Postado por

SEMINÁRIO XVI

SEMINÁRIO XVI
Print Friendly

Em agosto/2005 onze indivíduos/dimensionais já estão classificados para terem um dialogo direto com os “seres” e para ingerirem uma substancia por eles fornecida na forma de tabletes, que os ajudarão na sua escalada evolutiva, porque interferirá positivamente em seus corpos físicos, tornando-os mais saudáveis, com um metabolismo mais perfeito, que favorecerá a sua transmutação. Esta substancia preparará o dimensional/Projeto Portal para a terceira fase da essência, que parará praticamente o processo de oxidação de suas células.

No momento o trabalho com o Plasma Frio não é mais necessário realizá-lo, porque com os trabalhos anteriores nesta Freqüência já foi atingido o numero necessário de indivíduos/dimensionais, que com os seus campos energéticos já interagem por ressonância com as auras daqueles, que ainda não o fizeram.

O ultimo trabalho do Plasma – 2, em julho/2005 foi feito através dos seres de Gemus, quando duas de sua naves cruzaram-se no céu e uma delas jogou diretamente o plasma através de seus flashes e nesta freqüência de luz todos os dimensionais o receberam, mesmo aqueles que estavam até dois quilômetros de distancia do local conhecido como Campinho na Fazenda Boa Sorte/MS-BR, onde esta interação energética aconteceu. O trabalho com o Plasma Frio foi feito também neste local e também através de freqüência de luz na forma de flashes.

Os seres de Gemus irão de agora em diante ter contatos mais diretos com os dimensionais/Projeto Portal, que com eles farão também trabalhos mais diretos.

Os seres de Gemus são da terceira dimensão, portanto, são ainda seres planetários, mas, que já interagem com a quarta dimensão. Realmente, eles estão mais na quarta dimensão, possuem uma tecnologia fabulosa, não morrem mais de doenças, já que não adoecem e já estão quase fazendo a sua transmutação. As únicas diferenças físicas entre eles e os seres humanos são as suas pupilas na vertical e as suas unhas esbranquiçadas.

Os seres de Gemus já dominam a energia vibracional e quando o indivíduo/dimensional tiver também desenvolvido e dominado esta energia, que é muito ativa, ele poderá quando desejar, apresentar também as duas características físicas destes seres e voltar à sua aparência normal, quando também desejar. A freqüência destes seres está entre 27 a 42 ciclos/seg., portanto, o indivíduo/dimensional deve procurar se manter no mínimo na freqüência de 27 ciclos/seg., para que possam com eles interagir e manter, inclusive, um dialogo.

Os seres humanos são constituídos 90% de matéria densa e 10% de energia (plasma), enquanto os seres de Gemus são 60% matéria e 40% energia (plasma). Nesta condição eles têm capacidade de regenerar partes perdidas do seu corpo, plasmando-as novamente até torná-las físicas, através de vibrações energéticas. E, se estes “seres” abaixarem a sua freqüência para menos de 23 ciclos/seg., eles se tornarão tão densos ou físicos como os seres humanos e perderão a consciência de tudo que já estava arquivado em suas memórias.

O indivíduo/dimensional já teve um Corpo de Luz (MERKABAH), portanto, não morria fisicamente. E, ele pode novamente vibrar nesta sua Freqüência de Luz, se conseguir realizar a sua transmutação.

O fenômeno da sonoplastia que muitas vezes acontecem nos contatos serve para medir o nível emocional do dimensional e, portanto, serve para mostrar o seu grau de equilíbrio pela sua capacidade de se harmonizar, que está diretamente relacionada ao seu nível de consciência e à sua capacidade de se iluminar. Assim, é importante em qualquer situação, principalmente nos contatos, que o indivíduo/dimensional não saia da faixa de tolerância. Se ele começa a chorar, a ficar tremulo, a transpirar, a ficar com as suas mãos suadas ou com ansiedade, ele esta se desarmonizando.

Para que os contatos fiquem mais demorados e os diálogos com os “seres” fiquem também mais claros, o indivíduo/dimensional precisa estar em níveis de consciência e com equilíbrio emocional, que podem ser decodificados através de leituras na forma/cor/brilho de sua aura, que o classificam em nove estágios na Escala Evolutiva.

PRIMEIRO E SEGUNDO ESTÁGIOS – Se o indivíduo/dimensional estiver em um destes estágios, não terá mais condição de fazer contato com os “seres” no ano de 2005. Eles ainda saem da faixa de tolerância e, portanto, precisam ter mais equilíbrio/controle emocional e de mais compreensão/calma. Ele ainda tem muita imaginação, portanto, se liga muito ao “plano astral”, atrapalhando os seus trabalhos vibracionais pela interferência em sua freqüência mental. Ele deve se trabalhar de maneira mais positiva, para poder ter um direcionamento mental mais eficiente. Ele é ainda um ser mais emocional.

TERCEIRO ESTÁGIO – O dimensional com o seu próprio esforço já inicia o seu contato de terceiro grau. Ele já pode chamar sozinho com certa segurança a “Nave GNA”, a sonda que dela sai e também a “Nave de Gemus”, despertando outros indivíduos para a existência de outras dimensões e nelas a existência dos “seres” (extraterrestres). Entretanto, neste estágio ele ainda não está totalmente consciente/seguro, apesar de já ter obtido algumas respostas do que procura. Neste estágio ele pode ainda apresentar disfunção hormonal, que o impede estabilizar o seu campo energético, para que faça as coisas acontecerem (materializarem).

QUARTO ESTÁGIO – No quarto estágio o indivíduo/dimensional já domina com certeza absoluta o contato de terceiro grau, dominando-o com segurança em qualquer lugar, quando ele for necessário para despertar outros indivíduos. Mas, o dimensional neste nível pode ter excesso de energia que deve ser queimada e ainda pode ter algum tipo de bloqueio, que o prejudica em seu desenvolvimento mental.

