Postado por

Projeto Portal – experiências e vivências diferentes

Projeto Portal – experiências e vivências diferentes
Print Friendly

Deve-se buscar a união, a compreensão, a determinação e a dedicação para que o ato coletivo de realizar aconteça com muita harmonia. Outro nível de consciência deve ser buscado para que cada um mostre o seu poder criador já com o “ego” trabalhado. Neste outro nível de consciência a união e a parceria com um ajudando o outro, as tarefas se somam direcionadas para uma só fonte, que apenas é gerada quando se aprende trabalhar sintonizado aos níveis (mentais) superiores e quando também não mais se atrapalha com frequências emocionais “baixas” (negativas), porque com elas já se sabe lidar. A herança genética vibratória informativa a título de conhecimento para o mundo, ela será um verdadeiro legado deixado à humanidade pelo pesquisador do Projeto Portal, que deve se tornar “um vencedor” para que possa ter a Luz do Teletransporte, a Luz da Consciência, a Luz do Coração, a Luz das Divindades, a Luz de Cristo, a Luz do Mundo e a Luz do Universo” “Bilu”.

Eu estive em outros países, em outros planetas e também, em outros mundos alem desta Galáxia trabalhando os seres de lá com a freqüência universal segundo a semelhança de Deus – onde uns são muitos evoluídos, outros iguais a vocês e outros ainda primitivos. Todos eles conhecem o mesmo Deus e a “Energia” que está no coração deles, é a mesma que vocês conhecem como Jesus Cristo – e, não fazemos nada que não seja autorizado e observado por Ele” – “Tilo”.

 ___________________________

Por ter o Projeto Portal experiências e vivências diferentes relacionadas às realidades paralelas, alguns de seus pesquisadores podem ser levados por questionamentos e, então confusos, se afastarem fisicamente dele, mas sem nunca se distanciarem mentalmente, mesmo que não percebam estarem apenas em um momento de reciclagem mental, buscando se redirecionar com novas informações e “reconstruindo-se” com novos conhecimentos.

Aqueles dimensionais que alguns anos atrás receberam suas “placas” (físicas ou plasmadas), muitos deles conseguiram através delas especialmente se redirecionarem e, mais potencializados para uma nova condição mental pudessem com mais sensibilidade e criatividade voltar para o mundo exterior em seu derredor – e, sobretudo, voltar para o seu mundo interior.

O termo dimensional qualifica as pessoas (1/3 da população mundial), que já anteriormente transmutaram e que têm a sua origem em outra parte do Universo e não no planeta Terra, que dela são originários os “planetários” (os outros 2/3 da população).

 

As três imagens acima são registros fotográficos do momento da “Entrega da 5ª Placa” (quinta pela ordem de entrega), acontecida através do grande vórtice que se abriu em torno das 22h00min, no dia 21/07/2000, no Milharal um local da Fazenda Hotel Projeto Portal, Corguinho/MS. A primeira imagem filmada é do vórtice que se mostrou sobre o milharal no instante em que a placa também se materializou na realidade física e as duas últimas imagens são das duas faces da “Placa” já materializada. Mais informações na Pagina O Portal e na Página Relatos com o texto: No milharal, “A entrega da Quinta Placa”, neste Site.

 

Hoje os dimensionais pesquisadores que chegam ao Projeto Portal não precisam mais acessar “placas físicas ou plasmadas”, porque o caminho vibracional entre as realidades da quarta dimensão atemporal e a realidade física de espaço-tempo foi para eles aberto e ainda mais, eles possuem agora informações, conhecimentos e ajuda dos parceiros de outras realidades (e dos Ultras) que atuando e os informando do plano mental, os ajudam acessar as suas lembranças ainda “trancadas” em seu subconsciente.

 Como “Placas Vivas” estes dimensionais precisam apenas ser mais insistentes e se ajudarem, dando “um mergulho” mais profundo dentro de si, para resgatarem a sua memória cósmica.

