Postado por

VIAGEM

VIAGEM
Print Friendly, PDF & Email

A viagem por tele-transporte que o Mediador/Decodificador fez consciente para além da terceira dimensão, em setembro/2002, foi segundo as suas próprias palavras: “gratificante, extraordinário e não tenho palavras para tudo aquilo que vi, senti e ainda sinto. Para algumas coisas que vi, desejo que todos algum dia também possam ver, mas em relação a alguns acontecimentos que me foram mostrados sobre o nosso passado e o nosso futuro, desejo que ninguém os veja”.

Antes desta sua viagem, na foto de sua aura foram vistos muitos seres energéticos e pouco antes de “sua partida” começou “chover” pedras na sede da Fazenda Boa Sorte – Corguinho/MS-BR, onde ele estava. Este acontecimento sinalizou o início da contagem regressiva para a “sua partida”, que já estava há muito tempo programada pelos “seres”. Quando da sua estadia neste outro plano, onde nele se manifestou um outro nível de consciência, ele também se sentiu mais leve, mais ágil, com mais energia e com mais disposição.

Esta “sua viagem” não durou os quinze dias como estava anteriormente programada. Em relação ao “tempo” na Terra, ele ficou do “outro lado” cinqüenta horas. Em relação ao “tempo de lá”, foi como ele tivesse ficado três meses e oito dias e neste período ele recebeu várias informações.

No momento de “sua passagem”, como ele estava deitado, o seu corpo ficou definido no lençol queimado através de manchas que também apareceram no teto de madeira do seu quarto, dando impressão que no momento do seu tele-transporte, o seu corpo físico estivesse “derretido”. Para que acontecesse este momento, foi exigido dele muita preparação e que naquele exato momento da “sua passagem” estivesse sozinho, porque se ele estivesse com uma outra pessoa, ela não iria suportar a energia que irradiou naquele local, naquele instante. Ele só entendeu isto, quando ao “voltar”, viu ao lado do seu corpo um inseto (abelha), literalmente “torrado”.

No momento da “sua passagem” ele não sentiu dor e nem ficou em estado febril. Ele estava deitado, lendo um livro, quando percebeu um flash de luz violeta e logo a seguir teve a sensação que um caminhão tivesse passado por cima do seu corpo e também que as suas articulações estivessem estalando. Ele então, sentiu que foi levado fisicamente para cima por uma luz, mas, já dentro de um objeto (nave plasmada).

Neste seu processo de tele-transporte o seu corpo físico transformou em plasma, para que pudesse conscientemente interagir com a quarta dimensão.

Já neste plano ele foi colocado em uma espécie de tubo que parecia feito de um plasma, onde ficou deitado. O “short” que ele estava usando naquele momento desmaterializou nesta outra dimensão e em volta do seu corpo foi “plasmada” uma vestimenta de cor prateada/fosca, como tivesse feita com um tecido vivo, porque tinha a mesma temperatura de seu corpo. Ele ficou durante toda a sua “viagem” com esta vestimenta.

Naquele momento as cores percebidas em sua volta não eram definidas, porque eram confundidas com o plasma da nave.

Neste outro plano ele foi recebido por um ser de olhos claros, cabelos louros e castanhos, com dois metros e vinte centímetros de altura, mais ou menos.

Logo que ele saiu do “tubo de luz”, foi informado a respeito do passado, do presente e do futuro da Terra, o trabalho de cada dimensional/Projeto Portal e o que pode acontecer de um modo geral com o Universo.

Em determinado momento ele pôde observar também um segundo ser com cerca de um metro e oitenta centímetros de altura, que irradiava literalmente luz, mais luz do que o primeiro ser de dois metros e vinte centímetros de altura.

Este segundo ser tinha uma silhueta dourada, que irradiava também uma luz dourada, que não ofuscava os olhos. Ele não falava, mas marcava a sua presença tanto pela serenidade que transmitia como pela firmeza do seu olhar. Em sua face, a sua boca, o seu nariz e os seus olhos não eram bem definidos e o seu corpo era apenas uma silhueta de luz imitando o corpo humano. Portanto, a sua marcante presença não era sentida e percebida pelos aspectos da forma, mas pela serena energia que dele irradiava. A sua presença silenciosa e ao mesmo tempo inesquecível marcou intensamente o Mediador/Decodificador e apesar de que naquele plano não se expressar emoção, ele guarda muito bem em sua memória todo um sentimento de bem estar oriundo da luz que vibrava naquela silhueta e principalmente, da Energia Crística que ela irradiava.

Nesta sua viagem para além da terceira dimensão, ele não “desceu” em nenhum lugar, porque ficou o tempo todo dentro da “nave” plasmada. Mas, através dela ele pôde ver tudo o que lhe foi permitido ver.

À medida que ele foi passando por outros sistemas solares, já com uma consciência/percepção não mais da terceira dimensão, os “seres” foram lhe passando muitas informações e determinadas fórmulas ligadas à física quântica e à ciência oficial de um modo geral, só chegarão aos cientistas daqui uns dez anos.

Durante a sua viagem, o seu alimento foi em forma de tabletes, mas o dimensional que tiver condições vibratórias necessárias, poderá através de seu pensamento (forma-pensamento), plasmar outros tipos e formas de alimentos.

Durante todo o “tempo” que durou a sua “viagem” ele não precisou fazer suas necessidades fisiológicas e quando o indivíduo/dimensional vem de um plano mais denso, é feita em seu corpo uma “limpeza energética”.

Entre os seres destes planos mais sutis existe uma Organização, com um Sistema de Governo formado por Conselhos. Neles, todos se expressam igualmente, sem regras, sem proibições e cada um é o seu próprio juiz.

Esta “viagem” era para ser feita em março de 2000, portanto, ela aconteceu com dois anos de atraso, porque alguns trabalhos vibracionais que deveriam ter sido feitos anteriormente para que ela acontecesse, não foram feitos.

Quando ele “voltou”, ele “desceu” da mesma maneira que ele foi “levado”. A mesma luz que “o levou”, “o trouxe” de volta, deixando-o em cima da sua cama, na mesma posição quando de “sua partida”.

De agora em diante é com a Energia Crística que os dimensionais Projeto/Portal vão trabalhar e de acordo com o exercício que os “seres” passaram, tudo que for “tocado” pelos dimensionais será uma energia alquímica de transmutação e o que eles estabelecerem como “religioso” será transformado em sagrado.

Translate »