QUINTO ESTÁGIO – O indivíduo/dimensional já tem mais facilidade não apenas de fazer contato de terceiro grau, mas, também de fazer a preparação energética de outros indivíduos, trabalhando-os, para que consigam o seu equilíbrio energético através da sua energia da kundalini, ajudando-os a direcioná-la para o seu frontal já como energia vibracional. Neste estagio o dimensional com o seu campo energético já possui uma interação mental mais intensa com a natureza através dos objetos, dos vegetais e dos animais.

SEXTO ESTÁGIO – Neste estágio o indivíduo/dimensional está na sua sexta lamina e em relação à sua aura está no estagio da bi-polaridade. É o penúltimo estagio evolutivo ou a penúltima fase do dimensional, que deve ultrapassá-la, para que ele possa conversar realmente com os “Seres”. É o estagio mais evolutivo que todos os outros anteriores e nele o indivíduo tem mais percepção, mais capacidade mental e energia vibracional mais aflorada para que possa cumprir de uma maneira mais positiva a sua missão e, assim, ter mais rápido o seu desenvolvimento evolutivo. Entretanto, apenas quando o individuo sai deste estágio, é que ele pode atingir a sua transmutação e não encarnar novamente na Terra ou não nascer em outro mundo da terceira dimensão, até que consiga passar para o sétimo estágio.

O indivíduo/dimensional este estagio está irradiando energias em igual intensidade nas polaridades positiva e negativa, portanto, pode atrair para si ou se sentir atraído por outros indivíduos da mesma polaridade. Como ele já está bastante evoluído, sente normalmente atenção e carinho por todos os indivíduos e, se ele não se observar, estes sentimentos podem se transformar em atração sexual por indivíduos da mesma polaridade, dependendo da sua educação, do meio em que vive e das influências em seu cotidiano, entre outras situações.

A interação energética compatível para os trabalhos vibracionais que envolvam a energia da kundalini, é entre as polaridades positiva e negativa, ou seja, é através das formas masculina e feminina, para que não aconteça uma desarmonia energética pelo choque de campos eletromagnéticos com a mesma polaridade, que é contraria as Leis Universais da Bi-Polaridade para a terceira dimensão.

O indivíduo/dimensional nunca muda a sua vibração energética inicial, ele terá sempre a mesma polaridade e sempre irá nela encarnar como homem ou como mulher. Como no campo astral do indivíduo ficam impressas as suas experiências sexuais atuais e anteriores com indivíduos da mesma polaridade, daí a confusão que muitos fazem como ele já tivesse em suas vidas passadas experiências como um indivíduo de outra polaridade.

SÉTIMO ESTÁGIO – Neste estágio o indivíduo/dimensional não fica mais com a sua freqüência mental abaixo de 27 ciclos/seg., portanto, fica facilitado o seu dialogo com os “seres”.

Este estágio está ligado à consciência/razão do indivíduo/dimensional e não mais à sua coragem ou sua ausência de medo. Nele o dimensional já possui a energia de um semi-deus, irradiando-a através da sua vontade e do seu desejo. E, através do toque do seu dedo ou do seu olhar é capaz de provocar mudanças internas e externas em objetos, vegetais, animais e em outros indivíduos, porque já tem a energia vibracional direcionada/compatível com tudo e com todos. Portanto, o dimensional neste estagio já tem a consciência necessária, que o permite interferir na natureza, na saúde/mente de outros indivíduos e atuar decisivamente na auto-cura e, portanto, interagir com ele mesmo e com tudo em sua volta sem causar danos. O dimensional nesta freqüência deve ter a extrema responsabilidade de só exercitar este seu poder mental/vibracional, que interfere nos pensamentos de outro indivíduo, quando for para ajudá-lo em seu equilíbrio emocional, para que ele alcance um nível mais iluminado de consciência.

O indivíduo nesta freqüência pode ainda fazer levitação, transmutação, tele-transporte e bi-locação.

Quando o dimensional está no sétimo estágio, ele está também entre 70 a 79 em uma escala para a energia da kundalini de 0 a 100. Entretanto, somente quando ele chegar a 80 e ultrapassa-lo, não ficará mais a mercê do “jogo da dualidade” e, portanto, não ficará também a mercê da energia de antagonismo/conflito que a dualidade gera.

Neste estagio o indivíduo/dimensional não precisará mais ativar nenhum ponto do seu corpo, apenas deve fazer a expansão da sua aura, para que amplie todas as suas faculdades mentais e inicie a sua transmutação. Ele já é literalmente o seu próprio juiz, já é o seu próprio espelho, percebendo de uma maneira clara se está ou não aumentando o seu nível de consciência, se está ou não em um processo de auto-iluminação. Quando o dimensional é ativado ele está apenas equilibrando o seu campo energético, ele está sendo apenas ajudado para que fique mais perceptivo, alcance um novo nível de consciência e suba mais um degrau na sua escalada evolutiva.

O dimensional nesta freqüência deve cuidar ainda mais da sua saúde, para que tenha um bom condicionamento físico. Ele deve ingerir preferencialmente alimentos naturais e manter-se no peso ideal, para que a carga elétrica de suas células não ficando para mais e nem para menos, não interfira em seu contato.

O dimensional neste estagio ele já trabalha apenas com o seu frontal através da soma de todas as outras energias (Energia Taquiônica). Como ele já trabalha/direciona a sua energia vibracional ativa ou da criação, já manipula também a freqüência multi-vibracional, que com ela interage com tudo e com todos e, portanto, podendo fazer os seus “milagres”. Neste nível ele já interage com freqüência de altíssima vibração, quando a sua energia sexual, que não depende dele ter ou não relação sexual, pode ser por ele mais facilmente direcionada da sua coluna para o seu frontal.

Os trabalhos nesta freqüência devem ser feitos entre indivíduos dimensionais de polaridades opostas, que já devem estar bastante resolvidos em suas vidas, porque serão tocados/potencializados ao nível de suas mentes e mexidos ao nível dos seus inconscientes (arquivos).