 

Foto histórica de um momento vivenciado de pura alegria, quando o dimensional estava sendo abraçado pelo seu feito já na sede da Fazenda Hotel Projeto Portal, poucos minutos após ter acessado a “Primeira Placa”, no dia 10 de outubro de 1999, em torno das 4h45min. Naquele tempo não se tinha informações e conhecimentos que se tem hoje, portanto ainda se ficava surpreso e mesmo espantado com aquela “poeira” (bioplasma), que dela emanava um frio intenso-diferente e mostravam “bolotas” (frequências dos ultras) envolvendo apenas este dimensional.

 

Com a entrega da “Primeira Placa” começou alterar a freqüência mental de todos os dimensionais conscientes e inconscientes, portanto, começou a alterar a freqüência mental de um terço da população da Terra. Naquela data o futuro e o passado no aqui e agora daquele momento se expressaram através da Chave Energética da “Primeira Placa”, que permitiu a abertura da “Grande Porta”, que por ela foi também permitido de maneira definitiva e decisiva o livre trânsito entre a terceira e quarta dimensões.

Portanto, a partir daquele instante no ano de 1999 estavam assegurados os acontecimentos já codificados nas Linhas do Tempo para que acontecessem e, paralelamente estava assegurada a permanência no plano físico dos Guardiões dos Planos mais Sutis – e, com eles uma nova freqüência mental e vibratória, possibilitando o surgimento de uma Nova Consciência para uma Nova Era.

Há muito já estava escrito que seres de origem divina – os dimensionais em compromisso (especiais e extras) surgiriam no meio da população, que eles teriam uma diferença imensa entre os que já estavam aqui (outros dimensionais e planetários) e que seriam reconhecidos não só pelas marcas que teriam em suas testas (Simbologia), mas, principalmente como “possuidores de Placas”.

A tarefa de propagação como é um compromisso de todos os dimensionais, ela os faz como buscadores de novas informações terem sempre a mente aberta, voltada a uma nova visão de Realidade. Eles estão sempre arguindo, procurando respostas, “convocados” pelo Universo e direcionados por Leis Universais para que sejam de fato autores atuantes e propagadores principalmente neste inicio de Ciclo, quando têm o compromisso de ajudar a construir “O Novo” com o seu Poder de Criação e de Realização, buscando novos paradigmas para a humanidade.

O compromisso que une todos os dimensionais é o de propagação com informações e conhecimentos que levem a uma nova maneira de pensar e de agir, que com ela é mais fácil dominar Leis Universais e manipular Freqüências Multivibracionais. E tornar-se de fato “instrumento vivo” da Boa Nova de Cristo, fazendo germinar mais rapidamente a semente que foi semeada há dois mil anos atrás. “Adubando-a” com informações e conhecimentos que agora o Projeto Portal passa de forma mais consistente, através dos parceiros de outras realidades.

Os dimensionais que estão em processo de despertar e através dele já começam interagir com as realidades paralelas, podem em momentos diferentes no plano físico estar também percorrendo trilhas diferentes, mas acabarão desembocando em um único caminho – aquele que sinaliza o caminho às realidades paralelas ou ao multidimensional.

Os pesquisadores das realidades paralelas do Projeto Portal foram direcionados pelo “chamamento mental” (e energético-vibracional) do local onde situa o Hotel Fazenda, em Corguinho/MS – principalmente aqueles que naquele local possuem as suas “Placas”. Eles foram “potencialmente convocados” para que fizessem presentes com as suas habilidades mentais e entre elas aquela também associada à sua interação com os vórtices, que os permitem comunicar com as realidades paralelas. 

Foto à esquerda de um instante muito especial de interação mental com a energia do vórtice, que se mostrou na realidade física e pôde ser fotografada, no dia 22/04/2000, em torno das 12h00min, quando o seu autor caminhava por uma trilha no mato, próximo ao leito seco de um córrego. A foto à direita também tirada naqueles instantes sem mais a presença do vórtice, está aqui colocada para o leitor fazer comparação visual. Mais informações na Pagina Fotos Analisadas, do Prof. Árjuna Panzera, neste Site.

