Postado por

Só se constrói por fora, após se construir por dentro

Só se constrói por fora, após se construir por dentro
Print Friendly, PDF & Email

Aquele dimensional que não só já se despertou, mas que de fato se percebe mais consciente do momento de transição em que vivencia como parte da humanidade, precisa repassar aos outros informações e conhecimentos já sabidos e vividos, para que também esses se despertem e se conduzem com mais coerência em seu dia a dia.

Os seres humanos devem passar por uma renovação mental, que os possibilitem pensar e agir de maneira diferente. É necessário que eles pensem e ajam com uma visão mais responsável, nessa ocasião em que tanto a Terra quanto a humanidade passam por uma fase se transição.

Devem se conduzir mentalmente inseridos dentro dos verdadeiros fundamentos da natureza, com informações que os proporcionem uma sobrevida e, ao viverem mais adquiram mais conhecimentos, esclarecerem mais e evoluam mais.


O que se vê por fora, é o reflexo do que se vê por dentro. E, só se constrói por fora após se construir por dentro – Imagem da Internet

O dimensional desperto deve possuir a noção básica, que para prolongar sua vida física (biológica) é necessário que observe seu peso e o que ingere. E, com eles deve-se somar seu nível de consciência, que deve ser aquele próprio de um habitual andante da Linha B/Neutra ou do Meio, de suas Três Linhas da Vida

O corpo é o “veiculo”, a mente é o “motorista” e a emoção/sentimento é o “combustível”, que se estiver “adulterado”, não se vai a lugar nenhum.


“Suavizando-se” o corpo, tornando-o mais leve, torna-se mais fácil conduzir as emoções e, com elas através de sentimentos mais iluminados, sutilizar também a alma – Imagem da Internet

O dimensional que já se despertou deve agora trilhar o caminho do autoconhecimento. Trilhar o caminho do entendimento, voltado à sua verdadeira realidade de um ser universal e também de um ser divino.

Para isso ele precisa dar um passo a mais, agora já possuidor de algumas habilidades mentais desenvolvidas. Ele precisa dar um profundo mergulho para dentro de si mesmo, tornando-se seu próprio juiz não para se julgar, mas para se esclarecer, para realmente se conhecer.

Para que ele possa agora mais consciente de sua real identidade/frequência mental, começar a alterar com nobreza de propósito sentimentos de seu passado com aspectos negativos.


A pureza de alma conduzida pela emoção/sentimento dá o sentido de vida, até mesmo ao que fisicamente não tem vida – Imagem da Internet

O dimensional realmente consciente vivencia uma ocasião muito importante e necessária de transição, que por ela todos os demais devem também passar. Um momento de compromisso e de comprometimento que é de cada um, mas que no final todos com ele devem se somar para um mesmo objetivo, buscando uma existência mais além e mais plena.

É um momento decisivo que é de todos, mas com cada um caminhando com suas próprias pernas, para que possa se fortalecer, ajudar a si mesmo e se tornar exemplo a ser seguido. É um instante de arregaçar as mangas, quando cada um deve reconstruir seu mundo interior, com reflexos no mundo exterior (na realidade física).

E construir na realidade física sem mais protelamento a Cidade de Zigurats e a Grande Pirâmide, são partes também desse momento ou, do caminhar especialmente do dimensional rumo à sua transmutação.

Assim, interesses outros de um grupo minoritário com poder de decisão, não podem continuar prevalecendo e interferindo sobre os interesses dos demais. Recursos pecuniários devem se voltar aos objetivos e interesses iniciais que são de fato de todos, e não mais desviados por esses poucos para outros locais, com outros objetivos.

Devem cessar procedimentos continuados e dissociados de seus reais objetivos, cansando até mesmos aqueles que se fizeram presentes há décadas desde os primeiros instantes no Projeto Portal e, que hoje continuam em Dakila.

Cansam principalmente esses que possuem notória responsabilidade de seu compromisso e que procuram “reforçar” cada vez mais sua persistência frente essas incoerências, para não deixarem “seu barco afundar”.

Só se constrói de fato com objetividade por fora, se antes com apurada sensibilidade emocional “se constrói” por dentro. Ocasião que é necessário a mente e o coração juntos funcionem em harmonia, voltados para um mesmo objetivo.