Para o sétimo estagio em diante o indivíduo/dimensional deve aprender a controlar/dominar a sua energia vibracional. Ele deve aprender a fundir/transformar as suas energias de freqüências emocionais para uma só freqüência, para a sua energia de freqüência sexual, porque é a mais potente fonte geradora de energia vital (Energia Taquiônica). O subconsciente do dimensional irá reconhecer e processar as freqüências emocionais, para que aconteça está transformação/fusão.

Os dimensionais (de polaridades diferentes) que já vibram ao nível do sétimo nível em diante devem estar conscientes que estão de perto sendo observados pelos “seres” e, portanto, quando estiverem em um trabalho vibracional não devem sentir atração física um pelo outro e não devem também desenvolver laços emocionais e afetivos, para que a energia da criação gerada pelos dois naquele momento, suba sem interferência pelas suas colunas e centralize em seus chacras frontais.

O poder e o conhecimento são dados somente para aqueles que com certeza já não saem mais da faixa da tolerância, não burlam as Leis Universais e, portanto, são dados para aqueles que já foram intensamente testados em todos os sentidos.

OITAVO ESTÁGIO – Neste estagio o dimensional já pode ter contatos de 4º e 5º graus, como também pode fazer viagem fora do Sistema Solar. Ele será a todo o momento testado em sua capacidade de compreensão/tolerância, quando indivíduos de difícil convivência o testarão no seu dia a dia a permanecer na faixa de tolerância. Neste estagio o dimensional já está também totalmente seguro e protegido de tudo, já pode ingerir normalmente a substancia em forma de tabletes fornecida pelos “seres”, que facilita a regeneração total de suas células. Ele já obtém normalmente informações dos “seres” e já ganha deles objetos, que o favorecerão em sua missão. Nesta freqüência ele já pode mexer na “placa” de outros dimensionais que precisam de ajuda, mas, para este trabalho especifico, ele terá antes de fazer determinados trabalhos vibracionais para se ajustar.

NONO ESTÁGIO – Nesta freqüência o indivíduo/dimensional já desenvolveu por completo a energia de um semi-deus e já pode manipulá-la. No sétimo estágio o dimensional começa a desenvolver a sua energia de semi-deus, no oitavo estágio ele mais ou menos já a controla/domina e no nono estágio ele já pode e sabe manipula-la e, portanto, já pode se expressar em sua Freqüência de Luz (MERKABAH).

Quando o indivíduo/dimensional ao nível celular vai perdendo carga elétrica, ele na mesma proporção vai perdendo condições vibratórias para o seu contato com os “seres”. O dimensional deve também manter a sua freqüência mental pelo menos em 23 ciclos/seg., para que haja compatibilidade energética com os “seres” e possa com eles iniciar um diálogo.

Todos os dimensionais que já estão em missão já tiveram determinada importância no passado. Eles já foram líderes, representantes de grupos, de raças ou de países. E, já tiveram determinadas responsabilidades também em outras dimensões ou esferas.

Os dimensionais/Projeto Portal de polaridade positiva foram os primeiros que tiveram as suas “placas” físicas e também os primeiros que realmente tiveram contato, porque necessariamente tinham que ser mais ajudados no inicio, por terem menos canais abertos. Agora, eles devem desenvolver cada vez a sua intuição.

A vez agora é dos dimensionais/Projeto Portal de polaridade negativa se desenvolveram mais nos trabalhos vibracionais e, por possuírem níveis de percepção mais aguçados, quase certo que se desenvolverão mais facilmente. Estes dimensionais também desenvolverão a arte da magia do olhar e do sorriso.

De agora em diante cada dimensional será trabalhado em uma freqüência mental especifica, será trabalhado apenas ao nível da sua energia da criação, que é mais potente. Ele será ativado em determinados pontos no seu corpo, para que todas as suas outras energias oriundas de suas emoções sejam transformadas/fundidas em uma só freqüência, na energia sexual ou da criação.

O dimensional deve ter a mesma dedicação para todos os indivíduos, não olhando idade, sexo, beleza, condições financeiras/sociais, etc. Se ele ainda distingue os seus semelhantes, ele não se ilumina o necessário, para alcançar os estágios superiores em sua escalada evolutiva, porque ainda não vibra na Neutralidade do Amor Puro/Uno.

O máximo que o individuo/dimensional alcança em relação à energia da kundalini, enquanto ele estiver na Terra é o nível 90 na escala de 0 a 100 e, se ele está com esta energia neste nível, ele está no 9º estágio. No estágio 100 ele já estaria no Estágio Divino.

O dimensional para continuar em missão em outros planos de realidade deve alcançar a sua Vibração Divina, para que ao se transmutar, vibrando em sua Freqüência de Luz, incorpore/materialize a sua MERKABAH.

O dimensional/Projeto Portal de um modo geral já vibra em uma freqüência mental, que permite os “Seres” através do Plasma-2 o potencialize, para que ele possa auto-curar e despertar a sua memória cósmica, se este for realmente o seu desejo.

O dimensional apenas despertará os seus semelhantes, se antes se despertar. E, ele não conseguirá desempenhar o seu trabalho missionário se ficar apenas interessado em direcionar a sua habilidade paranormal para os seus interesses mundanos.

Os dimensionais/Projeto Portal à medida que aumentam a sua freqüência mental/vibracional, estão mais de perto sendo observados pelos “Seres” e como nas provas práticas em qualquer escola da terceira dimensão, estão sendo avaliados em sua responsabilidade de vibrarem ou não em um nível de consciência compatível e em ressonância com a Freqüência de Energia/Luz, que talvez na Terra apenas eles estejam recebendo no momento.

Quando a “Nave de Gemus” ou a “Nave GNA” com as suas sondas se mostram fora do Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte/MS-BR, é porque os dimensionais/Projeto Portal já sintonizados com as suas Freqüências conseguem com elas interagir e, também, porque é uma maneira dos “Seres” os retribuírem pela sua dedicação e pelo seu desempenho. Portanto, o contato ou qualquer manifestação dos “Seres” é a sua resposta aos dimensionais, para que realizem as suas conquistas vibracionais, estabelecendo com eles a necessária inteiração.

