Postado por

Na busca da Transmutação

Na busca da Transmutação
Print Friendly

Esse texto foi escrito baseado nas informações da Dinâmica do Projeto Portal – Núcleo de Belo Horizonte, ocorrida no dia 10 de abril de 2016.

O “maná dourado” é uma substancia “tecnológica” das realidades paralelas, ele trabalha no dimensional a sua capacidade mental, intelectual e de memorizar. Ele será dado para todos aqueles (dimensionais) já conscientes de sua verdadeira realidade, portanto será dado àqueles que já se movem por outro nível de consciência, em outro padrão evolutivo já interagindo com os mundos paralelos.

O “maná dourado” originado dos mundos paralelos tem frequência e objetivo diferentes daqueles bíblicos, que como flocos de algodão caia no deserto para alimentar o povo judeu, por isso caiam em maior quantidade para ser ingerida com alimento.

Essa substancia quando foi dada ao dimensional que a recebeu das realidades paralelas, ela auto reproduziu, em um processo de auto multiplicação por um determinado tempo e assim se conservou em quantidade crescente por horas, lembrando também o acontecimento bíblico da multiplicação dos pães.

É importante que o dimensional realmente se desperte, para compreender Leis para outras realidades completamente diferentes dessas, que regem o mundo físico onde nele está no momento com o seu corpo físico, circunscrito à uma realidade de existência com três dimensões físicas e uma temporal e que nela persegue no momento condição para uma sobrevida, além dos limites daquela comumente aceita para duração de uma vida humana.

Ele deve perceber não só essas frequências de existência, mas também nelas se inserir através do seu pensamento e já mentalmente focado perceber de fato através delas com tudo e com todos unificado – no, todos somos um.

Mentalmente perceber que deve ter livre transito entre o mundo físico e as realidades paralelas e que através dessas ultimas com outras leis acontecimentos de materializações acontecem, tal como a materialização do “maná dourado”. Uma substancia sem sabor, diferentemente com brilho próprio que se mostrou na realidade física, aparentemente vindo do nada – “do invisível”, como estivesse sendo injetado de cima para baixo e diretamente para dentro de uma marmita metálica colocada no chão com esse propósito, em um momento que se escutava também durante essa entrega um som diferente.

Essa substancia materializada parecida com farinha de milho é dada diretamente àquele em função de seu campo energético com uma frequência já necessariamente alcançada, mas também de acordo com a frequência dos demais que estão presentes nessa ocasião. Essa substancia pela maneira que se materializa no mundo físico, lembra aquela dos tempos bíblicos mencionada em linguagem religiosa, mas que hoje o dimensional deve para ela empregar uma linguagem vibracional e mais associada à da física quântica.

Aquele que recebe o “maná dourado”, ele se descalça nesse instante que está pisando em solo sagrado e que está na presença de energias conscientes e mais sutis de outras realidades (seres), que nos tempos antigos e bíblicos eram tidas como a presença visível de Deus. Mas, o sentido da palavra sagrado, não deve ter para o dimensional o mesmo sentido religioso, deve tê-lo com o sentido de energético, de vibracional e de frequência em um instante que acontece essa interação, utilizando-se do corpo físico-humano, que se faz como ponte para a entrega dessa substancia.

Nesse momento aquele que recebe essa “entrega”, não pode sofrer nenhum tipo de interferência nessa sua interação com as energias conscientes, que estão manipulando forças da natureza para que a materialização aconteça. Nesse instante ele percebe o que está acontecendo em sua volta é diferente, ele tem a sensação que está transcorrendo é diferente às suas experiências cotidianas, com leis próprias.

Foto de uma pequena porção do “maná dourado”, que fisicamente se assemelha aos flocos de farinha de milho, mas em seu brilho e translucidez diferentemente vistos são constituídos por uma tecnologia também diferente para resultados ainda diferentes e especiais, que estão além da capacidade cientifica humana obtê-los – Imagem do Projeto Portal.

O “maná dourado” atua no organismo do dimensional energeticamente, ajudando-o ter um prolongamento de vida, mas para isso ele deve paralelamente se valer dos efeitos da tecnologia das realidades paralelas do MPDL (Magnetismo, Pressão, Densidade e Luz), que atua em seu organismo através de exercícios físicos. O “néctar” já tem o propósito de ajuda-lo em seu rejuvenescimento

O dimensional que agora recebe o “maná dourado”, ele já tinha interagido anteriormente com o plasma frio e quente e também com outras tecnologias extraterrestres, para que seu campo energético chegasse agora na condição próxima às frequências ideais – mental e vibracional que tem hoje.

A incorporação dessas substâncias e dessas tecnológicas no campo energético do dimensional teve o objetivo de obter efeitos somatórios gradativos, para que mais recentemente ele pudesse também se valer do efeito do MDPL, que com ele seu corpo mostrasse mais saudável e com aparência mais rejuvenescida. Mostrasse também jovialmente com atitudes mais decisivas e idealistas e assim, se mostrasse ainda mais fortalecido sem cansaço e sem frustações quase sempre próprias à idade mais avançada.

Aquele que é mais idoso, mas que tem seu organismo sobre o efeito de algumas tecnologias e da ingestão de substancias originadas das realidades paralelas, ele tem uma aparência jovial, porque elas ajudam em seu processo de rejuvenescimento.

