Postado por

Trabalho é a principal ferramenta do dimensional

Trabalho é a principal ferramenta do dimensional
Print Friendly, PDF & Email

De Eliane do Canto (elianedocanto@yahoo.com.br) – Abril/2007


Quando o ser de Arcturos na presença de dois dimensionais/Projeto Portal – um de polaridade negativa e outro de polaridade positiva – deu como resposta a palavra “TRABALHEM” para a solicitação que o dimensional de polaridade positiva lhe fez durante um contato que ocorreu no dia 7 de janeiro de 2007, na Fazenda Projeto Portal, em Corguinho/MS-BR, ele simplesmente resumiu com esta sua palavra, a atitude que cada dimensional desperto deve tomar não só em relação à sua missão, como também em relação ao objetivo do Projeto Portal, tendo em vista tudo aquilo que já foi construído pelo Mediador desde o ano de 1999.

Portanto, respondendo a solicitação deste dimensional com a palavra “TRABALHEM”, este ser de Arcturos sintetizou com uma única palavra a responsabilidade que o dimensional/Projeto Portal deve ter, sobretudo, em relação à grandiosidade de sua tarefa missionária, que em função dela veio à Terra sacrificando-se temporariamente, quando “vestiu um corpo físico”, ignorando a sua origem cósmica, para ajudar/despertar de um modo geral toda a humanidade e, particularmente, um terço dela – os dimensionais inconscientes.

Este ser que de uma maneira direta e contundente com a palavra “TRABALHEM” atendeu o dimensional quando este lhe solicitou que “enviasse uma mensagem àqueles que ainda brincam de ser dimensionais”, pertence uma civilização que possui uma sensibilidade especial não só para a música como também para outros tipos de arte. Ele é também um excelente terapeuta que atua tanto no plano emocional como no plano/”espiritual” e ainda, possui uma hábil capacidade de captar pensamentos.

Portanto, este ser que em uma só palavra “disse” muitas coisas, tem uma profunda compreensão da limitação do ser humano, mergulhado em suas mazelas/conflitos no “mundo da ilusão” com as suas experiências no plano da dualidade, que constantemente o induz ao distanciamento de sua Realidade Cósmica. Ele respondeu pouco ao dimensional com aquela sua única palavra, mas, ao mesmo tempo ele sinalizou muito através dela para todos os dimensionais, no sentido que deve prevalecer o que cada um deles planejou como compromisso assumido e registrado em sua placa, para esta sua difícil tarefa na densidade da matéria, onde o sentido de Unicidade “dispersa” ou perde o sentido para a presença da individualidade/ego.

Assim, o dimensional/Projeto Portal deve se esforçar para assumir a sua missão, mesmo se em relação à ela tem apenas um leve “toque intuitivo”. Ele deve trabalhar mesmo assim para realizá-la, seguindo o seu coração ou o seu primeiro pensamento, que lhe sinalizará com certeza alguma tarefa no sentido de despertar os seus semelhantes.

Cada dimensional “sabe” de suas habilidades e de suas qualificações e em função destas suas tendências que nele se despertam naturalmente, é que ele “sente”, que pode desempenhar determinadas atividades com mais ou menos desenvoltura, mesmo que ainda não tenha feita a leitura de sua placa – mesmo sem saber o que nela deixou registrado.

Em nossa realidade tridimensional com as nossas experiências de dualidade, somos inicialmente direcionados por nossos pais, posteriormente na escola pelos nossos mestres e mesmo pelos nossos colegas e mais tarde, pela sociedade de um modo geral, quando somos induzidos pelos amigos e conhecidos no sentido de optarmos por uma profissão, que nos possibilite o nosso sustento e da nossa família. Assim durante toda a nossa vida, mas, principalmente já como adultos e exercendo uma profissão, é que encontramos um campo aberto para realizarmos o nosso trabalho missionário.

Portanto, em nossa atividade profissional diária podemos ter um imenso campo para o “TRABALHEM” a que se referiu o ser de Arcturos. Se nós pudermos iluminar/esclarecer com informações que já possuímos os indivíduos que convivem conosco em nosso trabalho e também aqueles que participam de momentos outros do nosso cotidiano, estaremos em um fecundo trabalho missionário. Mas, devemos sempre lembrar dos diferentes estágios evolutivos destes nossos semelhantes, lembrando-nos, que muitos deles ainda são dimensionais adormecidos, que agem por desconhecimento das Leis Universais, que nós os dimensionais/Projeto Portal despertos não só já as conhecemos como também em muitos casos já as manipulamos.

