Postado por

Portais

Portais
Print Friendly

A abertura de um portal na terceira dimensão é antes de tudo uma abertura no tempo. O tempo pode ser percebido como pensamento em movimento que vivifica a consciência. O passado e o futuro são propriedades da consciência e através deles é que ela (consciência) transita por ressonância no tempo. Entretanto, é no aqui e agora que o ser humano manifesta a sua Consciência Divina, portanto, o Presente “É” e Nele, o homem pode transcender o próprio universo físico, que nada mais é do que luz condensada em diferentes freqüências.

O domínio da matéria faz parte da quarta dimensão, com as ondas cerebrais do indivíduo vibrando em um nível mais alto, para que isto aconteça.

Um portal quando é fisicamente aberto ao nível dos cinco sentidos humanos, se expressa eletromagneticamente na terceira dimensão, pode ser fotografado e filmado, enquanto uma visão mental que está ao nível do extra-físico, em sintonia com outras dimensões e com outras esferas superiores, acontece apenas ao nível do sutil, ao nível da percepção e da intuição humanas.

Um portal dimensional é uma dobra no espaço onde existem as condições eletromagnéticas necessárias para que ocorra uma fusão de espaços.

A abertura de um portal, quando é espontânea, ocorre um rasgo no céu como se fosse um circulo (uma circunferência de luz), mas ele pode também se mostrar flutuando, como se fosse uma porta de luz, geralmente meio oval e se uma pessoa ou mais pessoas entrarem nele, permanecerá aberto até que a última pessoa retorne.

Quando um portal abre desenhando eletromagneticamente o seu túnel do tempo, o vórtice com a sua forma espiralada é o eco energético dos Planos Superiores de Vibração na terceira dimensão.

O individuo/dimensional quando está dentro de um portal energético e, portanto, interagindo com outros Planos da Realidade, ele fica com a sua capacidade mental aumentada na mesma proporção em que o seu estado emocional diminui, o seu campo energético através dos seus chacras fica ampliado e ele adquire um outro nível de consciência alimentado por momentos mais sutis de percepção.

O que o individuo chama de tempo registra as experiências de sua vida e está associado ao espaço. Pensar uma realidade tridimensional sem o que é chamado de tempo é difícil para uma mente racional. Entretanto, o indivíduo/dimensional deve começar a perceber o que referencia a terceira dimensão é o espaço e não o tempo, pois uma consciência dimensional que já interage com a quarta dimensão já percebe esta verdade.

Para que a passagem pelo portal se faça, o indivíduo deve direcionar a sua mente para o que almeja, através de um intenso desejo. Portanto, passar por um portal é se projetar em outro lugar e qualquer indivíduo pode abrir portais, mas antes ele precisa passar por uma preparação que lhe permita dominar e comandar a sua freqüência mental.

A abertura dimensional se mostra na terceira dimensão com mais de 51 cm de diâmetro e se lança um objeto nela, este objeto fica suspenso dentro da abertura. Quando o dimensional atravessa um portal e ele fecha com ele dentro, só após sete horas, é que o dimensional será devolvido. O portal devolve o individuo após sete horas, uma hora para cada camada da aura e como ele tem sete camadas, são sete horas para que se dê completamente a inversão da polaridade dimensional. Entretanto, a volta do portal pode demorar um pouco mais ou um pouco menos de sete horas, dependendo dos estágios de evolução e de vibração de cada individuo/dimensional e também de acordo com a freqüência cerebral alterada de cada um.

No tempo zero tudo se expressa ao nível do pensamento, tudo é instantâneo, o que acontece nele se assemelha ao sonho, quando se sonha durante horas, mas quando acorda, foram apenas alguns segundos ou alguns minutos registrados tridimensionalmente. Na quarta dimensão o pensamento cria formas e nesta freqüência tudo é possível, o dimensional materializa o que ele quer. Nesta situação o Mental Dimensional funciona constantemente e por causa do alto grau de vibração da mente do individuo, tudo em sua volta é também vibracionalmente tocado.

Se o individuo/dimensional ao nível da quarta dimensão souber manipular tecnicamente a energia que a sua mente criou dando-a forma através do seu pensamento, fará que ela chegue à terceira dimensão. Os sonhos são da quarta dimensão e constituem uma reação do subconsciente físico do indivíduo.

