Postado por

Magnetoide – Uma Biotecnologia

Magnetoide – Uma Biotecnologia
Print Friendly

Magnetoide é uma biotecnologia das realidades paralelas será oferecida ao dimensional, se ele já estiver preparado para com ela interagir e nela fisicamente se inserir como um “recurso” a mais para a sua transmutação. Esta biotecnologia já na realidade física mostra-se plasmada como uma substancia luminosa vibrante, que ingerida pelo dimensional se instala em seu corpo, fixando-se em seu sangue – em seu plasma, trazendo-lhe ainda efeitos benéficos, se souber verdadeiramente manipulá-la e utilizá-la em seu interesse e de outros.

Portanto, o magnetoide é uma biotecnologia de outra realidade, que agrega no sangue do dimensional, alterando a frequência vibracional de seu corpo. É uma biotecnologia vibracionalmente muito avançada, que praticamente transforma a sua maneira de ser e aumenta o seu poder de realização.

Esta biotecnologia vibra em frequência mais alta, portanto vibra também compatibilizada com frequências cerebrais mais altas, próprias de um dimensional consciente, atuante (já preparado para o seu compromisso), agindo com objetividade de um líder e com a concentração própria para interagir e atuar junto às realidades paralelas através de suas habilidades mentais.

Todos aqueles em sua condição de dimensionais já conscientes e atuantes vão passar pelas experiências com esta biotecnologia, que ao todo são 7 etapas com 49 fases. Mas, mesmo agora nas fases iniciais o que eles já aprenderam e que estão aprendendo começa a surtir efeito, começa a se tornar real e prático, quando seus desejos vão se tornando realidade. Eles estão começando viver um tempo de comprometimento, de realização e de sucesso.

Mas, para isto, o caminho que eles devem percorrer é aquele que voltam para si, resolvendo as questões que os afligem, diminuindo o seu nível de tensão e podendo depois já mais capacitados sintonizarem através da natureza com frequências necessárias, para gerarem a energia de interação com o magnetoide, que é uma biotecnologia dos seres das 49 raças, que agrega no seu sangue, que altera a frequência vibracional de seu corpo e que transforma visivelmente sua maneira de ser.

O que ele já conquistou com esta biotecnologia, ele não o perderá mais, mas se ele no momento de uma destas fases não conseguir completá-la, ele só poderá tê-la novamente depois de três anos. As que ele já conquistou, elas se somarão com as etapas posteriores, na medida em que forem sendo conquistadas por ele.

Esta biotecnologia se mostra na frequência de cor/luz vermelha, plasmando uma substância pastosa amarelo-esverdeada que ingerida pelo dimensional, este fica com o seu estado mental e seu metabolismo acelerados. Esta substancia quando é por ele tensionada (apertada), vai se solidificando, vai endurecendo-se e quando ele retira esta tensão, deixando-a menos tensionada, o contrario acontece, ela vai ficando mais maleável.

A partir do momento em que o dimensional vai gerando frequência para que nele esta biotecnologia se mostre fisicamente, ele também vai se capacitando às mudanças positivas em sua vida, que vai melhorando. Ele começa agir mais consciente, mais confiante e com mais discernimento, sabendo com mais facilidade resolver situações que antes o aborreciam e que ele tinha dificuldade em resolvê-las.

Não vale ele dizer: “eu quero o magnetoide!”… Importante é saber se: “já alcancei a frequência para obtê-lo?”…

O dimensional precisa ter ciência ainda, que ele não deve só aprender a gerar esta biotecnologia multivibracional na frequência de luz/cor vermelha, que facilita a interação entre o seu corpo físico e o seu corpo bioenergético. Ele deve também aprender como manipulá-la corretamente, para que possa absorver a substancia dela oriunda, manipulando energias de seu campo bioenergético, que devem ser direcionadas a partir de seus vórtices (chacras), gerando benefícios tanto para si quanto para os demais.

Ilustração do campo áurico humano – Imagem da Internet

Ele para interagir na frequência do magnetoide, quanto menos emocionalmente se deixar influenciar, mais se mostrará em condições de alcançá-la e, alcançando-a, ele perceberá com o tempo a potencialização de algumas de suas habilidades mentais (paranormais). A intuição será a primeira delas, que se mostrará proporcional ao tamanho da luz desta tecnologia, que para ele se manifestará como a sua capacidade de projetá-la.

Esta biotecnologia das realidades paralelas é dada individualmente, mas a frequência para gerá-la é uma conquista de todos aqueles, que naquele momento estão se esforçando mentalmente para consegui-la, que estão neste sentido em “sustentação” mental vibracional.

