possui. Este número é “a chave” naquele momento para que aconteça a transação bancaria. E o numero que apareceu foi o 066, que era o único numero com dois seis juntos constantes neste cartão….e, como não existe “coincidência”!…

O número 999 que é o inverso do número 666 está associado àqueles indivíduos dimensionais despertos e, portanto já com a freqüência vibracional ativa e direcionada a ponto de promover sem mais perda de tempo a sua Transmutação e ajudar também a promover a Transmutação de outros indivíduos dimensionais e ainda de resgatar multidões em um momento crucial, intermediando os seres humanos com os “Seres”.

Portanto, será que este encontro inusitado pela maneira que aconteceu, não foi para nos avisar/alertar em relação aos acontecimentos, nos estimulando a escrever este texto?

Alguns anos atrás quando era falado no Projeto Portal sobre o GO, não tínhamos muito interesse sobre este assunto, porque ele estava além dos limites da nossa aceitação, mas o escutávamos com certa atenção por educação.

Entretanto com o tempo fomos associando as informações que escutávamos sobre o Governo Oculto – GO e nos perguntávamos se ele não seria constituído por “criaturas” que de humanas só conservavam as aparências e que se dominavam tecnologia do rejuvenescimento/imortalidade, não seria também porque tiveram o concurso dos verdadeiros mantedores do poder, que invisíveis na quarta dimensão já estariam presentes na Terra antes mesmo do aparecimento do homem? E nesta simbiose de interesses um não serviria o outro?

Seria realmente o GO a fonte de o verdadeiro poder, por agir no mundo físico paralelamente ao poder militar/científico e político/religioso, portanto atuando na esfera humana? E não estaria ele a serviço do verdadeiro poder instalado na quarta dimensão ou no “mundo do plasma”? Seria esta rede de interesses escusos entre planos de existência realmente verdadeira, que nem a imaginávamos no inicio e, portanto anteriormente nem a indagávamos?

Quando perguntamos para os “Seres” em nosso segundo contato compromisso se o “deus” de Israel citado no Velho Testamento, aquele que guiava este povo de forma tão explícita e que protegia o seu exercito também desta maneira em detrimento de outros exércitos, se ele era um “ser” e eles confirmaram, foi porque já desconfiávamos disto.

Nos “livros sagrados” que narram a história religiosa da humanidade, sempre constam oferendas aos deuses e grande parte delas na forma de animais que eram sacrificados – e, em alguns casos as “oferendas” eram até mesmo seres humanos.

Portanto, a imolação de seres vivos que são oferecidos aos “deuses” vem sendo realizada desde mais antigamente como está escrito no Velho Testamento (e outros “livros sagrados”). Aconteceu até mais recentemente através dos astecas, que ofereciam sacrifícios humanos aos “deuses”, acreditando que estes sacrifícios poderiam deixá-los mais calmos e felizes. E ainda continua acontecendo até os dias hoje através de alguns rituais religiosos, quando animais são imolados aos “deuses”, que continuam agradecer principalmente o “sangue do sacrifico”, proporcionando favores ao oferecedor.

Os hebreus conheciam quatro espécies de sacrifícios e um deles era o holocausto, no qual a vitima oferecida era totalmente consumida pelo fogo. E, estes “rituais sagrados” foram confiados exclusivamente à tribo de Levi, por isso, estes rituais estão escritos em uma parte do Velho Testamento, que é denominada Levítico.

Em Levítico, 1 – Ritual dos Sacrifícios (v.1-9): ….”Quando um de vós fizer uma oferta ao Senhor, será dentre o gado maior ou menor que ofereceis. Se a oferta for por um holocausto tirado do gado maior, oferecerá um macho sem defeito; e o oferecerá à entrada da Tenda da Reunião para obter o favor do Senhor. Porá a mão sobre a cabeça da vitima, que será aceita em seu favor para lhe servir de expiação. Imolar-se-á o novilho diante do Senhor, e os sacerdotes, filhos de Aarão, oferecerão o sangue e o derramarão ao redor sobre o altar que está à entrada da Tenda da Reunião; tirar-se-á a pele da vitima, e esta será cortada em pedaços. Os filhos do sacerdote Aarão porão fogo no altar, e empilharão a lenha sobre ele, dispondo em seguida, por cima da lenha, os pedaços, a cabeça e a gordura. Lavar-se-ão com água as entranhas e as pernas, e o sacerdote queimará tudo sobre o altar. Isto é um holocausto, um sacrifício consumado pelo fogo, de odor agradável ao Senhor”.

O sangue é a substancia orgânica que principalmente “exala” a energia da vida. Portanto, não seria ele energeticamente uma imensa fonte de “plasma/alimento” para aqueles que estão na quarta dimensão?

Assim como os seres humanos têm necessidade de absorver energia para os seus corpos físicos através de outros seres vivos, ingerindo alimentos sólido-líquidos e, para isso, plantam e colhem verduras/legumes/vegetais e ainda criam animais, estes seres ocultos na quarta dimensão, não teriam também à sua maneira a necessidade de se alimentarem?

Portanto, com a necessidade de “alimentarem algo mais sutil/plasmado”, não incentivariam e reforçariam no mundo do dual a humanidade às emoções mais densas (muitas vezes através do GO/tecnologia bélica), que geram violências de todos os tipos, conflitos e guerras, que causam milhões de feridos e de mortos – e, portanto bastante “alimento” na forma de plasma/sangue?