As presenças de determinados minerais nas paredes das galerias/cavernas na Fazenda Boa Sorte/MS-BR, facilitam ao nível do cérebro do individuo/dimensional as condições eletromagnéticas necessárias para que ele veja pela a sua percepção do frontal as freqüências das “placas”, o que não é possível acima das galerias (no milharal) por falta de um campo eletromagnético propício, apesar de que a freqüência da “placa” estar vibrando tanto dentro como fora das galerias (tanto em baixo como em cima delas). Portanto, a Verdade Cósmica no axioma (Lei de Hermes) que diz o que está em cima está em baixo, porque o que está em baixo é o reflexo do que está em cima, se encaixa na entrega das “placas plasmadas”, mas, esta Verdade é muito mais ampla, porque Ela vai além do físico, do eletromagnético/plasma e, inclusive, transcende o dimensional através da Energia do Amor Puro e Uno da Manifestação.

A areia de Minas do Camacuã/RS possui alguns componentes como cristais de quartzo. Nela tem também partículas de cobre, de ouro, de molibdênio e de titânio, entre outras, que geram uma carga elétrica, que mexe no campo eletromagnético do individuo/dimensional, gerando-lhe uma luminosidade, que dura pelo menos um minuto em seu peito, em suas mãos e principalmente em sua fronte, quando ele estiver deitado na areia daquele local em determinado tempo programado pelos “Seres”. Portanto, os componentes minerais desta areia têm propriedades, que fazem um efeito no campo eletromagnético do dimensional com uma intensidade bem próxima do efeito produzido pela Pirâmide de Sakara, que gerava Energia Taquiônica em ressonância com a Energia Cósmica e de onde ainda podia extrair as energias elétrica, estática e eletromagnética.

Até o presente momento, em setembro de 2005, já foram formados dois grupos de dimensionais para receberem diretamente dos “seres” uma substância em forma de tablete, que trabalhará principalmente o seu sistema nervoso. E, cada grupo formado é fechado, portanto, outros indivíduos dele não participam.

O dimensional dentro do vórtice de energia amplia a sua capacidade mental/vibracional para uma interação de contato, que ele deve tentar sete vezes em um intervalo mínimo de sete horas entre um comparecimento e outro, mesmo que já tenha obtido um contato de 4º ou 5º. Grau.

Trezentos indivíduos/dimensionais não alcançaram o sétimo estágio nos atividades de campo de outubro/2005 em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, o que não aconteceu com os dimensionais de Minas Gerais, que foram favorecidos pelo vórtice de energia do local onde fizeram o atividade de campo, que atuou em freqüências variadas e, assim, eles puderam ser trabalhados em suas glândulas pituitária e pineal em igual freqüência tanto o dimensional de polaridade positiva/homem como o dimensional de polaridade negativa/mulher.

Os indivíduos/dimensionais que não conseguiram nivelar as suas camadas da aura com as dos outros dimensionais, ficarão em uma reciclagem energética (recuperação) por seis meses, através de trabalhos vibracionais específicos e de uma alimentação direcionada. Este nivelamento é muito importante para os trabalhos que irão acontecer a partir de agora no Projeto Portal de uma maneira mais constante, que envolvem contatos, percepção/intuição e acesso às “placas” físicas, entre outros.

Os estágios de 1 a 9 referem-se ao padrão/nível de consciência do dimensional, tendo em vista a sua freqüência mental/vibracional, à sua maneira de ver/interagir com os seus semelhantes e neste seu relacionamento com eles, como procede para ajudá-los.

O sub-nível que também vai de 1 a 9 dentro de cada estágio, mede o controle/equilíbrio do dimensional de se manter dentro da faixa de tolerância, portanto, sem extrapolar as suas emoções tanto para o muito “positivo” como para o muito “negativo”. A irritação/stress pode afetar o corpo do dimensional de polaridade negativa/mulher mais nos seios, no útero e no estômago. E, no dimensional de polaridade positiva/homem mais na cabeça, nos rins e na próstata.

O que evita o dimensional alcançar um maior sub-nível é o “ego” através da vaidade, do orgulho, do ciúme, da inveja e de todos os outros pensamentos/atitudes que desarmonizam, por não aglutinarem.

Um risco de luz que aparece no lado direito ou esquerdo da sua foto da aura, sinalizou para o dimensional no atividade de campo de outubro/2005, que ele deve desenvolver no trabalho dos pontos as suas habilidades oriundas de suas vidas passadas e se descobrir como fragmento ou partícula de algum personagem bíblico.

O trabalho de interação que neste atividade de campo também sinalizou o individuo/dimensional em sua foto da aura, é para ele trabalhar ao nível da sua aura/campo energético, o que ele no momento está precisando.

Quanto ao trabalho de iniciação ele é individual e desenvolverá as habilidades especiais do dimensional em relação ao sexto sentido e o tipo de magia que possui, entre outras.

Neste atividade de campo (outubro/2005) os trabalhos vibracionais estarão ligados à alquimia, as camadas da aura dos dimensionais e às suas habilidades mentais.

Os trabalhos de novembro/2005 nas Minas de Camaquã/RS para sincronizarem o dimensional com a Energia Universal, será apenas para aquele que já alcançou o sétimo estágio. Neste trabalho mais importante que a fluorescência que poderá acontecer em determinadas partes do corpo do dimensional/Projeto Portal (testa, mãos, pés e umbigo), é a escamação posterior que poderá acontecer principalmente em suas mãos, sinalizando que ele alcançou através da sua pele a capacidade de absorver o lado “positivo” do Raio Sincronizador. Este local é uma indicação dos “Seres”, para que o dimensional possa ficar pelo menos três horas em contato com a areia do local, enquanto energeticamente é trabalhado, para que aconteçam as manifestações já mencionadas, enquanto ele é também envolvido por uma espécie de relâmpago sem nenhuma direção com flashes a cada três, sete ou vinte e um segundos. Estes flashes (relâmpagos) propagam de cima para baixo e os seus clarões apenas são visto em baixo, em volta dos dimensionais.