 

Aquelas terras da região do paralelo 19º e não só as terras do Hotel Fazenda Projeto Portal constituem um local natural de convergência dos dimensionais. E não importa qual o dimensional que ali chegou primeiro, mas quem foi capaz de desenvolver a sua habilidade mental, para através dela alcançar freqüências de interação com os vórtices – “portais”, que no Hotel Fazenda estão em alguns casos associados a determinados locais, sinalizados por nomes para melhor identificá-los, por exemplo, com o nome de “Pedra Fundida”, “Pedra Partida” (já “o vimos”, interagindo com ele), “Pedra da Lemúria” e “Pedra Mágica”.

As pedras destes locais funcionando como “registros energético-petrificados” de outras eras proporcionam a presença de vórtices, quando ajudam também potencializar ao nível do pensamento aqueles que com elas têm “afinidade vibracional”, favorecendo-os em sua interação com outras dimensões.

(Ainda, está presente o “Grande Vórtice do Platô”, que com ele no ano de 2003, interagimos no plano mental com a sua altíssima Presença Vibratória. Mais informações com o texto: No Tempo de Deus a Luz Divina plasmando a Forma/Símbolo, na Pagina Relatos, neste Site).

Muitas das cavernas e galerias existentes naquela região possuem também vórtices (na horizontal) de energia associados aos “portais”.

O relato a seguir descreve como se formou o vórtice da foto abaixo (inicio de sua formação), que tinha o seu “ponto zero” ou o seu final sobre a “Pedra partida”. 

Era um dia bonito e muito claro em 18/06/2000, por volta das 12h00min. Íamos com três companheiros por uma trilha perto de um bambuzal (que não existem mais) em direção ao Córrego da Cachoeira (hoje, a “megalomaníaca ponte”), quando começamos interagir com a energia de um vórtice, que foi sentida fisicamente por todo o grupo.

Estávamos conversando e caminhando por esta trilha, quando em um dado momento começamos a sentir a presença de uma força estranha, que nos deixou com dificuldade de respirar, como se o ar estivesse ficado rarefeito e que nos deixou também com uma sensação de pressão na cabeça e com dificuldade para raciocinar. Na medida em íamos nos aproximando do bambuzal este nosso mal estar aumentava e particularmente no nosso caso, começamos ter uma sensação sufocante, como tudo em nossa volta estivesse ficando estático e descaracterizado. Por causa deste mal estar e como estávamos na frente deste grupo que caminhava em fila indiana, viramos para ele para dizê-lo, que precisávamos descobrir de onde vinha esta energia.

Foi aí então, ao virarmos, percebemos o gigantesco vórtice atrás de nós, sempre girando mais ou menos a uns três metros do chão da direita para a esquerda, como se iniciasse próximo de onde estávamos e passasse perto do bambuzal para terminar com a sua extremidade menor sobre a “Pedra partida” chamada hoje também de “Pedra fatiada”.

Neste instante sentimos em nosso corpo uma vibração muito intensa, como que entrando pelo nosso umbigo e pulsando em nossa fronte. Sentimos também como estivéssemos sido sugado e diluído por um vácuo, como tivéssemos sido implodido (“zerado”), mas também que vibrávamos intensamente como um momento – momento este emocionalmente sem definição.

Foto da energia do vórtice no momento em que se iniciou e que depois de formado girava da direita para esquerda na forma de um gigantesco funil com a sua extremidade mais larga próxima de onde os dimensionais estavam e com a sua extremidade mais estreita terminando sobre a “Pedra fatiada” – Mais informações no texto: Segunda experiência consciente com a energia de um portal, na Pagina Relatos, neste Site.

 

 

 

 

Projeto Portal – experiências e vivências diferentes

(Segunda Parte)

 

  

O pesquisador das realidades paralelas do Projeto Portal quando em atividades no Hotel Fazenda, ele usufrui em condições especiais de ali:

1º – estar dentro de um vórtice imenso;

2º – ser um vórtice energético e vibracional da própria natureza;

3º – ser um vórtice vibracional “personalizado” de cada dimensional, em função de tudo que ali existe (minerais, pedras, vegetais e animais).