Ele ao ingerir “o maná dourado”, especificamente “o néctar” fornecidos pelas realidades paralelas e também o OX3 e mesmo outras substancias da realidade física como o pólen e determinados vegetais recomendados e ainda, ao incorporar o efeito do MDPL em seu organismo, esse conjunto de atitudes não só o ajudam rejuvenescer, como também remover todos os tipos de toxinas, que ele pode possuir com reflexo nocivo em seu campo energético. Essas substâncias e essas tecnologias têm o propósito de limpar o seu organismo, do que ele vem anos a fio ingerindo. Alimentos cheios de agrotóxicos além de serem bastante cozidos, deixando-se de saudavelmente ingeri-los 70% crus, 30% cozidos e sem excesso.

O dimensional com essas atitudes corretas começa obter através de seu organismo condições físico-energéticas da “formula da vida”, ao prolongá-la cada vez mais de maneira saudável e gradativamente se mostrar com aparência mais jovem, podendo com a idade real de 150 anos ou mais, por exemplo, aparentar a idade de 25 a 35 anos.

Banho de plasma” que aconteceu no dia 24 de fevereiro de 2004, foi uma tecnologia das realidades paralelas, já preparando o dimensional à sua transmutação – Imagem do Projeto Portal.

Aquele que energeticamente segue a “formula da vida”, ele está sobretudo atento às camadas de seu campo áurico, para que nelas não interfiram toxinas provenientes de seu corpo físico, em função do que ingere. Efeitos tóxicos que o predispõe à tristeza, à depressão, à irritação e no final tirando-o da sintonia com a Linha do Meio ou B (Neutra) de suas Três Linhas da Vida, que nela se direciona ao objetivo desejado, com o domínio total do seu pensar e do seu agir.

Fora dessa Linha o dimensional expressa mais em sua condição humano-emotiva e não aquela que deve se expressar em estado de graça, em um estado de neutralidade que o capacita mentalmente dominar todas frequências vibracionais. Ele que já trabalha consciente com frequências energéticas, deve aprender a permanecer na Linha B ou do Meio, por facilitá-lo, inclusive quando necessário, agir como um “Mago” percebendo energias tanto na frequência do lado A (negativo), quanto na frequência do lado C (positivo), sem se deixar ser atingido por elas.

Aquele que mentalmente apenas se situa em uma dessas Linhas (A ou C), se torna radical, porque acredita apenas no universo em que vivencia, em que acredita e, por isso não possui a visão do todo, não possui a capacidade de perceber e de entender energeticamente o que é gerado nessas duas frequências e o porquê delas – o porquê delas gerado em um mundo regido pela Lei Universal da Polaridade (O Quarto Princípio Universal).

Aquele que oscila entre as linhas A e C ou que permanece apenas em uma delas, conserva-se ainda em gueto mental, em fanatismo emocional sem capacidade de ter uma visão de cima para baixo, de não realmente exercer a sabedoria da compreensão necessária ao sentido da harmonia. Agora, aquele que está mais constante na Linha B, mais posicionando nessa frequência mental, sabendo dominar as Linhas A e C sem se deixar por elas influenciar, caracteriza-se pelo equilíbrio emocional e em estado de graça compreende opiniões divergentes, sem necessariamente delas participar e conflitar.

As toxinas atuando em demasia no campo áurico da pessoa, interfere em todas as camadas desse seu campo. Interfere nesse universo energeticamente mais sutil, não permitindo que ela alcance a Linha do Meio ou Neutra (C) de suas Três Linhas da Vida e, com isso dificultando-a para que viva mentalmente em equilíbrio, com harmonia não só consigo mesma, mas também com todos e com tudo em sua volta. Ela não se capacita vivenciar o sentido de “Todos somos Um”, por não exercer a frequência conhecida e chamada de Amor Universal.

Na vida do ser humano as guloseimas visivelmente agradáveis são armadilhas constantes, para efeitos desagradáveis com o acumulo de toxinas – Imagem da Internet

A pessoa já com uma grande quantidade de toxina em seu corpo físico e já com reflexo em seu campo energético, ela está constantemente incomodada, irritada ou então, em constante tédio e sonolência. Essa sua constante irritação a predispõe com outras pessoas, muitas vezes até de maneira agressiva. E quando se mostra mais sonolenta, ela não consegue ter foco, não consegue mentalmente fixar informações valiosas, ou sobre elas devidamente raciocinar, porque com essa sua intoxicação já não consegue também, absorver organicamente determinadas substancias minerais e vitamínicas necessárias ao seu equilíbrio orgânico, predispondo-a a uma sensação anestesiante, de moleza e de sono. Ela se torna predisposta a se tornar uma pessoa bipolar.

A maior presença de toxinas no organismo é que proporciona a sensação de se desligar, de não se ter foco, de não possuir controle sobre a frequência mental, portanto é uma situação especialmente nociva ao dimensional, por interferir no despertar de suas habilidades paranormais. Ele como parte de seu compromisso na realidade física utiliza-se de seu corpo físico, que só com ele pode despertar alguma ou algumas de suas habilidades mentais.

