Postado por

MÁXIMA – XXV

MÁXIMA – XXV
Print Friendly

O texto desta Página como os das Páginas anteriores foi feito com informações tiradas de algumas partes dos últimos textos das Paginas Interações. Se nele as informações foram resumidas para uma só frase, foi com o intuito de melhor facilitar a assimilação de seu conteúdo e, com isto, facilitar também uma melhor fixação mental do mesmo, no sentido de despertar (em outro nível de consciência e razão) a percepção para as realidades paralelas – para uma nova visão da Realidade.

O dimensional deve vibrar em sintonia com a Freqüência da Energia Neutra do Amor Uno e não apenas vibrar em sintonia com a “energia do amor” que se pauta por trocas energéticas emocionais nos relacionamentos humanos.

A Energia (Neutra) do Amor é a Energia Maior do Estado de Ser, que não se insere apenas ao nível dos fatos por estar também além deles fora do alcance dos cinco sentidos humanos, com ela é que os Seres de Pura Luz – “Anjos” – codificam e constroem o Universo físico e, neste sentido é que muitas vezes se vê a representação destes Seres em sua aparência humana luminosa, ostentando simbolicamente em uma de suas mãos a “Chama Flamejante do Fogo Divino”/Plasma, simbolizando que constantemente estão reconstruindo o que já estava feito em Ressonância com o Principio Criador, que pela Dinâmica Divina vai exteriorizando cada vez mais a “Sutileza do Corpo de Deus”.

O dimensional deve ter uma maior compreensão sobre os aspectos que deve trabalhar em si, nos quais deve centrar sua energia para conseguir a “liberação” do Ser nele prisioneiro, para que possa se transmutar dentro do cumprimento da Ordem Divina e, neste seu caminhar ele não deve sentir temor ou duvida em relação a realizar a tarefa codificada em sua “Placa”, mas, ficar ciente que seu sucesso lhe proporcionará uma “recompensa” que ele em sua condição humana nem de longe pode imaginar.

O dimensional desperto não deve perder o seu contato interno, não deve deixar de escutar a sua Voz Interior para que possa captar a Força de sua Luz e sintonizado em Sua Freqüência, consiga de uma vez por todas vencer a força de oposição (desamor) que nublou o planeta e que também pode nublá-lo.

Entretanto, foi aberta uma passagem de Luz à Terra com a exteriorização da Energia Crística, que possibilitou elevar os Sistemas de Vida do planeta e paralelamente o seu nível de vibração e, portando, tornando-a neste seu Tempo de Transição um Receptáculo para a Luz – literalmente percebida pelo dimensional/Projeto Portal em seus momentos de interação com o Sagrado tanto na Fazenda Boa Sorte quanto em outros locais.

A ação primeira de qualquer dimensional desperto em sua vivência terrena é o seu compromisso de divulgação e de propagação das informações que só ele no momento as possui, para que a Luz da Harmonia/Sabedoria irradiada pelos “Seres” que com ela já sintoniza/interage, ilumine também a consciência de outros indivíduos – é o momento que ele corajosamente deve ajudar o planeta em sua Transição seguir a sua Rota de Luz e paralelamente ajudar o dimensional inconsciente despertar para esta Realidade, que também é a sua.

O dimensional desperto em sua condição humana deve ter em mente que a autoridade que muitas vezes lhe é outorgada pelas leis dos homens, não o faz dono de vidas, de possessões e muito menos o torna superior aos seus semelhantes – ele não deve se deixar levar pela limitação/ignorância de sua condição humana – apenas quando ele se despertar, não mais violando tanto as leis terrenas quanto as Divinas, poderá entrar em uma Ordem Superior de Ação e se redirecionar para os verdadeiros direitos que tem como filho da Luz.

Exercitar na Energia Neutra do Amor devolve ao dimensional desperto em sua condição humana o seu Caráter Divino, porque possibilita que ele sintonize com o Verdadeiro Sistema de Vida, que o permite tanto perceber Deus como o Único Regente no aqui agora, quanto servi-lo como sua criação na Criação/Manifestação – permite que vivencie um chamado à Unidade, vencendo os dogmas instituídos pelo “ego”, para que aconteça a Manifestação da Luz.

O dimensional deve perceber que a sua Origem é Una e o seu Núcleo Luz é o Amor e, que só através Dele com o seu pensar/agir é que poderá se “encontrar” e se conduzir de volta à sua Origem Divina.

O dimensional deve centrar a sua energia na busca da Unidade de Vida e não permanecer em busca externa, se confundindo em relação aos Princípios Divinos, quando se conglomera em aparentes irmandades/religiões, que têm apenas semeado ainda mais o separatismo e a discórdia entre os seres humanos.

Ele deve buscar a Verdade Universal que o conduzirá a Unificação, portanto, ele deve como humanidade encontrar a si mesmo e, encontrando a Verdadeira Fonte de Vida – reconhecerá que a Energia do Amor é a Única Força capaz realmente de uni-lo com os seus semelhantes, se ajudando e os ajudando a ter a consciência em relação o porquê e para quê de suas existências.

Apenas o Amor Uno referenciado em Cristo Jesus é que libera – apenas ele pode tornar ainda possível o reencontro do Ser que “habita” em cada um com o Todo Ser.

Chegou o momento de o dimensional como humanidade vivenciar apenas a “Religião do Amor” com a sua Força de Coesão e nada mais, percebendo-O em sua Plenitude como Fonte Una e Guia.

Nada externo deve desviar o dimensional consciente ou mesmo preenchê-lo, porque apenas quando cada um se religar consciente – ao nível de sua Essência Divina – com o “seu” Ser, é que será instituída a “Nova Religião” construída apenas pela Energia do Amor e quando todos então, farão também a conexão sem interferências exteriores com a Fonte Divina Deus Pai-Mãe.

A Energia Neutra do Amor é que estabelece em seu sentido maior o Intercambio Rítmico Balanceado ao Nível dos Seres que “moram”/vibram nos indivíduos, porque é uma Disposição Divina e, neste sentido é que se deve compreender também que a “Nova Moeda” – agora na forma/energia do Dourado – deve estar imantada com a Energia do Amor, porque é a Única Energia capaz tanto de dar condições ao dimensional tudo o que o ele necessita para a sua expressão e manifestação na vida (terceira dimensão) quanto de direcioná-lo mais livremente para a Vida (Dimensões Superiores).

Com a “Nova Moeda” ele não terá propriedade sobre quaisquer bens, que serão de maneira equânime compartilhados com os demais.

Todos receberão de acordo com o que necessitam para que cada um cumpra a sua evolução de acordo com os Planos Superiores de Vibração, portanto, através do sábio uso da Energia Sagrada do Dourado é que o dimensional poderá se prover no plano denso da matéria e caminhar sem maiores sobressaltos para a Vida Una – para a sua liberação como Arquétipo Divino na condição de Filho da Luz.

Em seu caminhar o dimensional como ser humano precisa aprender a vibrar a Energia Neutra do Amor, ele precisa aprender Amar de maneira não emocional, para que nele possa manifestar a Luz que ele “É” – ele precisa se ver no “Anjo” que “É”.

O dimensional não deve se deixar conduzir em relação àquela humanidade que está se conduzindo em busca de padrões externos com formas estereotipadas de conduta, que não respeitam outras formas de vida, porque nela a Energia do Amor está ausente, ele não deve se transformar em um “homem máquina”, que está programado para apenas vivenciar o intercambio com o mundo exterior, disposto a qualquer coisa para alcançar neste sentido seus desejos e metas.

O ser humano como um ser intensamente dentro da vida, está se tornando um ser fora da Vida, quando busca apenas obter títulos e honras com o seu sentido temporal ele não é mais um ser realmente participativo, ele não é mais em seu cotidiano um ser amoroso.

O dimensional deve levantar o seu “véu de maya” e reaprender a relação de Ser a Ser com o seu semelhante, porque só assim entrará em comunhão com o Todo Ser – o Uno – e poderá participar da Sabedoria Universal e, portanto, ele deve se tornar o executor dos Planos Divinos através do seu compromisso primeiro de divulgação/propagação, informando e despertando os seus semelhantes para a sua Realidade de Luz.

Com o seu pensar e agir abrigados pela Energia Neutra do Amor, fazendo por Ela e sendo-A, que o dimensional em sua condição humana poderá “se construir” como um ser livre e se tornar pelas Linhas do Tempo uma Fonte Primordial da Sabedoria Divina – e, caminhar para a sua Transmutação.

O Amor Uno é a “Fonte Central”, de onde é irradiada a Energia/Luz Sublimada Espiralada.

A Vida Una é indivisível, portanto, todos são irmãos gerados no Amor de Deus, todos são irmãos na Grande Família Universal oriundos do Núcleo Pai-Mãe que gerou de Si com a Energia do Amor toda a manifestação de vida e que dentro da multiplicidade externa, os abriga como seus filhos, sem separatismo, sem dogmas – livres como são: Pura Luz.

É necessário que cada dimensional contemple profundamente a Natureza Divina que nele pulsa internamente, “pedindo-lhe” para se manifestar.

Que cada individuo/dimensional se reconheça no outro e se disponha conscientemente a ser um ponto de conexão, no sentido de constituir uma só Família, restituindo à Ordem nos Planos Divinos – a Família Universal deve se manifestar e, portanto, que cada dimensional dê e veja no outro o seu caráter Divino.

A palavra pela palavra não cumpre totalmente a função que permite o individuo “contatar” o Ser que nele “vive”.

Só a comunicação eletrostática de Ser a Ser no Divino Fluir da Energia do Amor Uno pode vencer as barreiras impostas pelo “ego”.

A Linguagem do Amor é a Linguagem Universal porque tem a vibração precisa para tornar pleno de Luz o Ser – e, nela o indivíduo poderá se relacionar na órbita do seu aprendizado na vida com cada átomo, comungando com a Presença de Deus Pai-Mãe através de sua manifestação mais Pura na correspondência interna de Ser a Ser.

O dimensional deve acelerar o processo que lhe permite passar aos Níveis de Consciência requeridos por seu grau de evolução e completar assim seu Plano Divino – como um ser consciente do porquê de sua existência, buscando sua identificação, integração e fusão com Deus, portanto, que o dimensional desempenhe o seu compromisso e avance aceleradamente na Espiral Cósmica do Ser, fundindo-se com a Fonte inesgotável de Vida Deus Pai-Mãe – em seu esforço consciente e em sua entrega incondicional possa o Ser nele sempre Se expressar.

Normalmente o individuo/dimensional se julga livre quando alcança uma determinada condição externa e pode desfrutar das comodidades que o seu cotidiano lhe oferece, entretanto, o Ser que nele vibra não identifica com tal situação, porque direciona suas forças rumo à conquista consciente dos níveis internos – e, o processo de sua Liberação só é alcançado quando o individuo busca através do Amor as causas que o mantêm preso às circunstancias externas e as reconhecendo e as aceitando se dispõe conscientemente a equilibrar o seu campo energético, devolvendo ao Ser a sua Identidade Divina.

A liberdade do Ser nasce do ato consciente do individuo e isso implica depor tudo o que não for necessário em prol de sua expressão.

