Postado por

Ziguratz – Dakila

Ziguratz – Dakila
Print Friendly

Os dimensionais do antigo Projeto Portal, hoje Dakila, se conduzem agora com uma nova linguagem para novas informações e conhecimentos, que trazem novas vibrações e que delineiam novas responsabilidades, mas também novos privilégios.

Esses “filhos das estrelas” ao se expressarem à sua maneira, falando ou escrevendo, devem se conduzir voltados para um mesmo sentido, porque sendo agora condutores dos que chegam à Ziguratz/Dakila, devem se somar, quando os informam e os esclarecem sobre as trilhas, cavernas e galerias com seus vórtices de energia (“portais”) na horizontal e sítios arqueológicos, entre outros esclarecimentos.

Foto da caverna dos morcegos com suas duas entradas aos mundos interiores: uma mais física e outra mais extrafísica – Foto de Antônio Carlos Tanure

São esses dimensionais despertos os portadores de conhecimentos privilegiados, já adquiridos de tecnologias e de pesquisas associadas à Ciência Lilarial. Assim, quando conduzem esses que os procuram e que de certa forma já conseguiram se despertar, devem passa-los informações dentro dessa nova linguagem, mas já sabendo de antemão que o assunto focado pode mudar em determinado período, dependendo do interesse e do estado de consciência desses em busca de informações.

Cidade de Ziguratz/Dakila em construção com suas casas caracteristicamente semelhantes aos “iglus” – Imagem da Internet.

Na palavra Dakila se insere a vibração/frequência da busca do conhecimento, que o “filho das estrelas” antes o questiona, para depois repassá-lo. Nela se insere também a vibração e a frequência daquele que já “é sábio de si mesmo”. Assim, aquele que inicialmente já “registra” e demonstra interesse/sintonia à palavra Dakila, mas ainda a pronunciando Dakilá, ele mesmo assim mencionando-a dessa maneira, já está “inserido” (inconsciente) em seu verdadeiro sentido/vibração. Interesse que ele se expressa por qualquer motivo, já predisposto receber informações, que os dimensionais de Dakila/Ziguratz já as possuem a mais tempo e que podem repassa-las.

Esse dimensional que já está em processo gradativo de se despertar, buscando conhecer a sua real condição de um ser universal, na medida em que vai se aproximando de Dakila/Ziguratz, vai também percebendo gradativa “ampliação mental” voltada às suas lembranças através de imagens de outras épocas, que são por ele sentidas sob intensa emoção, que depois se estabilizam quando chega em Ziguratz.

Uma das galerias de Dakila onde se constatou a presença do vórtice na horizontal (“portal”), que através dele mostrou-se na realidade física a maior parte dos símbolos plasmados dos dimensionais, que começaram perceber em um dado momento, não estarem mais dentro de um mundo espacial próprio à realidade física com limites de profundidade, quando começaram mentalmente “ver” além dos limites das paredes da galeria, o que se assemelhava à via láctea em uma noite estrelada, só que em vez de corpos celestes eram percebidos muitos diferentes e luminosos símbolos associados ao seu compromisso , que “magicamente” vinham vibrando, flutuando e passando por cima e em volta de cada um deles – um instante que foi de verdadeiro êxtase, muitíssimo além dos “arroubos” cinematográficos de Steven Spielberg. (Mais informações no texto: Dezoito anos atrás – início do Dakila Pesquisas –
portal2.org.br/dezoito-anos-atras-inicio-do-idakila-pesquisas – Imagem de Antônio Carlos Tanure

O “filho das estrelas” ao se aproximar de Ziguratz, ele sente especial estimulo emocional que depois se estabiliza. Esse estimulo se deve à presença de uma energia positivamente diferenciada como uma onda espiralada na horizontal ou, pela presença da energia em espiral de kundalini na horizontal que o envolve, na medida em que transita por boa parte da estrada que dá acesso à Ziguratz/Dakila.

Esse vórtice de energia na horizontal que está presente em boa parte desse caminho (mais perceptível próximo de Ziguratz), quando o dimensional por ele se desloca a pé ou em veículo, ele entra em um corredor energético (vórtice na horizontal também presente em algumas galerias) e já dentro desse corredor essa energia ao contorna-lo e funcionando como uma onda de rádio, potencializa sua energia da kundalini, que envolve seu corpo e que vai nele subindo/descendo. São momentos que lhe proporcionam maior consciência, percepção e principalmente maior discernimento.

