Postado por

Reviver e Transmutar

Reviver e Transmutar
Print Friendly, PDF & Email

O dimensional desperto nessa sua atual fase de experiência mental em Ziguratz-Dakila, ele já começa através do mundo paralelo interagir com os ascensionados e, com isso, vai se tornando possuidor de imenso privilégio, que talvez ninguém antes o tenha possuído, quando se vale de canais bioenergéticos ou bioelétricos (embaixo da malha eletromagnética que envolve a Terra), que são utilizados para que essa sua experiência aconteça, dentro de uma nova e ainda desconhecida ciência.

Muitos seres humanos são influenciados e manipulados de várias maneiras pelo atual sistema de poder, que com elas se somam às vezes seu desconhecimento, que corpo/matéria por eles constatado visualmente é de fato energia condensada e que nela “se inserem” alma e espirito – Imagem da Internet

A alma que (emocionalmente) comanda o corpo, é que torna possível através do espirito ligação do ser humano dimensional à Energia Suprema/Deus. Tudo e todos estão com ela conectados, mesmo aquele que “morrendo”, perde seu corpo físico sem se ascensionar ou, sem se transmutar. Assim, ele terá que reencarnar, para que possa de “maneira inteira” ou, com seu corpo físico a partir desse mundo também físico dar continuidade seu reaprendizado e continuar em sua caminhada transmutativa.

O dimensional que já se despertou possui conhecimento, que as vezes ele mesmo ainda não sabe o quanto. Ele que já possui uma frequência mental superior e com ela gerando energia/vibração também superior, possui maior responsabilidade que as demais pessoas, quando com elas interage, conversa, toca e principalmente quando para elas transmite informações/conhecimentos originados de Dakila.

Se ele já está em sintonia mental à frequência dos ascensionados, foi com o auxílio recebido dos mundos paralelos. Auxilio de néctares, essências e tecnologia do MDPL, entre vários outros. E nessa frequência mental ele sabe, que não deve caminhar de encontro à própria “morte”, tendo-a como inevitável, como se ela fosse a única solução ou, o final de tudo.

Ele deve tê-la como aparente, apenas como meio de se ascensionar como muitos já fizeram e que agora dispõem ajudá-lo, quando então em determinados momentos terá oportunidade de até mesmo vê-los.

O MDPL como uma tecnologia dos mundos paralelos (magnetismo, densidade, pressão e luz do biosatélite) “estimula” o campo biomagnético do dimensional, favorecendo-o para que tenha mais facilidade à percepção dessa outra realidade.

E essa tecnologia não está agora só para o dimensional. Da maneira agora como ela vem sendo direcionada à realidade física através de um instrumento motivador de alcance popular – o futebol, um maior percentual de MDPL (frequência transmutativa) vai espalhando e também alcançando aqueles (especialmente dimensionais), que nesses momentos estão ligados à transmissão desse esporte.

Dois registros fotográficos durante o campeonato brasileiro MDPL/ 2017. “O MDPL é de fato para trazer alegria/vibração e não para trazer competição! É um “veiculo” de especial propagação através de sua conexão à luz” e de auxílio à transmutação – Imagens de Dakila Pesquisas

MDPL é jogado com o corpo físico, portanto deve ser jogado com determinação, mas como é um jogo “especial/diferente” ao ser também “jogado com o corpo mental” (biomagnetico), deve ser realizado sem violência, de forma bonita e alegre, para que aquele que também está acompanhando-o assimile seu real objetivo ou, “incorpore” uma mudança de vibração, ao “induzir” seu subconsciente para que interfera positivamente em seu padrão mental e comece a pensar diferente. O MDPL é para trazer alegria, vibração e não para trazer competição! É um “veiculo” de propagação e de conexão à luz.

O MDPL atua de várias maneiras no dimensional já desperto. Estimula sua mente, sua carga elétrica corpórea e sua atividade cerebral, proporcionando-lhe mais raciocínio e sabedoria. Essa tecnologia dos mundos paralelos atua no seu mecanismo cérebro-mente, fazendo-o como uma fonte inesgotável de energia, com capacidade para gerar uma egrégora (um campo de energia extrafísica criada no plano astral, a partir da energia emitida de padrões vibracionais).

Com essa energia ele pode se transformar em um “super-humano”, realizando tudo o que deseja. Falta-lhe apenas saber manipulá-la. Falta-lhe apenas lapidar o “diamante” que agora já sabe possui-lo, “burilando-o” através de seu coração e de sua mente – (Mais informações no texto: Dakila, Corpo de Luz e MDPL, nesse Site).

A verdadeira “prosperidade” que o dimensional deve adquirir no “reino” de Dakila, é aquela, que se realmente desperto e consciente vai gradativamente conquistando-a ao buscar sua transmutação, desde que não se conduza com hipocrisia e com disfarces, que dissimulando seu orgulho, vaidade, arrogância e inveja são fomentadores de competição.