Os dimensionais da linhagem adâmica podem e devem aflorar suas habilidades mentais, por exemplo, a habilidade de telecinergia que move objetos à distância, a habilidade de psicosinergia que provoca sons em sua volta não de origem física e que se mostram na forma de estalos ou batidas rápidas. Mas, aqueles que estiverem em seu organismo nível alto de toxinas não conseguirão esses intentos.

A grande dificuldade do ser humano e especialmente do dimensional é perceber que as toxinas, que ele vem acumulando durante anos a fio prejudica sua vida. Ele não consegue se livrar totalmente delas, mesmo já vivenciando com as realidades paralelas. Ele não consegue ainda se livrar de certos alimentos (mais venenos), que habitualmente consome como hábitos arrigados em sua vida como chocolates, refrigerantes, cervejas, enlatados, embutidos, entre outros. Ele ainda não é suficientemente consciente para perceber que os efeitos nocivos dessas ingestões em seu corpo físico, terão efeitos diretos no seu campo energético – em seu campo áurico e mais sutil.

Na ingestão desses alimentos ele ingere junto toxinas, que bloqueiam a sua capacidade de mais inteiramente interagir com os mundos paralelos e mais sutis, evitando que ele alcance “tecnologias” na forma de substancias dessas realidades paralelas, que possibilitam seu rejuvenescimento, como deveria

 

Telecinergia, habilidade mental de movimentar objetos sem nele tocar – Imagens do Projeto Portal

Há milhares de anos toxinas já vinham interferindo no funcionando dos organismo vivos e assim também, no organismo dos primeiros seres humano através do cianeto que naquele tempo era mais constantemente presente na atmosfera. E se hoje as energias conscientes dos mundos paralelos (seres) alertam o dimensional sobre a ingestão de toxinas contidas excessivamente nos alimentos e insistem que se deve evitá-las, é porque já instaladas em seu corpo físico interferem em seu campo energético (áurico).

Assim, as toxinas são especialmente prejudiciais aos dimensionais que por causa delas não conseguem interagir mais consciente com os mundos paralelos e mais sutis, não conservam mesmo na realidade física a memória como deveria e ainda mais aquelas outras quando transitou por outra realidade de existência – quando transmutado transitou por outra dimensão de vibração mais acelerada, com outras Leis.

Como as toxinas interferem sobretudo, no processo transmutativo do dimensional, as energias conscientes dos mundos paralelos (seres) orientam que ele conserve seu corpo físico saudável, que não adoeça, que não tenha doença principalmente incurável, com o seu portador já como doente terminal fica sem condições, para que elas atuem em seu campo energético, através de tecnologias e de substancias que oferecem.

Na busca da transmutação evitar as toxinas, não é apenas um procedimento que o dimensional deve evitar, para que elas não se instalam em seu corpo físico através de alimentos ingeridos. É também o de evitar que elas interfiram no que ele pensa como frequência mental energeticamente negativa. No que ele pensa e age, não o deixando ser responsavelmente importante em relação à sua própria história como também, e principalmente, à história dos outros, que ainda não possuem uma percepção mais ampla e não se conduzem firmes e corretos em seus propósitos, por não entenderem mesmo trilhando momentaneamente caminhos diferentes, o objetivo final de todos é o mesmo.

Esse caminhar sem desistência, sem temor deve ser caracteristicamente do dimensional e, principalmente do dimensional já desperto, já consciente de sua real condição mental de manipulação multifrequencial, de utilizar de tecnologias e de ingerir substancias oferecidas pelos mundos paralelos.

Esse dimensional já constante em seu nível de consciência e já firme em seu padrão evolutivo consegue mais constantemente se posicionar mentalmente em sua vida na Linha B ou do Meio. Ele já consegue se conduzir pela neutralidade e sem julgamentos conviver com aqueles de várias linhas de pensamento. Com aqueles que ainda não conhecem, o ele que já conhece e vivencia, já fazendo parte de seu campo mental – de sua interação consciente com os mundos paralelos. Ele que já se tornou um “coringa”, consegue estar em várias situações diferentes, junto às várias linhas de pensamento, de entendê-las sem conflito, mas sem nelas mentalmente se inserir.

Ele já tem certeza do que pensa e do que age e assim, sem mais bloqueios não se radicaliza por já ter certeza de sua verdadeira realidade ao interagir e conviver consciente com os mundos paralelos. Com esses agora interagindo, ele não se limita mais à uma realidade física restrita apenas aos cinco sentidos humanos comuns e o seu entendimento e certeza são agora outros, quando também interage consciente com outras leis e não mais apenas com leis próprias à realidade física, que com elas comumente vivencia.

O dimensional quando interage diretamente com as realidades paralelas, como na entrega do “maná dourado” ou da “placa física”, ele deixa de perceber e de sentir detalhes nos instantes dessa sua especial e diferente sintonia, apesar deles serem vibracionalmente mais verdadeiros. Essa “insensibilidade” é gerada por frequências acentuadamente desiguais de mundos de existência diferentes e essa interação tornaria impossível se o dimensional possuísse excesso de toxinas inseridas em seu corpo físico, com reflexo em seu campo áurico.