Com esta biotecnologia das realidades paralelas as habilidades do dimensional não são desenvolvidas, elas são potencializadas. Elas ao serem afloradas, vão sendo potencializadas na medida em que ele vai exercitando-as e, percebendo-se também cada vez mais sintonizado na frequência desta biotecnologia, que ele vai sentindo-a mais presente e mais ativa. Nesta frequência mental e vibracional a busca de seus objetivos acelera-se, com eles sendo alcançados em dias ou meses, quando normalmente seriam em anos.

É no nível de consciência 12, que a maioria dos dimensionais está. Mas, alguns já estão entre os níveis 13 a 17 e, aquele que já está nível 22 já tem condições de interagir com o magnetoide, em um nível um pouco acima do que é necessário para interagir com a “bolha”, que é o nível 19.

A “bolha” que no Velho Testamento é chamada de “gloria de Deus”, ela é uma frequência vibracional ativa, que se soma ao campo áurico do dimensional, plasmando-se (materializando-se). Ela pode tomar o tamanho que o dimensional quiser e que ao materializar dentro dela a sua frequência de onda, ela é ativada e se direciona para onde ele desejar.

O dimensional que está no nível 22, ele é uma pessoa tranquila e relativamente feliz, porque já tem domínio sobre seus pensamentos. Neste nível ele já incorpora também a sua “veste de vencedor”, que normalmente todos os dimensionais a possuem e que se ainda continua invisível para ele como uma realidade paralela, é pela sua incapacidade por enquanto de acumular e direcionar energia para materializá-la.

Quando um magnetoide fica atuando através do corpo físico do dimensional, ele fica como fosse uma antena vibracional irradiando energeticamente na frequência desta biotecnologia para o planeta – para harmonizá-lo ou para desarmonizá-lo, porque a energia não é boa e nem ruim, depende de quem a direciona. Ele vai tornando-se de fato um cocriador com o poder para realizar e para construir, mas também para desfazer e destruir. Por isto, que esta biotecnologia não é transferida de imediato ao dimensional, que deve antes se preparar, cultivando em sua mente e em seu coração os melhores sentimentos, para quando absorvê-la e vibrá-la em seu corpo, ele possa transmiti-la na frequência positiva da transformação para este planeta e mesmo para o universo.

O dimensional como uma antena vibracional deve cultivar em sua mente e em seu coração os melhores sentimentos e direcioná-los como frequências a partir do seu corpo bioenergético para este planeta e para o universo – Imagem da Internet

O dimensional para que possa na realidade física sintonizar na frequência do magnetoide e depois direcionar positivamente a sua energia, ele precisa primeiro dominar os seus pensamentos, não mais se deixando se aprisionar pelos sentimentos da raiva, ciúme, orgulho e egoísmo, entre outras formas de frustrações que alimentam o seu cotidiano humano e, assim possa usar corretamente toda a potência desta tecnologia agora inserida em seu corpo. É necessário que ele sem emocionalmente vacilar, já esteja trilhando o Caminho do Meio – a Linha B de suas Três Linhas da Vida.

É necessário que ele se conserve sintonizado à frequência de equilíbrio da Linha B – ou, do Meio, de suas Três Linhas da Vida e que através dela vai alcançando a frequência de sua “veste branca” de “o vencedor”, estabilizando-se em uma frequência mental que não tem mais necessidade de se julgar e de julgar os outros – conduzindo-se por pensamentos e ações mais puros.

Como já foi antes mencionado, o dimensional já possuidor de frequência mental acelerada e de força vibracional, em qualquer lugar que for ele ativa todas as frequências do local – portanto, ele deve ter noção de sua responsabilidade de ser por isto “especial” – seus pensamentos e suas atitudes devem ser conduzidas sempre na frequência da harmonia.

Ele como um cocriador tem em suas mãos o poder de criar, de materializar, mas antes ele deve alcançar o poder sobre si mesmo, sabendo harmonicamente se conduzir, para que possa então “incorporar” o poder do magnetoide, quando começará vibrá-lo e irradiá-lo através do seu organismo como uma força viva e divina instalada em sua corrente sanguínea. Com esta biotecnologia ele irá alcançar o poder de todas as curas, mas antes precisa se curar.

Esta biotecnologia é uma “doação” das quarenta e nove raças e o seu efeito no dimensional é eterno, portanto não irá atuar nele apenas agora na realidade física terrena, mas o acompanhará em outros mundos (com diversos graus de vibração e de evolução) já como um ser universal e mestre manipulador de energias – de frequências energéticas. Mas, agora ele deve se tornar primeiro mestre no exercício da paciência e da percepção, para que possa interagir mais plenamente com o sutil, mesmo que durante os seus trabalhos associados ao despertar de suas habilidades mentais, não esteja “vendo nada” (não percebendo com a sua visão mental).