O sonho que parece real, com o indivíduo às vezes tendo a sensação de até senti-lo em seu corpo físico ou no espaço físico que o circunda, é um sonho do plasma, é um sonho/realidade da quarta dimensão. O sonho/realidade sendo positivo para o dimensional ou para outras pessoas, o dimensional poderá fazê-lo acontecer, transformando-o em uma realidade energética da terceira dimensão.

Na freqüência do tempo zero um segundo equivale a muitas horas de experiências tridimensionais, é como se nela estivesse desenvolvendo uma velocidade muitas vezes maior do que a velocidade da luz. Na freqüência do tempo zero, se outras pessoas passam perto de um indivíduo que está interagindo nesta freqüência (dentro de um portal), ele não será visto.

O dimensional após atravessar o portal e interagir na freqüência da quarta dimensão o equivalente algumas horas da terceira dimensão, ele verá quando retornar que o tempo não passou e porque estava vibrando na freqüência do tempo zero, o seu relógio marcará na sua volta, a mesma hora da sua partida.

O indivíduo à medida que interage com a energia de um portal, pode ter visões e ver flashes de luz, em maior ou em menor quantidade, dependendo do seu campo eletromagnético (kundalini), do seu desenvolvimento mental e do seu nível de consciência. Quando estiver dentro do portal, ele deve procurar fazer uma profunda faxina mental, removendo dos porões escuros do seu subconsciente todo o lixo mental nele existente. Neste momento, aquilo que o aflige é que se manifestará primeiro e só depois será potencializado o que para ele é “positivo”, quando então, ele poderá ver tudo, inclusive o seu futuro e o seu passado.

O dimensional poderá trazer um objeto de dentro do portal, que inicialmente será só luz, para depois ir paulatinamente se materializando, até que ele tenha condições de ser trazido fisicamente para a terceira dimensão. Neste momento o dimensional ficará perfeitamente lúcido, consciente e, portanto, deverá anotar tudo que ele perceber e ver. Quando o indivíduo/dimensional interage com a energia de um portal é como aprender a digitar ou pedalar uma bicicleta, ele não esquece mais.

Os “seres” quando desaparecem ou aparecem instantaneamente, com a presença de um flash de luz acompanhado de um estalo, eles estão provocando uma passagem entre a terceira e a quarta dimensão, através de portais energéticos.

A freqüência na luz violeta tem uma interação direta com a quarta dimensão, porque ela ao mesmo tempo, puxa o objeto da terceira dimensão e o desmaterializa. A maneira de abrir os portais pode ser também obtida através de um processo, que os “seres” inserem no indivíduo/dimensional (implantes), entretanto, se ele apresenta em sua aura energia extra-física, é capaz de interagir normalmente com os portais.

A terceira dimensão é energeticamente densa para que se manifeste normalmente um estado sutil de percepção consciente, neste plano o subconsciente do individuo/dimensional pode ficar vagando e a sua mente ficar dispersa. Portanto, não é tão simples a sintonia do indivíduo com as dimensões superiores, antes ele precisa vivenciar uma tremenda transformação interior e em seguida eliminar a sua negatividade, porque os “seres” quando materializam na terceira dimensão e o local da materialização não é um vórtice de energia (portal), eles utilizam às vezes da energia mental do individuo/dimensional, para que se plasmem e se mostrem.

Os portais energéticos estão cada vez mais se abrindo e para que o dimensional possa interagir com os mesmos, é necessário que ele também vibre em uma faixa de freqüência cada vez mais alta. O indivíduo/dimensional terá que desenvolver a sua capacidade de teletransporte com os recursos da sua mente e ao mesmo tempo aprender a tecnologia de teletransporte dos “seres”. Desta maneira é que ele auxiliará e salvará muitas pessoas em momentos vindouros e difíceis.

Quando o indivíduo acessou a sua “placa”, aconteceu-lhe a reviravolta do espelho. Com a sua “placa” plasmada, ele transpôs mentalmente o portal e a partir daquele momento, como dimensional, começou a olhar para o verdadeiro lado da sua realidade. Com uma nova consciência ele começou a se perceber como Unidade e não como individualidade que conflita.

Quanto mais o dimensional através de sua “placa” amplia o seu estado de consciência, mais ele interage com o meio ambiente, com o mundo e com o universo.

Quando o corpo e a consciência do indivíduo se reformarem na Luz, será o seu pensamento que o caracterizará nesse novo plano e o seu pensamento situado ao nível etéreo será mais real do que uma ação física. Na quarta dimensão o individuo será etéreo e como em uma tela de televisão projetará os seus pensamentos e todos poderão vê-los e ouvi-los, ele será um ser transparente para todos e todos serão transparentes para ele, todos se tornarão um livro aberto, uns para os outros.