A situação em que vive o dimensional em sua “condição de homem moderno” é caótica, porque ele esqueceu sua “condição iluminada”, limitando-se a viver como um animal a mais sobre o Planeta, que apenas luta pela sua sobrevivência, esquecendo-se de que a sua Natureza procede de um Nível Superior, onde vibra como Luz e nada mais.

É preciso que o dimensional se volte sua vista à Fonte de Luz de onde proveio, reconquistando a noção de sua Divindade, dando um basta a seu constante, insano e estéril “batalhar” no mundo exterior e se recolha internamente para que possa sentir a Pulsação Divina do Seu Real Ser, que tem um compromisso a cumprir e, portanto, não tendo nada haver com o afã diário da luta externa – o individuo deve sair do conceito pequeno que tem de si mesmo, se levantar acima dele e se mostrar na Divina Natureza que ele “É”.

O dimensional que não se desperta se empenha em sua própria destruição, porque esquece que “seu caráter” é ser “conquistador” das formas nos planos inferiores, mas, para pô-las ao serviço da Luz.

No afã externo o dimensional perdeu a referencia do seu Centro Uno, portanto, perdeu contato com a sua Fonte Criadora e vem vagando a milhares de anos de um ponto a outro na Terra – sem fazer conexão alguma.

A perda da Conexão Interna levou o individuo/dimensional às máximas violações das Leis Universais e, para retornar agora à sua Origem, é necessário que ele centre suas energias no serviço consciente de até levar à Ordem cada átomo de energia que fisicamente o compõe – para que possa alcançar a sua Transmutação e, neste sentido Seres dos Planos Superiores de Vibração vêm a muito o auxiliando, trabalhando o seu campo energético.

O processo de redirecionamento requer do dimensional a capacidade de entrega e, sobretudo, o senso de impessoalidade, para que possa devolver à Vida toda energia que na vida usou incorretamente, devolvendo-a sem qualificativos ou sem nada que possa identificá-la – Pura como “É”.

A condição de impessoalidade oferece ao individuo/dimensional a oportunidade de alcançar um Nível de Maior Freqüência e com ele potencializar cada átomo de energia que chega a ele, proporcionando-lhe também acelerar o seu próprio circuito energético interno, que o aproxima da Fonte Divina.

O indivíduo leva em si as condições das duas polaridades, uma das duas fica adormecida pelo predomínio da outra, portanto, quando o homem ou a mulher se identifica e se expressa com a sua polaridade, “separa-se” da outra, fazendo-a “sumir” no esquecimento, o que cria um espaço interno, que os leva buscar fora o que crêem carecer e assim, surgem externamente os matrimônios entre as Almas de um modo geral, quase sempre com relações de conflito por falta de aceitação e compreensão do que internamente sucede.

Na formação do “casal interno” – Alma Gêmea – surge do desejo do Ser, de unificar à Fonte de Luz de onde saiu como um Ser Puro, mas que se individualizou como homem ou mulher no plano denso da matéria, reconhecendo que lhe falta algo que o complete e, este algo é a sua polaridade oposta, que em relação a elas muitos se confundem, criando-lhes muita imaginação e com ela trazendo-lhes muita confusão.

Em um nível ultimo em relação à Vibração/Luz está a Chama Gêmea, que em uma unificação também ultima busca “o casamento” com o Todo Ser e esta Freqüência de Luz é realmente a “Contraparte” Divina do dimensional, ela é a Consciência Luz que constantemente “do outro lado” o acompanha, que muitos A chamam de “Anjo da Guarda” e que vibra ao nível da nona dimensão.

Quando o individuo/dimensional sente internamente solidão, quando sente a “orfandade” do Ser, é porque neste momento ele em profunda introspecção se percebe fora do seio da Célula Pai-Mâe e, quando ele também se dissocia/desequilibra através de suas emoções, perde suas forças, já que neste momento se encontra em um outro centro de entendimento, que o faz acreditar que são reais suas experiências vivenciadas na densidade da matéria e que o levam aos seus conflitos existenciais.

A Voz Interna do (seu) Ser muitas vezes não escutada chama o dimensional para trabalhar por sua Unificação – para o Estado Harmônico Interno – que tanto necessita o dimensional longe de suas experiências de dualidade, que geram conflitos exteriores e que separam.

A Voz Interna está constantemente convidando o dimensional se liberar de sua ignorância e voltar a ser o Centro Radiante que ele “É” e, a conquista desse Centro de Luz ele só consegue através do ato consciente de Amar a cada partícula de vida, a cada átomo de energia que chega à sua órbita individual, lhe dando a força de que necessita para se liberar em momentos intensos de Alegria Interior.

Apenas quando o individuo percebe que o Ser que nele “vive” necessita ser livre, é que ele entrará no seu Verdadeiro Processo de Liberação e, com este trabalho consciente de liberação do Ser é que o individuo paralelamente se libertará das energias que o encarceram – o individuo dá conta (sufocado) que a Luz que nele “mora” deve se expressar livre com maior grau de Pureza e Perfeição possíveis.

O dimensional consciente deve caminhar definitivamente em direção do seu aspecto sutil/onda, para que se “despindo” do seu aspecto denso/partícula, alcance a sua Transmutação.

A luta externa no cotidiano do individuo/dimensional o faz esquecer de sua parte interna, mas à medida que ele for centrando sua atenção no trabalho interno, ele vai permitindo a liberação do Ser, que por sua vez lhe mostrará a via que deve seguir, para que também se liberte – o dimensional deve tirar de si o poder externo, para dá-lo ao Poder Interno.

É necessário que o indivíduo/dimensional conscientize do quê deve “depurar” em seu pensar/agir, para que possa não só compreender como perceber qual o direcionamento que deve seguir e, para tanto ele tem ainda que se constatar em muitos níveis de consciência, permitindo-o que entre na Ordem Interna de busca para a Realização Consciente.

O Ser mostra ao individuo a via de sua liberação, mas, ele deve compreender que apenas com a sua total entrega, é que ele pode romper as barreiras e as resistências que se levantam diante dele – o Comando Divino do Amor que se mostra de maneira muito mais explicita ao nível da “Consciência Dimensional”, mantém sobre o individuo com a sua “consciência dos cinco sentidos” o chamado para a sua integração à Fonte Una da Luz.

Ao nível da Consciência em Cristo o Amor vibra como Foco Luz, como Foco Ser e como Foco ”É” – só a Energia do Amor Uno faz com que os elétrons magnetizados emitam luz suficiente e comecem “a esculpir” o individuo, transformando-o em “uma escultura” cada vez mais próxima ao Ente Perfeito.

Na Unidade está a Trindade, assim, o individuo deve se conscientizar para que energeticamente se potencialize, ele deve direcionar a Energia da Trindade para si, através das Freqüências Energéticas de sua Vontade, do seu Desejo e do seu Pensamento.

A Nova Era é o da ruptura da barreira pai-mãe físicos pelo Pai-Mãe Cósmicos – pelo Absoluto/Total.

Na Era que se inicia, a Lei do Amor é a Verdade, a Sua Projeção é a Harmonia e a Sua Realização é a Pureza e Nela, a “Moeda Universal” é a Energia deste Amor que apenas libera e que faz possível este Novo Tempo.

Portanto, esta é Era Dourada do Dourado e da liberação do dimensional que volta transmutado para o “Lar” – pela Liberação da queda com a correção do erro.

Este Novo Tempo como Senda de Luz é também regido pelo Código do Amor, que projeta sua Luz sobre grande parte da humanidade, abrindo para ela as portas do subconsciente atual ao Consciente Total – à Consciência Coletiva Expansiva.

Esta Era é ainda do “Consolador” sem noção/julgo do pecado, em ação pela “crucificação” da negatividade e pela sua Ressurreição em Luz – é o momento da ruptura da barreira do “ego”, porque será um só Eu, o Uno em Três que é o Eu Perfeito – ou – o Eu Sou na Luz do Ser.

Quando o primeiro dimensional/Projeto Portal no final de julho de 2007 fez o seu contato direcionado ao seu compromisso – o que há dez anos era esperado – este acontecimento mudou a vibração para os dimensionais/Projeto Portal, que devem agora se expressar em uma linguagem com sentido ainda mais Universal, apesar de cada dimensional estar em sintonia com a sua linha de compromisso e com ela se identificar e se expressar melhor.

Tanto o dimensional/Projeto Portal quanto a humanidade de um modo geral estão vivendo um momento decisivo, por isso, a intenção dos “Seres” é que os dimensionais vivam uma situação mais estável em todos os sentidos no plano físico, para que possam se equilibrar e cumprir o seu compromisso – ajudando-se e ajudando os outros e, neste sentido já foram feitos vários trabalhos tendo em vista a diversidade dos níveis de saúde e social dos dimensionais.

O dimensional deve passar uma “energia boa”, tem que dar um “bom exemplo”, para ajudar a remover a freqüência de desarmonia atual que assola a humanidade, substituindo-a para uma freqüência mais “positiva”, portanto, o dimensional para ajudar o outro deve ter antes “se ajudar”, para que possa passar o sentimento de credibilidade e nesta condição é que os “Seres” esperam dele maior intensidade vibratória, mais energia e mais controle emocional.

Foram dez anos de trabalhos vibratórios, quando cada dimensional Projeto Portal pôde aprimorar a sua percepção, para ter a certeza da Realidade Energética, Sutil e Profunda do Projeto Portal.

E, nestes anos iniciais de seu aprendizado o dimensional de polaridade positiva/homem por possuir apenas dezoito canais, foi trabalhado antes do dimensional de polaridade negativa/mulher que possui trinta e sete canais, portanto, o primeiro precisou em relação ao segundo alcançar antes uma determinada vibração, que o permitiu cessar antes as “Placas” e iniciar primeiro os contatos – e ser também ativado primeiro pelos “Seres”.

De acordo com os “Seres” o momento (setembro/2007) é da Vibração/Freqüência Feminina, portanto, os trabalhos vibratórios com o dimensional de polaridade negativa/mulher, serão agora priorizados – com os trabalhos do dimensional de polaridade positiva/homem acompanhando os trabalhos vibratórios que se desenvolverão de agora em diante.

O compromisso de todos os dimensionais despertos é sagrado, não importando a sua polaridade, portanto, quando o compromisso é passado pelos “Seres”, o dimensional fica constantemente sendo decodificado através da leitura do seu campo energético pelos Seres Ultradimensionais, que radiografam as suas intenções, se elas são “positivas ou negativas” – os “Seres” ficam sabendo quais são as reais intenções dos dimensionais e agora ainda mais quando conversam diretamente com eles e quando também apostam em seu nível de consciência-razão, para que cumpram o seu compromisso.

Se o dimensional estiver com boas intenções e com o coração puro, portanto, com sentimentos “positivos”, tudo pode lhe acontecer também “positivamente” e, inclusive, o seu contato, porque cada um é que se dá o seu próprio contato.

O dimensional deve ir ao encontro do seu contato compromisso, já pronto para recebê-lo de coração aberto e não com o sentido de indagá-lo ou de especulá-lo, porque se ainda existir nele alguma duvida ou questionamento em relação o momento em que está vivendo, o contato se “distanciará” dele.