Competição que não proporciona “os milhões” não só em sentido pecuniário comumente inserido nessa palavra, mas também em outro maior e mais verdadeiro sentido de “riqueza”, na medida em que vai ampliando seu campo biomagnético (aura), para que possa com mais facilidade ir adentrando mentalmente mundos paralelos e já “se construindo” na frequência de um ascensionado. Portanto “já pavimentando” também o caminho de sua transmutação, antes mesmo das aberturas das “janelas”, nos anos de 2018 e 2028.

Dakila vibra em sintonia à Frequência do Eu Superior – corpo de luz, portanto aqueles que com ela procuram sintonizar e nela “se inserirem” em busca de seu verdadeiro futuro, devem dar as mãos, realmente se expressando como uma grande família unida, que conduzida pela lealdade/companheirismo busca um mesmo ideal/objetivo e não se mostre como grupos de pessoas apenas reunidas para erguer a cidade Ziguratz física, mas como construtores de seu verdadeiro sentido/proposito cósmico-universal e, em sua frequência energético multivibracional e multidimensional como Ziguratz-Dakila.

Na frequência de Dakila está também a sintonia com a frequência do Eu Superior – corpo de luz, portanto aqueles que nela procuram “se inserir” em busca de seu verdadeiro futuro, devem dar as mãos, realmente se somarem e assim se expressarem como uma grande família unida buscando no presente, o que como passado já foi programado no futuro. – Imagem da Internet

Uma outra tecnologia dos mundos paralelos está no momento sendo oferecida ao dimensional, que deve considerá-la ainda como necessária à uma outra etapa de seu processo evolutivo, para que tenha uma maior percepção e um melhor entendimento na construção desse seu novo tempo, inclusive votados também à realização física de Ziguratz.

Em cada etapa de seu processo evolutivo, ele vai através dos mundos paralelos sendo paulatinamente influenciado nas camadas de seu campo biomagnético (aura), gerando em seus pensamentos e em suas emoções reflexos positivos. Essa influência deve ser gradativa, mesmo que esteja nele já vibrando positivamente, porque interfere em seu procedimento mais do que ele possa imaginar. Para cada camada de seu campo biomagnético é estimulado um pensamento especifico e, como são sete camadas, portanto são sete sensações/emoções, que somadas vão gradativamente refletindo em tudo que ele pensa.

Essa tecnologia em frequência de vibração que agora está sendo passada ao dimensional, tem a intenção despertá-lo ainda mais à sua capacidade/habilidade mental, voltada à sua futura condição de ser universal. Ela também diz respeito ao desenvolvimento de sua memória, relacionada no mundo físico à frequência da luz de onde se originou (“barro da terra”).

E, como ela está ainda relacionada à sua condição de portador da sabedoria universal, funciona para ele como um legado para o futuro e como um código diferenciado, que vibrando na “Frequência do Dourado”, revive hoje uma situação já por ele vivida logo após o último diluvio universal, quando praticamente já estava “inserido” na frequência de um ser já transmutado.

Tecnologia com a vibração dos mundos paralelos para o dimensional já desperto como um legado para seu futuro ou, como um código diferenciado que vibrando na “Frequência do Dourado”, sinaliza para ele, que no momento revive uma situação já por ele vivida logo após o último diluvio universal, quando praticamente já estava “inserido” na frequência de um ser já transmutado – Imagem de Dalila Pesquisas

Na vibração dessa tecnologia em sua atual etapa de 02 selos (maio/2017)) o dimensional passará pela experiência mental, para perceber/“ver” a luz vermelha modular (em gotas subindo/descendo).

A Energia Crística na frequência de luz/cor vermelha está associada não só à realização/criação na realidade física como também à própria vida (biológica) e, com o auxílio dela que o dimensional irá dar seu salto quântico definitivo rumo à sua transmutação e à Vida Eterna, depois que “vê-la”/percebê-la em forma de chuva (em gotas) cair e alcançar o chão. Esse que será o seu último estágio (“vendo-a” tocar à terra), ele não conseguiu ainda alcançá-lo.

São vários códigos/selos, portanto não são só esses dois que indicam o posicionamento de cada dimensional na Escada Evolutiva, ao relacioná-lo com o sentido mais amplo e mais verdadeiro de “riqueza que está nessa palavra inserida, para que ele conquiste seu próprio Plano A, ao se tornar seu próprio juiz.