Dentro desse vórtice de energia na horizontal o “filho das estrelas” dificilmente toma decisão errada, porque ali ele tem mais facilidade de sintonizar com seu Eu Superior/Eu do Futuro, que o orienta/intui. Nesse caminho/estrada o vórtice na horizontal acompanha a malha eletromagnética que envolve a Terra, delineando outro e mais verdadeiro caminho – o eletromagnético, que proporciona ao “filho das estrelas” sua energia da kundalini também na horizontal, tenha uma maior velocidade e expansão.

Dentro do vórtice na horizontal o dimensional é trabalhado em sua energia da kundalini (espiralada na horizontal), transmitindo-lhe a sensação de uma energia suave. Dentro desse vórtice espiralado na horizontal ele também percebe a energia em sua volta muito mais ampliada, assemelhando-se à energia da chama trina aumentada três vezes mais, após uma ativação – Ilustração de Dakila Pesquias.

Na parte da estrada já próxima à Cidade de Ziguratz foi enterrado nos dois de seus lados o artefato esférico modulador de cada um dos atuais dimensionais de Dakila, para que através dele seja identificado seu campo de energia (iônico), com o intuito mesmo ele já transmutado em frequência de um ser universal, possa ter orientação magnética para através desse artefato voltar ao mundo físico e cooperar se necessário. Portanto, ele poderá voltar enquanto essa esfera continuar nesse local sem se deteriorar. Volta que já transmutado não mais se prenderá à realidade física.

Esse artefato como orientação magnética funciona para o “filho das estrelas” como “uma janela” ou “um ponto” de marcação ou ainda, como “um marcador” de espaço-tempo para ele quando já estiver transmutado e já possuidor da vibração de um ser universal. Esse artefato que está também relacionado à sua energia da kundalini em espiral na horizontal, sintoniza-o na frequência 999 ou, à de um vencedor que se capacitou e realizou sua transmutação.

 

Na primeira imagem artefatos que não foram banhados em ouro, para que sua durabilidade fosse limitada e pudessem dissolver em determinado tempo na natureza. Os das mulheres contêm três cortes formando entre eles três saliências semelhantes a três “gomos” e dos homens com quatro cortes assemelhando-se quatro “gomos”. Os primeiros foram enterrados no lado esquerdo da estrada, em seu trajeto que vai da sede da Fazenda à Ziguratz e os segundos no lado direito nesse mesmo trajeto. Na segunda imagem um desses artefatos ao ser enterrado – Imagens de Dakila Pesquisas

Esse “filho das estrelas” já em sua frequência de energia multivibracional e já consciente de sua condição de ser universal “caminha com suas próprias pernas”, quando então já está também apto para receber inúmeros benefícios dos mundos paralelos. Nesse nível de independência já possui ainda determinada influencia mental. E, com esse nível de influência ele deve também se expressar com independência mental de um verdadeiro líder, especialmente agora inserido em nova vibração própria à Dakila.

Ele deve colocar um ponto final em suas experiências passadas do antigo Projeto Portal, portanto se ele depois de 20 anos ainda estiver com a necessidade de experienciar naquela frequência, por exemplo, se ainda estiver na dependência mental e emocional da necessidade de “Placa Física”, ele ainda não alcançou a necessária consciência e segurança, por não perceber que “funcionando” como um “portal vivo”, ele é sua “própria placa física”, nesse momento em que já deveria estar em sintonia de vibração com seu Eu Superior/Eu do Futuro, recebendo dele mesmo que intuitivamente informações e orientações necessárias ao seu compromisso e à sua transmutação.

Ele já deveria também possuir a habilidade mental de “ver” através de seu campo energético a energia cristica, que é seletiva e associada à realização física. Essa energia que é proveniente do seu Eu Superior/Eu do futuro, se mostra como uma fagulha. Todos dimensionais a possuem como “meio de comunicação” com a “Fonte” de onde são originados, apesar de cada um possuir personalidade e ostentar intensidade de energia diferentes.

Quanto mais esse “filho das estrelas” evolui, possuindo mais sensibilidade/intuição, mais percebe vindo para ele a energia do Eu Superior/Eu do Futuro na forma de partículas/fagulhas e, se ele através de sua capacidade mental ampliar ainda mais essa sua sensibilidade, pode ainda mais interagir nessa frequência agora na forma de vibração sonora, podendo até ouvi-Lo como sua própria voz, mas com vibração diferente que ecoa distante como vinda de uma realidade paralela.