As toxinas interferem na capacidade do dimensional interagir mais plenamente e mais consciente com esses outros planos de existência. Por esse motivo o dimensional atuante, energeticamente compromissado e expressando consciente a sua verdadeira realidade (mental) multivibracional, está tendo das energias conscientes (seres) desses mundos paralelos parceria em uma aliança protetora, para que o nível de toxina em seu organismo permaneça baixo. Uma aliança que estabelece uma ressonância energético-protetora, que atua em seu campo vibratório.

Energias conscientes das realidades paralelas como não estão mais sujeitas às leis para o mundo físico, como as que regem o espaço-tempo (terceira dimensão), elas como passe de mágica desaparecem ou se mostram em vários locais instantaneamente – Imagem do Projeto Portal.

O dimensional procurando se cuidar, diminuindo o máximo o efeito das toxinas em seu organismo, sejam elas de origem física (alimentos) ou de origem emocional (todos os tipos de aborrecimentos), os seus vórtices (chacras) começam alinhar entre si e com esse equilíbrio (alinhados) começa surgir nele uma outra postura mais positiva e mais constante gerada de dentro para fora.

Ele através dessa harmonia funcional e vibracional dos vórtices das camadas de seu campo áurico gera frequências positivas, ajudando-o permanecer em equilíbrio mental emocional com reflexo em todo seu ser. Em estado de graça ele pode entrar em ressonância com as energias conscientes dos mundos paralelos em qualquer lugar, procedendo-se equilibradamente sem comportar como um esquizofrênico. Ele já consegue se mostrar equilíbrio entre o interno e externo – ou, entre o seu campo energético (camadas da aura) e o seu corpo físico, com uma outra visão que o permite perceber situações de maneira mais correta, de forma mais harmônica e mais universal

O dimensional deve se esforçar para que dentro do processo de modificação de seu campo mental alcance a capacidade de desenvolver suas habilidades mentais, que são ao todo em torno de quatro mil e de desenvolver os sentidos, que além dos cinco comuns são cento e cinco. À medida que ele vai desbloqueando o seu corpo físico (desintoxicando-o), os seus vórtices energéticos (chacras) começam funcionar em harmonia entre si e no final começam funcionar independentemente até de sua vontade, quando ele então fica mais constante situado na Linha B e tem também mais a visão do todo e tem ainda mais capacidade de utilizar suas habilidades mentais.

As habilidades mentais são inúmeras, que com algumas delas o ser humano se identifica mais na realidade física – Imagem da Internet.

O dimensional deve começar a perceber o porquê das situações que ocorrem em sua volta e o porquê das atitudes das pessoas com ele e vice-versa. Deve começar constatar fatos e não pessoas, julgando-as. Só assim então que ele começa perceber finalmente, que as energias (frequências) não são boas e nem ruins, depende do motivo daquele, que as utilizam em um ou em outro sentido.

O “maná dourado” vai ajudá-lo se conduzir mentalmente com mais equilíbrio, possuir maior grau de memória e ter uma percepção maior das coisas. Vai ajuda-lo produzir mais energias positivas, para que tenha maior controle sobre o que pensa. Tenha maior controle mental, sem ficar achando o que o outro pensa não está correto, porque não está em sintonia com o que ele pensa e, por isso o cerca com uma ressonância mental negativa.

O dimensional em seu compromisso de propagação deve estar vibrando em uma frequência mental positiva, irradiando de seu campo áurico através de seu corpo físico (no que fala ou no que escreve) frequências sintonizadas com a Linha B (Neutra) de suas Três Linhas da Vida. E quando nesse sentido utilizar de objetos, que eles estejam também fotonizados com energias positivas para ajudar a modificar a frequência mental daqueles que as recebem, modificando-os em seus sentimentos confusos e tristes, entre outros sentimentos negativos, se possuírem.

O dimensional que já trabalha consciente com energias multivibracionais tem responsabilidade de realizar desbloqueios emocionais não só os seus como os dos outros. De trabalhar energeticamente com outras pessoas, quase sempre em silencio e utilizando-se das forças da natureza, que delas utilizam também as energias conscientes dos mundos paralelos (seres), quando se valem de várias formas de interação, como os flashes que modificam o campo energético do dimensional, que por ressonância modificam também posteriormente o campo energético de seus familiares e de seus amigos.

Quando acontecem os flashes antecipando acontecimentos com as realidades paralelas, essas sinalizações podem identificar varias situações na realidade fisica, entre elas aberturas de portais eletromagnéticos – Imagem do Projeto Portal.

O dimensional que é consciente e atuante deve permanecer assim, para o que seu campo energético permaneça em uma determinada frequência vibratória mais sutilmente,  mais acelerada e não abaixe para uma frequência vibratória mais densa. Em todas as atividades com as realidades paralelas que ele e os demais companheiros participam, estão interagindo com frequências vibracionais muito mais aceleradas com as dos ultras, das energias conscientes dos mundos paralelos (seres) e com mais outras frequências, que no final se somam, produzindo nele “algo” diferente, energeticamente mais vibracional.

Quando dois ou mais dimensionais reunirem com esse objetivo, criam uma abertura energética, para que as realidades paralelas os percebam, porque nesse momento já começa existir uma mudança vibratória em seus campos áuricos, desde que neles não existam bloqueios, para que as energias conscientes dessas realidades possam com eles continuar interagindo.