Na frequência (vibratória e de magia) dessa tecnologia o dimensional é classificado através dos seres ultradimensionais. Então é lhe dado um padrão/referência, com o sentido de ajudá-lo em seu salto quântico voltado à sua transmutação. Classificação que é feita conforme seus pensamentos. Bons pensamentos ou aqueles que feitos de coração lhe proporcionem boas intenções, para uma melhor percepção de um mundo livre de tabus, de preconceitos ou, de ideias negativamente preconcebidas.

Assim, se nele ainda existir pensamentos arcaicos e enraizados (no subconsciente), ele não dará seu salto quântico, por não entrar em frequência mental de sintonia com esse novo tempo que já se descortina e que nele o obsoletismo do velho tempo imposto pelo também velho sistema de poder manipulador (econômico/financeiro, político/social, religioso e outros), que impregna o Inconsciente Coletivo irá se diluindo, até deixar de existir.

Usando-se de uma metáfora, o Planeta Terra no final desse seu grande ciclo de 25.625 anos mostra-se visivelmente como uma gigantesca bateia, que ao ser cada vez mais intensamente rodopiada por Leis Universais, estão sendo dela lançados fora pedras, pedregulhos, borras e demais outras sujeiras, para que no final desse batear fique em seu fundo apenas o ouro – em sintonia agora à Era Dourada com uma outra maneira de pensar e de proceder mais justa, honesta e igualitária.

De acordo com Carl Gustav Jung, psiquiatra, psicoterapeuta suíço e fundador da psicologia (1875 – 1961), o Inconsciente Coletivo na camada mais profunda da psique, é constituído pelos materiais que foram herdados e que nele residem os traços funcionais, como imagens virtuais – Imagem da Internet

O dimensional já vem consciente preparando-se para os dois momentos das aberturas das “janelas” nos anos de 2018 e 2028, buscando sua transmutação. Agora, com esse mesmo sentido se prepara também, para interagir com os seres ascensionados ou, com aqueles que “morreram” sem antes transmutarem, que estão nessa frequência/vibração de realidade, que o dimensional no mundo físico os conheceu (ou não) e que irão ajudá-lo nessas suas duas “passagens”.

Inicialmente, o dimensional ao interagir com a frequência de realidade dos ascensionados, pode às vezes escutá-los com timbre de voz quase como ainda estivessem no mundo físico, mas por enquanto (maio/2107) essas comunicações acontecendo de forma muito rápida mesmo que ditas de maneira alta, elas podem se tornar pouco inteligíveis.

Para que aconteça ao dimensional a condição de ascensionado, tem o momento certo para que ele (aparentemente) “morrendo”, possa “ser levado” aos mundos paralelos, sem que nesse meio tempo seu campo biomagnético (aura) rompa. Depois de sete horas de sua morte clínica, se não existir a interferência dos mundos paralelos para que sua aura não rompa, ele de fato perde a condição a partir desse momento, de se tornar um ascensionado.

Durante esse processo para “levá-lo”, os mundos paralelos (49 raças) utilizam de processos energéticos mais sutis, mas ainda próprios da realidade física (eletromagnéticos) que podem se mostrar através de luminosidade em volta do dimensional e que se intercalam por flashes de cor prata leitoso ou mesmo com outra tonalidade e, às vezes também, acompanhados por ruídos semelhantes à eletricidade estática, entre outras manifestações.

Nesse momento os seres ultradimensionais estão também cooperando, para que a aura do dimensional não se rompa, ao “segurá-lo” atuando/interferindo em um ou alguns de seus vórtices (chacra) de se campo biomagnético (aura).

Chico Xavier no mundo físico moveu-se intensamente pelo coração, o que lhe proporcionou profunda interação emocional e mental com os mundos paralelos. A sua “morte” em junho de 2001 aconteceu em sintonia à sua condição de um ascensionado, com luzes e outras manifestações mostrando-se no quarto do hospital onde estava, para que alguns dias após e em momento certo, pudesse fazer sua “passagem” para essa outra frequência/vibração de realidade. Ele psicografou mais de 450 livros, que por eles não aceitava dinheiro (direitos autorais), cedendo-o às instituições de caridade . São publicações em português com traduções em inglês, espanhol, japonês, esperanto, francês, alemão, italiano, russo, mandarim, romeno, sueco, grego, húngaro, braile, etc. E ainda psicografou cerca de dez mil cartas de “mortos” para suas famílias – Imagens da Internet

O processo de passagem/transporte quando o dimensional é “levado” da realidade física para mundos paralelos mais sutis de vibração/luz”, por ser ainda energeticamente desconhecido é muito distorcido dentro de enfoques religiosos.

Jesus de Nazaré depois de sua crucificação, utilizou-se de sua própria força mental para “ressurgir dos mundos dos mortos” e a seguir já transmutado “subir ao céu de corpo e alma”. Essa sua “ascensão”, diferentemente do que aconteceu com sua mãe, que não tendo esse poder de seu filho, teve que ser auxiliada para sua “assunção” em sua condição de ascensionada.