O dimensional para viajar no tempo deve antes irradiar a sua Luz Viva através dos seus pensamentos, que o conduzem a novos níveis de consciência. Quanto mais ele aprender a interagir com as dimensões mais sutis, mais manifestará nele o seu aspecto divino.

Como já foi anteriormente citado, a vida na Vida é um constante aprendizado para que a consciência perceba-se em vários níveis de informação, em várias freqüências codificadas da Luz, experimentando a Manifestação.

Pela comunhão consciência/Consciência é que o dimensional através do seu Cristo Interno poderá transpor qualquer barreira, seja ela visível ou invisível, permitindo-lhe que abra o Grande Portal e tenha o maior dos contatos – a sua sintonia com o Eu Superior.

Lagoa Santa/MG-BR 19 de setembro de 2004.

 

___________________________


Outros Textos

 

 

 999

O dimensional em missão já deveria ter neutralizado o número 666, percebendo-o codificado no número 999.

Estes dois números são cabalísticos, transcendem-se como expressões numéricas e como estão em ressonância, irradiam energeticamente no presente codificações do futuro e do passado.

O numero 666 está inserido na história cósmica do dimensional, ele representa um grupo de indivíduos (dimensionais) que veio com uma determinada consciência para despertar a população de um modo geral. O numero 999 representa estes mesmos indivíduos já com uma freqüência vibracional a ponto de promover a sua transmutação, de promover a transmutação de outros indivíduos, de resgatar multidões em um momento especial e de intermediar os seres humanos com os “seres”.

Ao nível físico e transcendental as codificações 666 e 999 estão literalmente inseridas dentro do contexto Projeto Portal, a codificação 666 como missão dimensional e a 999 como a sua ressonância no espaço/tempo, precisamente no espaço da Fazenda Boa Sorte/MS-BR, no ano de 1999.

O indivíduo/dimensional que há mais de sete anos vem acompanhando e vivendo a construção física e energética do Projeto Portal, teve a exata noção da grandiosidade daquele momento, que já era esperado há seis mil anos e que ele viveu no dia 10 de outubro de 1999, em torno das 4h45min, na Fazenda Boa Sorte. Com a entrega da primeira “placa”, começou a alterar a freqüência mental de todos os dimensionais conscientes e inconscientes, portanto, começou a alterar a freqüência mental de um terço da população da Terra.

Naquela data o futuro e o passado codificados no presente se expressaram através da Chave Energética da primeira “placa”, que permitiu a abertura da Grande Porta e com ela de uma maneira definitiva e decisiva o livre trânsito entre a terceira e à quarta dimensão.

Portanto, a partir de 1999 estava assegurada a permanência no plano físico dos Guardiões dos Planos mais Sutis, dos Agentes Condutores das Mudanças a nível individual e planetário, que irradiam uma nova freqüência mental/vibracional e que a propagam por todo o planeta, possibilitando o surgimento de uma nova consciência.

O ano de 1999, quando a Xendra foi também fotografada no mês de julho, foi um ano decisivo com um caminhar sempre para frente, um caminhar para o qual não existe retorno, porque o campo vibracional com o qual o dimensional agora interage, já foi ativado.

A partir daquela data os “seres” já podiam se expressar na terceira dimensão junto ao dimensional/Projeto Portal, auxiliando-o em sua missão e preparando-o para a transição planetária.

Em 1999 ainda despertava muita curiosidade e deslumbramento no dimensional/Projeto Portal o aparecimento de um “ser” fotografado durante os trabalhos vibracionais. Agora, em uma constante interação mental/vibracional com o dimensional, os “seres” comumente aparecerem nas fotografias em grande quantidade não apenas no espaço físico do Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte/MS-BR, mas, em outros lugares e em diversas situações.

O dimensional do Projeto Portal tem particularmente, uma interação mais constante de trabalho com um “ser” que se locomove entre a terceira e a quinta dimensão, que ele carinhosamente chama de Ultra.

O “ser” nunca aparece por acaso, sempre surge por um motivo maior, mesmo que o indivíduo no momento o desconheça, mas todo aquele que pensa e age em ressonância com a sua consciência dimensional, além do dual/emocional, além do espaço/tempo (tridimensional), os Seres de Luz através dos Energéticos e dos Ultras o auxiliam constantemente em sua vida.