O dimensional deve realmente estar preparado para o seu contato de quinto grau, ele deve ter pleno controle emocional, porque vive um momento vibracional que “mexe” com a sua consciência-razão e se através dos seus pensamentos ele expressar alguma duvida em relação aos “Seres” ou em relação ao sentido sagrado do momento, o contato não se fará ao nível de compromisso e, aquele que nesta ocasião fica também apenas vivenciando a curiosidade do momento, é porque não tem confiança em si mesmo – ele não alcançou realmente a certeza do que vem vivenciando durante estes anos todos, quando vem interagindo com outros Planos de Realidade.

Através das “Placas” o Mediador sabe qual o dimensional que já está pronto para o contato e aquele que já está quase chegando lá e neste sentido as “Placas” vibram em luminosidades especificas próprias de cada dimensional, portanto, diferentemente uma da outro – e, como o Mediador já conhece noventa por cento das freqüências vibratórias dos dimensionais/Projeto Portal e que cada uma delas está associada à luminosidade de sua “Placa”, fica fácil para ele através da “Placa” saber o nome daquele dimensional que será convidado para o contato.

Em todos os encontros nesta nova fase do Projeto Portal – nos seminários, nos atividades de campo e nos intensivos na Fazenda Boa Sorte – o Mediador ficará agora observando cada dimensional através dos Ultras que sinalizarão para ele, o que está energeticamente acontecendo com cada um, portanto, quando o Mediador chamar alguém é porque tem um motivo – é para trabalhá-lo ou apenas para conversar com ele neste sentido.

O dimensional/Projeto Portal deve ficar calmo e, portanto não deve ficar ansioso, cobrando do Mediador o seu contato porque ele ainda não foi chamado – esta cobrança deve ser feita para si mesmo, porque a programação do seu contato é ele mesmo que a faz e ele só será chamado depois que se harmonizar.

Como comparece na Fazenda Boa Sorte um numero às vezes excessivo de dimensionais e neste Todo Energético que se forma a vibração de cada um é acelerada, portanto, para que este Corpo de Energia “funcione” mantendo-se coeso/organizado, cada dimensional deve oferecer a sua “cota de disciplina”, traduzida pela sua compreensão, tolerância e paciência com o outro, para que todos alcancem aquilo que almejam – o contato compromisso.

Para os contatos atuais o dimensional/Projeto Portal precisa cada vez mais vibrar em uma freqüência acelerada, já que está interagindo ao nível de uma manifestação de contato de quinto grau e não mais de quarto grau.

Ultimamente, os “Seres” estão “vindo” para os contatos de diversas partes do Universo e manifestam-se de diversas maneiras conforme a vibração de cada um.

É sempre bom recordar ao dimensional/projeto Portal que os Seres Ascencionados interagem entre a terceira e a quarta dimensão, enquanto os Seres Extraterrrestres que estão se manifestando para ele, “vêm” de varias dimensões – da quarta a nona Dimensão.

Tem muitos indivíduos/dimensionais que possuem capacidade mediúnica muito acentuada e muitas vezes não sabe o que fazer com ela, não se sabe como direcionar este tipo de energia – “do astral”, principalmente os dimensionais de polaridade negativa/mulheres que têm muita “sensibilidade imaginativa” e também capacidade de prever/intuir, com premonições que emocionalmente às vezes podem lhe desarmonizar ao nível do seu campo energético/aura.

Se o dimensional que possui o tipo de “percepção mediúnica”, é importante que ele exerça esta sua capacidade com equilíbrio emocional e quando as exteriorizar, que ele saiba direcioná-las com segurança e sem medo, filtrando e eliminando delas “o negativo”, para que não venha perturbá-lo tanto emocionalmente quanto fisicamente, portanto, quando interagir ao nível destas suas percepções, este dimensional deve direcioná-las pensamentos “positivos” com o auxilio de sua vontade e do seu desejo, para que tudo o que nelas existir de “negativo”, seja queimado.

Se os dimensionais/Projeto Portal fizerem o eletro-encefalograma ( em setembro/2007), eles verão que pelo menos oitenta por cento deles já estão no mínimo com as suas ondas cerebrais no padrão de trinta ciclos/seg., portanto já interagem ao nível do Mental – ao nível do Plano Mental – quando pensam e raciocinam mais rápido, são mais criativos e utilizam mais da Alquimia do Pensamento.

Todos aqueles que em seus trabalhos vibratórios utilizam de freqüências abaixo de 17htz, estão no “Astral” – ao nível do Plano Astral – o que não deve interessar mais o dimensional/Projeto Portal. Sendo assim, não deve interessá-lo mais a psicografia, holografia, mediunidade de efeitos físicos ou não e mesmo as interações que de um modo geral são feitas com os seres ascencionados, entre outras manifestações deste plano vibratório.

Na linha de raciocínio e atual do Projeto Portal os seus palestrantes devem sempre enfocar o Mental Superior, tendo muito cuidado, porque mesmo no sentido de diferenciar o “Mental do Astral”, muitos deles em suas palestras se perdem no meio destas duas linguagens.

No intuito de trabalhar a população pode às vezes interessar ao dimensional/Projeto Portal “lidar” com a vibração do “Astral”, quando ele for lidar com um publico que necessita ainda de se expressar ao nível dos seus sentidos, vivenciando emocionalmente encenações/atitudes que o estimule conseguir o que almeja através de passes – de rezas ou de qualquer outro meio ritualístico.

O dimensional desperto e iniciado não precisa utilizar de rituais, o seu Poder é Mental, que ele o utiliza através de sua Vontade e de seu Desejo que direcionados pela Força/Energia do seu Pensamento o permitem caminhar com as suas próprias pernas e, portanto, não mais depender de “muletas” – no ritualismo emocional e fantasioso do mundo externo.

Ao nível do seu Mundo Interno o dimensional consciente já manipula a Energia do Triangulo, exteriorizando através de sua Alquimia Interior a Medicina de Cristo.

O que interessa no momento ao dimensional/Projeto Portal é a sua interação com os “Seres” que vibram na Freqüência da quinta dimensão e que estão lhe passando o seu compromisso e, para isso, a sua Freqüência de Onda foi acelerada, para que ele pudesse com mais facilidade interagir com eles neste nível de freqüência.

A partir de outubro de 2007 a forma de comunicação dos Seres das quarenta e nove raças com os mil quatrocentos e quarenta dimensionais – Sumo Sacerdotisas e Sacerdotes – se dará de forma física e verbal, portanto, eles devem aumentar a carga elétrica do seu corpo e vibrar mais constantemente em um estado alterado de consciência, para que o seu dialogo com os “Seres” fique inteligível e as respostas das perguntas que fizerem, não fiquem mais em uma ou duas palavras.

O individuo/dimensional já foi um Ser Dimensional da quarta dimensão e como um Ser originado da quarta dimensão vive agora como um ser humano encarnado na terceira dimensão, com a finalidade de realizar o seu trabalho de conscientização junto à população, para que depois de alcançar este seu objetivo e já transmutado, possa voltar não mais à freqüência da quarta dimensão em que vibrava anteriormente, mas, alcançar o nível de vibração da quinta dimensão.

Ao se preparar para a sua nova realidade vibratória, não interessa mais ao dimensional Sumo Sacerdote/Sacerdotisa no momento o contato de quarto grau – apenas o contado de quinto grau.

O que caracteriza o dimensional no desempenho do seu compromisso é não ter o livre-arbítrio, ele não “se encaixa” na regra universal onde “estão encaixados” outros indivíduos – os planetários e os dimensionais inconscientes – já que ele segue a sua própria regra, que está associada ao seu compromisso.

O indivíduo/dimensional que possui simbologia, que já se transmutou anteriormente e que não possui livre-arbítrio, ele possui é uma programação de compromisso que está codificada/”escrita” nas Linhas do Tempo e, através deste seu compromisso é que as suas atitudes e as suas ações devem ser direcionadas – esta é a diferença de responsabilidade e de freqüência vibratória entre o dimensional desperto e o planetário, com a responsabilidade/vibração deste último é diferente/menor que a do primeiro.

O compromisso que o dimensional/Projeto Portal recebe hoje dos “Seres”, já está escrito em sua “Placa” e, se estas informações estão sendo agora entregues diretamente pelos “Seres”, porque foram oitocentos e trinta “Placas” plasmadas decodificadas e já entregues pelo Mediador aos dimensionais, faltando apenas cerca de quatrocentas para serem entregues e, em relação àqueles dimensionais que já receberam as informações contidas em suas “Placas” plasmadas ou físicas direcionadas ao seu compromisso, nem um por cento realizou o que estava escrito nelas – talvez, com a presença dos “Seres” verbalmente passando agora o compromisso, “a percentagem de responsabilidade” aumente e que ela chegue a cem por cento.

Durante o seu contato com os “Seres” o dimensional deve aproveitar a oportunidade para questioná-los, se orientando ao máximo no sentido de se clarear em relação a tudo aquilo que está relacionado ao seu compromisso e mesmo em relação às questões de ordem pessoal.

Os dimensionais/Projeto Portal chegaram a um nível mental-vibratório que devem trabalhar como um só Corpo de Energia sem distinção de qualquer ordem, portanto, não devem se expressar mais ao nível de energias “negativas” das contendas e até da prepotência muitas vezes não percebidas, quando como líderes trabalham juntos – cada dimensional em relação ao seu compromisso é um líder.

O individuo/dimensional deve se perceber trabalhando na faixa de tolerância, para que fique mais facilitada para ele a sua capacidade de mudar a vibração em relação ao que ele quer e, através do seu comando mental ele pode obviamente manipular a sua energia mental no sentido de subir de maneira mais célere os degraus da Escada Evolutiva – “treinando” para este objetivo já com o seu campo energético estabilizado.

A partir do momento em que o dimensional/Projeto Portal exteriorizou a Energia Crística, o que conta para ele agora lhe norteando, é o seu nível de consciência, que deve conduzi-lo harmonicamente em seu cotidiano já em sua condição de um iniciado, ele deve em seu pensar/agir se conduzir emocionalmente em equilíbrio, para que possa mais constantemente interagir com os Planos Superiores de Vibração e se direcionar consciente e mais constantemente para a sua Transmutação.

Para que aconteça a sua Transmutação o dimensional deve estar com o seu campo vibracional suficientemente acelerado através dos prótons/elétrons do seu corpo e com as suas ondas cerebrais também aceleradas., portanto, com o seu corpo com uma necessária carga elétrica ativa, ele deve aprender vibrar/irradiar mais luz do que matéria e, nesta situação ele não deixará de sentir o seu corpo, mas, o perceberá mais leve.

Oitenta por cento energia e vinte por cento matéria é proporção de Vibração para a Transmutação, que para alcançá-La/abri-La com a “Chave do Segredo da Vida”, o dimensional deve ainda fazer a polarização dos seus sentimentos/pensamentos, que o faz despertar e também – dentro do seu compromisso – despertar paralelamente a consciência tanto dos dimensionais inconscientes quanto dos planetários.