Alguns dimensionais que já fizeram sua “passagem” e que vinham participando do antigo Projeto Portal, hoje Ziguratz-Dakila, já tinham no futuro escolhido e escrito em suas “Placas” o que iria acontecer em seu passado. Pudessem antes de “morrer”, fossem levados às “naves bioplasmadas” e nelas ressuscitassem em seus corpos já na frequência de ascensionados, para que agora pudessem nas “aberturas das duas janelas” e com auxílio das 49 raças passar pelo processo definitivo da transmutação, juntos com os demais dimensionais, que ainda em corpos físicos buscam também sua ascensão e transmutação.

Para esse processo de “passagem” a incineração do corpo do dimensional não deve acontecer, porque tira a possibilidade em sua aparente “morte” de existir o momento certo de sincronia entre a Energia Suprema/Deus e as 49 raças, que fazem essa “ponte para levá-lo”, por terem permissão para isso.

Aquele dimensional que ainda está em seu corpo físico, portanto que está (biologicamente) vivo, mas que às vezes têm a nítida e diferente percepção que não está mais na realidade física (como já estivesse “morto”), é bem provável que já se capacitou mentalmente para se ascensionar ou, de já poder interagir à frequência de um ascensionado.

Interagir de várias formas com quem (supostamente) partiu, não é tão complicado desde que esteja mentalmente preparado para isso. Desde que se tenha a certeza, apesar do corpo (matéria) ser constatado visualmente, é de fato energia condensada e que nela “se inserem” alma e espirito. Mas, como as pessoas estão sempre predispostas acreditar em nada além daquilo que fisicamente veem ou, no que sempre foi para elas ditado/manipulado, não são capazes de realmente “verem mais além”.

A “cabeça humana” está impregnada de informações manipuladas como verdades pelo atual sistema de poder, contrapondo as que agora mais claramente estão sendo repassadas por superiores inteligências de outros mundos, mas que são taxadas de utópicas.

A “morte” para quase a totalidade dos seres humanos é única certeza e consequência da vida ou, de se existir biologicamente. Mas, porque não se tentar outra possibilidade, mesmo tendo-a ainda utópica? Porque não se livrar dessa fatalidade?

O dimensional desperto já tem consciência que a “morte” é uma “doença genética” implantada pelos criadores anunnaki de seu corpo físico. Antes do último diluvio universal o ser humano vivia centenas de anos e os seus criadores alguns milhares. Também em relação a esses últimos nunca se soube de fato, “se morreram” ou não.

E com a ausência gradativa dessa jovialidade, a duração da vida humana foi diminuindo cada vez mais até a situação de hoje, quando se vive entre 80 e 90 anos ou, especialmente alguns poucos anos a mais.

O livro bíblico de Gênesis menciona sete homens que viveram mais de 900 anos. Todos nasceram antes do último dilúvio, nos dias de Noé. Eles foram: Adão, Sete, Enos, Quenã, Jarede, Matusalém e Noé e todos estavam entre as primeiras dez gerações da história humana. Noé é o mais mencionado, mas também Matusalém é bem conhecido por ter vivido mais do que todos, 969 anos – Imagem da Internet

Para os dimensionais que hoje estão em Ziguratz-Dakila existe a possibilidade de não só se ascensionarem dando esse seu salto quântico, mas também de recuperarem sua jovialidade de antes. Possibilidade que começou no dia 20 de abril/2017 para 98% deles, que possuem em sua “Placa Física” a mesma letra/assinatura de hoje e que nela afirmaram no futuro em mundo paralelo essa sua opção.

Opção que nessa sua nova etapa em Ziguratz-Dakila eles começaram uma nova fase, tendo também uma nova percepção de “espiritualidade” não mais emocionalmente distorcida, mas de maneira que os permite darem mais sentido em suas vidas, ao preencherem muitas lacunas, que nelas interrogações estão tendo agora respostas, que antes não as possuíam.

Desde dos tempos mais antigos na história da humanidade existiu o poder manipulador exercido por poucos em detrimento de muitos, ao dominar e agir em favor de seus interesses algumas vezes visivelmente, mas também e principalmente hoje de maneira oculta através de várias formas de opressão – Imagens da Internet

O ser humano dimensional ou da linhagem adâmica quando “morre”, o seu corpo como matéria se desfaz em função da programação genética feita pelos seus criadores anunnaki, que praticamente vivem uma eternidade e o mesmo deveria acontecer com ele, que vive no máximo 120 anos.

A partir do momento da fecundação – ou, da fusão espermatozoide/ovulo, acontece também nesse processo o envolvimento “espirito/energia”, com o espermatozoide em sua corrida” agindo por instinto/padrão original (tem vida e inteligência), assim também estático e em expectativa procede o óvulo, mas hoje já se sabe, é o óvulo que “escolhe” o espermatozoide.

