Postado por

Possível OVNI em Santa Maria/ES

Possível OVNI em Santa Maria/ES
Print Friendly

Equipe de pesquisadores paracientíficos do Projeto Portal esteve neste domingo (1º/02/09) na propriedade Recanto da Mata, do casal Jaime Paschoal Lucas e Rita Arlinda de Moraes Freitas, no município de Santa Maria, cidade da região serrana do Espírito Santo.

Eles foram investigar vestígios deixados por uma luz brilhante que surgiu na noite do dia 15 de janeiro, após um grande estrondo na mata e um barulho semelhante a algo se chocando violentamente no chão.

A equipe do Projeto Portal ouviu o relato de Jaime. Segundo ele, o barulho ocorreu por volta das 21 horas na mata a uns 150 metros da propriedade. Naquela noite não havia vento nem chuva e nenhum outro som foi ouvido após o intenso barulho, mesmo com a presença constante da luz.

Após o barulho, o casal percebeu a aparição da luz, que era branca e densa e não se propagava, embora o chão permanecesse todo o tempo iluminado. Poucos minutos depois da aparição, a luz começou a piscar e a andar pelo mato, cerca de três metros para cada lado do ponto inicial onde havia aparecido.

Eles acreditaram na queda de algum avião e com medo de uma explosão, não se aproximaram do local. No entanto, para melhor investigar, Jaime subiu o morro localizado ao lado de sua casa, onde poderia avistar melhor o local. Percebendo que a luz piscava, jogou o foco de sua lanterna, quando a luz parou de piscar.

Conforme ele relatou aos pesquisadores do Projeto Portal, a visão que teve quando estava no morro era de um holofote que emitia luz intensa e branca, e esta luz chegava próxima ao chão, e emitia raios vermelhos. A luz era tão intensa, que para ele era como se houvesse ali uma “cidade inteira” em luz.

Ainda conforme as explicações de Jaime, a luz se manteve circular, mas quando percebeu, ao olhar por cima das árvores, formou-se um tubo circular de cerca de dois metros de diâmetro, emitido por um circulo de luz mais acima. Toda a formação flutuava sobre as arvores, fazendo evoluções. Logo após as evoluções, o círculo de luz subiu.

Dando a sensação de redemoinho, e desapareceu frente aos seus olhos. No mesmo momento, Rita, sua esposa, que estava perto da mata, a 120 metros do local, também gritou que a luz havia desaparecido. Toda interação do casal com a luz durou cerca de 40 minutos.

Após o desaparecimento da Luz

Ao término da emissão de luz, preocupados com um provável acidente aéreo, o casal contatou o corpo de bombeiros, que com muita dificuldade chegou ao sitio. Com a escuridão da mata, e sem gerador, desistiram da busca e voltaram no dia seguinte cedo para maior investigação.

A Luz não voltou mais a aparece e ao amanhecer do dia seguinte, os bombeiros retornaram ao local, fazendo uma trilha até o suposto local. Foi quando eles localizaram uma clareira formada e nela um tronco quebrado de três metros de altura. Jaime acredita que o barulho que escutou foi da árvore quebrando e caindo no chão.

Acima da árvore caída, se formou um ninho de folhas, terra e pedras a quatro metros do chão, que antes não existia. Este ninho tem dois metros de diâmetro, que ele julga ser do tamanho do circulo de luz que viu na noite anterior.

As amostras colhidas da vegetação do ninho pela equipe do Projeto Portal para análise posterior apresentam sinais de queimadura e ressecamento excessivos na parte de baixo, e acima, formou-se de um dia para outro, um perfeito jardim de folhas verdes claras e vegetação diferente das folhas de bambu que formam a parte debaixo do ninho (dentro do ninho há vestígios de terra, pedras, muito firme e trançado).

Uma semana após o evento, outra formação circular de folhas entrelaçadas apareceu no chão, dois metros de distancia do primeiro, mas somente com folhas de bambu – cerca de 1,5 metro de diâmetro, com 80 cm de profundidade.

Os bombeiros quando retornaram para investigação na manhã seguinte, acreditavam que poderiam encontrar um avião que estava na região e havia se perdido. O pouso do avião estava previsto às 21 horas da noite anterior em Guarapari, porém de acordo com informações posteriores dos bombeiros, pousou 12 horas depois do previsto, às 9 horas. Seguindo informação do Cindacta de Brasília, o avião não comunicou o pouso no momento, e foi emitido apenas um alerta de investigação para a região, cancelado após a confirmação tardia do pouso no dia seguinte.

O local

A propriedade rural Recanto da Mata fica numa região serrana e num vale verde, junto a várias nascentes, e seus proprietários Rita Arlinda Moraes de Freitas, 33 anos e Jaime Paschoal Lucas, 62 anos moram há 15 anos e nunca viram nada semelhante anteriormente.

O Recanto da Mata localiza-se numa encosta, a cinco km da propriedade mais próxima, possuindo uma reserva natural ao lado de sua residência, local onde a luz apareceu.

A noticia se espalhou na região e neste domingo (01), 17 dias após o evento, mais de 200 pessoas se dirigiram ao Recanto da Mata para visualizar o local. Este evento foi investigado e noticiado no jornal de Vitória (ES), “A Tribuna”. Todo o material recolhido pelos pesquisadores ufólogos será analisado em laboratórios especializados.

Imagens/texto do Site www.ufotvonline.com.br

Translate »