Aquele dimensional que nesta “altura dos acontecimentos” ainda lhe perdura duvidas do que já viu ou do que já percebeu no desenrolar dos trabalhos vibratórios no Projeto Portal, é preferível então que ele se afaste e se recicle, porque antes de tudo ele não é capaz no momento, é de acreditar em si mesmo.

O trabalho do Projeto Portal é Sagrado e está sendo feito em prol da humanidade – os “Seres” querem trabalho e realização, portanto, que os dimensionais/Projeto Portal se organizem e participem sem competição.

Os dimensionais/Projeto Portal não têm muito mais tempo para que se organizem e em parceria “funcionem” sem competição/confronto e “se façam” como um só Corpo de Energia.

Um dimensional não deve interferir no trabalho do outro movido ainda por sentimentos do instinto primitivo, um não deve atrapalhar o outro por não fazer o mesmo o outro está fazendo – não adianta o dimensional falar de evolução e de conscientização, se ele não procede de acordo com o que diz.

O dimensional tem vários Líderes como Referenciais, indivíduos que encarnaram na Terra, que conseguiram a sua Sublimação e que mostraram como Seres Iluminados, quando transmutaram os seus sentimentos oriundos do seu instinto primitivo, que foram polarizados/direcionados/transformados em seu frontal. Cristo Jesus foi o maior destes Lideres.

O dimensional/Projeto Portal interage com outras dimensões – com os mundos paralelos – ao Nível do Mental Superior, que Cristo Jesus dele também utilizou, quando passou os Seus ensinamentos aos Seus apóstolos e discípulos, para que o Corpo Vivo do Consolador de dois mil anos atrás Se fizesse presente – no tempo da semeadura.

A Freqüência do Mental Superior está ligado aos ensinamentos de Cristo Jesus e à Medicina que Ele manipulou e todos aqueles que estão Nela sintonizados, possuem uma freqüência mental mais atuante, mais rápida ou com mais ciclos por segundo – vibram em uma freqüência muito mais ativa e com uma intensidade maior, fazendo com que as suas ondas mentais atuem na terceira dimensão com mais eficiência.

No plano mental o individuo pensa por si mesmo ou pelo menos busca uma saída em função do que pensa, não conflitando com o que os outros pensam, mas, não se deixando ficar submisso em relação aos outros – ele já sabe caminhar com as suas próprias pernas.

O dimensional desperto e iniciado consegue fazer com que as suas ondas mentais utilizadas na forma de pensamento se façam através dos seus canais mentais e, portanto, fazendo-as atuar com mais eficiência ao nível da terceira dimensão em sintonia com a realidade física e com a sua necessidade atual, entretanto, muitíssimo outros indivíduos conseguem esta atuação apenas ao nível do plano astral, por não conseguirem pensar por conta própria e quando são facilmente induzidos/manipulados.

Os seres humanos que de um modo geral estão ainda bastante impregnados do mundo denso ou da forma, precisam através de “rituais” se expressar ainda emocionalmente – com os seus cinco sentidos – quando ficam “presos” à liderança de alguns indivíduos que os manipulam de acordo com determinados interesses e muitas vezes interesses pessoais.

Dependendo do seu compromisso o dimensional que já se despertou poderá ter “a incumbência” de participar destes “rituais” para que possa chegar junto a estes indivíduos, ajudando-os mudar a sua freqüência mental e com ela o seu nível de consciência.

O dimensional terá às vezes, que ir aos locais onde estes indivíduos freqüentam e onde o nível vibratório no aspecto emocional é muitas vezes distorcido/intenso, entretanto, que fique claro, que a presença do dimensional nestes locais é para ajudar estes indivíduos se “sintonizarem” na Freqüência Mental e não para que ele interaja energeticamente ao nível da freqüência presente, que infelizmente grande parte da humanidade está no momento nela vibrando – que a torna facilmente manipulável.

O dimensional/Projeto Portal consciente deve se agregar em todas as linhas de pensamento, portanto, com muito jeito e diplomacia ele deve “fazer uma ponte” neste sentido em seu trabalho de propagação e divulgação com aqueles que não compreendem e que não gostam do trabalho desenvolvido no Projeto Portal ou com aqueles que gostam, mas dele não participam por falta de interesse.

Seguindo a orientação dos “Seres” que: “deve-se oferecer o que eles necessitam no momento, para depois colher deles o que for preciso” e, portanto, trazendo para o campo da propagação/informação esta “tática”, o dimensional desperto com muita paciência, sutileza e sabedoria deve “encaixar” nas informações que estes indivíduos já possuem as informações passadas pelos “Seres”, para que possam ser gradativamente assimiladas e aceitas por eles, substituindo as informações de sua “velha linguagem” por outras de sua “nova linguagem” – uma linguagem energético-verdadeira e “limpa” sem as distorções geradas pela energia de emoções conflitantes própria de uma linguagem humana limitada, que muitas vezes se perde nela mesma.

Muitos já estão prontos, precisam apenas “sentir credibilidade” nas novas informações, para que se direcionem para uma nova postura de vida.

Cada dimensional quando recebe o seu compromisso, ele vem acompanhado de muita responsabilidade, que deve ser levada muito a serio e na medida em que ele vai executando este seu trabalho auxiliado pela sua interação com as Freqüências Energéticas Conscientes de outros Planos de Realidade, ele vai “vivendo” momentos de sintonia muitíssimo mais profundos e que têm um sentido sagrado e divino muitíssimo mais amplo, em relação ao que ele julga ver, escutar e mesmo perceber em seus contatos.

O dimensional desperto para que fique mais constantemente em sintonia com as Energias Conscientes Cósmico-Divinas, não deve perder o seu controle emocional saindo da faixa de tolerância, portanto, ele deve sempre “positivamente” se direcionar e se fortalecer, para que não crie um campo de freqüências negativas em sua volta e possa assim, sempre iluminar o seu campo etéreo.

O dimensional deve se expressar conscientemente e com destemor em seu trabalho de propagação/divulgação, se fundamentando o mais possível em conceitos científicos, entretanto, ele não deve ficar apenas citando/transcrevendo teorias cientificamente já aceitas ou mesmo aquelas concepções ainda discutíveis no campo da física quântica – ele não deve ficar apenas ao nível do teórico, do que já está estabelecido como verdade cientifica ou mesmo do que neste sentido ainda espera ser comprovado.

O dimensional/Projeto Portal é um verdadeiro “laboratório” de interações conscientes com outras dimensões, quando “funciona” como um “Portal Energético Vivo”, portanto, em função de suas experiências que só ele vivencia, de suas informações que só ele as tem de suas interações em determinadas situações, elas dificilmente poderão ser “transformadas” na forma de experimentos em laboratórios de pesquisas.

O quê o dimensional traz para terceira dimensão de outros planos vibratórios como provas físicas (imagens filmadas/fotografadas e objetos materializados, entre outras), elas não podem ser obtidas da maneira que ele as obtém, não podem ser obtidas de acordo com as leis físico-químicas da terceira dimensão e mesmo dentro da abrangência maior dos fundamentos da física quântica, portanto, o dimensional mesmo correndo o risco de ser quase sempre não compreendido, ele tem a responsabilidade como “laboratório vivo”, de pelo menos tentar decodificar pela Alquimia do Pensamento as suas interações conscientes com os Planos Vibratórios mais Sutis.

O dimensional deve pelo menos tentar “traduzir” o que percebe enquanto vivencia além do tempo linear – além do espaço-tempo e tentar ainda compatibilizar/”encaixar” com o que já é teoricamente aceito, “aquilo” que já experiencia/”pratica”.

“Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas, no velador, e dá luz a todos que estão na casa”. “Porque não há coisa oculta que não haja de manifestar-se, nem escondida que não haja de saber-se e vir à luz”. Mateus, cap. V, v.14 e Lucas, cap. VIII, v.16.

O dimensional/Projeto Portal tem a responsabilidade consigo mesmo e com o Universo de trazer do Laboratório Divino e Sagrado que ele “É” as informações que são apenas suas e, dentro do possível exterioriza-las, tentando “moldá-las” em relação aos conceitos/teorias já conhecidos e já aceitos pela ciência.

O dimensional desperto deve agir buscando tanto o seu crescimento exterior quanto o interior, “se imunizando” com o seu equilíbrio energético, para que alcance níveis mentais compatíveis às mudanças para um Novo Tempo e, portanto compatibilizando-se para uma outra etapa evolutiva e comportamental ao nível mental, físico, emocional.

O Projeto Portal é uma “Empresa Diferente” que “trabalha” com energias ao nível do eletromagnetismo/kundalini e também ao Nível de Freqüências Energéticas Conscientes, que ”mexem” uns com os outros a todo o instante e, nesta “Empresa” não podem existir atitudes egoísticas e todas demais atitudes originadas do instinto primitivo e negativo do ser humano, para que ela possa funcionar dentro do seu sentido maior – Harmonizada como um Só Corpo de Energia.

E, para que o Corpo de Energia seja construído já a partir da terceira dimensão, é necessário que o dimensional se paute pela disciplina, traduzida no que ele pensa/age e, com este objetivo, não havendo dispersão de energia, aconteça o direcionamento vibratório para que a finalidade dos trabalhos seja alcançada.

O dimensional deve ter a consciência de sua responsabilidade, de se saber conduzir com equilíbrio emocional quando participa de grupos de trabalho, portanto, que ele acelere a sua freqüência mental nestas ocasiões, mas que ela não seja motivo de um estado de perturbação/dispersão nem para si e nem para outros.

Os “Seres” já estão cobrando firmemente a “construção” deste Todo Energético de forma harmônico-disciplinada, para que cada um tendo o entendimento de sua interação com o Sagrado, perceba já no plano físico o sentido de Unicidade.

O dimensional desperto que já esta cada vez mais atuante com o seu trabalho de propagação e divulgação, deve também cada vez mais, ter a noção que a “sombra” é proporcional à Luz., assim, quanto mais ele alcançar níveis mais amplos de consciência e se sutilizar em Luz, a “sombra” que também “o acompanha” se sutiliza e, por isso, é que muitas vezes não é percebida por ele, que ainda com o seu corpo físico vivencia o dual na terceira dimensão – no afã de desenvolver o seu trabalho de “Despertar”, o que é “positivo”, ele pode não perceber que está irradiando a energia da disputa com outros dimensionais, o que é “negativo”.

O que deve sempre existir é o Corpo de Energia Irradiante e Transparente do Amor, que é Luz e Verdadeiro e que não tem compromisso com o “ego teorizado” ou com a “sombra”, que disfarça e não une.

O trabalho do Projeto Portal é voltado para o crescimento mental-vibratório de todos os dimensionais, para que na Escalada evolutiva alcancem níveis de consciência-razão compatíveis com um Novo Tempo, portanto, não devem existir no meio dos dimensionais, atitudes movidas pela arrogância e pela competição, entre outros sentimentos e procedimentos negativos.

O dimensional/Projeto Portal irá fazer trabalhos vibratórios para que desenvolva às suas habilidades extra-sensoriais, empregando técnicas já bastante antigas que foram mantidas ocultas da população durante todo este tempo e elas aumentarão a sua sabedoria e lhe facilitará a manipulação das Leis Universais e este local em que os sacerdotes do Egito Antigo já naquele tempo desenvolviam a sua capacidade paranormal era conhecido como “Escola de Mistérios”.