No momento dessa fusão já existe vida de ambos os lados e nela é o momento em que o “espírito/energia” continua “se envolver” com a onda modular positiva (espermatozoide) e com a onda modular negativa (óvulo), que agora entrelaçadas vão possibilitando a geração do corpo através da multiplicação celular, que está voltada à personalidade/caráter daquele (a) que utilizará desse “veiculo” para seu aprendizado no mundo físico.

O nascimento de todas as crianças tem a mesma importância para a Energia Suprema/Deus, mas para o mundo dos seres humanos algumas se destacam pela responsabilidade de seu compromisso como Mensageiro de Deus e, entre eles destaca-se o de Jesus de Nazaré, que os dimensionais despertos e de fato conscientes devem nele se espelhar – Imagem da Internet.

A doutrina espírita em suas várias vertentes ao mencionar a reencarnação, diz aquele com procedimentos dissociados de sua sexualidade, foi porque teve em vida anterior um corpo sexualmente oposto do que hoje possui. Mas essa explicação não procede, porque se seu molde é masculino no astral (fluido que estabelece relação entre o corpo físico e o espírito, suscetível de se materializar), ele foi e será eternamente assim e o mesmo acontece se o molde é feminino no astral, ele foi e será também sempre assim.

Portanto, de acordo também com os fundamentos da natureza, não importa a realização cirúrgica para mudança físico anatômica externa, auxilio hormonal e psicológico, porque no extra físico o molde astral (original) continua o mesmo.

Esse procedimento associado à sexualidade está relacionado à evolução de cada um (uma), quando esse (essa) chega à frequência da 6ª lâmina (penúltimo estagio evolutivo) e quando nela fica mais presente o desequilíbrio glandular. E em função desse processo de evolução hormonal que ocorre neste estágio, ele (ela) fica com sua sensibilidade muito mais ampliada e com ela seus impulsos instintivos ficam também muito mais “aguçados” e não definidos sexualmente.

Assim, quando o ser humano desencarna e se viveu esse procedimento, ele fica em seu campo biomagnético com essa informação, podendo lhe passar a falsa impressão, que foi do sexo oposto em vida anterior.

Esse procedimento que interfere no processo transmutativo é apenas uma disfunção glandular com repercussão no campo energético vibracional dele (dela), sem nenhuma pecha associada ao pecado e à condenação eterna, quase sempre explorados (moralmente) por algumas religiões.

Quando se chega à frequência da 6ª lâmina (penúltimo estagio evolutivo) ocorre um processo de evolução hormonal e nele ao se ficar com mais sensibilidade, pode-se também ficar com instintos “mais aguçados” sexualmente não definidos, impelindo para procedimentos que interferem no processo transmutativo, mas de nenhuma maneira pode associá-los ao “pecado” e muito menos à punição eterna como pregam certas religiões, que com elas se somam regimes totalitários agindo nesse sentido com extrema violência e crueldade, as vezes até com a pena capital.

A modulação da energia vibracional se dá tanto através da energia sexual quanto através da transmutação emocional. Na primeira situação quando ela acontece entre um casal no ato sexual (realmente com amor), ela é instantânea, completando-se totalmente. Na segunda situação ela acontece apenas pelo enfoque emocional, gerando sentimentos puros (sem ato sexual) entre o casal, como os que existem entre apenas amigos/amigas, quando a energia gerada pelos dois vai mais se fazendo vagarosamente em relação ao primeiro caso, mas no final o resultado dessas duas situações é o mesmo.

O importante é saber, que pelos fundamentos da natureza a modulação vibracional nos dois casos só acontece pelo enfoque da sexualidade ou, entre polaridades diferentes – homem (+) e mulher (-).

Ainda é importante saber, aquele que já consegue romper a barreira dos preconceitos e que também não deixa mais se envaidecer por elogios gratuitos ou se enraivecer por críticas (construtivas ou não), ele já caminha na trilha segura da sabedoria e firmemente direcionando-se às “janelas”, por já possuir pensamentos mais puros, gerando frequências mentais também mais puras, que vibram harmonicamente mais aceleradas.

Muitos têm medo de “espirito”, ao associá-lo às informações de sofrimento no “umbral/inferno” como punição divina, entre outras informações desse tipo – Imagem da Internet

O dimensional desperto já não deve mais fazer parte dos medrosos ou, daqueles que têm medo da presença de “espíritos”, já que agora se prepara para interagir com os ascensionados ou “entidades virtuais” de mundos paralelos. E, mesmo que ele venha interagir com “espíritos” ainda não ascensionados não deve ter medo, porque a vibração de seu campo biomagnético é mais acelerada do que a deles, portanto tem controle mental sobre eles.

