Postado por

Luzes misteriosas na Amazônia

Luzes misteriosas na Amazônia
Print Friendly, PDF & Email

As imagens desta página foram extraídas de um vídeo com a reportagem de Rogério Venceslau para o programa televisivo Juruá Noticias, sobre “luzes misteriosas” que estão aparecendo na Amazônia – na região de Cruzeiro do Sul, Guajará e Santa Luzia. Estas “luzes” se mostram com varias cores, entre elas a vermelha, amarela, verde e azul. Elas aparecem de noite sem fazer barulho, vinda de dentro da mata e às vezes param no ar ou também podem desenvolver uma velocidade não alcançada pelas aeronaves terrenas. Elas são vistas uns cinqüenta metros acima das copas das arvores e refletem a sua luminosidade nas águas dos rios, quando passam sobre eles. O seu aparecimento causa muito espanto e emoção nos moradores locais, que as tem como um mistério nos céus da Amazônia e que ficam sem respostas para muitas perguntas.

Entretanto, muitas das repostas que estes moradores e também grande parte da humanidade buscam em relação a estes objetos voadores não identificados, os pesquisadores do Projeto Portal já as têm através das informações de seus parceiros de outras realidades. Inclusive, que “esta luz” caracteristicamente de contato ou opaca- que não propaga (não irradia), é quase certo que ela está associada àquela região de seu aparecimento. Ali onde o ser humano realmente originou e onde também existiu uma grande civilização ainda na Lemuria, guarda até hoje encobertados por aquela densa floresta muitos segredos daquela época.

As imagens abaixo estão com trinta avos de segundo entre elas, em uma determinada seqüência e com apenas os recursos computadorizados de ampliação e de uma melhor iluminação.

1 – Os pesquisadores do Projeto Portal estão sendo assistidos pelos seus parceiros vindos de quarenta e nove pontos diferentes do Universo. Estão sendo orientados por quarenta e nove raças, entre elas a de “Bilu” e a dos seus companheiros que são originados da Constelação de Pégasus. Quando eles interagem com os pesquisadores do Projeto Portal, “observando-os”, é através de uma freqüência luminosa vermelho-amarelada que irradia como saísse de dentro de seu peito e que traspassa o seu corpo. Neste instante podem fazer a observação destas pessoas dentro de uma freqüência mental ao nível de seu pensamento (lendo-o) e também de seu campo extra-sensorial, utilizando de suas mitocôndrias. Os seres humanos que têm a sua aparência semelhante com algumas raças extraterrestres, porque delas descendem, estão ainda engatinhando em relação aos conhecimentos, procedimentos e tecnologias que os seus criadores já possuem.



2 – “Bilu” e os seus companheiros da Constelação de Pegasus estão neste planeta mais tempo e se eles são também conhecidos como seres intraterrenos, porque “construíram” (em realidades paralelas) a cidade intraterrena de Casalk e mais seis outras. Eles são seres ainda físicos (da terceira dimensão), mas que já interagem com a quarta dimensão, gerando uma freqüência em um grau bastante elevado, que os possibilita superar as dificuldades que o ser humano ainda com elas convive, como a degeneração celular, doenças e morte. Com tecnologias que estão associadas à sua alimentação, eles alcançam a elevação vibracional e a superação ainda não alcançadas pelo homem, dando-lhes um prolongamento de vida praticamente eterno.



3 – Estes “seres das estrelas”, que estão neste planeta passando conhecimentos em um momento muito especial e ao mesmo tempo muito difícil para a humanidade, já desenvolveram o seu campo vibratório e, com isto, conseguem interagir com a matéria a todo o momento. Eles comumente interagem entre a terceira e a quarta dimensão, mas já conseguem também manipular um determinado percentual da quinta e da sexta dimensão. Como já conseguem manipular as energias das realidades paralelas, se mostram instantaneamente materializados e também podem desaparecer sem a necessidade de criar situações especiais para que isto aconteça. Ainda flutuam e podem se mostrar em vários locais quase que instantaneamente, entre outras capacidades.



4 – Existem também seres não mais físicos – com maior nível evolutivo e vibratório que os seres ainda físicos das quarenta e nove raças, que são aqueles que no Projeto Portal são identificados como seres de oitava e nona dimensão. Estes ainda possuem silhuetas humanas, mas elas são luminoso-transparentes, que atravessam qualquer corpo físico. Quando aparecem podem até provocar sonoplastia ou deixar marcas, mas não da mesma intensidade ou da mesma forma que provocam ou deixam “Bilu” e os seus companheiros, que estão em um plano de existência vibratório mais denso. Todos estes seres sabem que a Era de Aquário que inicia, marca o fim de um ciclo de 25 mil anos e 625 dias e inicia outro de mesma duração. Com o movimento de precessão que é cíclico, eles sabem que este planeta irá passar por uma intensa modificação física – maior até mesmo em relação às demais que já aconteceram que o marcaram com grandes transformações físicas e também cooperaram para modificar o proceder dos habitantes daquelas épocas.