Então, é certo que o Projeto Portal já no Plano B está de forma clara se posicionando contra o GO, como consta nestes cinco parágrafos do texto “No Plano B”, que foi lançado “coincidentemente” em 14 de março de 2009 neste Site:

“Como os meios de comunicação estão cada vez mais accessíveis à população (principalmente a internet), ela está cada vez mais se informando e com isto, ela está se despertando e ficando mais consciente, não mais aceitando passivamente a manipulação do Poder Paralelo (GO), que utiliza de inúmeros artifícios e de varias tecnologias para os seus propósitos. Portanto, o Plano B consiste em uma arrancada decisiva no sentido de treinar o maior numero possível de dimensionais para informar a população, alertando-a sobre estes interesses camuflados e escusos”.

“Neste Plano o dimensional/Projeto Portal estará agora capacitado para fazer o que deve ser feito em relação ao que está ocorrendo com o planeta e se tornará independente de uma vez por todas da manipulação do poder paralelo ou do GO, utilizando-se da presença físico-energética do Dourado e outras tecnologias”.

“Os dimensionais que compõem o Grupo da Irmandade Liberdade, o trabalho que eles desenvolverão está relacionado ao Plano B. Eles receberam a incumbência de compromisso para um treinamento, que é uma fusão de vários outros trabalhos já desenvolvidos pelos dimensionais/Projeto Portal. O treinamento para este grupo será administrado de varias maneiras e preparará este grupo e mais um casal de dimensionais não só para atuar diretamente com a população, como também com as igrejas, filosofias, lideranças de um modo geral e principalmente com o GO”.

“E, como estes dimensionais não possuem “condições tecnológicas” para que sozinhos “mexam” com o GO, eles receberão dos “Seres” instruções, que deverão ser seguidas e também terão deles respaldo para que fiquem protegidos”.

“No Plano B os dimensionais/Projeto Portal participarão de um Sistema que todos terão um retorno financeiro ligado ao 1+1=3 e também porão em pratica um plano em relação ao poder paralelo/GO – para que ele enfraqueça na medida em que fortalece/conscientiza a população”.

Será que foi uma outra “coincidência” a destruição da ponte que liga o Complexo Turístico Ziguratz (Cidade) à Sede da Fazenda Hotel Projeto Portal, ocorrida entre os dias 13 e 14 de março de 2009?

Portanto, será que foi “coincidência” o isolamento do Complexo/Cidade, que cada dimensional à sua maneira deve trabalhar para a sua concretização no plano físico e que sempre foi a prioridade dos Seres das quarenta e nove raças e que agora com o Impulso/Vontade/Vibração das atuais Amazonas utilizando de sua Energia Feminina, a construção da Cidade poderá sair finalmente do papel e se realizar na terceira dimensão?

Quando percebemos que tudo tem uma Causa (Linhas da Vida) e que somos parte dela, podemos nos nortear para uma nova visão do futuro e com ela agir, nos libertando do jugo/manipulação do passado.

E esta percepção nos leva para uma outra visão de mundo e paralelamente nos alerta e nos conduz para uma outra postura em relação ao que chamamos de Vida, nos permitindo verdadeiramente ter uma Nova Visão da Realidade.

Porque os seres humanos se conduzem mais constantemente pela “batuta” da disputa/beligerância e menos pela convivência pacifica? Porque na historia da humanidade o homem mais se destrói/divide e menos se soma/ama?

Chegou o momento dos dimensionais já despertos se acautelarem em relação às mensagens e aos sinais subliminares, que camuflados servem a interesses recônditos e não confessáveis. Chegou o momento para que eles mais conscientes sejam mais precavidos em relação à percepção e à persuasão destas mensagens que ficam guardadas em seu subconsciente.

Portanto, os dimensionais estão vivenciando um momento, que devem observar bastante o que lhes acontece em seu cotidiano.

Será que para aqueles dimensionais já despertos, mas que não estão ainda suficientemente vigilantes ao que está lhes sucedendo em seu cotidiano através de situações/acontecimentos ou mesmo através de outros indivíduos, emperrando o seu trabalho de propagação para uma Nova Visão da Realidade, não existe junto à sua inércia a “presença do dedo” deste poder danoso e oriundo da quarta dimensão?

Muitas religiões fazem até hoje apologia “à salvação” através do “sangue derramado” e algumas outras ainda neste sentido “ofertam o sangue” em seus rituais na forma simbólico-subliminar do vinho.

É o tempo de “limpar”/renovar tanto o Inconsciente quanto o Consciente Coletivo.

É o tempo da Unificação. É o tempo da Nova Era, como já disseram os “Seres”.

É o momento da Transmutação.

Portanto, este Novo Tempo que é o da Era Dourada para alguns ou que é o da Era de Aquário para alguns outros, mas que independentemente de qualquer nome que queiram dá-lo, é um outro momento para humanidade, para que ela possa se reconstruir como civilização sem mais a opressão e os conflitos/violências do passado.

É o tempo de vivenciar a Nova Realidade com a Visão do Amor Universal e com ela de agir dentro do Principio de todos por Um e cada um pelo “Todo”.

Lagoa Santa/MG-BR, 07 de abril de 2009.

 ___________________________

 Texto de Antônio Carlos Tanure

Translate »