A dioxina composto químico toxico está presente em muitos utensílios (plásticos) que o ser humano utiliza, portanto o dimensional deve ter muito cuidado com o que parece ser inofensivo, quando por exemplo, esquenta muito ou mesmo queima esses utensílios, que liberam essa substancia e que é até cancerígena. Alimentos que por acaso venham ser contaminados pela dioxina, o vinagre de maça ajuda eliminá-la.

É sempre bom salientar, que o dimensional deve eliminar o máximo as toxinas de seu corpo físico, que atua também de forma deletéria em seu campo energético, não deixando que as substancias fornecidas pelas realidades paralelas atuem nele satisfatoriamente.

Outro constante cuidado que o ser humano deve ter além daquele originado de todos os tipos de toxinas, é o de selecionar as ondas, entre milhares delas, que cotidianamente atuam em volta de seu campo energético. Ele deve deixar que aproxime dele apenas aquelas que o harmonizem, exercendo sobre elas controle emocional, para que possa se focar e se manter na Linha B (Neutra) de suas Três Linhas da Vida. Nela se manter em constante equilíbrio, sem se deixar influenciar emocionalmente, ora para o lado de recordações com momentos bons de experiências boas (Linha C) ou ora para o lado da recordação dos momentos de insatisfação, de tristeza e de raiva (Linha A).

O que tolhe o ser humano é o seu comportamento emocional oscilante, sem foco que não permite que gere de fato uma linha entre ele e o seu objetivo – ao que ele quer ter ou quem quer ser.

Ele deve focar no que quer, sem se deixar oscilar entre milhares de frequências de origem externa como as dos aparelhos eletrodomésticos em sua volta, celular, televisão e rádio, etc., e principalmente aquelas de origem internas e mais diretas originadas de sentimentos de inveja, egoísmo, raiva e cobrança, entre outros. São incontáveis as frequências vibracionais que como ondas vibram em sua volta e, como o seu corpo físico é constituído um pouco mais de 70% de agua, essa ressoa energeticamente todas essas vibrações e assim, basta que aconteça algo mesmo que seja pouco, para que ele se sinta irritadiço, para que tenha uma reação negativa e saia de foco e desvie de seu objetivo, podendo até ficar por mais tempo no quarto caminho.

 

Parafernália eletrônica uma “intoxicação” a mais que a tecnologia atual acrescentou à vida do ser humano.

O dimensional que já despertou, mas por algum motivo não está em sintonia com uma de suas três Linhas da Vida (A, B e C), portanto está sintonizado com o quarto caminho ele fica sem a necessária ondulação energética para prolongar sua vida, sem condições para modificar suas células. Cerca de noventa por cento de sua vida é de sua responsabilidade saber conduzi-la, direcioná-la saudavelmente em todos os aspectos. Os dez por cento restantes a responsabilidade é das energias conscientes de outras realidades (seres), que no sentido de ajudá-lo, lhe dão tecnologias, informações e substancias que ingere, para que tenha uma existência mais saudável e prolongada como formulas de vida.

Importante é que a cada segundo de sua vida o dimensional pode mudar, direcionando-se positivamente mais focado, mais compromissado, mesmo que no início dessa sua mudança sinta certa dificuldade, certo desconforto, mas com o tempo ele acostuma com esses seus novos e saudáveis hábitos.

O “maná dourado” como uma substancia única pela sua atuação no organismo humano e pela maneira com que materializou na realidade física, é por essa singularidade um instante energeticamente sagrado e de consagração para aquele que o recebeu e que para isso se esforçou muito.

O ser humano deve fazer cada instante de sua vida um momento único e energeticamente nele focado em estado de graças percebê-lo na singularidade do sagrado. Principalmente nesse momento em que a humanidade vivencia a desumanidade da violência, do ódio, da destruição e não do sagrado pelo sentimento da gratidão, do reconhecimento e do amor em seu sentido universal. Mas, o que ele no fundo procura ainda na realidade física é alcançar através de sua mente e de seu coração essa frequência compatível à do sagrado.

Todos os dimensionais ainda na realidade física devem aprender dar os seus “cliques mentais” em sua busca de interação com as realidades paralelas, utilizando-se dos mesmos passos daqueles que já consagraram através da conquista de uma sobrevida e que com ela praticamente já transmutaram, saindo do processo de nascer, crescer, envelhecer e morrer em um ciclo repetitivo, sem chegar a nenhum lugar.

Eles devem nessa sua caminhada em busca desse seu objetivo final, observarem primeiro a sua alimentação que deve ser saudável; segundo fazerem atividades físicas para aumentar a carga elétrica corpórea (MDPL); terceiro procurarem sempre mais conhecimento e desenvolverem sua capacidade intelectual, ficando com as suas mentes mais abertas, sem ficar presos a um só ponto de vista; quatro observarem suas frequências emocionais, conservando-se mais na Linha Neutra (B) de suas Três Linhas da Vida

Essas quatro observações devem ser seguidas como um todo, que deve se somar às frequências das energias conscientes de outras realidades (seres), que os auxiliam para que não percam o foco, no que fazem e no que buscam.