Durante seis mil anos as tentativas de divulgação e de propagação das mensagens dos “seres” foram desmoronando uma após a outra, portanto, o momento decisivo é agora, porque é o tempo de transição e o dimensional não pode perder esta sua última oportunidade de resgatar os seus débitos pela auto-iluminação.

Graças ao Amor Divino, o indivíduo/dimensional está tendo mais uma oportunidade para resgatar os seus débitos e, elevando a sua freqüência vibracional e a vibração do planeta, possa retornar à quarta dimensão.

O salto quântico que se iniciou em 1999, na Fazenda Boa Sorte/MS-BR e que está para acontecer em um futuro próximo com grande parte da humanidade não é comum, porque é também o momento de transição e de transcendência da Terra. Neste momento cósmico/divino o dimensional tem a tarefa especial de decodificar aspectos tridimensionais da dualidade, objetivando transcendê-los por meio do domínio da negatividade que eles geram.

São vários os caminhos que permitem o individuo alcançar a auto-Iluminação, mas ela só será realmente alcançada quando o individuo acelerar a sua freqüência de onda vibrada pelo seu pensamento, pelo seu desejo e por sua vontade que estão energeticamente codificados na Energia do Triângulo (Pai, Filho e Espírito Santo), que o possibilita exercitar na “Neutralidade” do Amor Uno.

Lagoa Santa/MG-BR, 13 de outubro de 2004.

 

  Paranormalidade/Percepção

O individuo já deveria estar ciente, que apenas uma consciência dimensional que transcende o racional, indo além do lógico, com uma visão/linguagem ao nível de uma percepção também além dos cinco sentidos humanos, pode decodificar informações de outras dimensões.

É exercitando a sua percepção, que o individuo/dimensional adquire uma nova consciência, que o capacita a sintonizar na freqüência dos “seres” e a tornar o seu porta-voz.

Através desta sua nova consciência o individuo/dimensional pode se expressar tanto com o seu entendimento quanto com a sua percepção, experimentando tanto o imanente (que se mostra), quanto o transcendente (que não se vê).

O compromisso dimensional é firmado no Plano Sutil. Portanto, o trabalho do dimensional é também sutil/iluminado, ele apenas precisa descobrir aquilo que ele possui de melhor na sua paranormalidade e começar exercitá-lo.

O dimensional não pode mentalmente estacionar. Ele deve cada vez mais despertar a sua percepção, forma de expressar comumente a sua paranormalidade.

À medida que o individuo/dimensional exercita a sua paranormalidade, ele começa a acreditar mais em si, a perceber o que antes não percebia e a preencher aquele vazio interior inexplicável que antes possuía.

A paranormalidade é o instrumento para o exercício de uma missão, portanto, o indivíduo/dimensional deve mais do que nunca, acelerar-se energeticamente, para que a sua freqüência vibracional mantenha sempre no plano mental. Qualquer faculdade paranormal e ativa do individuo está ligada à manipulação da sua energia mental/vibracional.

O indivíduo/dimensional depois que acessa a sua “placa”, ele amplia a sua visão em relação aos acontecimentos do seu dia a dia, pela mudança do seu campo vibratório e pela percepção de que quanto mais ele vive a Harmonia e o Amor Uno no seu hoje, mais estará irradiando o seu futuro a sua Verdade e a sua Luz. Portanto, a freqüência vibratória da “placa” vai gradativamente interagindo com a freqüência mental do dimensional, aumentando o seu discernimento e a sua visão de uma realidade até então não percebida.

A missão do dimensional na Terra é inicialmente se despertar, acordando a sua consciência dimensional adormecida, para que ele descubra quem é realmente, o que está fazendo aqui e para onde vai e, depois, conscientizar as pessoas para as verdades que transcendem à terceira dimensão, procurando direciona-las para que vivam harmonicamente e se preparem para os eventos mundiais que virão.

A freqüência do plano tridimensional por vibrar densamente bloqueia os níveis de percepção mais sutis do dimensional, como a vidência, a premonição e a telepatia, entre outros. O dimensional deve buscar cada vez mais níveis de conscientização (auto-iluminação), para que aflore a sua capacidade extra-sensorial e para que possa desempenhar com maior lucidez a sua missão.

O acréscimo energético feito pelos “seres” no individuo/dimensional através dos trabalhos vibracionais, pode se dar tanto para o lado “positivo” como para o lado “negativo”, portanto, o dimensional deve ter muito cuidado ao exercitar o seu livre-arbítrio em relação ao que ele pensa, deseja e age.