Portanto o dimensional quando em suas atividades consegue ali uma sincronização (“coincidência”) do energético com o vibracional, acontece também a sua interação com outras realidades.

O local da Fazenda Hotel Projeto Portal e adjacências nunca foram e não serão energeticamente de ninguém em particular, mas de todos aqueles dimensionais que sendo capazes de utilizar de sua potencialidade mental, se voltem às realidades paralelas. Eles sempre estiveram ali à disposição de todos, para que pudessem expressando “Boa Vontade” em seu verdadeiro sentido deles usufruíssem, mas para um sentido maior. 

Os dimensionais – uns mais outros menos – possuem habilidades extrassensoriais natas, que cada um desde novo a expressava à sua maneira, dependendo de sua formação cultural e religiosa. Portanto, foram conduzidos desde crianças pela sua capacidade mental diferentemente ampliada em relação às pessoas comuns (planetários). Quase todos já tiveram experiências com seres de outras realidades, com diversos outros nomes e aspectos.

Mas agora mais conscientes, os pesquisadores das realidades paralela do Projeto Portal têm a firme noção, que utilizando de sua freqüência mental e com ela utilizando também de força vibracional interagem com parceiros extraterrestres. Vivenciam suas interações de contato não dentro de postulados próprios da ufologia casuística ou tradicional, que não as experienciando, não as aceita como verdadeiras.

Quase tudo o que no Projeto Portal é gerado e vivenciado mentalmente, é também vivenciado fisicamente, quando é trazido à terceira dimensão e podido vê-lo, fotografá-lo e filmá-lo. Entre muitíssimos outros exemplos, podem-se mencionar as “naves” dos parceiros com as suas presenças já tão comuns. São “naves bioplamadas” ou “naves vivas” de outras realidades com tecnologia muitíssimo mais sutil além daquela que emprega apenas a “realidade do átomo” e que a ufologia casuística não alcança ainda ligada às causas mais físicas.

Também o conhecimento do Projeto Portal extrapola o esotérico, o místico e o abstrato, apesar de que “a ferramenta principal” utilizada pelos seus dimensionais e pesquisadores para acessar as realidades paralelas é a sua energia mental (energia alem do mundo físico e dos sentidos), mas que com ela vivenciam “fenômenos” que são visíveis no plano físico – que se mostram na realidade física. Mais informações sobre a “diferença ufológica” do Projeto Portal e a casuística ou tradicional, no texto em duas partes: Seres Extraterrestres acima da Linha do Equador e Seres Extraterrestres abaixo da Linha do Equador, na Pagina Interações, neste Site.

Cada um vai levando (vivendo) a sua própria vida, na medida em que vai também como dimensional vivenciando o seu compromisso consigo mesmo e com o Universo, que para ele todos são iguais, tendo apenas responsabilidades diferentes, que as expressam em instantes também diferentes de suas vidas. Ninguém é mais importante que o outro. Aquele que se julga assim e que age desta maneira pode ser que seja apenas o mais  devedor pelas Leis Universais.

O dimensional corretamente desperto sabe que ninguém tira nada de ninguém, porque ninguém é dono do que se acha possuir. Ele sabe também que deve sempre se conduzir no sentido da Somação, mesmo que “certas energias” que o cercam possam não ser para ele as mais simpáticas, como também a “sua energia” pode não ser a mais agradável para muitos. Ele ainda não deve esquecer que pelas Leis Universais (Lei das Polaridades) está em um mundo de experiências que se conduzem pelo dual – pelos conflitos, mas que pode nele também se conduzir pelo recurso das Linhas da Vida, preferencialmente caminhando pautado pelas Linhas B de suas Linhas da Vida – Linha do Meio ou da Neutralidade.

