Postado por

Interagindo com parceiros de outras realidades

Interagindo com parceiros de outras realidades
Print Friendly

 

Seres inteligentes de outras dimensões ou aqueles que existem alem da terceira dimensão como seres de uma realidade sem mais a limitação de espaço e de tempo, se valem de outras Leis Universais e mais constantemente também da Ciência da Matemática Universal, para que possam interagir e se mostrar no plano de existência físico-terreno.

Esta constatação pôde ser percebida em Minas do Camaquã/RS, no dia 27/04/2013 no inicio de uma atividade de campo que dela participaram cerca de duzentos dimensionais e pesquisadores das realidades paralelas do Projeto Portal. Naquela ocasião no nascer da Lua Cheia que para aquele local foi calculado milimetricamente de acordo com a Matemática Universal, um parceiro extraterrestre de Gemus andou fisicamente entre duas fileiras formadas por estes dimensionais, que silenciosamente o observavam com atenção, portando em uma de suas mãos um magnetóide do tamanho de uma bola de futebol, que irradiava uma luz de cor vermelha.

O magnetóide é uma tecnologia extraterrestre, que transforma na realidade da terceira dimensão os desejos humanos, através de ondas mentais emanadas em certa direção.

No momento em que este parceiro de Gemus se mostrou, ele literalmente mostrou também que já domina Leis Universais alem das que o ser humano comumente as conhece e domina, quando em seu caminhar mudou o seu tamanho três vezes. Começou com cerca de 1, 35m, chegou em torno de 1, 79m para se manter por volta de 1, 50m. Modificou ainda a aparência de sua “Vestimenta de Vencedor” por duas vezes, utilizando-se da intermediação do magnetóide, que em sua “Veste” projetou a mistura da cor vermelha irradiada por esta tecnologia e o branco-prateado da cor emanada da Lua Cheia.   

Imagem filmada do ser de Gemus, à noite.

 

Nas pegadas que este ser deixou na areia existente naquele local e com elas podendo depois observar, viu-se que ele três vezes pisou com o mesmo pé em pontos iguais. Três vezes ele deu pulos gigantescos, três vezes caminhou com apenas um dos pés – com o direito, para depois continuar caminhar com cada um dos pés. Estes seus movimentos não foram da mesma maneira percebidos pelos presentes.

O motivo pelo qual o ser de Gemus caminhou daquele jeito, dando um passo aqui, outro acolá, dois paralelos e um gigantesco, sem alterar o seu percurso, sem alterar a sua dinâmica de andamento, ele teve a intenção de despertar em outro nível de consciência-razão os dimensionais presentes. Que ativassem a sua percepção e olhassem os seus passos registrados na areia, descobrindo nestas marcas “coisas” interessantes. 

Estas pegadas não tiveram inicio, meio e nem fim. Elas simplesmente surgiram, vieram como flutuando, e só começando marcar a areia a partir de um determinado ponto, para não mais marcá-la cerca de vinte e oito passos depois. Todas as pegadas que foram registradas pelo pé direito deste ser de Gemus têm códigos – os passos que ele deu caminhando (pulando) com o mesmo pé, significam “manipulador das Leis. 

Imagem filmada das Pegadas do ser de Gemus, que ele deixou na areia.

 

O “tempo” de este ser é diferente a do ser humano, que consegue ver até 24 quadros/seg., enquanto ele pode ver mais de 100 quadros/seg., portanto com uma velocidade totalmente superior à capacidade da visão humana.

A areia sobre a qual este parceiro de Gemus caminhou, ela ficou com vibração positiva, atuando eletromagneticamente de maneia a reorganizar as moléculas do corpo humano. Bastava encostar a mão nas pegadas registradas sobre a areia por nove segundos, para que as células do corpo da pessoa que a tocou, elas se reorganizassem. 

A tecnologia do magnetóide os parceiros de outras realidades vêm dela ultimamente utilizando, para trazer à terceira dimensão o poder da criação – o que desejam materializar. Esta tecnologia (diferentemente de outras) não está associada à necessidade de possuir um especial nível de consciência ou mesmo de conhecimento. Em outras esferas de realidade são empregadas outras tecnologias.

Moisés empregou esta tecnologia. Cristo Jesus dela não precisou, mas alguns de seus apóstolos dela utilizaram, para que pudessem realizar em determinados momentos o que desejavam, valendo-se de sua onda mental que emitiam e que focalizavam em determinada direção.