O indivíduo precisa ter a sua mente muita aberta, treinar muito a sua percepção através da sua terceira visão e não ficar excessivamente preocupado com a sua sobrevivência, sintonizando-se com a ilusão gerada pelas suas experiências na tridimensionalidade. E, quando ele estiver vibrando em uma outra freqüência mental, com um outro nível de percepção/consciência, ele deve ter um constante autocontrole e esclarecer aquele menos consciente.

O dimensional/Projeto Portal tem uma grande responsabilidade, por já interagir fisicamente com outras dimensões e com os “seres” que nelas vibram.

A interação dimensional/”seres” pode se dar de várias maneiras, de acordo com a sensibilidade, o grau de percepção e de consciência (evolução) de cada individuo. Fisicamente, se o dimensional perceber pelo seu tato a presença de um campo eletromagnético, é quase certo também, que ele perceberá o campo energético gerado pelos “seres”, já que esta vibração eletromagnética é a que mais aproxima da vibração deles.

Quanto mais o individuo/dimensional desenvolve o seu padrão mental/vibracional, mais ele amplia a sua percepção, que lhe proporciona um outro nível de consciência.

Na terceira dimensão o dimensional está limitado por um aprendizado ao nível da dualidade/emoção e dentro do referencial espaço/tempo. Assim, para que ele cada vez mais auto-ilumine e transmute, precisa cada vez mais desenvolver níveis de percepção compatíveis com uma consciência que busca a sua Transcendência Divina.

Lagoa Santa/MG-BR, 11 de novembro de 2004.

 

  Paranormalidade/Intuição

No caminho do despertar o individuo pode se expressar em outros níveis de consciência e nestes momentos especiais, ele está manifestando toda a sua sensibilidade intuitiva, que ouve a voz do seu coração.

A conexão com o Eu Superior se faz pelo veículo intuitivo. A intuição pode ser decodificada como um processo de interação/percepção em um nível mais sutil, mais profundo, quando o individuo instantaneamente escuta o Eu Superior.

Portanto, o dimensional não deve esquecer que a primeira voz, aquela que ele escuta primeiro, é sempre a voz da sua intuição, porque as vozes que vêm depois são normalmente da sua imaginação. A intuição se mostra espontaneamente no individuo como a sua primeira idéia através do seu pensamento, direcionando-o para o que deve fazer ou não.

O entender e o acreditar é uma questão cultural e de condicionamento, enquanto o intuir é um instante de transcendência.

A intuição pode ser também ser percebida como uma faculdade mental ativa, que auxilia o indivíduo/dimensional a tomar decisões através de um mecanismo que foge à lógica da realidade (tridimensional) e ela é também parte da sua memória cósmica.

Intuir-se, é ainda expressar a paranormalidade e através dela o individuo pode acelerar o auto-conhecimento e o seu contato com as Energias mais Sutis.

Quanto maior a evolução mental/espiritual do indivíduo, maior é a sua intuição, que o possibilita comunicar com o Eu Superior, transcender cada vez mais a terceira dimensão e captar diretamente o Conhecimento Universal, de onde vêm as novas revelações ou aspectos da Verdade Universal à humanidade.

A leve sensação intuitiva do individuo/dimensional é a Voz do Eu Superior, que ele em um momento de interiorização procura ouvi-La o mais profundamente possível, não se deixando influenciar por outras pessoas que mesmo bem intencionadas, às vezes o levam a se desarmonizar. O individuo que vibra em uma freqüência emocional muito intensa, possui normalmente uma personalidade que não exprime opinião própria e, portanto, não consegue uma comunicação direta com o Eu Superior.

O dimensional deve principalmente se despertar em relação à sua Essência Divina. Ele deve-se intuir sintonizado diretamente com o Eu Superior, não utilizando intermediários e vibrando com mais confiança em relação à sua Verdade Divina com um desejo profundo.

O individuo/dimensional é o veículo no qual o Divino vive a dualidade, por meio de experiências humanas coletivas e individuais. Entretanto, o dimensional deve adquirir a auto-iluminação necessária para sair do plano denso que vibra atualmente, sintonizando-se com o Eu Superior através de uma ponte intuitiva. Se o individuo conseguir estabelecer plenamente esta conexão intuitiva, ele estará com o mesmo padrão vibratório do Cristo.