Hoje, o Projeto Portal terá adaptada a sua Escola de Mistérios, para que os mil quatrocentos e quarenta dimensionais – os atuais sacerdotes/sacerdotisas – desenvolvam as suas habilidades paranormais mediante os conhecimentos que adquirirão, para que consigam praticar o que Cristo Jesus fez dentro de Sua Medicina e de Seus “milagres”.

O dimensional Projeto Portal não deve esquecer que chegou o momento em que ele deve caminhar com as suas próprias pernas, ele tem que exercitar “o poder” de sua paranormalidade em si mesmo e em outros indivíduos – ele não pode ficar dependente da “ajuda” externa, a menos que ele esteja realmente bloqueado para realizar algum necessário trabalho vibratório.

Chegou o momento de o dimensional ser mais incisivo e seguindo as leis (humanas) que o governam na terceira dimensão e se respaldando nelas, fazer parceiras com varias linhas de pensamento e filosofias, ele deve aproveitar, inclusive, os vários sistemas já existentes (político partidário/financeiro/econômico) e usá-los como “um esboço” para o Sistema que o Projeto Portal pretende criar através da Energia do Dourado, que proporcionará o nivelamento social de toda a população.

O dimensional não deve explorar e nem deixar que o explorem, o seu real propósito é o de ajudar, mas não de maneira paternalista, dentro de uma outra filosofia de vida, ele deve informar os indivíduos, para que possam desenvolver uma consciência/postura de independência em relação ao sistema vigente e com este seu novo proceder possam também usufruir das tecnologias e orientações dos “Seres”, melhorando em todos os aspectos a sua qualidade de vida.

O indivíduo aprendeu a ter medo e não questionar, ele aprendeu a obedecer/seguir regras baseadas em conceitos arcaicos e em paradigmas totalmente errôneo-falsos, que sempre o limitaram em sua criatividade, fazendo-o carente e bloqueado em sua capacidade potencial de desempenhar o seu compromisso.

O indivíduo/dimensional desperto e iniciado com as suas habilidades de Sacerdotisa e de Sacerdote pode trabalhar a mente de outros indivíduos, para que saiam do seu condicionamento das propagandas subliminares, que ao nível de seu subconsciente lhes impõe procedimentos provenientes de informações errôneas e quase sempre ao desserviço da Luz.

Os “Seres” assistem e orientam o dimensional/Projeto Portal – que já não tem a visão do mundo como um ser humano comum – para que ele continue ainda mais desenvolvendo o seu atual padrão mental, que está lhe possibilitando ter este seu novo nível de consciência iluminado pela sua criatividade interior.

O dimensional Projeto/Portal está adquirindo uma linguagem mais intuitiva, que irradia mais Luz/informação e que o qualifica em outro nível de consciência-razão.

Quando o dimensional “forma” com outros dimensionais o Corpo de Energia em seus trabalhos vibratórios, ele não só volta para o objetivo imediato dos trabalhos, como também já na terceira dimensão se “molda” para o nível de Freqüência/Vibração mais Sutil – a dos Seres Energéticos/Seres Pura Luz/”Anjos” com a consciência coletiva e expansiva.

A exclusão e o radicalismo não são freqüências que os “Seres” passam através do Mediador, porque não estão em sintonia com a “consciência dimensional”, que tem toda uma história evolutiva – não existem nem saltos na evolução e nem tão pouco aleatoriedade.

É só o dimensional/Projeto Portal consultar os Seminários, para ter a noção realmente que ele não deve procurar respostas no “religioso”, que pode estar ainda como um “ranço” difícil de desprender dos porões do seu subconsciente, mas não deve também procurá-las no “tecnológico”, que pode situá-lo no mesmo “cientificismo” da ufologia casuística, que nem de longe vislumbra a sua responsabilidade de expressar o Sagrado como um “Portal” Cósmico-Divino, quando interage com Freqüências Energéticas Conscientes da quarta dimensão (Ultras) à nona dimensão (Alma Chama).

Como o dimensional/Projeto Portal experencia muito alem de “naves” plasmadas ou físicas, que algumas vezes são “instrumentos” para a manifestação dos “Seres”, ele sabe que não deve dar excessiva atenção para elas, mas, para as Consciências que “as fabricam”.

No Projeto Portal cada dimensional está em busca de sua evolução e um é referencial para o outro, quando juntos sobem à Escada Evolutiva, procurando ao mesmo tempo pelo processo de auto-iluminação formar um só Corpo de Energia – um Corpo para a Consciência Coletiva e Expansiva.

O dimensional/Projeto Portal durante todos estes anos trabalhou a sua energia da kundalini (energias sexual e emocional), para que ela já ao nível do seu chacra frontal transformasse em energia vibracional, que agora direcionada possibilita-o exteriorizar a Energia de Sublimação, portanto, ele deve ter a exata noção de sua responsabilidade como “Portal Vivo”, quando começa exteriorizar a Energia de Sublimação, que se mostra simbolicamente através de imagem filmada ou fotografada por ele na forma espiralada e, também, percebida por ele holograficamente de maneira vibrátil e expansiva se fazendo como um Vórtice de Energia, para que o humano se “funda” ao divino – para que o individuo/dimensional se mostre no que realmente “É”.

A Energia de Sublimação é que permitirá o dimensional fazer a sua Transmutação, porque com Ela irá “construindo” gradativamente com ajuda dos “Seres” a sua “Verdadeira Nave” com “tecnologia” infinitamente além de qualquer nave física ou plasmada, portanto, quando o dimensional como “Espiral” exterioriza o seu “Ponto Zero”, ele está expressando através de si mesmo a sua Verdade e através Dela a sua Alegria Interior construída na “Neutralidade” e entrelaçada na abrangência maior da Energia Neutra do Amor.

A partir de 10 de outubro de 2007 o Projeto Portal entrou definitivamente em uma outra Freqüência, que vibra agora em sintonia com um outro Nível de Realidade ainda mais Sutil e que paralelamente exige a responsabilidade de um compromisso assumido.

O equilíbrio está dentro e não fora – o equilíbrio não é um estado definitivo, estanque.

O equilíbrio é dinâmico, exige vigilância constante para não fugir.

Fica mais fácil equilibrar se entendermos o equilíbrio como uma faixa e não como um ponto e, a faixa de equilíbrio tem um limite para cima e para baixo, para a esquerda e para a direita – positivo e negativo.

Então, o equilíbrio está na neutralidade – nem uma coisa nem outra, podendo ser um pouco cada lado, mas sem permanecer em lado nenhum.

A neutralidade não é um ponto, mas uma freqüência, e nesta freqüência você tem vários pontos, como a freqüência AM e FM do rádio e, em função da necessidade você usa um ponto ou outro, mas sem se identificar com nenhum deles – quando você se identifica você se desequilibra, pois tem que fazer um esforço muito grande para se manter naquilo com que se identificou.

Estar neutro é ser o que é preciso ser aqui e agora – é fazer o que é preciso fazer, sem se preocupar com certo ou errado.

Escolher entre certo e errado, bem ou mal é se dividir, é entrar em conflito e, quando entra em conflito entra a emoção – pronto, perdeu a neutralidade.

Você entra em conflito porque tem dúvida, a dúvida gera o medo (medo de errar), e o medo… bem, já sabemos o que o medo gera…..

O dimensional/Projeto Portal trabalhou durante anos, para que pudesse ficar agora tanto energeticamente quanto vibratoriamente cem por cento, mas o seu nível de consciência para que ele pudesse manipular com Harmonia este acréscimo energético-vibratório, está proporcionalmente no momento em apenas dez por cento.

O Mediador é a “Ponte Hierárquica” com o Sagrado, que não tem sentido religioso-místico ou esotérico, mas literalmente sentido Cósmico-Divino em função do que deve ser cumprido.

Cada dimensional em relação ao seu compromisso é um líder, mas que pensa/age dentro de suas limitações, portanto, ele não deve se indispor, impingindo aos outros a sua limitação, que deve ser apenas um estimulo à informação e à somação – ao Corpo de Energia.

A exclusão e o radicalismo não são freqüências que os “Seres” passam através do Mediador, porque não estão em sintonia com a “consciência dimensional”, que tem toda uma história evolutiva – não existem nem saltos na evolução e nem tão pouco aleatoriedade.

É só o dimensional/Projeto Portal consultar os Seminários, para ter a noção realmente que ele não deve procurar respostas no “religioso”, que pode estar ainda como um “ranço” difícil de desprender dos porões do seu subconsciente, mas não deve também procurá-las apenas no “tecnológico”, que pode situá-lo no mesmo “cientificismo” da ufologia casuística, que nem de longe vislumbra a responsabilidade do dimensional/Projeto Portal de interagir com Freqüências Energéticas Conscientes da quarta dimensão (Ultras) à nona dimensão (Alma Chama).

O dimensional/Projeto Portal ao experenciar muito alem das “naves” plasmadas ou físicas – que são apenas “instrumentos” para a manifestação dos “Seres” – ele sabe que não deve dar excessiva atenção para elas, mas, para as Consciências que “as fabricam”.

Sobretudo, o dimensional desperto que já interage consciente com a quarta dimensão, que já faz interações até com Corpos Energético-Luminosos Conscientes obtendo informações/conclusões e que já se prepara para a sua Transmutação, é que tem a responsabilidade de paralelamente vibrar/ampliar/iluminar o campo energético do seu corpo sutil/aura com acréscimos mais constantes de informações esclarecedoras que o harmonizem e que o coloquem em um outro nível de consciência, para que pensando/agindo com mais compreensão/razão, possa “se ver” verdadeiramente como extensão de todos e de tudo –”isto” é experenciar ainda ao nível humano mais Luz/informação que qualifica o dimensional em outro nível de consciência-razão, ou em outras palavras, é que o permite vivenciar o Amor ao nível do Uno.

A maneira que os “Seres” das quarenta e nove raças comunicam com o dimensional, eles a fazem de forma direta e simples, sem a necessidade de tanto verbalizarem, dando-lhe respostas com poucas palavras.

E, outros “Seres” em suas respectivas freqüências podem ainda comunicar com o dimensional sem a necessidade de até mesmo verbalizarem como fazem, por exemplo, os Seres Ultradimensionais, que comumente se expressam codificando através da forma, da cor e da quantidade de seus flashes e de seus posicionamentos.

Entretanto, se esta é a “linguagem dos Seres” em função dos Planos em que vibram, com certeza não é a linguagem do dimensional, que para se expressar, exteriorizando muitas vezes informações “imprimidas” em sua mente principalmente por “Freqüências” de Planos mais Sutis de Vibração, precisa verbalizar (ou escrever) os seus pensamentos com um nível mais profundo de percepção/expressão, já que ele se tornou uma “ponte” de comunicação com estes Planos de Realidade onde Corpos Energético-Conscientes são literalmente de Luz, trazendo destas Dimensões informações, às vezes “traduzidas” apenas com o auxilio da Alquimia do Pensamento.