Neste local o dimensional ficará em um determinado ponto do Vórtice de Energia de acordo com a hora e o dia do seu nascimento. Portanto, o dimensional deve encontrar o seu ponto energeticamente ideal, para que ele obtenha sucesso neste seu trabalho vibracional.

Não é importante para os “Seres”, que o dimensional em sua missão de propagação se desgaste, tentando convencer o seu semelhante a existência deles. A população de um modo geral não acredita nos “Seres” por questão religiosa e também por causa da mídia que de um modo geral passa a idéia que o indivíduo que acredita neles tem no mínimo imaginação muito fértil ou, então, que os eles existem, mas, que são seres negativos e manipuladores. Entretanto, o dimensional/Projeto Portal consciente/desperto tem certeza que eles existem, que eles pertencem aos vários Planos da Manifestação, que são seres “positivos” e se estão na terceira dimensão interagindo com ele, é para ajudá-lo, orientando-o para que não se desarmonize e não desarmonize os seus semelhantes. Estes Seres de Luz estão também alertando o individuo/dimensional sobre os acontecimentos vindouros que literalmente abalarão a Terra, para que ele se prepare e se proteja. Mais importante é passar as informações/mensagens dos “Seres”, portanto, o importante no momento é falar do “milagre” e não do “santo”.

A última tormenta solar já modificou o eixo da Terra em 10,6 cm, acelerando a sua rotação. Então, o individuo poderá imaginar o que acontecerá não apenas a este planeta mais também a todo Sistema Solar, quando os Raios da Sincronização seqüenciais se mostrarem. De acordo com o calendário maia e de acordo com os “Seres” o auge do caos será em 22/12/2012.

Cabe ao individuo/dimensional conservar o seu corpo físico o mais saudável possível até o momento da sua transmutação, porque estando com condicionamento físico e mais disposição mental, ele se torna apto a exercitar mais a sua vontade e o seu desejo, capacitando-se de uma maneira melhor para a sua transmutação e para o despertar dos seus semelhantes para uma consciência coletiva mais iluminada para o momento.

Quando o dimensional alcança o sétimo estágio/nível, ele começa aprender também a neutralizar/vencer as suas dificuldades, mexendo em sua “placa” ou alterando a sua simbologia. Entretanto, para que ele obtenha o resultado almejado, a sua aura deve estar nivelada com as auras dos outros dimensionais/Projeto Portal, para que ele possa se potencializar. Portanto, para que forme este Corpo de Energia que potencializa, é necessário que as auras/campos energéticos de todos os dimensionais/Projeto Portal estejam em sintonia e vibrando em uma mesma freqüência.

Se cada dimensional conseguir mexer/direcionar a sua própria energia, conseguirá neutralizar/superar as suas dificuldades, fazendo que a sua existência terrena irradie o que ele chama de “positivo”. O individuo/dimensional precisará deste seu estado mental “positivo” principalmente depois do ano de 2012, quando ele viverá uma fase de reconstrução, que exigirá dele muita obstinação/liderança até o ano de 2028. Neste período de reconstrução a quarta dimensão ficará mais presente, portanto, o dimensional com ela interagirá mais e poderá através dela ajudar os seus semelhantes nestes momentos vindouros e difíceis da humanidade. Ele praticamente não adoecerá, não envelhecerá, ficando resguardado de danos físicos e emocionais e, como estivesse no “paraíso” ou vivendo a sua “Nova Jerusalém”, interagirá com o mundo paralelo/quarta dimensão à medida que vai se transmutando. Quem já consegue com a sua visão pela percepção do frontal “ver” os ultras já começou a interagir com o mundo paralelo, garantindo-se para habitar este “novo céu” nesta nova Terra.

O individuo já está vivendo a última oportunidade de se transmutar através do Raio da Sincronização, que em sua manifestação cósmica e cíclica se repetirá apenas daqui a 5.126 anos.

Os dimensionais/Projeto Portal que já passaram para um outro plano, estão no plano de ascensão, esperando o seu “julgamento final” e poderão depois do ano de 2012 “reviver” através da re-encarnação. Entretanto, os indivíduos/dimensionais que já possuem uma consciência iluminada e que já fizeram a sua passagem antes do ano de 2012 podem até agora re-encarnar, porque ainda há tempo de se transmutarem.

Aquele que já fez a sua ascensão pode re-encarnar e não transmutar, enquanto aquele que já transmutou não re-encarna mais, porque a sua vida biológica (corpo físico) já foi transformada em luz com as células do seu corpo físico tornando-se mais sutis, através de pelo menos 10% do plasma gerado a partir delas.

Os pais dimensionais devem ter os seus filhos até o dia 27/03/2006 para que possam nascer com habilidades especiais/direcionadas, como o GNA Duplo e as camadas da aura duplicadas, entre outros predicados, para que possam posteriormente fazer o seu desenvolvimento mental especial.

A partir de março/maio do ano de 2006 campanhas desmoralizadoras aumentarão para destruir conceitos filosóficos, que de certa forma ajudaram a construir a civilização. Portanto, o dimensional/Projeto Portal deve cada vez mais se fortalecer em seus grupos de trabalho (de 1 a 7) e, individualmente, iluminar a sua consciência.

Estes grupos de trabalho em missão serão orientados como devem proceder e já está clara para eles a necessidade de passar por várias experiências, entre elas a de contato direto com os “Seres” para que possam obter informações diretas deles, necessárias à sua missão de propagação e de divulgação.

A Freqüência de Onda esculpida no anel, na medalha e na pulseira de prata ou de ouro, ajudará o dimensional a ter sincronia com os “Seres”.