E, se o dimensional que já se despertou e que já começou a interagir com a frequência de realidade onde se acham os ascensionados, foi porque ele já alcançou mais de 149% de MDPL, quando poderá também interagir com familiares e outros entes queridos que já se foram e, às vezes então terá que controlar sua emoção, em momentos que poderão ser tristes/tensos ou suaves/bons, dependendo do que escutar deles. No “mundo dos espíritos” estão muitos daqueles que ainda não aceitando a morte, precisam de orientação.

O ser humano não foi criado para morrer. Os mundos paralelos mencionam que a vida deve ser para ele eterna dentro do Verdadeiro Sentido de Vida, para que possa passar por diversas experiências até chegar ao limite máximo de conhecimentos/experiência/sabedoria e então voltar a “se inserir” à Energia Suprema ou, se voltar para Deus.

Tudo no Universo é Energia/Vibração/Frequência, portanto o ser humano é energia com corpo físico e mesmo quando não mais o possui. Assim, quando ele faz sua “passagem” sem mais seu corpo físico, mas se tiver o poder para “algo maior” (por ter antes se preparado para isso), ele terá capacidade de “recompor suas células” para trazer seu corpo de volta, “revivendo-o”, como fez Jesus de Nazaré que antes se ressuscitou, para poder logo após já transmutado “”ascender/subir ao céu em corpo e alma

“Existem aqueles que “morrem” e não ascensionam, aqueles que “morrem” e ascensionam perdendo o corpo físico, e aqueles que ascensionam e levam o corpo – ou, se transmutam”).

Na primeira ilustração Jesus de Nazaré depois de sua crucificação, utilizou-se de sua própria força mental para “ressurgir dos mundos dos mortos” e a seguir já transmutado “subir ao céu de corpo e alma”. Essa sua “ascensão”, diferentemente do que aconteceu com sua mãe (na segunda ilustração), que não tendo esse poder de seu filho, teve que ser auxiliada para sua “assunção” em sua condição de ascensionada. Essas informações podem ser substituídas por outras (não mais dogmáticas/evasivas) associadas aos mundos paralelos, com as presenças de seres ultradimensionais e de outros “seres” de realidades/dimensões com vibrações mais sutis ou de mais luz – Imagens da Internet

A vida eterna dentro dos fundamentos/leis da natureza está inserida no segredo do Santo Graal, quando através de polaridades opostas homem (+) e mulher (-) é gerada essa frequência também relacionada à Chama Trina, exigindo do casal mente e coração puros pelo menos sete meses de interação constante em frequência, que nela modulando suas emoções os dois gerem a substância, que deve ser também a mais pura, que lhes possibilite correção genética e que lhes proporcione finalmente jovialidade eterna.

Alcançar esse nível de frequência associada à criação, o dimensional não se torna Deus Criador quando tudo se iniciou. Ele transforma em deus criador de seu próprio universo, quando então poderá curar suas doenças, seus conflitos e seus bloqueios. Essa é a energia em vibração/frequência da espiral ascendente, que é obtida por um casal através de suas polaridades homem (+) e mulher (-) entrelaçadas emocionalmente em puro afeto, sublimando suas emoções e gerando a substancia, que com ela ajustam seu metabolismo, seu DNA, sua carga elétrica (prótons/elétrons) em determinada frequência e objetivo.

Na Chama Trina vibra a energia de origem sexual e, ou emocional das polaridades (homem/mulher) já transformada em uma só frequência entrelaçada, ascendente e sublimada – Imagem da Internet

O topo da pirâmide são todas as frequências convertidas na frequência sexual ou das polaridades homem/mulher (energia do ato sexual e, ou energia emocional). No instante dessa interação sublimada não pode existir energias emocionalmente “misturadas” entre ele e ela, que provoquem desnivelamento vibracional.

Por isso é importante, que entre os dois haja essa reciclagem/harmonização energética, para que as energias de ambos não gerem frequências diferentes e não deem um “bug” ou, não provoquem “defeito/falha pelo mau funcionamento” no campo de energia, que mutualmente estão gerando-a como a substancia do Santo Graal.

Os annunaki que ainda conservam vivos nesse planeta (sem se misturar com a população), utilizaram da substancia do Santo Graal, mas não porque a geraram. Eles adquiriram dos Mensageiros de Deus em tempos muitíssimo mais antigos antes do último diluvio universal. A Arca da Aliança possui dentro dela o segredo/substancia do Santo Graal e não o sangue real relacionado à linhagem genética de Jesus de Nazaré, por isso o empenho de muitos em acha-la e não só pelo seu valor arqueológico.