Aqueles que já têm acesso a esta tecnologia, manipulando-a, já alcançaram também a condição de “Vencedores” – e agora, depois de alguns anos preparando-se, queimando etapas preparatórias, os buscadores de si mesmos e também pesquisadores das realidades paralelas do Projeto Portal já estão se inteirando desta tecnologia.

A tecnologia do magnetóide faz parte de um dos 13 Novos Direcionamentos prometidos pelos parceiros de outras realidades aos seus parceiros humanos e a sua função de fato é modificar quando utilizado, tudo o que vem incomodá-los.

Os dimensionais e pesquisadores do Projeto Portal caminham para possuir o seu “passaporte transmutativo” que lhes dá direito de ostentar a “Faixa de Vencedor”, desde que não se descuidem tanto do seu corpo físico quanto do seu corpo mental, para que possam absorver todos os benefícios que lhes serão oferecidos, como aqueles que para eles foram prometidos na madrugada do dia 28/04/2013, em Minas de Camaquã/RS.

Nesta ocasião, após três longos anos de demoradas negociações para que fosse devolvido o Verdadeiro Conhecimento à humanidade e pudessem finalmente os dimensionais sem mais entraves e de forma mais rápida adquirir este seu “passaporte” às realidades paralelas, aconteceu a entrega da “Tocha” que simbolicamente acesa os parceiros das 49 raças, representados por “Bilu”, selaram no dia 28/0/2013, em Minas de Camaquã/RS, o acordo para que conhecimentos já muito esquecidos da humanidade, fossem para ela devolvidos.

Imagem filmada de “Bilu” – um ser intraterreno.

 

Com esta negociação e acordo que concluíram a primeira fase de outras que virão, os dimensionais do Projeto Portal adquirirão conhecimentos especiais com os seus parceiros de outras realidades e os passarão depois à humanidade, que agora poderá também obter informações corretas relacionadas às realidades paralelas, que foram até o presente momento escondidas da humanidade. 

A “Entrega da Tocha” acesa tinha o sentido simbólico de que a partir daquele momento seria gradualmente devolvido o Verdadeiro Conhecimento à humanidade – simbolicamente iluminando-a, “clareando-a”. E esta devolução relacionaria também ao compromisso dos 1.440 dimensionais do Projeto Portal com as 49 raças. Compromissos que foram firmados por cada um destes dimensionais através de tarefas que estão vinculadas ao Sistema Dourado.

Alguns destes compromissos mesmo que por algum motivo não foram realizados no mundo real, mas eles mesmo assim estando presentes nas mentes e nos corações daqueles que propuseram realizá-los, estarão como sementes que em um determinado, tempo germinarão como outras atitudes e despertarão as pessoas para um futuro mais coerente às suas reais necessidades.

Para muitas pessoas “de fora” que não estão participando fisicamente e nem mentalmente na construção destes ideais, estes dimensionais constituem um “bando de malucos”, mas estas pessoas mais cedo ou mais tarde “tropeçarão” em novos conhecimentos, “sacudidos” por informações que receberão destes “malucos” (trazidas pelos seus parceiros) e então darão a eles com suas informações, a importância que antes não os davam.

A negociação da “Tocha” acesa simbolizou para o conjunto de dimensionais do Projeto Portal (dividido em vários grupos com tarefas especificas), o que eles almejam associado ao fogo: Luz, Conhecimento, Propagação, Riqueza, Fartura e Prosperidade.

Estes dimensionais mesmo estando inseridos em seus grupos de atividades de acordo com a sua freqüência mental (e habilidade), eles são parte de uma mesma “engrenagem” e ostentam a mesma importância dentro de um todo.

Todos são participes de uma mesma família (terrena e extraterrena), mesmo aqueles que até o momento não tenham ainda ficado “cara a cara“ com os seus parceiros de outras realidades. Estes dimensionais mesmo que ainda não possam conversar diretamente com eles, não quer dizer que não tenham a mesma importância daqueles que já tiveram esta oportunidade. Todos sem exceção dentro desta família têm a mesma importância, apenas o seu momento para este tipo de interação se ainda não tinha chegado, agora está chegando.

(Segunda Parte) 

Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual… Somos seres espirituais passando por uma experiência humana” – Theilhard Chardin

 

Os parceiros de outras realidades querem conversar com cada dimensional ou com um pequeno grupo deles, para que possam mais facilmente passar informações direcionadas, respondendo perguntas que lhes serão feitas voltadas ao interesse da humanidade, à evolução, a vida eterna e sobre a transmutação que todos os dimensionais no plano físico desejam – o que os parceiros já conseguiram.