Cada grupo de 1 a 7 irradia um tipo de vibração e em função dela os dimensionais de cada grupo podem ser chamados para um determinado trabalho no Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte/MS-BR. Mas, alguns dimensionais deste grupo podem não apresentar ao nível de suas auras a mesma vibração do grupo, portanto eles não farão este trabalho vibracional, mas, serão chamados posteriormente.

Os dimensionais/Projeto Portal quando são convidados para um tipo de trabalho, eles não são melhores do que aqueles que não foram convidados, eles estão apenas na freqüência mental/vibracional para o trabalho do momento, entretanto, todos quando estiverem no sétimo estágio, devem acompanhar a seqüência dos atuais trabalhos vibracionais, entretanto, não mais com a benevolência da recuperação.

O dimensional que alcançou o sétimo estágio/nível foi porque conseguiu fixar a sua energia da kundalini no frontal como energia vibracional ativa e não porque ele possuía mais conhecimento ou porque já tinha sido contatado, etc.

O individuo/dimensional que chegou ao sétimo estágio/nível, foi também pelo seu pensar/agir, que modificou a carga elétrica de suas células, por ter feito uma alimentação direcionada/balanceada e ainda por não ter estressado, conservando-se na faixa de tolerância.

O dimensional/Projeto Portal deve se preparar para se expressar com objetividade/raciocínio, para que possa tomar decisões rápidas e corretas nos Novos Tempos que virão e, para que ele tenha uma atitude de equilíbrio no auge da transição planetária, ele deve contar com o auxilio da sua intuição e da sua percepção extra-sensorial, principalmente o dimensional de polaridade positiva/homem que deve desde agora aprender a ter diálogo/interação com o extra-físico.

Recapitulando, a primeira camada da aura está associada ao plano emocional, a segunda camada ao plano astral, a terceira camada ao plano físico, a quarta camada ao plano extra-físico, a quinta camada ao plano mental, a sexta camada à Bi-Polaridade e a sétima camada à proteção do individuo/dimensional.

Depois que o dimensional/Projeto Portal tem o seu contato, o próximo será sempre mais forte/intenso energeticamente, com uma aproximação mais física e uma interação mais mental com o “Ser”.

Neste atividade de campo de outubro de 2005 no sitio Essência, em Santa Luzia/MG-BR, quinze dimensionais materializaram o cristal e dez polarizaram o perfume. Entretanto, o perfume plasmado é apenas para ativar a energia alquímica do dimensional de polaridade positiva, porque ele ainda precisará materializar uma semente de cor vermelha, que deve germinar e que ele deve plantá-la um local pré-determinado com o auxilio de dois dimensionais de polaridade negativa, que com eles tenha compatibilidade vibratória.

Só depois que o dimensional/homem polarizar o perfume e materializar a semente, é que ele terá condições de fixar o ouro, enquanto o dimensional/mulher após materializar o cristal, já pode tentar fixá-lo.

De agora em diante os trabalhos vibracionais que ainda não foram feitos serão realizados.

No final deste atividade de campo de outubro/2005 sessenta e um dimensionais não mostram condições vibratórias para os trabalhos de novembro/2005 na Fazenda Boa Sorte/MS-BR, trinta e sete podem ir, mas, antes devem ter uma preparação anterior e o restante por apresentar as condições vibratórias necessárias, pode ir.

Os dimensionais/Projeto Portal estão atualmente classificados em grupos de trabalho de 1 a 7, que são definitivos, até que os “Seres” decidam se deve mudá-los. Cada dimensional foi encaixado em um destes sete grupos de acordo com a sua camada de aura e estes grupos representam a população em relação às quarenta e nove raças. Cada grupo tem uma freqüência para um nível de contato, que traz com ele responsabilidades, certos privilégios e vantagens.

Cada dimensional no exercício de sua liderança tem a responsabilidade de propagação/divulgação e também tem a responsabilidade de todos os seus outros atos, tanto daqueles que são chamados de “positivos” quanto daqueles que são chamados de “negativos” e a sua responsabilidade missionária aumenta ainda mais, quando as suas partículas já fizeram as suas passagens (morreram).

O dimensional/Projeto Portal está em busca de uma saúde melhor, de um prolongamento de vida e de até mesmo de sua Transmutação, que ele ainda não sabe se irá consegui-La, já que ainda tem alguns degraus da Escada Evolutiva para alcançar através da auto-iluminação e da sua capacidade de desenvolver e de direcionar a sua energia vibracional ativa. No Projeto Portal ele está próximo à reta final em relação aos trabalhos vibracionais, depois de uma escolha que há muito foi por ele desejada (desde o final de 1997), quando desde então se prepara mentalmente. Estes trabalhos vibracionais no final de 2005 são para a definição dos diversos níveis de freqüência, levando em conta uma das suas sete camadas da aura, que os decodifica para um dos sete grupos de trabalho.