Assim, compreendendo o estágio evolutivo daqueles que participam do nosso cotidiano e levando para eles mensagens que possam perceber que estão em um mundo dual/de conflitos, onde a negatividade ainda impera entre os seres humanos, já estamos de certa maneira realizando a nossa missão, quando os orientamos para que tenham um outro proceder na vida e não caiam “nas malhas da dualidade”. Neste nível de orientação estamos sintonizados com a nossa condição de dimensionais despertos. Os passos seguintes neste nosso trabalho missionário é conscientizá-los para as suas potencialidades individuais/paranormais e esclarecê-los também sobre as mudanças que a Terra já está passando.

O dimensional/Projeto Portal desperto já sabe que as pessoas agem sobre a influência do ego e quase sempre através da vaidade, do orgulho e do ciúme, que geram críticas sem fundamento e julgamentos desnecessários em momentos de tensão emocional em suas experiências de dualidade, com conceitos que as limitam e que ainda vivenciam como os do bem/mal, do bom/ruim, do amor/ódio, etc. Sabendo disso, o dimensional desperto já em um outro nível de consciência/percepção muito mais amplo pode compreender, portanto, que aquela determinada atitude de um colega, que para muitos pode parecer um erro/falha grosseiro é apenas o seu momentâneo desconhecimento das Leis Cósmico-Universais, próprio daquele em um estágio evolutivo menos desenvolvido.

Compreender a limitação humana e ter paciência em relação às elas está também dentro do “TRABALHEM”, conforme pediu o ser de Arcturos.

O dimensional deve levar informações às pessoas que estão mais baixo do que ele na Escada Evolutiva, no intuito de esclarecê-las/despertá-las/iluminá-las, para que elas possam posteriormente, desenvolver também tolerância/compreensão/aceitação em relação aos diversos procedimentos de seus semelhantes.

Agindo assim, em parceria com os Seres que nos acompanham diariamente em nossas atividades, nos observando e muitas vezes nos avaliando, estaremos realizando uma parte de nossa missão como dimensionais responsavelmente despertos. Mas, podemos fazer muito mais, podemos “trabalhar” ainda muito mais.

É importante programar palestras, reunindo os nossos amigos, familiares, colegas ou até desconhecidos em qualquer lugar para que possamos com eles interagir, direcionando-lhes energias positivas e também lhes informando o porquê das mudanças físico-vibratórias que a Terra está atravessando. E, esta nossa interação com estas pessoas no sentido de informá-las, está em sintonia com o nosso trabalho missionário de propagação e pode acontecer em qualquer lugar, por exemplo, dentro de um táxi, de uma padaria, de um mercado, entre outros. O que não podemos fazer em hipótese alguma é deixar passar em branco, qualquer momento que nos possibilite despertar pelo menos uma pessoa.

Portanto, paralelamente às nossas atividades do nosso dia a dia, podemos realizar o nosso trabalho missionário, realizando o compromisso que consta em nossas placas. Os compromissos dos dimensionais/Projeto Portal são vários, como o compromisso com Igrejas para unificar as linhas de pensamento, com a agricultura, com o Dourado, com a divulgação e propagação e com a Alquimia do Pensamento, entre muitos outros. Estes compromissos específicos o dimensional pode cumpri-los individualmente ou com outros dimensionais. Mas, sempre a ação de cada um deve estar em ressonância com a ação de todos, porque todos estão interligados vibrando como um só Corpo – em sintonia com o Principio de Unicidade.

É sempre bom chamar a atenção do dimensional, para que ele fique constantemente vigilante em relação aos efeitos perturbadores de suas experiências de dualidade no mundo em que vivencia, para que ele não se deixando se desarmonizar, não saia da faixa de tolerância. Ele deve se transformar em uma eficiente ferramenta no sentido de alavancar tanto o seu despertar quanto o do seu semelhante, para que ambos possam exteriorizar a sua criatividade paranormal.

Como os trabalhos vibratórios do Projeto Portal despertam a nossa consciência dimensional, que nos possibilita interagir tanto com a quarta dimensão quanto com outras dimensões, já sabemos que pertencemos uma imensa família cósmica e, inclusive, já sabemos de nossa origem. Portanto, com a responsabilidade de guardiões destas informações que por enquanto são mais nossas, não podemos perder mais tempo. Com coragem e com alegria interior devemos cumprir o nosso sagrado trabalho de conscientização através da propagação/divulgação, despertando os nossos semelhantes para um Novo Tempo. E, para que de fato este Novo Tempo que sintonizará a humanidade para além da terceira dimensão surja: “TRABALHEMOS!”

 

Translate »