Com esta biotecnologia as suas habilidades ficarão cada vez mais despertas. A projeção e a bilocação são também umas destas habilidades. A bilocação com o auxilio das realidades paralelas utilizando-se de Leis Universais trabalharão a malha magnética da Terra, para que ela funcionando como um domo sobre os dimensionais, estes independentemente da distancia em que se encontrem, poderão desenvolver esta habilidade mental, mostrando-se na forma de holografia.

Para interagir na frequência do magnetoide o dimensional deve estar no mínimo no nível de consciência 22 e possuir ondas cerebrais também no mínimo de 27 ciclos por segundo – imagem da Internet.

A capacidade de bilocação está ligada à Centelha Divina do dimensional, que as quarenta e nove raças emanaram para que a sua alma pudesse depois propagar e resplandecer em seus corpos já humanos. Assim, apenas ele em sua condição vibracional de dimensional (e não o planetário) é possuidor pela sua essência – de alma e, pode realizar este “fenômeno”. Ou seja, somente ele que possui esta luz que resplandece, pode se mostrar em dois ou mais lugares ao mesmo tempo.

Aquele que já está na frequência de interação do magnetoide, é porque ele veio cotidianamente trabalhando neste sentido, conservando-se principalmente em equilibro emocional, que é imprescindível para esta interação. Ele quando interage nesta frequência e ingere a substancia pastosa amarelo-esverdeada gerada por esta biotecnologia, fica com o seu estado mental e seu metabolismo acelerados.

Ao interagir com a luz do magnetoide e absorver a substância por ele gerada, o dimensional vai sentindo com o passar dos meses, que mudanças vão acontecendo tanto em relação ao seu corpo físico quanto em relação ao seu corpo (campo) energético, influenciando-o em sua maneira de pensar e de raciocinar. Esta mudança é visível, com ele se vendo algumas vezes pensando diferentemente da maneira que até então pensava.

Esta biotecnologia ajuda ativar e acordar o “percentual de Deus” que as 49 raças depositaram em cada dimensional e que se mescla idealmente com a matéria física humana (corpo humano) criada pelos criadores (anunnaki/nefilins).

O magnetoide proporciona esta interação própria para um cocriador. Não é uma ficção. É uma realidade, que o dimensional certificará depois que o tiver como parte de seu corpo físico, ao ingerir a substância que dele se plasma.

Esta biotecnologia só será passada ao dimensional, quando este atingir o necessário nível de consciência, que o permitirá entender e perceber de fato o outro e, neste sentido, será avaliado pelas realidades paralelas. Será ainda avaliado, principalmente pelo que pensa, sente e fala, ao questionar a sua própria vida pelo crivo de seu mais ferrenho censor – ele mesmo.

Cada dimensional é responsável pelo seu caminhar na realidade física, de ter ou não alcançado o que foi por ele programado e que está constado em sua “Placa”. A experiência e o aprendizado são a historia de cada um, mostram o seu avanço ou não em direção ao padrão evolutivo desejado, como cada um se vê agora buscando esta tecnologia e percebendo uns mais outros menos o quanto precisa ainda evoluir – alcançar níveis mentais e vibracionais melhores.

Aquele que busca de fato a sua interação definitiva com as realidades paralelas, inclusive para sintonizar à frequência do magnetoide, ele deve aprender se conduzir no aqui agora, percebendo-o em seu verdadeiro sentido vibracional, sem mais ficar todos os instantes “remendando-se mentalmente”. Ele deve aprender a expandir o seu campo energético para compatibilizar com o nível de consciência 22 e para mais constante já em outra frequência mental agir “por inteiro”, sem mais necessidade de ficar recompondo-se emocionalmente – “sem remendar-se”. Ele deve ter a noção que todos os seus problemas começam na região cardíaca de seu corpo físico – em sua região emocional (plexo), quando suas energias emocionais não são “sutilizadas” (sublimadas).

Em cada dimensional vibra uma inteligência superior, também chamada de sua alma ou de Luz “originada de sua essência divina – Imagem da Internet.

O dimensional que realmente está atuante e desenvolvendo o seu compromisso, ele deve se conduzir com equilíbrio, buscando o verdadeiro sucesso que é aquele, que o capacita ao entendimento e à compreensão dos demais.