O individuo/dimensional não está conseguindo irradiar o que “É”, porque não está conseguindo se expressar pela Divindade do seu Cristo Interno. Ele só conseguirá o seu despertar, quando escutar a sua Voz Interior.

O momento é de construir um Novo Tempo, para que tudo que é discordante e arcaico seja transformado e a Energia do Cristo possa ser irradiada na Nova Terra através da Nova Consciência Humana, com a era do intuitivo e do subjetivo vindo à tona.

A densidade da terceira dimensão retira do indivíduo/dimensional quase toda a sua capacidade intuitiva e deixa a sua mente preguiçosa. Portanto, ele deve ter sempre segurança em si mesmo, ter persistência e trabalhar o seu subconsciente.

Uma consciência dimensional não precisa de um guia espiritual, pois aquele que já a possui é guiado pela sua intuição, pela sua sensibilidade e já está constantemente sintonizado com a sua Transcendência Divina.

A conexão com o Eu Superior se dá através da concentração/intuição e cada conexão estabelecida expande a terceira visão e a consciência do indivíduo/dimensional, tornando tudo para ele mais claramente decodificado.

Existe uma correspondência entre os diversos Planos da Realidade e o plano físico é naturalmente o mais evidente, mas o individuo/dimensional deve perceber as verdades que não são fisicamente vistas e que só podem ser vistas ao nível da sua intuição, que o possibilita, por exemplo, direciona-lo para fotografar com uma máquina fotográfica comum realidades de outras dimensões.

O individuo/dimensional deve aprender a realizar o seu próprio milagre, através de uma Consciência Interior mentalmente desenvolvida que o permite interiorizar-se, interagir com o Magnetismo do Amor Uno, ver além do mundo da forma, ver a Presença Divina em tudo e intuitivamente interagir com outras dimensões ou com outros planos paralelos da existência.

Lagoa Santa/MG-BR, 11 de dezembro de 2004.

 

  Energia Positiva
– A energia que o dimensional deve irradiar –

A Lei da Polaridade controla a interação entre as duas forças fundamentais do universo, a força (energia) positiva e a força (energia) “negativa”, portanto através Dela todo o universo físico se expressa na bipolaridade.

Em ressonância com a Lei da Polaridade a terceira dimensão, para a consciência humana que nela exercita, é dual e totalmente emocional.

O individuo/dimensional deve aflorar a sua sensibilidade e descobrir que todos os acontecimentos que o envolvem são para auxiliá-lo na sua evolução, que ele deve sempre pensar e agir positivamente.

Quando o individuo pensa positivamente para o mundo, o seu pensamento já está alterando o estado de consciência de seus semelhantes, porque sem que eles percebam as suas auras vão mudando.

Aquele que sabe se controlar, tem o poder de realizar, de modificar as coisas e, principalmente, de se modificar positivamente.

Controlando-se emocionalmente, o individuo controla a sua energia mental, direcionando-a para um determinado fim e como ele vive experimentalmente a possibilidade de “n” escolhas, ele deve procurar aquela que trará harmonia para si e para os demais que o cercam.

O individuo/dimensional deve sempre gerar uma resposta positiva para a situação como ela apresenta no momento, para torná-la mais harmônica. Ele deve aprender a alterar as suas ondas cerebrais para que elas gerem energia vibracional, que possa ser direcionada para suas ações cotidianas de uma maneira positiva.

Entretanto, o individuo/dimensional na sua condição humana como um “ser” dual/emocional da terceira dimensão, enquanto permanecer no plano físico, mesmo que auto-ilumine o máximo, ele fica um pouco influenciado pelas suas emoções, vivificando o “ego” e, portanto, podendo ainda se desarmonizar.

Nas suas experiências na tridimensionalidade o individuo com o seu pensar e com o seu agir pode gerar energias “positivas” que simbolicamente podem o identificar como “trigo”. Ele pode também gerar energias negativas que podem o codificar como “joio”.

O “trigo” ou o individuo que irradia energia positiva já alcançou um elevado nível vibracional, já tem consciência da sua Transcendência Divina e também a noção qual é a sua missão na Terra como um ser dimensional. Ele já possui um nível profundo de discernimento, de percepção e de intuição e, por isto, no seu pensar e no seu agir não se deixa mais influenciar pelos pensamentos e pelas atitudes negativos de outros indivíduos. Ele é muito otimista e criativo, sabe caminhar com as suas próprias pernas e não mais recua diante dos problemas que aparecem à sua frente.