Para que se construa com o verdadeiro sentido de plenitude, as energias irradiadas do campo biomagnetico daquele que pretende construir, devem estar harmonicamente entrelaçadas e direcionadas. A energia mental e mais sutil da sua quinta camada e a energia mais densa e física da sua terceira camada devem se entrelaçar, para que tudo funcione a contento, com foco e não se transforme em um corpo energético disperso, em “uma mula sem cabeça”.


A cidade de Zigurats e a Grande Pirâmide são primordiais aos Dimensionais que buscam sua transmutação. Elas constituirão a “Marca dos Diferentes” ou de seu “Registro” físico na Terra, como uma época que será lembrada no futuro, quando a humanidade se viu modificando para melhor, com o início da Era Dourada. Portanto, essas construções não podem continuar por outros interesses e barganhas sofrerem mais atraso na sua construção – Imagens de Dakila Pesquisas

Os dimensionais realmente conscientes já possuem a noção, se estão agora na realidade física, porque estão inseridos dentro de um especial propósito –  o de propagarem informações e conhecimentos, que só eles possuem, para que possam se tornar senhores de si mesmos.

Possam junto com demais dimensionais que serão despertados, alcançarem a frequência mental para um outro nível de consciência, que com ele deem seu Salto Quântico. Possam viver um novo e verdadeiro conceito de prosperidade, quando terão em mãos informações, que os torne de fato dono da real riqueza.

Riqueza que poderá ser infinita, inclusive, através do prolongamento de sua vida em um momento, que tudo se multiplicará em seu benefício. Em um momento que possuirá saúde em plenitude, podendo realizar seus sonhos e dos demais.

Ele vive uma fase do entendimento, para que se possa compreender o processo que está vivenciando-o neste momento, tendo à sua disposição recursos dos mundos paralelos que atuam metabolicamente no seu organismo (tabletes), atuando diretamente em suas células visando o prolongamento de sua vida

Tecnologias que eliminam toxinas de seu organismo, removendo acidez de seu organismo, que provoca doenças. Quanto mais seu sangue estiver alcalino, mais saúde terá, trazendo benefícios às suas células, dando-as mais durabilidade, mais vida.

Ele ainda vive uma ocasião que para ele está tornando um divisor de aguas, quando especialmente poderá como um semideus criar mundos (através do pensamento) e transitar entre eles. Ele já começa a perceber que tem em mãos a chave desse seu maior poder, para gerar seus próprios universos.

Essa chave já está agora ao seu alcance, é só ele com objetividade busca-la, porque mesmo com a Grande Pirâmide quando construída e ele ainda ciente de informações passadas pelos mundos paralelos, mas se não as colocar em pratica, nada lhe adiantará. Ele precisará vivencia-las, já as tendo inseridas em seu campo biomagnetico.

Despertar-se, é só ir até ao meio do caminho, quando se tem apenas ciência de informações e de conhecimentos adquiridos. O restante dessa caminhada para ser definitiva, para se completar, deve-se vivenciar o que já se sabe. Portanto, o dimensional deve dar vida às informações e aos conhecimentos já obtidos, praticando-os. Já os tendo conscientemente inseridos em seu campo.


A maneira de pensar e de agir de um dimensional realmente consciente, deve ser aquela que ele já em outra frequência mental, consiga dar seu Salto Quântico. Com outra compreensão, percepção e sabedoria interagir além-mundo dos sentidos, já alcançando o mundo do bioplasma e já sabedor que os seres de diversas realidades se identificam verdadeiramente pela energia/vibração que irradiam e não pelas suas aparências – Imagem da Internet

Aqueles dimensionais que não leem o que para eles é transcrito/repassado ou, quando leem não entendem e quando entendem não compreendem e ainda, quando compreendem ainda não aceitam, esses até mesmo ainda não se despertaram.

É uma lastima, porque não são capazes mesmo com esses “estímulos visuais” à sua disposição, iniciarem o mergulho para dentro de si e começarem a obter as respostas que necessitam (na frequência do “Viajante do Tempo”, através de seu Corpo de Luz). São incapazes de modificarem suas vidas e de se transformarem como Mensageiros da Boa Nova de Cristo.

Tornam-se prisioneiros de um mundo denso, sem condições de alcançarem mundos além de sua visão física. De não alcançarem realidades mais aceleradas, mais vibráteis, através da frequência do mental sutil (5ª camada de seu campo biomagnetico – aura). Realidades só alcançáveis também com a “visão da alma” com seu sentido vibracional mais pleno e não corriqueiro, por isso mesmo mais difícil de despertar interesse dos demais.