A sua mente deve permanecer mais aberta à vida, com ele já sabendo se conduzir em relação às pessoas e às situações, livre de bloqueios e de antagonismos. Para isto, ele deve antes aprender se conduzir sem os conflitos gerados entre a sua condição de estar humano e de ser dimensional.

O dimensional é especial pela essência divina que nele vibra. Com esta percepção e em função dela sempre possuído de determinação, ele pode agora viver momentos de “ganhos” na Era Dourada, que se inicia e que ele deve ajudar construí-la com a energia gerada em sua mente e vibrada em seu coração.

Ele já consciente de sua verdadeira condição mental e vibracional deve-se pautar com firme propósito e com profunda convicção, deixando assim se conduzir, cooperando na extinção de paradigmas ultrapassados, para que surjam novos modelos, novos valores, novos pensamentos e novas atitudes necessários a atual Era de Ouro – Era do Dourado.

A interação com a energia do magnetoide e a sua absorção elas são realizadas dentro de vórtices de energia, mas, elas só acontecerão se o dimensional já tiver dominado os seus pensamentos e não por eles dominado, sem mais deixá-los interferir negativamente em sua vida. Ele deve desde agora começar a se sintonizar na frequência de um ser universal, aprendendo redirecionar a sua energia mental, trabalhando-se para que ele alcance outro padrão evolutivo – ampliando seu nível consciência razão. A busca desta biotecnologia é um grande estimulo para esta ampliação.

Aquele que começa gerar a frequência do magnetoide através de seu corpo físico, tudo muda para ele. O seu entendimento e sua percepção ampliam-se, as respostas como soluções ficam mais claras, mais límpidas. Ele descobre finalmente que sempre teve medo não era apenas da escuridão (ignorância) até então constante em sua vida. O seu medo mesclado pela angustia era mais em relação à sua impotência, por não poder perceber e absorver com intensidade a sua luz, que nele sempre esteve represada e que com uma angustia inexplicável tinha necessidade de “soltá-la” – de inconscientemente irradiá-la.

O verdadeiro sentido do “toma lá da cá” é muito mais que uma pessoa menos avisada pode percebê-lo, por possuir um sentido muito mais profundo e divino, que está inserido no próprio sentido da vida – do existir como uma dádiva de Deus, que o ser humano pensando e agindo no Bem em sintonia à Frequência do Amor Universal, deve todos os instantes resgatá-la.

O Amor Universal não é algo abstrato, é uma energia viva, que vibrou através de uma frequência mental dois mil anos atrás, naquele que se doou totalmente à humanidade – e, que continua ainda hoje vibrando e doando-se através da Frequência de O Cristo, que é eterna. – Imagem da Internet.

Em seu “toma lá dá cá” com o universo através das 49 raças, o dimensional para melhor alcançar a manipulação das energias, ele deve se esforçar para obter de maneira mais constante níveis mais amplos de consciência, para que possa, inclusive, se compatibilizar com a frequência do magnetoide e manipulá-la. Ele deve se trabalhar para que gere sentimentos positivos em sua mente e em seu coração e que eles se mostrem como energias mais sutis, que igualem, harmonizem e somem. Esta “engrenagem” como permuta energética que irá gerar com objetividade a Era de Ouro – então, que ela seja assim “lubrificada” pelo dimensional.

Em seu significado mais profundo o “toma lá da cá” explica o porquê da presença na realidade física do magnetoide, das essências, dos néctares, do “maná” e de muitas outras “aquisições” dos dimensionais com as realidades paralelas – no fundo é uma troca de energias destes com as realidades paralelas, na medida em que vão adquirindo mais clareza mental, níveis mais amplos de consciência e agindo de acordo com eles.

No sistema físico do dourado as tecnologias que são oferecidas, cada uma delas tem determinado valor monetário, que quanto maior são também maiores os recursos vibracionais que proporcionam àquele que com elas vai mentalmente trabalhar em mais e maiores níveis de frequências, direcionando-as para o que deseja realizar.

Mas, é indispensável que ele observe, antes mesmo de alcançar a condição financeira para adquiri-las, que alcance o necessário padrão evolutivo – nível de consciência e de razão, para manipulá-las corretamente, conduzindo-se de acordo com as Leis Universais.

Que estas tecnologias em suas mãos não sejam apenas entendidas com o seu sentido de realização material, transformando-o egoisticamente em outro Rei Midas, mas que elas sejam também percebidas em seu sentido mais amplo e mais verdadeiro, como fez aquele na Parábola dos Talentos, que soube empregar bem – para si e para os outros, os recursos que para ele foram dados.

Fonte de consultas:

Seminários e apostilas do Projeto Portal

Imagens da Internet

Translate »