Os conhecimentos que o pesquisador das realidades paralelas do Projeto Portal está adquirindo, eles estão voltados para o Universo não em seu sentido apenas físico. Está vivenciando em uma “Escola Teórica e Pratica” voltada ao Conhecimento Universal necessário à sua formação de Co-Criador – e, à sua percepção mais ampla das realidades paralelas que proporciona o Sentido “mais palpável” de Unidade ou “mais visível” de Deus. Mas, este aprendizado se dá de acordo com a sua postura de “aluno” – de acordo com a “disponibilidade” contida em sua mente e em seu coração voltada à Mente Universal.

Ele que está aqui, porque trouxe de outra realidade a responsabilidade de um compromisso, deve se observar no sentido de não cair na “mesmice milenar” de outros – aquela que de tempos em tempos apenas mudam os personagens, mas continua no mesmo com a necessidade sempre da presença de um “novo clero”. Portanto, ele deve se acautelar, não se deixando ficar na dependência até emocional de alguns dimensionais, que com algumas de suas habilidades já desenvolvidas fiquem mesmo sem quererem “conduzindo o rebanho”.

Também ele deve se observar para não colocar em altares novos “santos” – ou alguns seres, que como “milagreiros” se tornem panacéia (remédio para todos os seus males). Não deve ainda transformar os “Ultras” em oráculos, conduzindo-o em todas as suas decisões. Felizmente, posturas que robotizam não são da maioria dos dimensionais do Projeto Portal, que de maneira árdua estão tentando apenas com o seu poder mental caminhar com as suas próprias pernas – exercitando-se com a sua “tempera mental especial”.

O dimensional em sua condição humana é possuidor de livre arbítrio, mas em sua condição de dimensional é possuidor de um compromisso cósmico, portanto devendo direcionar o seu pensar e o seu agir para esta sua responsabilidade maior, que para exercê-la já veio mentalmente qualificado e “equipado” – como líder de si mesmo, que não fica na dependência de quem quer que seja.

Esta dependência não é do Interesse do Universo, das quarenta e nove raças, do “Consolador” e muito menos não deve ser daquele que já está procurando dominar Leis Universais e manipular Freqüências Multivibracionais, para que possa se transmutar. Este dimensional sabe que só ele pode alcançar esta condição, que ninguém pode alcançá-la para ele e que no máximo os parceiros só poderão ajudá-lo em alguns momentos especiais.

Todo e qualquer compromisso deve sempre passar pelo “filtro” da Vibração do Cristo Cósmico, daquele “filtro” em que a Consciência deve sempre dele utilizar, quando procura se expressar sintonizada ao nível das divindades – das dimensões do Crístico ou da Luz Viva e Divina.

O que se escreve ou que se diz deve também passar por este “Filtro” com a noção de o Cristo Universal, que extrapola o sentido de pessoalidade – seja de um ou de dois, ou de alguns demais.

Aqueles que em um ato de grandeza firmaram compromisso com o Universo, também são os mesmos que sujeitaram “limitar-se” nas “densas vestes humanas” e às vezes ainda “se perder” nas atividades em que a energia “conduzida” é a mental, mas a “substancia” trabalhada é a kundalini – energia da vida que se procura transformá-la em energia multivibracional e que está tanto presente no ser racional como no ser irracional, que se conduz pelo instinto.  

Aquele que está procurando ser “Vencedor” deve ousar e ir alem de seus limites emocionais em busca de respostas mais amplas. Mas, não as procurando em outros, esquecido de deve buscá-las em si mesmo, não mais se deixando levar por atitudes que não resolvem nada, que com elas apenas gasta muita energia mental, quando procura respostas, que não compete dá-las, porque não são de perguntas do seu mundo interior.

Aquele que não fica mais enfocado nas limitações dos outros e começa se perceber nas suas para “melhorar”, começa também mais livre em seu pensar, se enriquecer com mais informações e conhecimentos. Deixando de ser insistente com os limites de outros e de se tornar mais insistentemente voltado para si, fica com mais espaço mental para ampliar o seu nível de intuição e de percepção não só em relação aos acontecimentos em sua volta de terceira dimensão, como também aqueles outros associados às realidades paralelas.