Pelos Padrões da Natureza em seus Fundamentos e em obediência às Leis Divinas (Princípios Universais), tudo se organiza, portanto não é permitido a interferência para a criação da vida, como fizeram os anunnaki, que posteriormente interferiram ainda mais em sua criação. Foi com o código de fabricação como modelo HP5SI da Raça Adâmica, que o ser humano foi por eles criados. E no início de sua criação e aperfeiçoamento físico corpóreos (com recursos genéticos) ele não tinha deficiências, portanto não ficava à mercê de doenças e do envelhecimento.

Uma das mais antigas civilizações – a Muril, deixou a “fórmula de como fabricar o ser humano” – o modelo HP5SI, que os anunnaki dela se apoderaram e dela utilizaram não só para obterem sua eterna jovialidade como também para criarem fisicamente o ser humano ou, a Raça Adâmica.

Por isso o “Deus” de muitas vertentes religiosas está relacionado a esse feito dos anunnaki, que são cientistas, altamente racionais. Possuidores apenas de espirito eles não têm alma, que os daria a presença/vibração de um maior percentual de luz e que os possibilitaria energeticamente também sentimentos voltados ao entendimento e à compreensão, necessários àqueles que buscam a sabedoria e a harmonia.

E a falta desse percentual de emoção/sentimento e, por outro lado ainda a presença de intensa e “fria” racionalidade talvez explique porque algumas das principais e mais antigas religiões (inspiradas nesse “Deus”), ditam ao pé da letra seus preceitos fundamentais e através deles têm uma maneira radical e desalmada de proceder com seus seguidores ou ainda mais violentos com aqueles que não são – Mais informações no texto: Nibiru e os Anunnaki”, nesse Site.

Na Mesopotâmia a civilização suméria que fornece à ciência registros arqueológicos, estava diretamente associada à presença dos anunnaki em uma região, que hoje corresponde aproximadamente a maior parte do atual Iraque e Kuwait, além de partes orientais da Síria e de regiões ao longo das fronteiras Turquia-Síria e Irã-Iraque.

Alguns religiosos (ou que julgam ser) seguindo ao pé da letra preceitos fundamentais de suas religiões, têm uma maneira radical e desalmada de proceder mesmo com seus seguidores e, com mais violência ainda com aqueles que não são – Imagem da Internet

Esse novo tempo em que a luz em seu verdadeiro sentido vibratório se mostrará como a Era Dourada, nele acontecerá a presença de comando das mulheres (da energia feminina), que em seu carisma e magnetismo pessoal refletem a sua verdadeira força de magia e de sutileza vibratória/luz, por possuírem 37 canais mentais voltados à uma maior quantidade de habilidades do que os homens, que possuem apenas 18 canais.

As mulheres possuem intensa e nata magia que mesmo agora a irradiam como energia do olhar e também do sorriso enquanto os homens sobressaem pela magia do som/vibração de sua voz. Mas, existem muitas outras magias que ambos possuem e que delas devem utilizar, na medida em que vão se despertando para suas outras habilidades (mentais/paranormais).

Na segunda fase do despertamento de suas habilidades (mentais) paranormais, o dimensional está se preparando para interagir com os ascensionados e através do auxílio desses voltam-se às “aberturas das janelas” dos anos de 2018 e 2028Ilustração de Antônio Carlos Tanure

Hoje o dimensional que já despertou já sabe que deve portar o necessário padrão evolutivo, utilizando-se de mente/pensamento/consciência/vibração, para que com um simples comando seu possa criar a matéria através também da tecnologia do magnetoide. Assim, ele já começa a vivenciar um momento em que os mundos paralelos estão lhe possibilitando “criar” seu próprio universo e nele “criar do nada”, quando perceberá de fato a grandiosidade do privilégio que está alcançando.

A tecnologia do magnetóide que com ela o dimensional desperto já começa experienciar com o auxílio das realidades paralelas, amplia seu poder de pensamento voltado à criação, mesmo sem ainda possuir o necessário conhecimento desse processo, porque a intenção dos mundos paralelos é “gerar algo” em seu subconsciente, reforçando-o, com o que ele está mais “familiarizado” – o processo de alquimia, quando pode transformar uma coisa em outra. Todos esses processos se baseiam em sua capacidade de dominar a vibração das partículas em sua volta, para que com elas materialize, crie.

A energia do magnetóide quando interage com o campo de energia do dimensional, ele pode ver pontos de luminescência que aparecem no chão não só em sua superfície espalhando-se nos gravetos e nas folhas, etc., mas também no interior da terra, se nesse momento ele a cavouca.