Aqueles que não conseguem mergulhar em si mesmos, não conseguem também alcançar mundos mais sutis, além de sua visão física – Imagem da Internet

É o momento do dimensional agora mais consciente, se deixar contagiar através de novos conhecimentos, que devem ser repassados com sabedoria às pessoas. É a hora que ele deve fazer sua diferença, iluminando-se para iluminar. É o momento de ele vivenciar nova etapa evolutiva, através conhecimentos que antes não sabia e que são fundamentais àqueles que viverão a Era Dourada.

Conhecimentos como os que estão inseridos no Cinturão em volta da Cidade Zigurats, protegendo aquela área que ele circunscreverá. Conhecimentos ocultos que ainda serão revelados naquele local, que possui topografia diferente, através da forma simétrica de seus relevos.

No Recanto de Havalon e principalmente na Cidade Zigurats a frequência mental de cada dimensional será ampliada, ele querendo ou não, pois a topografia desses locais lhe proporcionará novos aprendizados. Ali se tornará uma escola para todos eles, através de energias eletromagnéticas   que nesses locais serão geradas. Todos serão potencializados no que necessitam, para que desenvolvam suas habilidades mentais.

No quadrante norte da Cidade Zigurats se vê ali (com os olhos físicos) apenas uma “suposta natureza” toda acidentada e até feia. Mas, a verdadeira natureza vibracional daquele local é outra, não é vista fisicamente, mas percebida apenas mentalmente em sua harmônica e sutil vibração, “entrelaçando-se às realidades paralelas. Ali se encontra a “Estrada ECP19”.

Ali nada está por acaso, tudo foi planejado para este momento. Nesse local o dimensional é estimulado a desenvolver suas habilidades mentais. Nele o que é visto fisicamente em um primeiro momento ou apenas como natureza, existem presenças de vórtices de energia. Portanto, por trás dessa sua “suposta natureza”, existe uma outra vibracional normalmente não visível, como a que existe também na Pedra Fatiada.


Nessas fotos tiradas em 18/06/2000 na Região da Cachoeira, Fazenda Boa Sorte (hoje Recanto de Havalon), a primeira foto mostra a paisagem como ela era. A segunda foto já com interação mental e inicial do dimensional com a energia do vórtice, mostram condensações energéticas, que se formaram na trilha dentro do bambuzal e que depois se direcionaram já como um imenso corpo energético na forma de um vórtice à Pedra Fatiada mostrada na terceira foto. Mais informações no texto: Dezoito anos atrás – início do Projeto Portal, nesse Site – Fotos de Antônio Carlos Tanure

A verdadeira realidade vibracional desses locais ou desses módulos energéticos, a natureza já “a esculpiu” há milhões de anos atrás e, se por acaso, neles mudou algo nesse longo período, mas conservando-se suas características vibracionais iniciais, o dimensional se adaptará mentalmente em relação a elas ou, a esse “desenho vibracional” não visível posto pela natureza para ele.

O dimensional para alcançar a percepção/”visão” que seus olhos físicos não alcançam de outras realidades através de vórtices/”portais”, que foram deixados para ele como legados por essa “outra e mais sutil natureza”, é necessário que ele por sintonia, esteja em frequência mental mais acelerada e também mais sutil.

Essa suposta natureza não visível ou, “a natureza que não é natureza”, está nela mais perceptível/“visível” os verdadeiros fundamentos da natureza, que com eles fica mais fácil   “se inserir” nos mistérios do universo e assim, se perceber também que o ser humano vive não em uma morada por ele materialmente construída, mas que vivencia em plenitude acalentado em um “Útero Cósmico” – a Mãe Terra.

A Mae Terra é viva não como uma realidade fisicamente visível, porque seu “Real Sentido de Vida” (dentro do Analema Solar) só pode ser constado em uma outra frequência de realidade, além da 1ª Muralha que a circunscreve como o 1º e físico mundo.

Portanto, quando se diz Mãe Terra, não é uma expressão poética ou mesma esotérica, mas uma verdade vibracional dentro dos fundamentos da natureza, só alcançável por aqueles que já enxergam, sentem e percebem não mais apenas com os olhos físicos. Mas, já alcançam com sua sensibilidade outras realidades e suas Leis. Já possuem a frequência dos vórtices/”portais”, que com ela alcançam a capacidade dessa sua “transposição mental”.