O individuo que é rotulado como “joio”, porque gera energia negativa, é normalmente materialista, egoísta e friamente faz de tudo para conseguir os seus objetivos. Portanto, ele é um individuo que não tem consciência da sua Verdade Divina, que manipula outros indivíduos ao seu bel prazer, já que a sua realidade está circunscrita apenas aos seus cinco sentidos, que alimentam a sua consciência direcionada apenas para interagir com a matéria.

Existe também o individuo que oscila entre estes dois estados de consciência, que não toma atitude, que pode ser definido como um alienado e por não querer se ver, não resolve os seus problemas em suas experiências de vida, necessários para a sua iluminação. Ele é normalmente inseguro, medroso, depende dos outros para conseguir o que precisa e constantemente projeta no seu semelhante as suas dificuldades e as suas limitações. Como é um ser perigosamente influenciável e por não ter opinião própria pela sua incapacidade de se enxergar, se faz de vitima constantemente. Ao nível de uma consciência dimensional que já interage com a quarta dimensão, ele tem que se transformar muito para cumprir a sua missão.

O indivíduo/dimensional através do seu livre arbítrio está sempre exercitando um ou mais destes três aspectos do seu aprendizado humano, anteriormente mencionados. Entretanto, o dimensional/Projeto Portal que já foi ativado, que já acessou a “placa” e que já recebeu o plasma, tem agora maiores condições de se harmonizar e de irradiar em missão mais energia positiva através de sua consciência dimensional. E, ele tem até o ano de 2014 a oportunidade para aperfeiçoar o seu corpo físico, para que possa sublimar-se e ao sutilizar o seu corpo, consiga transforma-lo em Luz.

Todos os indivíduos/dimensionais que participam ou que já participaram do Projeto Portal foram trabalhados e direcionados energeticamente pelos “seres”, principalmente aqueles que durante sete anos estão adquirindo ininterruptamente novos conhecimentos e moldando-se energeticamente para uma nova freqüência mental/vibracional, em uma interação especifica “seres”/dimensionais, que ressoa constantemente para os dimensionais inconscientes.

Aquele que ainda não conseguiu fisicamente transmutar, poderá reencarnar até o “juízo final”, quando só então poderá conseguir dos Planos Superiores da Luz uma oportunidade de ir direto para a quinta dimensão ou reencarnar em outros mundos.

No caminho da sua evolução, o individuo/dimensional deve ter em mente antes de tudo, que a consciência humana é dual e a Consciência Divina não é, portanto, Deus/Uno está inserido em tudo, manifestado como Amor Puro, Irradiando a Sua Energia Viva que precede todas as outras formas de energia, que Se expande constantemente, à medida que a consciência/percepção do individuo também expande e por não estar limitada pela dualidade, Ela não Se fragmenta e irradia a “Neutralidade” por não distinguir, por não dissociar.

A Energia do Amor Uno que magnetiza, é o instrumento da Manifestação e para percebê-La, basta o individuo acalmar a sua mente, sintonizando-se além das informações fornecidas pelos referenciais duais da tridimensionalidade.

O individuo está evoluindo para um ser mais mental com mais consciência e menos hipocrisia. Na sua experiência terrena como um ator, ele representa cotidianamente a ilusão e a temporalidade através de um personagem e apenas a sua vivência mais constante com a Energia deste Amor Puro que transcende a noção do bem e do mal, que ele começa a perceber a sua verdadeira Origem, que Dela irradia.

O Momento é este. A partir de outubro de 1999 começou o Ciclo do Dia Cósmico, da Sincronia Cósmica, da Transmutação, da energia mental, do sentido anti-horário e da não reencarnação.

Lagoa Santa/MG-BR, 15 de dezembro de 2004.

 

  Um Contato Diferente

O indivíduo/dimensional a partir de agora deve se preparar para interagir com os mundos paralelos, com “seres” que já partiram da densidade física, que não transmutaram, mas, que conseguiram ascender e que podem plasmar o seu último corpo físico e contatar.

Nesta condição estão alguns “seres” que fisicamente já participaram do Projeto Portal e que agora têm condições de se plasmarem, identificando-se para alguns dimensionais.

O dimensional/Projeto Portal para sintonizar na freqüência vibracional destes “seres”, principalmente aquele que os conheceu em vida, deve trazer à sua mente de uma maneira mais clara possível, o que ainda guarda deles em sua memória.

O individuo/dimensional deve ser muito coerente quando lhe acontecer este tipo de contato, para que as informações que ele passará depois, não fiquem distorcidas ou exageradas pela sua emoção.