5 – “Bilu” e os seus companheiros extraterrestres da Constelação de Pégasus estão na linha de frente ajudando os seres humanos, não só passando informações como também a muito vêm construindo abrigos subterrâneos. Estes parceiros dos pesquisadores do Projeto portal na medida em que aproximam destes, vão proporcionando a derrubada de preconceitos, removem informações distorcidas por interesses inconfessáveis e também atitudes não fundamentadas de medo. Neste novo momento de transformações para o planeta, eles estão contribuindo para outra maneira de pensar, para que com ela os seres humanos em outra freqüência mental possam construir uma consciência coletiva mais perceptiva e própria a uma nova visão da Realidade.



A seguir a transcrição bastante precisa do que falou o repórter Rogério Venceslau em sua reportagem, que para fazê-la de maneira profissional junto com Alexandro Souza, ele não ficou com medo frente ao assunto exposto, não utilizou do artifício de gracinhas ou de deboches e muito menos de distorções fomentadas por conceitos religiosos. Ele apenas investigou como repórter. Constatou, fez suas observações sobre o que viu (gravado), sobre o que escutou e teceu as suas considerações finais. Este repórter conduz o programa Juruá Notícias, da TV Juruá, emissora afiliada do SBT no município de Cruzeiro do Sul, no Acre.

Juruá Notícias – OVNIs nos céus da Amazônia (clicar em “Abrir este conteúdo em uma nova janela”)(http://www.youtube.com/watch?v=oBbqtiUIzSc&feature=player_embedded#!)

 

“Olha!… É muito fácil agente julgar as pessoas, ao dizer simplesmente que são mentirosas, que estão acreditando em uma fantasia. Isto é fácil, qualquer um faz, principalmente os tolos”.

“Agora, provar que estas pessoas estão mentindo, apresentar evidencias que nada disto é real, isto é impossível, mesmo porque a historia da humanidade deste o seu inicio está cheia de fatos desta natureza. Há milhares de anos que se tem noticias de fenômenos como este. Desde pinturas rupestres, objetos luminosos que cruzam os céus e até registros literários de varias culturas do mundo com narrativas detalhadas do que são e do que fazem estes objetos”.

“Então, será que existe alguém capacitado para explicar fenômeno como este”?

“Existe sim!… Por exemplo, governos de países ricos do hemisfério norte e seus cientistas contratados sabem explicar. O Governo Brasileiro também sabe explicar. Autoridades militares que detém o poder sobre as mais avançadas tecnologias de destruição em massa sabem explicar. Instituições milenares da sociedade, religiosas e não religiosas sabem explicar”.

“E a mídia?… Em parte sabe, mas ela não pode contrariar alguns interesses. Sempre que a mídia mostra este assunto é em tom ameaçador, dizendo que são monstros que vão invadir o planeta, etc.”.

“Então, tem muita gente que sabe, mas que não quer explicar. Mas, quem interessa esta falta de explicação”?

“Bem!… Vamos ver”!…

“A indústria do petróleo morre de medo de um veiculo com tecnologia avançada não poluente, barata e que cruza milhares de quilômetros em segundos sem fazer barulho e nem fumaça. Para a indústria do petróleo não interessa a explicação do que seja isto e muito menos a difusão deste conhecimento.”

“As fabricas de armas e os militares, estes querem militarizar até o espaço exterior. Qualquer objeto não identificado inteligente que movimenta no espaço em volta da Terra, é uma ameaça potencial, que tem de ser eliminada. Para estas industrias e para os militares a explicação também não interessa”.

“E por ultimo algumas instituições religiosas juntas com algumas instituições pseudo-filosóficas não querem explicar tais fenômenos, porque isto implica tornarem obsoletas ou desnecessárias, porque a verdade liberta as pessoas. Então, elas terão que abrir a mão do poder, abolir dogmas e principalmente talvez reinventar uma historia da criação do homem e da vida. E quem está disposto passar por mentiroso”?

“E as pessoas!… E a humanidade não tem direito saber da verdade? Claro que tem. E já está fazendo isto, independente de quem queira manter o povo na ignorância”.

“Atualmente a palavra extraterrestre, isto mesmo, esta palavra assustadora é a segunda palavra mais pesquisada do mundo no Google, que é a ferramenta de busca da Internet A primeira é sexo, nada contra”!…

“Bem!… Os OVNIs – os objetos voadores não identificados estão ai no mundo. Muita gente diz que viu e não achando explicação oficial, vai investigar por contra própria e termina descobrindo a verdade”.

“E agora não é mais quem está lá fora que quer saber o que está aqui dentro. É o inverso. Quem está aqui dentro é que quer saber o que está lá fora. A verdade é que a explicação o que são estes fenômenos – que são estes objetos pode deixar o mundo de cabeça para baixo. E os que pensam que são os donos do mundo, morrem de medo que isto aconteça. Só que o esforço deles de esconder tudo isto, está sendo inútil. Logo, logo eles nem vão precisar explicar nada, porque o óbvio não se explica. O óbvio se constata” – Rogério Venceslau.

 

Juruá Notícias – OVNIs nos céus da Amazônia

Translate »