A Terra não é um planeta morto, sem vida, como comumente são vistos pela astronomia outros corpos celestes.


O 1º e físico mundo é visivelmente pujante de vida, que tem sua real origem além da 1ª Muralha que o circunscreve. Cachoeira do Tabuleiro, Conceição do Mato Dentro/MG, Serra Espinhaço – YouTube

A Terra é um grande berçário para que floresça nele o que é chamado de vida. E, para além dela existe ainda o real sentido de universo e de cosmos, que neles se insere a Verdadeira Natureza de Deus. Não a natureza realizada pelo homem mesmo através de belos e cultivados jardins, que ele apenas os cultiva e não é sua verdadeira fonte como origem de vida.

Dentro do Segundo Principio Universal e também inseridos à sua realidade como filhos de sua Verdadeira Mãe – a Terra, casais de seres humanos apenas também semeiam suas sementes para que surjam deles outras vidas. O casal não gera de fato a vida, apenas a semeia. O poder de dar a vida está inserido à Verdadeira Natureza Divina de Deus.


Aqueles que já alcançam pela sua sensibilidade outras realidades com suas Leis, já possuem também a frequência dos vórtices/”portais” e ainda alcançam o verdadeiro sentido da expressão Mãe Terra, não como forma poética ou mesmo esotérica, mas uma verdade vibracional dentro dos fundamentos da natureza – Fotos de Antônio Carlos Tanure

A natureza tida como verdadeira, visível fisicamente consistente e utilizável, ainda não se mostra mesmo assim em sua real natureza. Com essa percepção a Mecânica Quântica para ela procura se direcionar. Engatinha-se mesmo confusa entre conceitos e teorias, com os cientistas ainda perdidos “entre os mundos das partículas e dos fótons-ondas”, quando sua visão física limitada literalmente os confunde, deixando-os sem respostas.

A mãe Terra é um ser vivo, “conscientemente diferente” e, por ser assim, permite que em seu corpo sejam geradas outras vidas. Não dá a vida, mas permite que vivam as sementes que nela são inseridas, mesmo que sejam em locais os mais inóspitos.

Ainda, permite que vivam seus filhos mais rebeldes – os seres humanos, fornecendo-lhes alimentos extraídos de seu corpo. Filhos que em sua rebeldia, estão ultimamente levando constantes e doloridos “puxões de orelha”


A Terra não é um planeta e nem um corpo cósmico morto ou sem vida, como comumente são vistos e tidos assim outros corpos celestes. Ela por estar viva, que proporciona a vida. Por assim se conduzir, pode gerar em seu corpo outras vidas. Dar vida às sementes que nela são inseridas, mesmo que sejam em locais os mais inóspitos – Imagens da Internet.

O dimensional como fonte de intensas emoções ou de sentimentos sutilizados, quando corretamente a utiliza, lhe proporciona profunda noção de vida própria de sua condição humano-divina, portanto de sua condição de semideus.

A utilização consciente do Labirinto Sensorial, que no início acontecia para o dimensional de Dakila só através do som, agora ele já em outra frequência mental ainda mais acelerada e em outro padrão evolutivo, essa sua interação com o labirinto vencendo espaço/tempo, se dará também através de imagens, quando ele terá à sua disposição holografias da Tela Universal como surgissem do nada, trazendo-lhe de outras realidades imagens.

Com a Tela Universal ele se torna senhor do espaço-tempo, tendo consciência de seu passado, presente e futuro. Ele fica possuidor da Chave do Arquivo Cósmico, que se abre para ele, permitindo-lhe que fique ciente não só de sua história passada, presente e futura, como também dos demais.

Nem todos têm a aptidão de captar a Tela Universal, mas todos têm a capacidade de se desenvolver e de aprender com ela interagir, para obter todas as informações que estão à sua disposição no universo. Quando acontece alteração nas “Placas Físicas” é mais ou menos isso o que se dá, uma interação com a Tela Universal.

E os dimensionais de Dakila quando têm alterações em suas “Placas Físicas” durante as Atividades de Campo, elas são feitas através dessa Tela ou, através de Projeções.  E quando estão no Recanto de Havalon, elas são feitas diretamente em suas “Placas Físicas” dentro das cavernas.