O dimensional do Grupo Um terá contato de terceiro grau – contato visual de uma distancia até cem metros, onde não existe uma comunicação direta através de uma conversação verbal, mas, pode existir uma interação telepática ou mediúnica com a manifestação de contato. Este tipo de interação não interessa ao Projeto Portal. O dimensional deste grupo já tem como “instrumentos de comunicação” com a população os “Ultras”, a “Nave de Gemus”, a “Nave GNA” com as suas sondas que aparecem, auxiliando-o em sua missão, quando sintonizadas com a sua freqüência mental/vibracional.
O dimensional do Grupo Dois terá contato de quarto grau – contato que poderá acontecer com uma comunicação direta com os “seres”, mas, sem o dimensional entender direito o que eles falam e só após a sétima ou oitava interação de contato é que ele começa a entender em uma comunicação verbal o que os “Seres” estão vibrando em sua mente e, quando ele começa também à entrar em uma freqüência mental ainda mais acelerada para contatos de quinto grau. No contato de quarto grau acontece, sobretudo, a manifestação da sonoplastia para trabalhar o campo energético/aura do dimensional, testando o seu equilíbrio emocional. E, neste nível de contato o dimensional não é mais influenciado com as ponderações “negativas” de outros indivíduos.
O dimensional do Grupo Três terá contato de quinto grau – contato que já o possibilita ter até setenta por cento de entendimento com os “Seres”, poder tocá-los e vice-versa. Com esta aproximação o dimensional poderá receber fisicamente deles algo.
O dimensional do Grupo Quatro terá contato de sexto grau – contato com entendimento praticamente total, com noventa por cento de entendimento em uma conversação verbal com os “Seres”, quando poderá também ser por convidado por eles para conhecer outros pontos fora do Sistema Solar, quando será especialmente preparado para este acontecimento.
O dimensional do Grupo Cinco terá contato de sétimo grau – contato que o possibilitará fazer viagens para alem do Sistema Solar, conhecendo segredos cósmicos que ainda não foram descobertos pela ciência.
O dimensional do Grupo Seis terá contato de oitavo grau – contato através de Portais (Xendras), que são aberturas no espaço ou janelas do tempo, por onde se dão os tele-transportes.
O dimensional do Grupo Sete terá contato de nono grau – tendo condições para realizar tudo que ele tem para realizar em sua missão terrena e nunca mais voltar à terceira dimensão, a não ser que queira. O dimensional já interage com as Energias Universais, totalmente vibrando com a Energia de Cristo, que em ressonância com a Célula Mãe-Pai e já vibrando em uma freqüência mental própria, a sua missão já acontece em sintonia com uma Esfera Maior de Vibração.

Independente do grau de contato os direitos e os deveres são iguais para todos os dimensionais. A diferença está na responsabilidade de cada dimensional em função do seu nível de freqüência mental/vibracional e de Luz/informação (consciência/razão) que irradia.

Os “Seres” têm apenas boas intenções com os seres humanos, quando passam as suas informações e as suas mensagens. Eles não irradiam o que chamamos de maldade e há muito eles vêm ajudando pelo mundo afora grupos de trabalho como o do Projeto Portal, porque estes indivíduos/dimensionais já se tornaram depositários de sua confiança, por despertarem a população para um outro nível de consciência sintonizado com a Nova Era.

Dentro dos sete grupos de trabalho existentes atualmente no Projeto Portal, cada dimensional será avaliado de acordo com a sua freqüência mental/vibracional e o seu nível de consciência.

Até março de 2006 os trabalhos na Fazenda Boa Sorte vão ser preferencialmente dirigidos para os contatos. E, para que eles aconteçam de uma maneira mais completa e mais constante, é necessário que o indivíduo/dimensional trabalhe o “ego” principalmente nos seus aspectos da vaidade e da inveja, porque interferem de uma maneira intensa e desarmônica na concretização dos mesmos.

Às vezes em alguma manifestação de contato pode inicialmente acontecer chuva de partículas, que é extremamente importante para um determinado tipo de contato, quando é bastante avaliado o grau de consciência do contatado. Estas partículas interagem com o dimensional atravessando o seu corpo, que exige dele muito autocontrole e nestes momentos ele presencia também luzes, sondas, pedras caindo e a sensação de que as árvores estão em movimento, entre outras manifestações. Neste nível de freqüência para que aconteçam estes tipos de manifestações, está presente a vontade dos Seres da Natureza, que o dimensional deve agradecê-los, sintonizando-os com o coração aberto e com pureza do propósito missionário.

O individuo/dimensional não deve comparar a sua manifestação de contato com as de outros indivíduos, supervalorizando-o ou o menosprezando.

Os “Seres” desejam que o dimensional tenha atitudes firme-lúcidas e sem precipitação, para que ele não jogue por terra em desequilíbrio emocional todas as suas interações de contato anteriores e harmonicamente já conquistadas. Nestes momentos de contato o indivíduo/dimensional é analisado em sua perseverança, disciplina e caráter, que serão necessários em um futuro próximo, quando muitas vidas dependerão de suas decisões e atitudes.

Os “Seres” desejam que o dimensional desperto se prepare em grupos de trabalho com credibilidade, para juntos possam de varias maneiras, conduzir indivíduos que em estado de choque não saberão agir no momento de uma grande transformação física, que a Terra passará daqui alguns anos.

O dimensional consciente deve despertar aquele dimensional ainda inconsciente para os acontecimentos vindouros, mas, antes deve conseguir a sua confiança, para que possa também desperta-lo para as suas habilidades para-normais.

Até o presente momento (dezembro/2005) os “Seres” cederam ao Projeto Portal as tecnologias do protótipo, do Dourado, do OX3, do fertilizante/Intrasid e do gerador (moto-contínuo).

O dimensional/Projeto Portal por alguns dias do mês de dezembro/2005 se alimentou diariamente de meio abacaxi, duas maças, uma colher de mel e uma cebola, para que este tipo de alimentação pudesse metabolicamente interferir na sua pineal e na sua pituitária, ajudando-as a produzir mais enzimas necessárias para que a carga elétrica do seu corpo ficasse ainda mais ativada. Portanto, o dimensional com a carga elétrica do seu corpo já bastante potencializada, foi apertado em determinados pontos de suas orelhas, para que o seu subconsciente ficasse ativado. Neste momento o dimensional, com os seus olhos fechados, “viu” com a sua visão pela percepção do frontal e com o auxilio do seu nervo óptico flashes dourados, prateados e avermelhados.

A visão do flash de um vermelho rutilante é o ideal, porque é o preferido para os atuais trabalhos vibracionais, mostrando que o dimensional está com a energia crística da criação ativa. Portanto, quando o individuo/dimensional é apertado em determinados pontos de sua orelha, ele direciona estímulos para o seu cérebro, que o devolve para o seu nervo óptico em forma de carga elétrica que é percebida em forma de explosão ou de flashes luminosos coloridos. Este trabalho é feito com na presença de três “Ultras”, que por trans-comunicação poderão passar mensagens gravadas em fita levada por cada dimensional para este trabalho vibracional.

