Postado por

Outras luzes misteriosas na Amazônia

Outras luzes misteriosas na Amazônia
Print Friendly, PDF & Email

A equipe do Centro Tecnológico Ziguratz esteve no município da Guajará-Mirim, em Rondônia, investigando o fenômeno do aparecimento de “luzes” na localidade daquela região denominada Sétima Linha. O pesquisador do Projeto Portal – Núcleo/RJ, Wilmar Greven dos Santos, acompanhado do pastor evangélico Arisoli Trindade Sobrinho, registrou este fenômeno que intriga os moradores daquele local e que até agora não foi explicado, apesar de ele ocorrer ali há mais de cem anos. As imagens desta Página são destas “luzes”, que foram “perseguidas” por eles de dentro de um carro. Elas vão ser analisadas, para que depois os pesquisadores do Projeto Portal juntos com Urandir Fernandes de Oliveira possam retornar àquele local, para fazerem pesquisas mais detalhadas sobre a origem deste fenômeno e porque ele ocorre ali.

As imagens desta Página com trinta avos de segundo entre elas estão em uma determinada seqüência e com apenas os recursos computadorizados de ampliação e de uma melhor iluminação.

1 – De acordo com o pastor evangélico Arisoli em sua entrevista para Wilmar Greven, há muito tempo ele vem vendo “luzes misteriosas”. Primeiro as viu na cor vermelha e depois na cor dourada e mais posteriormente de maneiras diferentes e na forma de varias luzes. Ainda de acordo com ele este “fenômeno das luzes” ocorre naquela região há cem anos, sendo que ele o acompanha há mais de vinte anos. Estas “luzes misteriosas” apesar de manifestarem naquele local já bastante tempo ninguém até hoje soube explicá-las, apesar de terem comparecido ali integrantes da mídia brasileira e estrangeira com esta intenção. Nem todas as pessoas as vêem, mas que ele as viu todas as vezes que foi naquele local.



2 – Continuando com sua entrevista agora com Urandir, Arisoli disse que estas “luzes” não podem ser confundidas com aviões, porque ali não é rota deles e nem tão pouco são faróis de carro, porque naquele local que não tem estrada, é uma região de serra com mata fechada. E como estas “luzes” já aproximaram dele até 1,5 m, deslocando ao seu lado e por trás, não tem jeito nenhum de que possa confundi-las com balões. Durante estes aparecimentos sempre no escuro são vistos dois pássaros. Também disse que varias pessoas já viram (ele ainda não viu) duas loiras muito altas com os dedos compridos e que nesta ocasião a mata fica toda prateada. Com este aparecimento sempre são deixadas de duas em duas pedras coloridas, que acredita serem de acordo com as cores das luzes que aparecem nestas ocasiões.



3 – A partir deste parágrafo as informações são do autor desta Página. Sobre a presença extraterrestre na Amazônia o Projeto Portal diz através de “Bilu”, que algo muitíssimo interessante está naquela região. Algo que o ser humano não faz idéia, onde foi antes a primeira cidade do mundo. A primeira cidade da civilização Muril, ainda no continente de Mu. Esta tecnologia que está ali “perdida”, parte dela pode ainda ser utilizada, porque pode ser recuperada. Existem também construções encobertas pela água, que poderão ser identificadas pelos pesquisadores do Projeto Portal. As tecnologias que estão ali ainda escondidas, elas são do tempo de Mu, que existiu muito antes da Lemuria.



4 – O Projeto Portal também diz que existem sete locais no planeta que ainda marcam através de construções ou do que restaram delas a presença das Amazonas e quatro deles estão localizados no Brasil. No centro geográfico da Amazônia brasileira existe o que restou de sua cidade principal, milhares de quilômetros de uma muralha de oito metros de altura por cinco metros de largura que a circundava, feita com pedras totalmente lapidadas que não existem no local. Hoje existem apenas duas tribos no delta do rio Amazonas e no alto do rio Araguaia que são descendentes (“fragmentos”) das Amazonas Matriciais. Estes índios já na sexta ou sétima descendência (geração) destas “Sacerdotisas Guerreiras” esqueceram a sua cultura e a sua tradição, mas ainda recebem visitas delas.



5 – Existem em museus antigos e intrigantes documentos na forma de mapas e de relatos dos silvícolas, sobre a existência de cidades que estão perdidas em meio à densa floresta amazônica, entre elas as cidades identificadas como Muribeca, Paititi, Eldorado e principalmente as três cidades dos “deuses” chamadas Akhaim, Akhanis e Akhakor. Estas cidades que eram reverenciadas e temidas por estes silvícolas, nem mesmo eles ousavam aproximar delas. As suas existências foram passadas como tradições históricas de geração em geração pelos ancestrais desses índios. Algumas expedições já foram enviadas à Amazônia Brasileira (inclusive, uma de “inspiração” nazista) em busca destas três cidades, que em uma delas os “deuses” teriam deixado há milênios certo objeto, que já está começando emitir sinais.



Outras luzes misteriosas na Amazônia

 

Outras luzes misteriosas na Amazônia

 

Observação – As imagens e os textos da Página Luzes misteriosas na Amazônia expõem o mesmo assunto desta Página, com outras pessoas e em outro local.

Translate »