Para que tudo se acelere e alcance o objetivo desejado por todos, os treinamentos devem ser feitos de maneira intensiva, alegre e gratificante, por envolverem a Energia Mental e a manipulação de Freqüências Multivibracionais.

Principalmente, aqueles que agora chegam ao Projeto Portal precisam ser corretamente direcionados, para que desenvolvam o máximo possível as suas habilidades e percepção relacionadas às realidades paralelas e possam depois começar também repassar com convicção estes seus novos conhecimentos às demais pessoas.

Ultimamente orientações direcionadas pelos “Ultras” têm como objetivo começar uma nova etapa de treinamento, para que cada um gere a sua freqüência (energia) de conversação e neste sentido foi dado também pela primeira vez aos dimensionais do Projeto Portal um “objeto” (tecnologia), que com eles é trabalhada a sua frequência vibracional voltada ao extrafísico e que mantém com a sua luz fotônica a estabilização de todas as camadas de seu campo biomagnético.

Esta tecnologia tem uma freqüência de luz especifica com o objetivo de ajudar na sincronização da energia do dimensional para a eliminação do medo, para que esteja na freqüência adequada para interagir individualmente com os seus parceiros de outras realidades e possa “negociar” seu compromisso e parte do desenvolvimento de suas habilidades. Portanto, este “objeto” deve ser sempre trazido junto ao dimensional em suas atividades praticas, porque um de seus parceiros irá pedi-lo. 

Se os parceiros de outras realidades liberaram este “objeto” foi porque estes dimensionais já estão criando/gerando a energia (frequência), para que possam estar frente a frente com eles em uma nova etapa de conversação.

Os parceiros de outras realidades estão cada vez mais próximos aos pesquisadores do Projeto Portal. O acontecimento marcante narrado a seguir, ocorreu na presença de cerca de 70 pessoas, no dia 8 de junho, na Pousada Cachoeira das Pedras, no Município de Alfredo Chaves/ES. Nesta ocasião “Bilu” pediu aquele que preside o Projeto Portal – e, o “Viajor” das realidades paralelas, que subisse em cima de uma pedra, para que destacado dos demais pesquisadores presentes, estes pudessem ver o acontecido.

Já sobre a pedra este que é também pesquisador no Projeto Portal, solicitado por “Bilu” focalizou a luz de sua lanterna, que misturando com o reflexo da luz das tochas acesas que estavam sendo seguradas por alguns outros pesquisadores dimensionais e ainda, misturadas com reflexos na água de uma leve chuva que caia como se fosse uma cortina cristalina, ajudaram construir um momento especial e próprio para um filme de ficção cientifica. Neste palco que parecia ter sido montado para este instante de total surrealismo, uma luz surgiu bailando entre “Bilu” e o “Viajor” e fazendo movimentos em espirais direcionou-se até pousar na mão estendida deste ultimo, que a recebendo e ingerindo-a como um bioplasma – como Luz da Transmutação, o auxiliará em seu processo transmutativo de sete fases. Fases que serão também necessárias para os demais dimensionais.

Os treinamentos mais recentes estão pondo os pesquisadores do Projeto Portal mais perto de seus parceiros de outras realidades, para que sejam também mais de perto direcionados por eles, que acompanham com mais atenção os esforços que cada um desenvolve nestas ocasiões.

Nas atividades de campo quando a voz de algum parceiro de outra realidade é percebida ainda distanciada, mesmo assim é desta maneira que começa a ser gerada na terceira dimensão a freqüência para que o dimensional possa entrar na vibração deles. Às vezes a voz é percebida como vinda de cima, outra vez de baixo como gerada no labirinto sensorial. Por mais insignificante que as atividades de campo aparentam ter, todas elas são muito importantes para o desenvolvimento do dimensional. Nestes treinamentos os parceiros estão sempre presentes, observando todos os acontecimentos. Quando houver necessidade eles aparecem e falam claramente.

Durante muitas fases destes treinamentos acontecimentos poderão suceder de forma sutil, portanto os dimensionais devem ficar atentos, observando com cuidado tudo o que acontece ao seu redor, o que acontece no céu, na vegetação ou o que acontece como ruído projetado como sonoplastia.

Quando um dimensional ou um grupo de dimensionais realiza todas as tarefas (fenômenos) exigidas para uma determinada etapa de treinamento, os seus parceiros aparecem e passam diretamente informações, direcionando-o para uma nova etapa.