Em qualquer uma dessas situações, as alterações só podem ser feitas sem a ciência do dimensional em torno de 10%, mais que isso só com seu consentimento. E alterações só são feitas positivamente, objetivando-se a saúde, estado emocional e financeiro.do dimensional, porque o contrário não tem como fazer, a imagem fica como congelada.


“Placa Física” materializada que nela alterações podem ser feitas através da Tela Universal, de Projeções ou de dentro de Cavernas – Foto de Antônio Carlos Tanure

Alteração nas “Placas” do dimensional é no fundo para estabilizar a sua energia, para que ele se centre e se valorize, tenha auto estima e comece a sua caminhada pela vida de maneira mais positiva.

O importante é que seja ele mesmo e não o que os outros acham dele, para que não fique procurando defeito em si (onde não existe), o que acaba por interferir em sua evolução, dificultando no dia a dia seu relacionamento com os outros e gerando frequências depressivas, porque cada um é o que pensa.

Aquele que está bem resolvido consigo mesmo possui confiança em si, o que lhe possibilita com mais facilidade abrir seus próprios caminhos. Para isso é necessário, que ele se mantenha com o mínimo de serenidade, tranquilidade e neutralidade. Saiba caminhar direcionado pela Linha B ou do Meio de suas Três Linhas da Vida ABC.

Gostar ou não da energia irradiada do campo de alguém, esse sentimento agradável ou de repulsa origina-se do passado de quem o sente. Portanto, a questão é neutralizar as energias que com a dele não batem, caso contrário esse “embate energético” continuará sempre. Enquanto não for resolvido o maior problema do ser humano, que é originado de um outro ser humano, não acontece o Salto Quântico dos dois.

O dimensional realmente consciente já vem durante anos a fio “polindo seu ego”, para que alcance o verdadeiro sentido de prosperidade, tendo uma vida realmente muito mais rica, muito mais feliz e alegre.

Como a “Placa” de cada dimensional traz também seu padrão vibratório, é muito importante que ele a acesse fisicamente mesmo por pouco tempo, porque será o suficiente para que ele mesmo faça nela as alterações que necessita.

A “Placa” quando acessada 100% pelo dimensional, ele se torna o senhor de seu próprio caminho, podendo mudar ou modificar do jeito que quiser sua vida. Ele terá de maneira literal e consciente em suas mãos o seu destino, por já ter dado seu Salto Quântico e tornado também repassador de conhecimento, de sabedoria.


A “Placa Física” traz do futuro a história do dimensional, que escrita através de símbolos o orienta no aqui agora para o desempenho de seu compromisso. Mais informações no texto: Entrega da Segunda Placa”, nesse Site – Foto do Portal Pegasus

A Realidade em que o dimensional como ser humano vivencia é uma realidade geradora de emoções, que com elas pode lhe proporcionar a chave do maior poder, desde que as transforme em “ferramenta de trabalho” em prol de si mesmo e de outros. Uma “ferramenta” que deve ser de fato de salvação com atitudes que exigem disciplina e foco, para que ele se torne “Mente Criadora”

A emoção é a verdadeira riqueza que o ser humano possui. O seu corpo corresponde ou responde aos estímulos vibracionais, emocionais ao seu derredor, através das cores, dos sons, etc. Entretanto, o dimensional precisa filtrar o que chega ao seu campo.

Precisa ter esse discernimento e cautela com os conteúdos de mídias sociais, que de maneira constante e conflitante chegam a ele, que fica sem tempo para pensar e raciocinar com novas informações, a todos os instantes dizem para ele como deve ou não se conduzir.

O ser humano (dimensional) é o único capaz de conscientemente criar mundos, criar seus próprios universos. Ele é o único possuidor de mente criadora através de suas emoções, que entre elas a chave maior, mais forte e mais intensa é a emoção gerada pelo sentimento do amor, que se for bem trabalhado produzindo a Substancia do Santo Graal (entre polaridades opostas: homem positiva e mulher negativa), aqueles que a geram tornam-se deuses.

O dimensional realmente consciente não deve ficar seduzido com falsos sonhos no mundo dos sentidos que encantam e despertem determinados desejos. Ele deve “alavancar” uma determinada emoção e com ela se direcionar para um verdadeiro objetivo.

Como já foi antes mencionado, O corpo físico é o “veículo”, a mente é o “motorista”, a emoção é o “combustível”, que se estiver “adulterado”, não se vai a lugar nenhum.