Nestes momentos frente a frente com estes “seres” que apresentam uma menor densidade de matéria, o dimensional/Projeto Portal não deve ter medo e prestar muita atenção em que eles falam.

Estes “seres” que não estão mais fisicamente na terceira dimensão, já possuem um nível ampliado de consciência e optaram por não mais reencarnar. Como na terceira dimensão já tinham simbologia, já sabiam manipular a energia vibracional, já interagiam com os Ultras e já tinham sido ativados com a energia irradiada da nave do GNA, estão agora em uma condição vibracional diferente e, por isto, dispuseram a ajudar alguns indivíduos/dimensionais não só nas galerias como também em outros locais da Fazenda Boa Sorte/MS-BR.

O dimensional quando interagir com este tipo de contato, estará dando energeticamente o seu primeiro passo no caminho da sua transmutação.

Estes “seres” que já possuíram um corpo humano e que já pertenceram ao Projeto Portal, se mostrarão inicialmente como pontos de luz, que poderão ser filmados quando aparecerem não apenas nas Galerias (Cavernas), mas, também, no Milharal, no Campinho ou em qualquer outro ponto da Fazenda Boa Sorte/MS-BR, para o indivíduo/dimensional que com eles tenha uma compatibilidade vibratória dentro de um processo harmônico de interação e ausência de medo.

Estes “seres” que ascenderam, possuem uma Vibração de Amor diferente daquela que como indivíduos possuíam no plano físico. Eles estão no plano extra-físico ao nível evolutivo do astral superior e podem interagir com a terceira dimensão.

O dimensional/Projeto Portal que tiver contato com estes “seres”, conseguirá também um sucesso maior no contato programado porque será preparado para zerar todas as suas formas de medo.

O individuo/dimensional que já fez a sua passagem depois de 1971 e que não transmutou, não ficará mais no plano intermediário (“umbral/astral inferior”), especialmente o dimensional/Projeto/Portal, porque já possuiu uma interação com a freqüência da luz do GNA e também com outras freqüências que já foram por ele exercitadas, que o capacitou a ter uma maior elevação vibracional.

Lagoa Santa/MG-BR, 21 de dezembro de 2004.

 

  O Jovem Dimensional
– Em estágio negativo do seu padrão mental –

Somente os dimensionais com aura prateada estão reencarnando, porque neste momento que a Terra vive a sua transição, só eles com a sua freqüência mental/vibracional podem ajudar a humanidade.

Estes dimensionais que nasceram depois de 1971, possuem uma freqüência de onda que neutraliza normalmente as reações negativas das freqüências de ondas circundantes e menos possantes.

Entretanto, a alta criminalidade que existe atualmente entre os jovens, apesar dos que estão hoje nascendo serem dimensionais, é porque estes jovens estão em um estágio negativo de seu padrão mental e ainda não alcançaram o nível de consciência que os impede de determinadas atitudes.

Os jovens dimensionais estão em processo evolutivo na terceira dimensão, como todos os indivíduos, só que eles, por terem a aura prateada, terão maiores chances de evoluir.

Os jovens dimensionais precisam da vibração/mental dos adultos e os adultos/dimensionais da essência vibratória dos jovens, para que ambos cheguem a um ponto energeticamente ideal através da energia alterada dos mais novos com a experiência dos mais velhos e juntos façam o despertar de suas consciências.

Os adolescentes devem ser trabalhados e direcionados, porque eles têm muita energia, mas como não sabem utiliza-la, muitas vezes não a direcionam e não a canalizam positivamente.

Os jovens possuem tanta energia, que o excesso de energia pode os angustiar e os levar a aliviar suas tensões através de esportes radicais e, infelizmente, muitos deles pelo consumo de bebidas e de drogas.

Muitos jovens ainda apresentam estado alterado de consciência e descontrole, entretanto, a maioria deles nestas condições pode ser resgatada, pode ser trabalhada.

A consciência humana experimentando a dualidade tridimensional utiliza o livre arbítrio. Portanto, os jovens/dimensionais devem conscientizar se eles fazem de suas vidas o que eles querem, se escolhem o caminho que eles querem com o livre arbítrio, eles devem também assumir a responsabilidade do seu pensar e do seu agir de acordo com as Leis Universais de Causa/Efeito e de Ação/Reação.

Lagoa Santa/MG-BR, 27 de dezembro de 2004.

 ___________________________

 Texto de Antônio Carlos Tanure

Translate »