Como já foi mencionado, os seres humanos estão constantemente à mercê de alimentos (toxinas) e de forças que interferem de forma nociva entre o seu corpo físico e o seu campo energético (áurico). Essas forças especificamente são frequências de ondas, que os envolvem e especialmente interferem no campo energético dos dimensionais, se não acautelarem.

O rejuvenescimento pelo néctar é total, ele é interno e externo e não apenas exteriormente aparente através de cirurgia plástica – Imagem da Internet.

Como já foi também mencionado, frequências de ondas estão constantemente bombardeando o campo energético do ser humano através de vários eletrodomésticos de seu uso diário como a televisão, o rádio e mais ultimamente os celulares e similares. Ele apenas acionando controles, teclas ou diais, várias frequências de ondas são vistas e escutadas por ele na forma de imagens e de sons. Frequências de ondas que já estavam constantemente movendo em sua volta e envolvendo-o, interferindo no seu campo energético, mas que não eram por ele percebidas.

Essa realidade ondulatória e vibratória é também bastante visível nas interações de contato, quando o dimensional interage com energias conscientes de várias realidades de existência (seres), que se mostram na realidade física como frequências diferentes, desde dos elementais ou dos enteais até aquelas chamadas de divindades. São assim chamadas pelas diferenças de frequência de ondas que emitem.

Essas energias dos mundos paralelos quando se mostram ao dimensional, caracterizadas pelas vibrações que emitem como cor/luz, se valem das forças da natureza com suas várias frequências, para então já em corpos bioplasmados com maior ou menor frequência de vibração se identificam, para o objetivo do momento. Objetivos como o de passar informações, de entregar o “maná” ou “néctar”, entre outros.

O “maná dourado” quando ingerido pelo dimensional atua em seu corpo mental com reflexos muitos positivos. Quanto ao “néctar” para que ele cumpra o objetivo que sua ingestão proporciona, o dimensional deve se conservar saudável em seu sentido mais amplo. O néctar tem a função de resgatar toda a evolução biológica do corpo através de sua carga hidroelétrica, tornando-o mais saudável, tendo em vista que é constituído mais de 70% de água e daí, a importância de se trabalhar sua carga hidroelétrica.

Um corpo saudável é condição básica para a transmutação – Imagem da Internet.

Ao buscar informações que são passadas pelas realidades paralelas e que são aplicadas em si, o dimensional adentra em um mundo de conhecimentos que foi muito tempo atrás apenas para poucos através da Escola de Mistérios. Informações que agora para ele não estão sendo mais ocultas, na medida em que vai paulatinamente (em função de sua atuação direcionada pelo seu compromisso), adquirindo novos conhecimentos e novas experiências com as realidades paralelas e com elas vai removendo o véu, que até então cobria o que antes era considerado mistério.

O dimensional já desperto e consciente de sua verdadeira realidade multivibracional, ele já está em outro padrão evolutivo, portanto é possuidor de conhecimentos inerentes à essa sua nova frequência mental, que não mais aceita conceitos associados ao misticismo, aos mistérios e aos “milagres”. Para ele o que até então estava no campo dos mistérios, deve agora pelos conhecimentos e vivências que já possui, procurar explicações no campo físico, físico-químico e biológico, entre outros, excitando-se no processo da desmitificação.

O dimensional deve sair do mundo milenarmente controladores econômico-financeiro, político e religioso, principalmente este último que utiliza e empurra conceitos de dogmas e de fé para o que se quer, confundindo talvez propositalmente conceito de religião com espiritualidade (religiosidade) e de fé com desejo profundo ao se ter mentalmente foco.

Ele que já se despertou, conscientemente já conduzido pelos seus novos conhecimentos e pelas suas novas vivências com as realidades paralelas, deve  através de seu pensamento na quinta dimensão já ter noção, que ter fé é saber se inserir na frequência da quarta dimensão ou no mundo do bioplasma movido por um desejo profundo, onde o que é chamado de “milagre” começa a se realizar, para então já na frequência da terceira dimensão (realidade física) e agora movido pela vontade o que foi antes desejado profundamente, no final se materializa. 

Portanto, o dimensional já deve ter a noção que “milagre” é um processo Multifrequencial inerente a três realidades (5ª, 4ª e 3ª dimensões) e também um processo Multivibracional inerente respectivamente a três condições (mentais) conduzidas pelo Pensamento, pelo Desejo e pela Vontade e, que é ainda em linguagem religiosa mencionado como Pai, Filho e Espirito Santo.

Nesse processo interdimensional voltado às materializações está presente a frequência de Luz/Cor Vermelha (Bioplasma) também chamada de Energia Crística, que é uma frequência da 4ª dimensão para realização na 3ª dimensão – no mundo físico, e que dela Jesus de Nazaré – o Cristo, utilizava para fazer as suas materializações e suas curas.

 

O Primeiro Princípio Universal explicita, que “o Universo é mental, que ele está dentro da Mente d’O Todo, como também O Todo está em Tudo, portanto o Criador Supremo está dentro da Consciência do Todo. Cada um percebe e demonstra essa verdade de acordo com seu padrão evolutivo – Foto do Sol de Antônio Carlos Tanure.