O pensamento não é apenas um processo mecânico, físico, biofísico. Ele é muito além “dessa trindade”. Nele existe “um mecanismo” que se liga às todas realidades.

No 1º plano da realidade física onde o ser humano exercita suas experiências dentro da “1ª Muralha” do Analema Solar, ele está dentro de uma prisão mental. Ele já nasceu prisioneiro em sua condição física dentro dessa “atmosfera” diferente das realidades paralelas. Nas outras dimensões a realidade não é física.

Normalmente o ser humano tem a sensação, que está sendo controlado, observado, através de pensamentos impositivos à sua mente, que dificilmente consegue livrar deles. Toda essa manipulação é o resultado dessa sua prisão, que nela é envolvido pelos “prazeres da vida”

Ainda são poucos aqueles que pensam e se conduzam diferentemente. Esses já possuem a genética também diferenciada. São os dimensionais já despertos e conscientes, que querem mudar os paradigmas, auxiliar os demais, procurando leva-los novas informações, pois desta forma estarão também se beneficiando.

O dimensional para o desempenho correto de seu compromisso, não deve se deixar “intoxicar” pelas emoções, já sabendo de antemão, que não existem emoções negativas ou positivas, se conserva na faixa de tolerância. Qualquer emoção pode ser trabalhada por ele e transformada em trampolim às suas realizações diárias.

Ele entendendo melhor si mesmo e os demais de sua relação, com certeza entenderá aqueles outros que não fazem parte diretamente de sua vida. O momento está propício para que ele dê esse seu Salto Quântico, moldando o seu campo através das Ondas Moduladoras.

É o momento para que ele module tudo em si nos aspectos vibracional, mental, intelectual, sexual/kundalini, saúde, etc. É a ocasião para que ele aumente sua sincronia com a Onda Moduladora Neutra, percebendo-se como se estivesse sendo levado na crista dessa onda e assim recebendo suas partículas fotônicas.


O momento está propício para que o dimensional dê esse seu Salto Quântico, moldando o seu campo e modulando sua energia através das Ondas Moduladoras – Ilustração do Portal Pegasus.

Quanto mais entendimento e mais conhecimento, mais tempo de vida se tem na Ampulheta do Tempo (passado e futuro), porque tudo está interligado. O Tempo em si é apenas um referencial ou, apenas um “marcador” às experiências do ser humano, enquanto ele vivencia em um espaço (realidade física).

Portanto, quanto mais conhecimentos é por ele adquiridos, esse “marcador” vai se tornando mais abrangente, vai se ampliando, tornando-se mais elástico.  Um segundo torna-se uma hora, uma hora um dia, um dia uma semana, uma semana um mês, e um mês um ano…

O dimensional já realmente livre no desempenho de seu compromisso, já começa a se livrar das algemas do tempo, já começa a se livrar dessa sensação ilusória e emocional. E também já começa se tornar um multiplicador da verdadeira prosperidade, através de sua Mente Criadora, procurando seguir os passos de Jesus de Nazaré – O Cristo, como está mencionado em Marcos 6:41-44.


Registro fotográfico da “Mensa Christ” ou, a pedra que sobre ela é tradicionalmente aceito Jesus de Nazaré – O Cristo preparou depois de sua transmutação (ressurreição) um desjejum de pão e peixe para os seus seguidores mais próximos. Mais informações no texto: Voltando ao passado buscando o futuro, Neste Site – Foto de Antônio Carlos Tanure

O dimensional desperto e realmente consciente deve se transformar em seu próprio “marcador de tempo”, para que inicie desde de agora a fazer diferença em sua vida e já comece a criar seus próprios universos mentais.

E as informações que ele deve passar aos demais, deve transmitir o sentido de dignidade, que os tornem também capazes de andar com suas próprias pernas, com mais entendimento e conhecimento. Esse deve ser seu Legado, o de se tornar “Luzeiro” para um futuro que já se aproxima.

Nesse seu legado para o mundo ao criar sua própria tecnologia mental ao zerar o tempo, terá ainda condições de ir e vir entre os mundos, entre esse de realidade física e outros paralelos. Atravessando a 1ª Muralha terá ao seu favor a eternidade, quando então não mais a mercê de Leis para um mundo físico, não mais morrerá.

E em relação a esse trânsito entre as realidades paralelas, novos conhecimentos de pesquisas da equipe de Dakila, como um outro Documentário sobre o Sol, a Lua e os Astros de um modo geral, já começa a ser elaborado.