As Amazonas Matriciais tinham três características físicas grupais, que as identificavam e que hoje poderiam ser encaixadas com as características das mulheres, que são vistas normalmente transitando pelas ruas de qualquer cidade chamadas de morenas, de loiras e de ruivo-sardentas. Elas estavam presentes na China através das “Ilhas Misteriosas”, quando foram mencionadas por navegadores dos séculos XI ao século XIII. Elas viveram também na região da Capadócia na Ásia menor e no século cento e onze antes de Cristo elas já tinham chegado à Grécia. Elas viveram também na Mongólia e no Egito e ainda estão presentes nos folclores escandinavo, russo, africano e indiano.

As Amazonas “resplandeciam” um magnetismo pessoal de tamanha natureza, que através de um simples sorriso encantavam os indivíduos à sua volta. E, quando beijavam, não o beijo lascivo como é feito hoje entre homem/mulher, faziam que a energia vibracional do seu parceiro (sacerdote) direcionasse para o seu frontal e ai fixasse por um período de sete meses. Entretanto, eram raros os homens distinguidos por elas com este “ritual energético”, porque tinham que ser sacerdotes possuidores de habilidades extra-sensoriais.

Os sete atuais grupos de trabalhos vibracionais do Projeto Portal serão fechados em 27/03/06, portanto, serão aceitos para os atuais trabalhos vibracionais apenas os dimensionais que até esta data, tiraram as suas simbologias e fizeram um curso básico, para que tenham as informações mínimas sobre a energia vibracional. Atualmente, o Projeto Portal tem nos Estados onde existem os núcleos uma média de três mil participantes ativos e quinze mil flutuantes. Destes três mil participantes pelo menos um mil quatrocentos e quarenta dimensionais deverão fazer contato com os “Seres” até março de 2006.

Se até o final de 2006 as autoridades constituídas da aérea de segurança não abrirem os seus arquivos mostrando a existência dos “Seres” e suas reais e pacificas intenções, eles mesmos irão se mostrar à sua maneira para a população.

Quando o dimensional abre os seus braços, ao mesmo tempo em que os ergue em momentos de altíssima freqüência mental/vibracional, é uma maneira dele através do seu corpo interagir com a Sincronia Cósmica, de ascender a Deus através de uma maior sintonia com Ele.

Os “Seres” em sintonia com a Consciência de Cristo estão orientando os dimensionais/Projeto Portal e preparando os seus campos energéticos para atuação, já que foram codificados para isto pelas Esferas Superiores em uma programação muito antes da vinda de Jesus Cristo. Portanto, os dimensionais não precisam preocupar ou esmorecer diante de “forças negativas” que sempre surgem para perturbá-los no desempenho de suas missões, que devem ser cumpridas o mais rápido possível, porque já começou a contagem regressiva para a humanidade.

As simpatias são vibrações impostas ou direcionadas a um objeto, que ficam nele vibrando, produzindo ou não efeito no individuo, dependendo dele acreditar ou não nelas. A magia se propaga entre indivíduos através da energia da afinidade, quando existe entre eles a mesma maneira de pensar/agir, permitindo que tenham, por exemplo, atos de carinho e atenção. A energia do magnetismo já atrai a atenção dos indivíduos através de um “dom” (ou do carisma) daquele que o irradia. Entretanto, o que realmente o dimensional tem que saber, é que ele deve ter o poder mental para mudar vibração das coisas. O individuo/dimensional deve também saber distinguir o vazio das formas pensamento (sem consciência) das entidades conscientes ou “espíritos”, que apenas estão no momento sem os seus corpos físicos.

O Morro na Fazenda Boa Sorte onde os dimensionais dão as suas voltas, existe uma galeria circular descendente, que os permite descer até trezentos e cinqüenta metros de profundidade e a partir deste ponto “a descida” para chegar às Cidades Sagradas é feita de uma maneira não mais dentro das leis físicas. Todos os dimensionais que tiverem missão relacionada com os Mundos Interiores irão adentrar estas galerias, principalmente a partir do ano de 2007.

Cristo no ano de 2012 deve estar presente na Terra, de acordo com os “Seres”, com a Bíblia e o com Calendário Maia, Portanto, cada dimensional deve já nesta data estar com a sua freqüência vibracional definida e compatível com as freqüências das sacerdotisas e dos sacerdotes, que manipulavam e direcionavam a energia da criação ativa (kundalini) ou a energia de manifestação e de atuação na matéria.

Na Bíblia as mulheres (sacerdotisas) destacadamente citadas como Maria Madalena, Ester, Sara e Miriam, entre outras, possuíam varias faculdades que as possibilitavam manipular as Leis Universais, que estão direcionadas à terceira dimensão. Através delas muitas informações virão à tona para o esclarecimento de alguns “enigmas” (ou “charadas”) que os dimensionais não terão a responsabilidade de decifrá-los, mas, que os compete completá-los, por que estão ligados à Cruz de Luz, que está relacionada e em ressonância com a posição de Jesus pregado na cruz, com o seu sentido de recepção da Energia de Luz como energia criadora. E, o dimensional com esta energia pode fazer o que ele quiser, tanto para o que ele chama de “positivo” como para o que ele chama de “negativo”, porque a energia não é boa e nem ruim, apenas se torna naquilo que está na consciência de cada um, manipulando-a através do seu pensar/agir.

Os trabalhos vibracionais do Projeto Portal foram iniciados com os dimensionais de polaridade positiva, porque tinha que finalizar a etapa da Era de Peixes “queimando” tudo o que tinha que ser “queimado”, para que agora no início da Era de Aquário na vibração da energia feminina se destaque a energia das Amazonas/sacerdotisas, que com as suas vibrações (vozes) faziam vibrar a água, equilibrando as moléculas, dando-as o formato tetraédrico, que facilitava a geração de energia eletrostática – a energia da vida. As amazonas tinham também o poder extraordinário da transformação alquímica do ouro, que elas produziam em grande quantidade, sem precisar retirá-lo do solo.

Translate »