O dimensional verdadeiramente consciente deve informar só o que ele tem certeza de ser fisicamente correto, o que é voltado quase sempre à física – ao “quantum de energia”, à física quântica, principalmente quando ele está vivenciando com energias conscientes (seres) de outras realidades. Deus para ele não deve ser uma entidade mística, mas percebê-lo melhor em sintonia à Mente Universal, conforme o Primeiro Princípio Universal explicita, ser o Universo mental, que ele está dentro da Mente d’O Todo. Portanto, o “Tudo está n’O Todo, como também O Todo está em Tudo. Deus deve ser percebido como o Criador Supremo dentro da Consciência do Todo.

O dimensional percebendo-se agora mais claramente inserido nesse todo, mas ainda com corpo físico ele por isso deve se cuidar, para que esteja cada vez mais saudável e possa através dele entrar em sintonia de harmonia com o Todo. Ele deve se dar esse “clique” de percepção, para que não se desvencilhe da caminhada que já iniciou no sentido de se ver mais plenamente quem é – e, de futuramente se mostrar (vibrar) como um ser universal e multidimensional.

Nessa sua caminhada ele deve obter o máximo de informações e de conhecimentos, enquanto vai também pela sinalização da tecnologia do MDPL realizando exercícios físicos, que o ajudam liberar endorfina, que é um neuro-hormônio produzido na glândula hipófise e que como um neurotransmissor coopera em seu rejuvenescimento físico.

Mas, para que esse neurotransmissor funcione melhor em seu organismo, ele deve se cuidar em relação aos alimentos que ingere. Nunca se esquecer, que deve também cuidar do seu equilíbrio emocional, que indiretamente está relacionado à capacidade do seu organismo absorver suficientemente alimentos e de também fisicamente rejuvenescer na medida em que vai ainda absorvendo as substâncias oferecidas pelas realidades paralelas.

Aquele vive em constante desequilíbrio emocional gerado pelo estresse, chateações e lamurias, entre outros sentimentos negativos, seu corpo vive também constantemente liberando através da glândula suprarrenal os hormônios cortisol e adrenalina, que funcionando como substancias neurotransmissores transmitem informações às células, através de seus neuroreceptores – transmissões de informações químicas que acontecem no interior da célula. Nelas os neuroreceptores funcionam não só para receber informações passadas pelos neurotransmissores associadas aos nutrientes ingeridos, como também ajudam eliminar as toxinas das células.

Na sinapse acontece a passagem do estímulo entre um neurônio e outro, entre o neurônio pré e pós sináptico. O fenômeno na sinapse é químico, ficando a atividade elétrica restrita ao interior dos neurônios. Os responsáveis por essa atividade química são, de um lado os neurotransmissores e, de outro, os neuroreceptores. Trata-se da teoria da chave (neurotransmissor) e da fechadura (neuroreceptor). O neurotransmissor sai de um neurônio (pré-sináptico) e acopla-se no neuroreceptor de outro (pós-sináptico).

Neurotransmissores e neuroreceptores atuando entre as sinapses – Imagem da Internet

A presença mais ativa do hormônio neurotransmissor cortisol funciona como “um alerta”, ajudando combater no organismo os agente agressores como vírus, bactérias, etc., atuando em todas as células, que de tempos em tempos se reproduzem. Só que essas novas células agora contendo mais neurotransmissores relacionados à defesa, contem menos aqueles relacionados ao recebimento de alimentos na formas de proteínas e de vitaminas etc. – e assim, as células não permanecendo saudáveis como devem, o corpo com um todo não permanece também saudável.

Conservar o equilíbrio emocional é estritamente importante, porque mesmo indiretamente ele está relacionado à capacidade do organismo absorver o alimento, absorver também as substâncias oferecidas pelas energias conscientes das realidades paralelas (seres), dificultar o envelhecimentos e facilitar o rejuvenescimento. O equilíbrio emocional, é ainda importante, para que se tenha o equilíbrio funcional ao nível celular entre os neuroreceptores e os neurotransmissores, porque os primeiros vão se tornando não funcionais, pelo uso excessivo dos segundos.

Aquele em constante desequilíbrio emocional, comportando-se de maneira irritadiça com ele próprio e com todos os demais, é porque muitas vezes não consegue sair desse comportamento, já que o seu corpo está “transbordando” do hormônio cortisol. O contrário acontece também com aquele, que esse hormônio está em baixa no seu organismo. Ele vivencia a emoção da superação, do bem-estar, do prazer, da recompensa e da alegria na frequência mental do estado de graça. O seu organismo está “cheio” do hormônio dopamina.

O hormônio da dopamina estimula à sensação de satisfação, de alegria, de prazer em bem viver e de se sentir livre – Imagem da Internet

O dimensional conscientemente atuante vive o seu momento único, vive o seu momento de “clique”, relacionado à sua sobrevida necessária à sua transmutação. Momento em que procura levar sua vida de maneira mais saudável possível, para que o seu organismo tenha condições de absorver as substancias para ele oferecidas pelas realidades paralelas, que facilitam a sua transmutação em um primeiro momento no ano de 2018, em um segundo momento no ano de 2028 e em um terceiro momento em datas posteriores quando ele alcançar a condição dentro de um padrão mental, evolutivo e multivibracional para isso, quando terá também capacidade para se teletransportar, bilocar, etc. já dominando outras leis além dessas para a terceira dimensão

Quando se vivencia mais constantemente situações tidas como negativas, as informações desses momentos vão através de neurotransmissores para o corpo inteiro e especialmente para o cérebro e nele são processadas ao nível do lóbulo central (do raciocínio, das decisões, etc.), através de uma rede de neurônios que se ligam por sinapses, que entre elas existem uma abertura- fenda sináptica. Na medida em que se vai tendo e acumulando quaisquer sentimentos negativos (frequências negativas), as fendas entre as sinapses vão aproximando, portanto essas vão também aproximando e encurtando a distância entre os neurônios. Com esse encurtamento é mais fácil os neurotransmissores associados neste caso às frequências negativas se estabeleçam nessa rede neural – “se viciem”, utilizando-se mais constantemente dela.