O plano em que o dimensional como ser humano vivencia como “Expressão” Consciente da Manifestação/Criação, é o de verbalizar através do seu Cristo Interno a Sabedoria Eterna ou o “Verbo” – com “sons”/palavras – e não o de praticamente “emudecer” ou o de “fazer mímicas vibratórias”, mesmo porque não é possível o dimensional se expressar desta forma.

O quê o dimensional expressar falando ou escrevendo em relação às suas interações com outros Planos de Realidade, que ele o faça até mesmo utilizando-se de metáforas, mas com consciência-razão – da maneira mais clara possível e preferencialmente com provas.

O dimensional deve se observar muito, mesmo àquele que já exerceu a mediunidade das canalizações na freqüência do Astral Superior, onde os Mestres Ascencionados estão e que “exigia” dele uma freqüência cerebral de até vinte e sete ciclos por segundo, para que pudesse receber mensagens psicografadas ou indiretas.

Hoje, o dimensional/Projeto Portal que está com a sua freqüência cerebral no mínimo em trinta ciclos por segundo, não está mais em conexão direta com a faixa de freqüência chamada de “astral”, a não ser que ele queira e, se ele preparou e ainda se prepara sintonizado na Freqüência do Mental Superior, foi e é para ter “contato” antes de tudo consigo mesmo através do seu “Cristo Interno” e pudesse ao mesmo tempo liberar a sua “Potencialidade” Energético-Vibratória e Cósmico-Divina de um Semi-deus, espelhando-se em Cristo Jesus, tanto em relação ao quê Ele fez, quanto ao quê em sua essência Ele disse.

O dimensional desperto exercitando-se com mais intuição/percepção deve paralelamente, se pautar com mais consciência-razão, direcionando com mais equilíbrio a sua energia vibracional.

Os seres planetários e mesmo os dimensionais inconscientes são os que ainda exercitam com informações compatíveis para freqüências cerebrais menores que vinte e sete ciclos por segundo, portanto “alimentando-se” mais constantemente de dualidade (emoções), que ”estão mais a serviço” de seus cinco sentidos.

O dimensional desperto e iniciado que já irradia de seu campo energético/aura apenas a Luz na Freqüência da cor branco-prateada, já tem a responsabilidade de ser um interlocutor natural dos “Seres” e logo, já tem também a responsabilidade de não estar mais sujeito às oscilações emocionais, que poderiam sintonizá-lo com o “astral” – com os “seres/entidades” que nele estão.

Estar na Freqüência da Luz cor branco-prateada e irradiá-La deve ser o objetivo do dimensional/Projeto Portal, porque lhe dá condições vibratórias de estar mais ausente das experiências humanas com as energias conflitantes ou de dualidade e, portanto, de estar mais presente na “Neutralidade” dentro da faixa de tolerância – e, inclusive, de conquistar a possibilidade de ter o seu Contato Compromisso.

O dimensional/Projeto Portal caminhará mais rapidamente para a sua Transmutação, quando já auxiliado/ativado fisicamente primeiro pelo “Consolador” e depois pelos “Seres” ampliar o seu campo energético/aura, duplicando-o ou mesmo triplicando-o já na Freqüência apenas da Luz branco-prateada, para que a sua Consciência Divina (seu “Cristo Interno”) se exteriorize e ele possa com o “Verbo” neste seu despertar, tanto se ajudar quanto ajudar os dimensionais inconscientes e, talvez até mesmo neste sentido, ajudar alguns planetários.

Os “Seres” não se mostram fisicamente para a população de um modo geral, eles interagem/falam é com o dimensional/Projeto Portal, que foi preparado para isto e, portanto, este dimensional é que deve passar para a população informações e mensagens recebidas – ele está se tornando intermediário dos “Seres” das quarenta e nove raças e também “ponte” de Planos mais Sutis de Vibração.

Em sua atual posição na Escada Evolutiva o dimensional desperto já deveria ter alcançado o nível de percepção, para decodificar o real sentido de “O Sagrado”, portanto já deveria perceber que ele está também pelas Linhas do Tempo energeticamente em ressonância com aquilo que “no futuro” deve ser cumprido.

“O Sagrado” que o dimensional/Projeto Portal já começa comumente exercitá-Lo de várias maneiras, tem também o nome de Compromisso Cósmico.

O dimensional desperto deve alcançar o verdadeiro sentido do que é “ O Sagrado”, para não nivelá-lo ao ritualístico e não tenha em relação a ele um entendimento menor, associando-o apenas ao que é chamado de esotérico – praticar “O Sagrado” já não deveria ser para ele algo incompreensível, obscuro e impenetrável.

O dimensional desperto tem a “Obrigação Sagrada” consigo mesmo, com os “Seres”, com o “Consolador” e com o Universo de decodificar/desmistificar e não de apenas teorizar.

Muitos “doutos” alcançam com as suas “brilhantes inteligências” apenas àquelas informações, que estão associadas às suas experiências humanas limitadas pela “lógica/raciocínio” dos seus sentidos e, como na fábula da raposa e das uvas rotulam aqueles que já transcenderam este “nível de inteligência” (que já estão em um outro nível de percepção e que através dele interagem), de cultuar um esoterismo pseudocientífico, ou os rotulam ainda, de serem especuladores filosóficos e apropriadores de teorias principalmente da física quântica.

A materialização da pedra discóide pela manipulação das Leis Universais e que é um “fato” já bastante corriqueiro para qualquer um no Projeto Portal, é uma prova que dentre muitas outras, os “doutos” quase sempre preferem vê-la como um “truque”, porque não podem admitir um “fato” que nem mesmo as atuais teorias e fundamentos da física quântica explicam satisfatoriamente – um “fato” que está também além da imaginação deles.

O que o dimensional/Projeto Portal diz, ele quase sempre vivencia e muitas vezes ele mostra o que diz.

O dimensional desperto “escondido” em sua condição humana é muito mais até mesmo do que ele julga ser, porque a sua mente está conectada com o Universo e em sua condição de um semi-deus a sua mente conecta ainda mais mesmo na terceira dimensão, quando ela conecta com a sua “Contra-Parte Divina” ou com a sua Alma Chama.

O dimensional/Projeto Portal está paralelamente com o seu despertar, desempenhando o seu Compromisso sinalizado pela sua “Placa” buscando a sua Transmutação e, ainda, se preparando para se teletransportar e para estar em dois locais ao mesmo tempo.

O dimensional/Projeto Portal virou uma página em sua história evolutiva, quando já dispensa a interação energético-vibratória com o “astral” – freqüência da dualidade irradiadora de emoções, que vivifica também as religiões, dando-as positivamente sentido quando pregam a concórdia, mas pelo seu aspecto mais humano e menos divino elas sempre trouxeram e ainda trazem até hoje negativamente a discórdia para uma grande parte da humanidade.

Como lideres os dimensionais devem se respeitar mutuamente, não invejando as “qualidades vibratórias” (paranormalidade) que o outro possui para o desempenho do seu compromisso, mesmo porque cada um neste sentido tem as suas “próprias qualidades”.

O dimensional desperto já deveria saber se pautar com disciplina e também saber que a prioridade é a do trabalho em conjunto e não a de cada um separadamente.

Apenas, quando os dimensionais vibrarem e irradiarem a Energia (Neutra) do Amor Universal ou Uno, é que eles conseguirão “sintonizados” com o Sentido de Unicidade, formar um só Corpo de Energia – formar uma só família construída na atenção, na compreensão e na ajuda mútuas.

Quando está presente o equilíbrio das polaridades, torna-se muito mais fácil interagir com os Portais e com as Realidades ou os Mundos Paralelos, porque a somatória energética pelas Leis Universais do “positivo/negativo” (homem/mulher) que estas duas polaridades geram é imensa.

Ao nível da terceira dimensão se um casal direcionar a Força/Energia contida no Segredo da Santíssima Trindade (Pensamento, Desejo e Vontade) para a Vibração na Freqüência da Energia Neutra e, estando cada um dos dois em Harmonia consigo mesmo e com o Universo, tudo pode lhes acontecer dentro da Vibração (Neutra) do Amor Universal.

Em relação ao desempenho do Compromisso ele “rende mais”, quando está presente um casal, que não precisa ter um relacionamento amoroso, mas apenas para gerar o equilíbrio das polaridades.

Os “Seres” sempre disseram que o dimensional realizaria o seu compromisso com a sua polaridade oposta e que ela poderia ser até um irmão (a) ou um amigo (a), portanto, sem a necessidade de um casal legalmente constituído – com os dois casados.

O dimensional poderá até fazer alguns trabalhos individuais, mas para uma grande parte deles será necessária a presença de outro dimensional com polaridade oposta à sua como nos trabalhos alquímicos de um modo geral e em situações em que o casal poderá ser levado pelos “Seres” por alguns minutos, para que lhe seja mostrado ou informado de algo.

A Alma Chama é a Luz/Corpo Consciente que acompanha o dimensional desde o momento em que ele como um ser humano exterioriza/nasce na terceira dimensão e muitos a conhecem com o nome de “Anjo da Guarda” – ela não é um ser extraterrestre e ao nível do Crístico ou da Nona Dimensão ela vibra na “Freqüência das Divindades”.

Geralmente quando a Alma Chama exterioriza, ela se mostra no formato de uma esfera, mas pode parecer também em forma menor como se fosse num formato de portal (uma luz na vertical) e quando ela “conversa” com o dimensional “mexe” com a freqüência de sua Alma Gêmea.

A Alma Chama será mais percebida pelo dimensional, se ele estiver em um estado mais harmônico de interação consigo mesmo e com o Universo, portanto somente quando ele estiver mais tranqüilo, sabendo se direcionar emocionalmente, é que ele poderá vê-La de vez em quando e percebê-La por mais tempo, como se fosse uma “Luz” espocando – se mostrando como um Corpo Luminoso.

A Alma Chama é um pedaço maior da Alma Gêmea Matriz do dimensional e como uma Freqüência oriunda da Nona dimensão, ela “desce” para interagir com o dimensional, tornando-se mais densa aos níveis de freqüência da quinta e da quarta dimensões e, por fim, ao nível da terceira dimensão compatibiliza com a sua condição humana.

A Vibração da Alma Chama supera as Freqüências da Alma Gêmea, Essência, Afim, Companheira e Cármica e ela não tem individualidade, já que ela tem apenas polaridade oposta à do dimensional e também à do seu Eu Superior como “Algo” que lhe é intrínseco e que normalmente está para ele invisível.

Com a sua Alma Chama é impossível o dimensional ter algum envolvimento emocional/amoroso, como pode lhe acontecer com a Alma Gêmea que em sua forma humana possui individualidade.

A Alma Chama é uma Consciência que “fala” ao dimensional, quando emite um pulsar mais constante, passando-lhe mentalmente informações em momentos realmente necessários, desde que o dimensional com ela já esteja bastante compatibilizado/sintonizado.

Se for preciso a Alma Chama pode tomar forma física e já exteriorizada/densificada, conversar com o dimensional desta maneira e, nesta condição, ela pode se manifestar até por sete horas, porque se permanecer interagindo na freqüência da terceira dimensão além destas horas, ela tornará densa, perderá a sua memória e incorporará como um ser humano e, portanto entrará também no ciclo das encarnações como aconteceu com o dimensional, que se mostra com a sua atual personalidade.

