Postado por

Família Cósmica

Família Cósmica
Print Friendly

– O Caminho de Volta –

De Vera Pedrosa (verapedrosa@terra.com.br) – Julho/2007

 

… e a Fonte de toda a luz se multiplicou em infinitas Unidades luminosas. E cada Unidade, à semelhança da Fonte, trazia em si as qualidades M e F, polaridades positiva e negativa, masculina e feminina de uma mesma energia. E assim como a fonte se multiplicou, cada Unidade se dividiu em inúmeras essências/frações de luz, espalhando os Fs e os Ms pelo Universo infinito.

E cada fração/essência da Unidade, tanto F como M também se desdobrou em partículas e em fragmentos irmãos, já que oriundos da mesma essência.

E todos foram se distanciando tanto da Fonte como da Unidade e da Essência. Obedecendo ao movimento e ao ritmo da dança cósmica foram se espalhando pelos mundos, como se cada mundo fosse um palco preparado para receber todos esses pedacinhos de luz, eternas consciências, que um dia aprenderão o caminho de volta à Essência e da Essência para a Unidade e da Unidade/Eu Superior para a Fonte Maior.

A consciência de pertencer a uma família maior, que se distribui por todos os Universos e todas as Dimensões é um sinal de que estamos fazendo o caminho de volta. De volta para o Pai.

Quando é despertada a consciência cósmica, camadas e camadas de embrutecimento foram retiradas, deixando aflorar a essência luminosa. Esta luz vai se manifestar através de pensamentos, idéias, ações, palavras iluminadas. São comportamentos que deixam claro uma atitude que inclui todos os seres numa mesma condição de irmãos. Irmãos de luz, não importando se são iguais ou diferentes de nós.

Encontramos os irmãos da mesma polaridade, respectivamente feminina ou masculina, que se revelam fragmentos e partículas da mesma essência, oriunda do mesmo Eu Superior. Nesse retorno eles são descobertos, identificados, confirmados como feitos da mesma essência, ainda que de formas e substâncias diferentes.

Também nos encontram aqueles de polaridades opostas e que se confirmam partes da mesma Unidade, seu Eu Superior, e que se revelam Almas Afins, Almas Gêmeas da Essência Irmã, Almas Gêmeas, Almas Cármicas. Algum dia no futuro eles se revelarão Almas Gêmeas Matriz, com profunda sintonia e semelhança no grau de iluminação (ou intensidade da luz). Enquanto isto não acontece, vamos experienciando entre nós as vivências boas ou ruins, as alegrias, as tarefas e os desafios e provas que constroem o caminho da iluminação.

Às vezes nos deparamos com energias tão compatíveis conosco e de polaridade oposta que com elas nos identificamos, mas nem por isso são da mesma essência de origem. São tão amigos, sua presença nos faz tão bem e, não importa o grau de relacionamento, sabemos que vamos amá-los como irmãos especiais – são Almas Companheiras, que nos ajudam na missão e também na nossa rotina de vida, profissional ou pessoal.

Almas Gêmeas não necessariamente precisam “se casar e viverem felizes para sempre”. Na verdade o encontro das Almas Gêmeas marca o alcance de um grau de consciência tal que eles podem simplesmente compartilhar um trabalho, um projeto de vida, uma missão, de forma que um contribua para o sucesso, a evolução e a iluminação do outro.

Também com origem no mesmo Eu Superior temos as Almas Afins, quase Almas Gêmeas, faltando apenas o nivelamento do grau de consciência – questão de tempo. Num futuro próximo se identificarão um ao outro como uma Alma Gêmea. Mas enquanto não se nivelam, somente um deles, o de mais alto grau de consciência, percebe o outro desta forma.

Acontece que o Eu Superior se desdobra em várias essências de cada polaridade e então vamos encontrar as Almas Gêmeas da Essência Irmã, de polaridades diferentes, com a mesma energia do Eu Superior, mas originadas de essências diferentes. Também se tornarão Almas Gêmeas um dia – a Unidade só se realiza quando reúne todas as suas partes na plenitude da luz.

Nesta jornada, de volta à casa onde tudo começou, obrigatoriamente encontramos as Almas Cármicas. São pedacinhos da mesma Unidade, ainda que com polaridades opostas à nossa. Em algum momento nos encontramos e as experiências foram emocionalmente fortes, gerando conflitos, atrações e rejeições. Chegará a época de se harmonizarem e neutralizarem os choques emocionais do passado, tornando-se também Almas Gêmeas, viajando juntos para a Unidade de Luz.

Finalmente temos as Almas Companheiras. Como o próprio nome diz, têm energia muito compatível com a nossa, são de polaridade oposta, porém são de outro Eu Superior. São grandes parceiros para compartilhar qualquer experiência conosco, seja de trabalho, missão, família ou casamento. São como presentes de luz na sua vida e a cada encontro realmente iluminam sua existência com uma amizade sincera, ajuda desinteressada, apoio amoroso.

São tantas as possibilidades de encontros iluminados que a Natureza e o Universo nos reservam que precisamos ficar atentos a cada nova experiência, a cada nova pessoa que se insira no nosso campo vital. Cada um deles, seja parte de um relacionamento próximo seja parte de uma simples troca comercial, companheiro de transporte coletivo, professor ou aluno, profissional de saúde, qualquer um pode ser a parte que falta para você conhecer e caminharem juntos pra a luz.

Por tudo isso é necessário procurar em cada pessoa do nosso mundo o papel que ela tem no nosso crescimento pessoal, na nossa aprendizagem em geral, na nossa superação profissional, na nossa cura, na nossa elevação espiritual e na nossa evolução mental. Cada um traz uma senha, um sinal, um segredo na sua energia que precisa ser descoberto, decifrado, entendido e abençoado por nós.

Translate »