A consequência dessa aproximação neuroquímica é constatada no cotidiano das pessoas, quando mesmo contrariadas com notícias jornalísticas de uma determinada fonte de notícias, elas mesmo assim estão ora e meia ligadas à essa fonte de informações, porque tornou-se um vício para elas a necessidade dessas notícias. Elas tornaram prisioneiras dos neurotransmissores dessa sua rede neural “viciada’. Vicio que ainda prejudica os receptores das outras células de seu corpo, danificando-os.

E, esses neurotransmissores cada vez mais “exigentes” vão conservando essas pessoas com pensamentos e ações de negatividade, longe da conduta de neutralidade da Linha B, longe do estado de graça e longe de sua transmutação. Elas se tornam constantemente insatisfeitas, reclamadoras e cheias de todos os tipos de dúvida, distanciam-se das frequências (sentimentos) da felicidade, da alegria e da pura satisfação.

Rede neural como um conjunto de neurônios, sinapses, neurotransmissores e neuroreceptores – Imagem da Internet.

Os hormônios endorfina, melatonina e dopamina quebram de certa forma o efeito do hormônio cortisol. Endorfina é uma substância natural produzida pelo cérebro durante e depois de uma atividade física que regula a emoção e a percepção da dor, ajudando a relaxar, gerando bem estar, gerando prazer e ela é produzida na glândula hipófise.

Melatonina é produzida pela glândula pineal e tem principal função em regular o sono e, em um ambiente escuro e calmo, os níveis de melatonina do organismo aumentam.

Dopamina atua no controle do movimento, da memória e da sensação do prazer e como um neurotransmissor produzido no sistema nervoso central, na medula das glândulas adrenais e também liberada pelo hipotálamo está relacionada ao comportamento, da cognição, da sensação de motivação e da “recompensa”.

As ondas chegam ao dimensional como informações através de seus cinco sentidos em sua interação cotidiana com a realidade física e também através do seu campo áurico com os seus vórtices (chacras) em sua interação com as realidades paralelas.

As energias conscientes das realidades paralelas (seres) quando “chegam” à realidade física, emitem uma onda que é captada pelo dimensional através de seus vórtices coronário e frontal, que fazem vibrar sua a glândula pineal com os cristais nela contidos (apatita) e que levam com essa vibração informações através da melatonina para a parte mental do cérebro associada à visão – à visão mental ou à terceira visão, quando então ele vê momentos das realidades paralelas, que outra pessoa apenas com seus olhos físicos não os vê.

Aquele que ao ter uma informação, sente nesse instante pela força do seu pensamento intensa emoção, ele gera uma consciência eterna – Protoconsciencia. Ele gera consciência ligada à matéria, que se registra nos micro túbulos dos neurônios e onde acontecem alguns processos quânticos. Onde acontecem algumas reações quânticas, quando essa consciência em sintonia com o seu corpo se eterniza.

Essa consciência é uma onda que traz informações de todas as suas vidas passadas, que ficam gravadas em seu sistema límbico (cérebro). O sistema límbico que está em uma região do cérebro é constituído de neurônios, que formam uma massa cinzenta denominada de lobo límbico (daí talvez, o antigo sentido religioso do limbo para aqueles que ficavam à margem, presos em um mundo sem definições (cinzento), não indo para “o céu ou para o inferno”?) Esse sistema compreende todas as estruturas cerebrais relacionadas principalmente aos comportamentos emocionais e sexuais, aos da aprendizagem, aos da memória e aos da motivação. Resumindo, a sua principal função é a integração de informações sensitivo-sensoriais com o estado psíquico interno, onde é atribuído um conteúdo afetivo a esses estímulos e onde a informação é registrada e relacionada com as memórias pré-existentes.

A evolução é uma somatória de informações com emoção. Ela é uma somatória de experiências com emoção, que eternizam como memórias. As outras emoções rotineiras sem essa condição não se conservam. O choque de consciência como uma experiência com intensa emoção possibilita essa memorização pelo prazer ou pelo medo, pelo amor ou pela dor.

As informações que agora o dimensional já começa vivenciá-las com intensa emoção, ao dar os seus “cliques” no sentido de se transmutar, ele as levará como memória para os mundos paralelos.

Evolução é conhecimento com emoção, mas sem egoísmo, sem arrogância e sem prepotência. É conservar a alma vibrando nessa última etapa do grande ciclo de 25.625 anos e não pulverizá-la. Que cada um desperte movido por esse “clique”, para que já transmutado se torne livre das reencarnações.

Translate »