O dimensional poderá “conversar” inicialmente de forma mais mental com a Alma Chama – uma “Luz Consciente” – e na medida em que for gradativamente harmonizando e sintonizando na sua Freqüência, receber dela em um segundo momento já “metamorfoseada” em uma aparência mais físico-humana informações verbalizadas e mais diretas.

Para que o dimensional chegue ao nível de interação literalmente física com o Divino – interagindo com o Corpo Luminoso de sua Alma Chama momentaneamente já exteriorizado/”densificado” na terceira dimensão – ele deve antes fazer todo um trabalho de reciclagem interna e trabalhar para que todas as células de seu corpo entrem em uma outra freqüência de vibração mais intensa e com ela já com as suas células estabilizadas, possa através do seu corpo físico, estabilizar paralelamente o seu campo energético/aura, para que lhe aconteça então esta segunda forma mais física de interação – mas, que só lhe acontecerá no momento em que realmente for preciso.

A Alma Chama é a outra polaridade do dimensional e também do seu Eu Superior e como a sua Contra-Parte Divina é ela que realmente o direciona.

Para a Alma Chama não existe dia ou noite, situações de trabalho ou de descanso, porque muito além do espaço-tempo em Sua Esfera Vibrátil e Iluminante, ela está em um incansável e constante pulsar – “sustentada” pela Sua própria Luz.

O dimensional no processo de se despertar paralelamente despertando outros dimensionais com o seu trabalho de divulgação e de propagação, mostra-se além dele mesmo literalmente “ausente” do seu livre arbítrio e neste nível sutil de interação em que ele também quase não descansa, está à disposição mais constante do chamamento de sua Alma Chama, que o “incentiva” intuitivamente exteriorizar informações/conhecimentos de sua memória cósmica, através da Alquimia do Pensamento.

O dimensional desperto ao passar informações ou mensagens, muitas vezes elas já estão literalmente esculpido-iluminadas em sua tela mental e a energia que delas irradia não mais lhe pertence, porque já é de todos aqueles que com ela interagem.

A Alma Chama vibra na Freqüência do Crístico ou da Nona Dimensão e por ser um “Pedaço Maior” do dimensional ou a sua Consciência Divina é Ela que realmente o “direciona”.

A Alma Chama não se manifesta através do Plano Astral, ela “vem” de Mundos/Realidades Paralelas como um Corpo Luminoso Consciente e possuidor de vontade própria – ela como o “Anjo da Guarda” do dimensional é que o intui e o protege em momentos cruciais de sua vida.

Os planetários também possuem Alma Chama, mas eles jamais interagirão de forma consciente ou “conversarão” com ela, porque não possuem a necessária freqüência mental-vibratória, para que isso aconteça.

A Alma Chama pode ser percebida no momento do nascimento do dimensional como uma “Explosão de Luz” em sua volta – “Luz” quase sempre invisível que o acompanha durante toda a sua vida e que fica normalmente mais presente, aproximando-Se mais dele quando adormecido.

Tendo em vista os trabalhos desenvolvidos atualmente no Projeto Portal, pode-se dizer em relação às interações, que o dimensional ao interagir com a sua Alma Chama, ele chegou ao “ponto máximo” no uso de sua potencialidade energético-vibratória.

A aproximação do dimensional com a sua Alma Chama que para ela não existe “o tempo” como o dimensional o vivencia na terceira dimensão, está dentro dos trabalhos vibratórios do Projeto Portal, porque é preciso que ele faça esta aproximação/interação de maneira consciente, já que a sua Alma Chama como a sua “Parceira Eterna” é que pode realmente ajudá-lo e protegê-lo (auxiliada pelos “Seres” das quarenta e nove raças), na medida em que ele for desempenhando o seu Compromisso e caminhando para a sua Transmutação.

Durante dez anos o dimensional/Projeto Portal veio se preparando e utilizando de vários métodos, para que ele ao manipular a energia de sua aura, ela se potencializasse na freqüência da luz/cor vermelha, porque produzir energia nesta freqüência era necessário e ela sempre será a mais qualificada para a terceira dimensão – ela representa o máximo dentro da evolução mental.

A freqüência da luz/cor vermelha é a fusão das energias emocional e sexual transformadas em energia vibracional e, para que manifestasse a cor vermelha em sua aura, o principal exercício que o dimensional fez foi o de trabalhar a ativação de sua energia da Kundalini, que está comumente presente nos seres vivos caracterizada pela sua cor vermelha e que está também associada à terceira dimensão.

O ideal é que o dimensional alcance o equilíbrio entre as duas formas de energias/freqüências – entre a Luz/cor vermelha e a Luz/cor branco-prateada – e saiba usá-las corretamente.

Se o dimensional ao nível de sua aura manipular mais energia na freqüência da luz/cor vermelha, ele não conseguirá interações com Freqüências Conscientes dos Planos Superiores de Vibração e muito menos interagirá consciente com a sua Alma Chama e, se ele produzir energia mais na freqüência da luz branco-prateada, ele não conseguirá como desejaria uma melhor condição à sua sobrevivência física.

O dimensional desperto em sua condição humana deve procurar o equilíbrio energético, manipulando e direcionando quando necessário com uma mesma dosagem a sua energia mental/vibracional – já na forma de pensamento – tanto na freqüência da cor vermelha, quanto na freqüência da cor branco-prateada, que podem ser “vistas”/percebidas em sua aura.

O trabalho inicial que o dimensional/Projeto Portal desenvolveu com a Energia da Kundalini foi de extrema importância e, de certa maneira, pode até ser considerado o principal, porque foi a partir dele que os trabalhos posteriores puderam ser realizados, como o trabalho com a energia alquímica de transmutação (mais relacionada aos dimensionais/mulheres) e também o da materialização do ouro, entre muitos outros.

Através do trabalho que o dimensional desenvolve atualmente com a sua energia/força mental (fevereiro de 2008), movendo objetos ou interferindo na sua estrutura física quando entorta talheres, ele finaliza um ciclo de experiências e inicia uma outra etapa de seu aprendizado, onde a hora e a vez é a de irradiar energeticamente pela sua aura a luz/cor branco-prateada, para interagir com as Dimensões Superiores e manipular com mais plenitude as Leis Universais.

Em um novo tempo de seu aprendizado o dimensional/Projeto Portal está agora alcançando gradativamente a capacidade de direcionar de maneira mais incisiva a Energia Taquiônica (Energia do Pensamento), para que possa ter uma atuação mais mental na terceira dimensão, interferindo na estrutura física dos objetos e paralelamente ter também certo controle sobre os seus impulsos/compulsões geradores de conflitos, para que possa permanecer mais constantemente na faixa de tolerância.

Enquanto o dimensional está entortando o metal de um garfo ou de uma colher, ele está criando em sua volta uma realidade paralela que interage com a energia que ele está irradiando – ele está criando neste momento especial um campo eletromagnético em torno de si diferentemente daquele que antes na terceira dimensão existia.

No momento em que o dimensional interfere com a sua energia/força mental na estrutura metálica dos talheres, transformando-a para que se torne amolecida, ele está interagindo com um outro campo energético (freqüência/realidade) que comumente não é o seu – neste instante o dimensional conseguiu “se deslocar” no espaço-tempo (terceira dimensão) e “trabalhar” numa dimensão paralela, direcionando uma energia mais sutil – a energia em espiral ou de sublimação.

Quando o dimensional está entortando o metal, segurando-o entre os seus dedos polegar e indicador, ele recebe de sua glândula pineal através do seu dedo polegar mais a energia na cor vermelha e do seu dedo indicador mais a energia de sublimação ou a energia em espiral, portanto, para este trabalho estes seus dois dedos são os que mais geram um campo vibratório – e, na medida em que o dimensional vai entortando o metal do garfo ou da colher, começa também uma reciclagem automática em volta do seu campo energético e o que lhe é negativo, vai para ele se transformando em positivo.

O dimensional que não consegue entortar o metal dos talheres é porque ele não consegue ainda reciclar a sua energia e, portanto, não alcança a freqüência que o permite queimar todos os seus bloqueios e ficar como vivenciando uma “transmutação” momentânea.

O dimensional/Projeto Portal já chegou a um nível mental-vibratório, que o seu subconsciente já está podendo realmente ser trabalhado através dos seus meridianos, quando são ativados fisicamente pontos em suas orelhas.

Quando o dimensional foi apertado em sua orelha e a vibração em relação à cor foi percebida pelo seu cérebro, que a registrou ao emitir um sinal elétrico captado pelo nervo óptico como uma descarga elétrico-luminosa, esta energia luminosa estava também relacionada ao seu equilíbrio emocional, à sua capacidade de discernir e de se direcionar.

Chegou à hora do dimensional aprender de forma consciente a projetar o que para ele é positivo, para que o seu cérebro possa desta maneira entender e codificar e, para isso, ele deve projetar mentalmente o que ele quer como algo já realizado – o seu comando mental deve prevalecer através da energia irradiada de seu frontal onde está mais centralizada a energia vermelha ou a energia de kundalini já como energia vibracional.

Para a manipulação de sua energia/onda do pensamento o dimensional tem que ser incisivo ao direcioná-la, ou ele consegue instantaneamente manipulá-la ou deve desistir de imediato, porque não adianta ficar insistindo, quando nesta insistência ele está gerando outras ondas de pensamento e com elas “n” codificações que se entrelaçam e que não o levam a nada, ou ainda pode até acontecer que ele obtenha um resultado que não gostaria de tê-lo obtido, porque não foi de sua vontade consciente, mas aflorado do seu subconsciente – este é o risco quando se deseja potencializar a energia de um pensamento não corretamente direcionada.

O dimensional que alcançou agora a capacidade de manipular a sua aura na freqüência da luz/cor branco-prateada, ele deve direcionar a sua energia/onda do pensamento quase que instantaneamente quando for potencializar outros indivíduos – o que deve ser feito no máximo em sete segundos.

Cristo Jesus sabia muito bem direcionar a energia do Seu pensamento e, por isso, é que Ele dizia ao enfermo que auto-curou, depois de potencializá-lo: “vai, a tua fé te salvou…..”

Para o cérebro tanto faz o real ou o irreal, porque para ele tanto um como o outro são nele “registrados” como verdades, por este motivo é que o dimensional deve aprender fazer a reprogramação do seu cérebro, para que mentalmente ele possa conquistar o que quer e não fique de maneira negativa prisioneiro de suas emoções, vivendo ilusões que ele mesmo criou como fossem verdades.

O dimensional desperto não deve ficar negativamente “dando vida ao ego”, que é apenas “verdade atuante” na terceira dimensão, alimentando-se quase sempre com a energia dos conflitos e das disputas – com a energia do dualismo.

O dimensional deve sempre pensar positivamente visualizando/criando as cenas harmônico-desejadas, para que gerando a freqüência necessária através de sua onda do pensamento, elas se tornem realidade.