Interessante ainda, quando nesse momento o dimensional envia sua mão nessa luminosidade ela desaparece, porque sua mão já penetra em uma outra frequência/dimensão de realidade. E esses gravetos e folhas que são imantados por essa energia luminosa (mostrando-se até por dois dias), transforma-se em artefatos vibracionais. Assim, se o dimensional os depositar nesse período sobre o seu vórtice (chacra) frontal, o estimula a realizar, o que já programou – Mais informações no texto: Magnetóide – Uma Biotecnologia, nesse Site.

Registros arqueológicos sumérios de Anu, Enki e Enlil. O primeiro pai dos outros dois está associado em algumas religiões como o “Pai Eterno” e também seus dois filhos “inspiram” até hoje nessas religiões (em seus preceitos fundamentais) conceito de “Deus”. Clique à esquerda do mouse sobre as imagens, para vê-las com mais detalhes.

Como já foi antes mencionado, as “criaturas’ que os anunnaki criaram (Raça Adâmica) viviam no início centenas de anos, e com essa jovialidade poderiam com o tempo, adquirir mais conhecimentos e competir com eles ou mesmo ultrapassá-los. Por esse motivo eles cortaram nos seus cromossomos 2 e 3 os telomeros, quando então a partir desse momento a humanidade começou não só se envelhecer, como também adquirir doenças.

Mas, em compensação os seres humanos começaram a partir dessa ocasião, gerar uma frequência até então desconhecida no Universo – a energia da emoção que superou seus criadores, no que eles possuíam e possuem como tecnologia mental.

E essa energia nova até então desconhecida também dos annunaki, os seres humanos a possuem em abundancia, mas precisam corretamente manipulá-la e direcioná-la, para que se mostrem com seu imenso poder de realização tanto no mundo físico, quanto de sua sutilização que pode aproximá-los mais especialmente (entre os demais seres do Universo) à Energia Suprema/Deus.

E, como também as 49 raças não conseguem essa aproximação especial à Energia Suprema/Deus, por não terem mais corpos físicos e assim não mais poderem mudar a sua estrutura molecular, elas então fizeram com os dimensionais despertos um acordo na frequência do “toma lá dá cá”.

Fizeram um acordo para que entre os dois existissem “trocas sincronizadas”. Elas pudessem sentir percentuais da energia (sem sugá-las), que os dimensionais geram emocionalmente como “ondas”, para que no final tanto elas quanto eles pudessem alcançar um resultado satisfatório. Os dimensionais alcançariam a frequência transmutativa e elas através deles uma maior proximidade vibratória à Energia Suprema/Deus.

O dimensional mesmo já desperto em contato com o mundo paralelo seu grande desafio é perceber/conhecer o novo. Desafio que é ainda maior ao dimensional não desperto, quando deve entender/perceber, que deve seguir sempre em frente vivendo seu presente, que é o passado do que já foi em seu futuro. Então, não adianta “esquentar a cabeça”.

Nesses poucos meses que antecedem a primeira abertura da janela, o dimensional já consciente de seu compromisso deve-se esforçar para despertar um número cada vez maior não só de dimensionais como também de um modo geral a população, usando-se de uma linguagem/comunicação, que com ela os que o escutam ou o leem fiquem mais receptivos, mais atentos. Nesse sentido ele precisa aprender a “dar o que eles precisam, na medida em que é passado, o que ainda eles não sabem”.

O dimensional que já despertou e que em sua escalada evolutiva já está em um degrau superior de conhecimento, ele deve descer àquele degrau onde os outros ainda estão, para lhes passar informações/conhecimentos, mesmo sabendo que existem aqueles que não querem entender, se entendem não compreendem e se mesmo compreendendo não aceitam.

Aqueles que não querem entender ou, se entendem não compreendem ou ainda, se mesmo compreendendo não aceitam, eles alienados por não buscarem de fato discernimento/conhecimento, não denotam sabedoria – Imagem da Internet

O ser humano de um modo geral foi condicionado a ter resistência ao novo. E mesmo alguns dimensionais “se travam”, para o que milhares de anos já está depositado em sua memória. Os mundos paralelos cooperam para que eles escalem cada vez mais os degraus de sua escada evolutiva, mas só se deles percebem esforços, que os mostrem com mais consciência, harmonia, entendimento, conhecimento e determinação e que os possibilitem se elevarem às esferas mais superiores de vibração/luz.

Fontes de consulta:

Apostila de Dakila Pesquisas, maio de 2017

www.psiquiatriageral.com.br/psicoterapia/carl.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Chico_Xavier

https://wol.jw.org/de/wol/d/r5/lp-t/2010886

https://oanunciador.com/tag/assuncao-e-ascensao/

aquariusidadedeouro.blogspot.com/2013/…/08-o-amor-e-sexualidade-misterio-do.ht..

https://www.ofimdostempos.com › Estado Islâmico – EI (ISIS)

https://lvsitania.wordpress.com/2010/08/16/sumrios-deuses-e-deusas/

Translate »