Ele deve vibrar não só com os “olhos da mente”, mas também com os “olhos do coração”, para perceber que Deus está acima de todos e de tudo – de toda a raça humana, das raças extraterrestres, deste Universo e alem dele e, ao mesmo tempo “inserido” em todos e em tudo.

O pesquisador das realidades paralelas do Projeto Portal deve ter a noção, quando em varias de suas atividades anuncia-se tarefa a ser cumprida, mas esta não se realiza, não foi pela atitude de mafé de alguém, mas porque na “eterna busca” seja nesta realidade como em outras, o processo é dinâmico, se faz em um constante vibrar, sem parar e então, se o que foi posto para ser alcançado não é realizado em determinado momento no tempo do homem, ele fica para trás em relação a esta “onda propagadora”, esperando uma “nova “onda” no Tempo de Deus – nos ditames da Matemática Universal, como outra forma de experiência (tarefa).

Aquele que já está em sintonia mental e em interação até mesmo física com as realidades paralelas, ele já possui uma visão mais ampla das coisas – uma visão que o faz “ver” de cima para baixo, sem mais se deixar limitar impregnado pela miopia ilusória dos sentidos. O que está acontecendo no Projeto Portal, não está acontecendo em nível físico em nenhum outro lugar do planeta.  E acontecimentos “no tempo do homem” – vindo de seu passado, estão agora recomeçando com outras pessoas e objetivos mais amplos, direcionados “do Tempo de Deus”.

Os dimensionais que são realmente conscientes do porquê de sua presença no aqui agora, eles são também conscientes de seu compromisso na condição de “Viajantes do Tempo”, daqueles que estão no presente para cumprir buscando o futuro, o que já firmaram no passado.

De acordo com os parceiros de outras realidades aqueles dimensionais que estão firmes em seu compromisso, eles são as “perolas do mundo”, trabalhando para que os demais possam da mesma forma adquirir informações e conhecimentos necessários à sua transmutação – e com eles construir, executar e ativar frequências multivibratórias.

Imagem filmada de “Bilu”

 

Os seres dimensionais “do lado de lá” – ou, os parceiros das quarenta e nove raças comumente em interação com a quarta dimensão, só se mostram fisicamente para os seres dimensionais “do lado de cá” – ou, os dimensionais pesquisadores do Projeto Portal no momento em corpo físico-humano, em ocasiões especiais e com objetivos direcionados. Os parceiros de outras realidades estão agora, comunicando mais constantemente com estes últimos através da quarta dimensão (não visíveis), utilizando-se de interações mentais com níveis maiores de percepção e de intuição.

As “Ondas do Tempo” (como as ondas do mar) vêm em nossa direção e muitos já sabem “sem perder tempo” delas utilizar, se deixar sobre elas flutuar e serem levados, distanciando-se daqueles que ainda não prenderam delas utilizar, olhando apenas para si voltados para “o seu próprio umbigo”.

O tempo está se esgotando, o planeta está se agitando, a hora é chegada, mas não esqueçam que estamos ao seu lado todo o momento no sentido de mutua cooperação. Mas, para que possam ser ajudados, precisam gerar eternamente uma freqüência multivibracional. Não adianta gerar esta frequência só nos momentos de necessidade, porque ela tem que ser automática e ser eterna em todos os segundos da vida, dormindo ou desperto, cada dimensional deve “se intensificar” buscando esta freqüência, que por ser multivibracional envolve também alimentação adequada, condicionamento físico, bom preparo psicológico e saber repousar, que é uma necessidade ligada ao corpo físico.” – “Bilu”.

 

“Especialmente a luz da mente nos permite compreender os processos da natureza, penetrar no intimo das pessoas e até no mistério luminoso de Deus” – Leonardo Boff

Clique aqui > Seres de LUZ ( Leonardo Boff).pps 

Translate »