Os dimensionais/Projeto Portal possuem em relação uns aos outros uma grande responsabilidade, porque estão ligados entre si em função do compromisso que cada um assumiu “no passado” – portanto, o que de bom ou de ruim acontecer com um, acontecerá também com as suas partículas e fragmentos, o que traz concretamente para o dimensional, a responsabilidade de reeducar o seu cérebro, dando-o uma “programação mais positiva”.

O dimensional deve sempre “inserir” um pensamento positivo, como uma forma de uma freqüência/onda positiva no que o preocupa/perturba – ele deve aprender a eliminar sempre o que de negativo possa surgir em sua vida.

O dimensional desperto para que ele tenha mentalmente o domínio sobre a matéria (objetos) influenciando-a, ele deve aprender a criar tanto o momento, quanto senti-lo através de sua aura – estes dois momentos quando o cérebro os registra, ele não os esquece mais, assim o dimensional deve aprender a educar o seu cérebro para que possa com ele no mundo físico, dar o comando para produzir em sua aura a freqüência energética na cor que ele quer e com ela alcançar o objetivo desejado.

No momento em que o dimensional com a sua energia/força mental conduzida por sua vontade e por seu desejo, ele entorta um garfo ou uma colher, a sua aura energeticamente resplandecida na cor vermelha se mostra como parte dele e não apenas como “algo” que está em sua volta para ser apenas “visto”/percebido – e, o mesmo acontece quando para os contatos de quinto grau a sua aura irradia a energia na freqüência da luz/cor branco-prateada.

Para fazer uma bola movimentar na superfície da água, que é um “fenômeno” físico, não adianta o dimensional ficar pensando na cor vermelha, ele tem é que gerar em sua mente uma onda em movimento que está levando a bola e se ele conseguir este seu intento, a cor vermelha será refletida em sua aura – portanto, neste momento o dimensional não deve ficar pensando em cores, ele deve direcionar o seu pensamento para os níveis mentais com os quais elas estão associadas.

A cor/freqüência na aura do dimensional não é “algo” que lhe é externo, se mostrando estático fora dele, mas é “algo” que lhe é bastante interno-dinâmico na forma de um campo eletromagnético fazendo-se como cor, que fica como sinalização em sua aura – e, para cada cor ele executa um comando mental.

Nos trabalhos vibratórios que foram voltados para a interação do dimensional com os Planos mais Sutis de Vibração (Luz/cor branco-prateada), quanto mais cores percebidas por ele menos tempo terá de contato com os “Seres” e se ele apenas manipulou a cor vermelha projetando-a e colorindo com ela a sua aura, ele terá ainda mais sete meses para se reestruturar, organizando-se vibratoriamente para o nível de freqüência dos atuais contatos de quinto grau.

Como o dimensional/Projeto Portal já consegue manipular a sua aura na freqüência da cor branco-prateada e com ela interagir mais constantemente com Consciências de Planos mais Sutis, ele pode receber agora muito mais auxilio, porque estas Consciências Superiores têm muito ainda o que lhe oferecer – e, elas foram as responsáveis pelo sucesso de vários trabalhos já acontecidos no Projeto Portal como o acesso às “Placas”, a fusão, a entrega do plasma e da Energia Cristica, as manifestação da “Nave Mãe”, GNA e Gêmus, entre outros.

O dimensional deve saber que a cor branco-prateada não anula os trabalhos já realizados na freqüência da luz/cor vermelha e também é bom salientar, se hoje o dimensional tem uma comunicação mais fácil entre a terceira e quinta dimensões, foi porque a sua energia na freqüência da cor vermelha/kundalini foi nele inicialmente trabalhada e, portanto a energia/luz na freqüência da cor vermelha estará sempre “embutida” nos trabalhos do Projeto Portal, sendo percebida na aura do dimensional, quando o objetivo do trabalho for voltado para a atuação no mundo físico.

A luz comumente se mostra na terceira dimensão através de sete cores básicas e cada uma delas com freqüência e qualidade específicas.

O dimensional/Projeto Portal já alcançou a capacidade de manipular a partir de sua aura a freqüência da luz/cor branco-prateada, que é multivibracional por conter potencialmente todas as sete freqüências de cores e que lhe permitiu não só interagir com os Planos Superiores de Vibração, como também de fazer a “Medicina de Cristo” no sentido dos “milagres”, das curas e ainda de caminhar energeticamente protegido dentro de uma das três linhas ou das três vias trazidas pela sua “Placa”.

O dimensional/Projeto Portal deve agora aprender manipular a energia/cor de sua aura para a freqüência multivibracional, quando ele tiver que lidar com freqüências de intensidades energéticas diferentes para as suas próprias necessidades ou quando tiver que potencializar outros indivíduos como Cristo Jesus fez através de seu “Comando Mental” em várias ocasiões, inclusive, ao potencializar vários enfermos ao mesmo tempo na multidão, para que eles mesmos se curassem – e, Ele obteve positivamente o resultado do Seu Desejo.

O dimensional que está participando de maneira realmente consciente do Projeto Portal, ele está sendo preparado especialmente por Consciências de Planos mais Sutis, para que possa se conduzir e ao mesmo tempo conduzir outros indivíduos em um Novo Tempo, onde as interações multidimensionais se tornarão experiências corriqueiras para ele.

O dimensional desperto não deve mais se deixar envolver de maneira apaixonada quando o assunto for “óvni”, porque ele deve já se perceber com a sua responsabilidade de um Semi-deus, preparando-se dentro do “Processo Mental-Vibratório e Cósmico-Divino chamado Projeto Portal”, sabendo que já está até interagindo com Corpos Luminosos Conscientes considerados Divinos, que ao Se exteriorizarem/densificarem, muitas vezes os Seus Corpos de Luz são as Suas próprias “Naves”.

O dimensional que verdadeiramente se despertou, mesmo contatando com os Seres das quarenta e nove raças, ele não deve se envolver excessivamente com manifestações tipo naves/”discos voadores”, ele não deve mais viver tanto a ufomania e, portanto – no sentido metafórico – ele não deve ter tanto mais interesse de ficar “interagindo/conversando” passionalmente com “veículos estacionados no meio-fio”, quando pode interagir e conversar através de portais energéticos com os “engenheiros que os constroem”.

Tudo é Luz em Vibração.

A Luz Viva e Consciente é que plasma a forma através das nuanças da Cor que Nela já estão codificadas, portanto é desta maneira que Ela “constrói” nos Planos Superiores – então, pelas “Pinceladas” da Luz Viva é que a Cor Nela inserida, Se expressa/”desenha” a forma, codificando os símbolos.

Ao nível da Luz/Cor expressam-Se Forma/Símbolo, enquanto ao nível do Som/Luz/Cor expressam-se forma/matéria.

O Plano mais Sutil é “desenhado” pela Luz/Cor, enquanto o plano mais denso da terceira dimensão é construído pelo som, pela luz e pela cor (eletromagnéticos).

O Divino como Luz Viva “Se faz” mais próximo das criaturas através de suas auras e assim na “Linguagem Divina das Cores”, Ele “Se mostra” mais para o dimensional através de sua aura.

O dimensional deve diferentemente buscar de sua memória cósmica cada vez mais Luz-informação, para que possa agir cada vez mais com consciência-razão.

O dimensional desperto deve conquistar em sua vida ainda física, o necessário nível de consciência para que ele possa se mostrar ainda na terceira dimensão no que ele em “princípio já é” – deve se mostrar em sua Transcendência Cósmico-Divina.

Para que o dimensional/Projeto Portal alcance o atual e necessário nível vibratório, ele está sendo trabalhado para o seu equilíbrio energético tanto em relação à freqüência mais sutil da cor branco-prateada como “luz/ponte” para as Dimensões Superiores, quanto em relação à freqüência da cor vermelha que interfere na estrutura física da matéria/objetos – e, estas duas freqüências para serem harmonicamente manipuladas nos trabalhos atualmente desenvolvidos no Projeto Portal, estão exigindo do dimensional a sua capacidade de se harmonizar e de discernir.

Se o dimensional apenas emite/irradia energia através de sua aura na freqüência da cor branco-prateada, ele não conquistará fisicamente o que deseja ou o que ele quer “construir” na terceira dimensão ou “no plano da kundalini”, mas, a recíproca é também verdadeira, se ele apenas emite/irradia energia através de sua aura na freqüência da cor vermelha, ele não conseguirá a proteção que gostaria, não terá os atuais contatos de quinto grau para compromisso com os “Seres” das quarenta e nove raças.

A cor branco-prateada que o dimensional “viu” em sua aura, quando ele foi ativado no trabalho dos meridianos, o ajuda a ter percepção não só do campo extra-físico como também o ajuda a interagir com as xendras/portais energéticos.

De acordo com os Seres de Luz Cristo Jesus veio para ensinar o ser humano dentro das Leis Universais, a ter sincronia novamente com a Energia Cósmica – com a Energia Suprema ou com Deus , portanto Ele deixou ao ser humano o exemplo da manipulação de Sua energia vibracional pela força de Sua mente, conduzindo a Energia de Seu Pensamento através de Sua profunda Vontade e de Seu intenso Desejo.

O dimensional desperto seguindo o exemplo de Cristo Jesus deve aprender antes a manipular/direcionar corretamente a energia/luz de sua aura não só para se ajudar como também para ajudar outros indivíduos, mas o dimensional deve antes, também aprender a “ler” as cores de suas auras, que “radiografam” e mostram neles a condição físico-emocional.

Aqueles que estivessem perto do ser humano Jesus Nazareth há dois mil anos atrás e pudessem através de sua “visão do frontal” (terceira visão) ”ver” a Sua aura no instante em que Ele ensinava no Sermão da Montanha, muito provavelmente eles iriam percebê-la/”vê-la” com uma cor branco-prateada bastante acentuada, porque naquele momento utilizando-Se de sua Alquimia do Pensamento, Ele estaria em sintonia e interação com uma freqüência muitíssimo mais sutil ao Nível do Crístico ou da Nona Dimensão – estaria de forma mais profunda em comunhão com a Sua Alma Chama.

O dimensional/Projeto Portal deve aprender a manipular a sua aura, para se potencializar através dela com a “Linguagem Divina das Cores” – mas, agora na freqüência multivibracional da cor branco-prateada, que potencialmente possui todas as freqüências de cores.

O dimensional/Projeto Portal não deve nunca esquecer, que foi com a sua paranormalidade de efeitos físicos na freqüência da luz/cor vermelha, que ele pôde praticar o seu aprendizado e o seu crescimento vibracionais, mas que só terão realmente sentido, se vierem principalmente agora acompanhados por “acréscimos de consciência”.

Na “Linguagem Divina das Cores” não existem os conceitos de certo e de errado, que só existem no mundo dos preconceitos humanos – portanto, a cor vermelha simbolicamente tanto enfeita as paredes de bordéis quanto os paramentos de religiosos nos altares de igrejas.

Todas as freqüências de cores são formas energético-sutis, que com elas o Divino Se mostra interagindo com a sua criatura, que contudo as manipula e as direciona no seu campo energético/aura conforme o seu pensar e o seu agir.

 

___________________________

Compilação de Antônio Carlos Tanure

Translate »