Durante o último eclipse ocorrido na madrugada do dia 21.01.19, astrônomos do mundo inteiro registraram um flash de luz na Lua, justificando-o como um meteoro que a colidiu em algum lugar ao sul da jovem e brilhante cratera Byrgius, mas a fonte dessa luz parece ter vindo da própria Lua. O que era? Quem o provocou? Ou melhor, a Lua é de quem?


Na madrugada do dia 21.01.19, astrônomos do mundo inteiro registraram um flash de luz na Lua. Quem o provocou? Por que esse flash aconteceu logo quando o mundo estava com os olhos voltados para a Lua? – Imagem da Internet

São tantas as pessoas que sentimentalmente se identificam com a Lua, o porquê realmente disso? O que está de fato por trás desse procedimento, que faz as pessoas se conectarem ou, sintam essa magia em relação a ela?

A Lua não está dentro do 1º anel, ela só o ilumina. A sua luz apenas nele reflete. Ela atua/age no 2º anel, sendo ali 80% física, enquanto o Sol é apenas 15% físico

Fase do entendimento que por ela passa o dimensional de Dakila, possibilita-lhe que ele possa melhor compreender o processo físico-mental, que por ele vivencia no momento, paralelamente à uma melhor compreensão também sobre as pesquisas que ali desenvolve.

O que está lhe faltando agora é juntar o ABC da vida – pensamento, desejo e vontade – num único ponto – como energia no frontal, para alcançar mentalmente esses outros mundos.

O dimensional realmente consciente deve filtrar o que lhe chega como informações de alguém, que também já anteriormente as filtraram de um outro, para construir seu universo mental. Cada um deve ser conscientemente dono de seu próprio mundo, sendo seu “Senhor”. Portanto, sem se deixar robotizar, ele deve construir seu próprio universo mental, ser seu dono sem interferências.

A frequência que com ela todos devem se nivelar e com ela buscar, é a do amor, não o da paixão, mas o amor sentimento que se doa e que iguala todos em sintonia à força maior. Sentimento que com ele todos se interligam e se unificam na Verdadeira Vida.

Aquele que já alcançou a sensibilidade mental, para se deixar se conduzir pela sua alma em sintonia aos eternos e divinos fundamentos da natureza, seu coração dói vendo arvores sendo cortadas/serradas, rios sendo poluídos, montanhas sendo despojadas de sua imponência, vegetação nativa sendo destruída e muitas vezes roubando de outros seres viventes suas fontes de alimentação.

Toda a Criação está interligada. A natureza sente, se comunica e “chora”. Ela está em sincronia total vibrando, com todos os seus reinos comunicando-se, inclusive o homem quando está preparado para essa interação não através de seu intelecto, mas de seu coração em plenitude divina ou, de sua alma em estado de graça.

Na Criação tudo é possível perceber, que é diferente de entender com a “visão do entendimento físico”, que não utiliza da visão do coração de forma destemida, verdadeira, sem medo e que não incentiva caminhada à felicidade. No medo esconde o egoísmo, que provoca a prisão da alma às coisas puramente físicas.

O medo leva querer certezas, comprovações ou garantias motivadas por desconfianças. E, a pior delas é desconfiar de si mesmo, de suas reais possibilidades de realizar. Aquele que tem medo, não aprende a ser para ter e poder assim dividir. Não se torna um multiplicador através de reais conquistas, que pode “coroa-lo” com a sabedoria.

Aquele que está verdadeiramente em sua caminhada sabe dividir não só riqueza física, mas também a do sentimento. E a com amor no coração é a mais preciosa de suas riquezas, quando então ele tem a solução de tudo em suas mãos.

O que é a vida de um ser humano e especialmente a de um dimensional, a não ser um conjunto de experiências, conhecimentos e aprendizados? Conhecimentos que o levam ao aprendizado último e mais verdadeiro de buscar a Luz e nela se perceber com seu Eu do Futuro ou, ao se conduzir pelo seu processo mental, cotidiano e dinâmico de auto conhecer, que no fundo é o de mergulhar em si mesmo, para se perceber consciente em sua Essência Divina – em seu Cristo Interno?

Fontes de Pesquisas:
Apostila de Dakila, de janeiro de 2019
Apostila de Dakila, de fevereiro de 2019.

Translate »