Nestas interações muito se aprende. Vivenciam-se experiências e conhecimentos que precisam ser repassados aos novatos que chegam com muita necessidade (e curiosidade) para obtê-las, em um momento que já não é o mesmo de tempos atrás. Estes dimensionais receberão informações diferenciadas, portanto não mais da maneira que os veteranos as receberam, quando tiveram diretamente experiências por um longo tempo com os seus parceiros.

Alem dos quatro grupos que há anos estão em treinamento para tarefas especificas, existe também trabalho paralelo para determinados dimensionais, que estão sendo preparados de outras formas para contato e para o desenvolvimento de habilidades, etc.

Nesta nova fase do Projeto Portal todos dimensionais nele atuantes, irão posteriormente entrar também nestas atividades paralelas – o treinamento é para isto, mas observando que depois do dia 21 de dezembro de 2012, a cada três meses as atividades sofrerão mudanças, porque a cada três meses modificará a freqüência dos dimensionais, devido também à mudança de Ressonância Schumam.

Mudando o ciclo muitas atividades poderão mudar, sendo a única exceção quando o contato for programado, até que o dimensional queime etapas que estão com ele relacionadas.

Após a atividade realizada na tarde do dia 31/05/2013 uma majestosa “Nave de Ophiúchus” cruzou o céu indicando uma nova fase. Agora, será a presença desta “Nave” que estará sinalizando uma nova fase de atividades, o que antes já aconteceu, mas com outra codificação (com outra presença). Nesta ocasião da passagem desta “Nave” teve um momento em que ela de cor avermelhada ficou ainda mais vermelha, foi quando 20 casais parceiros de Ophiúchus “desceram” e se instalaram no biosatélite mais próximo da Terra, ficando para ajudar os dimensionais até o ano de 2028. Eles estarão presentes em todas as atividades do Projeto Portal, com o objetivo de intensificar os treinamentos, e de ajudar em tudo o que será preciso em cada fase.

A partir de agora cada dimensional pesquisador do Projeto Portal terá até quatro anos para a sua transmutação definitiva, mas podendo os retardatários ir até o ano de 2028, não só para “se ajudarem”, como também auxiliarem os demais.

Os parceiros que estão em outra realidade e que estão também alem da limitação do que o ser humano chama de tempo e de espaço, eles têm uma visão muito mais ampla e nítida das possibilidades relacionadas aos acontecimentos na realidade humana, mesmo com “o tempo” sendo cada vez mais sentido curto.

Se os dimensionais compromissados demorarem e não conseguirem corretamente atuar em relação aos eventos que já estão acontecendo no mundo (e os já programados para acontecer), eles não terão sucesso e serão engolidos por nova estratégia do GO(Governo Oculto).

O dimensional nesta mudança de Ciclo e inicio de outro, está também dentro de um silencioso campo de batalha, que ele trava antes de tudo consigo mesmo, para que consiga ativar a sua energia de atração, que diz respeito à sua capacidade de criação – de pensar, de plasmar o pensamento e com ele desenvolver a sua capacidade de transformar e de realizar no seu dia a dia. Mas, para que ele alcance este seu intento, deve ter uma postura de “neutralidade”, porque só com ela poderá gerar frequência para todos os aspectos positivos de sua vida, quando trabalhará o seu estado emocional que deve estar sempre neutro – ou, de “não estar pensando em nada”, situando-se mentalmente no que é chamado de “estado de graça”.

Somente quando o dimensional estiver assim alterado (emocionalmente) é que conseguirá emitir uma onda mental, que atuará para o que ele desejar.

Há muitos anos alguns dimensionais e pesquisadores das realidades paralelas do Projeto Portal vêm sendo preparados, sem muitos deles nem perceberem que estão sendo conduzidos dentro de um propósito e que apenas em momentos específicos saberão o porquê. E nesta preparação dentro dos quatro grupos de tarefas e habilidades, a união de uns com os outros deve ser buscada. A compreensão deve ser a constante expressada pela amizade. Uns devem se somar com os outros, percebendo-os em suas qualidades pessoais. Os defeitos que cada um os descubra em si e os corrija.

Este Novo Tempo como a Era de Aquário – Era de Ophiúchus, exige uma única cabeça, uma única energia na busca de um único objetivo.

 

As informações deste texto são das apostilas do Projeto Portal

 

Translate »