Imagem que procura ilustrar partículas de luz como energia crística – Imagem da Internet

A energia crística é constituída por centelhas ou partículas fotônicas emanadas através de “tecnologia”, que utiliza do nervo óptico do dimensional e que permite a emissão de pulsões para que ele possa mentalmente “vê-las”. Pulsações que envolvem todas as células de seu corpo gerando uma cadeia bioelétrica, que expande seu campo biomagnético (aura) e lhe traz resultados positivos, principalmente às suas habilidades extra-sensoriais e à sua frequência transmutativa.

Assim, o dimensional nessa sua atual etapa evolutiva precisa visualizar/perceber essa frequência luminosa, para que através de seu nervo óptico possa incorporar consciente e em definitivo essa vibração fotônica. Tudo é Energia, Vibração e Frequência e “alcançar” Frequência resume em acreditar, que através do desejo “algo” aconteça convertido pela vontade em criação e realização.

Fotografias com a presença da energia crística (frequência de luz/cor vermelha), quando os dimensionais em desenvolvimento mental inicial dentro de seu despertar, com ela já começavam a interagir. A primeira à esquerda tirada em novembro de 2003 e a segunda à direita tirada em 05 de julho de 2009, no campus da UFMG – Fotos de Antônio Carlos Tanure.

No mundo físico o Desejo (“fé” – quarta dimensão) através da Vontade (energia crística de realização física – terceira dimensão), transforma-se em um campo bioplasmático com o recurso do Pensamento (consciência – quinta dimensão), para construir a imagem projetada, que se transforma/densifica depois já como realização na realidade física.

Nesse seu caminhar evolutivo o “filho das estrelas” é acompanhado pelos seres ultradimensionais, que ao serem visualizados/fotografados transparentes ou na forma de energéticos (coloração branca/prata), sinalizam que esse seu caminhar está correto, está em harmonia. Mas, se mostrarem mais densos ou energeticamente em várias cores esse seu caminhar à transmutação deve ser pensado e redirecionado.

Seres ultradimensionais ao serem visualizados/fotografados transparentes ou na forma de energéticos (coloração branca/prata) juntos ao dimensional, sinalizam que o seu caminhar evolutivo está corretamente em harmonia (Mais informações na Pagina Imagens com o texto: Seres Ultradimensionais, Energéticos e Intraterrenos, nesse Site – Foto de Antônio Carlos Tanure.

Também, quando determinado ser ultradimensional se mostra mais constante junto ao campo biomagnético do dimensional, sinaliza que essa sua presença é de um “amigo/companheiro”, ajudando-o fazer conexões com seu Eu Superior/Eu do Futuro, por possuir mobilidade e se situar entre as dimensões e, com isso, proporcionando-lhe “cliques mentais”, para que se redirecione às essas conexões.

O dimensional pode sentir principalmente a presença do ser ultradimensional “companheiro/amigo”, como se alguém estivesse dando-lhe um suave toque ou, como estivesse passando nesse ponto de seu corpo uma fraquíssima corrente elétrica, quando quer avisá-lo sobre algo e ao mesmo proporcioná-lo uma sensação agradável. O ser ultradimensional que acessa as dimensões intermediarias, não faz parte das 49 raças e como “ente” consciente é quase totalmente energia. Ele é também chamado de “gênio/mensageiro” por algumas outras fontes de estudo.

O dimensional que já despertou para sua verdadeira realidade de um ser universal e assim já começa a proceder, ele já se exercita mentalmente, expressando-se com seu pensamento (energia/vibração taquiônica) um pouco acima de 03 hertz/seg. Nessa frequência que ele já começa a possuir necessária criatividade, para “se exercitar diferentemente” movido pelo seu desejo e pela sua vontade voltados à realização no mundo físico.

Poder que no momento foca-se também na construção/solidificação de Ziguratz/Dakila para os seus reais objetivos já programados no futuro e, por isso mesmo não devem ser protelados ou desviados, para que a partir dali no mundo físico se erga de fato “um posto avançado”, fazendo-se como uma “fortaleza” e ao mesmo tempo como uma “ponte” energético-vibracional com outras realidades, através de seus vórtices de energia.

E, nesse construir com sua importância e visibilidade diferentes, a Grande Pirâmide em Ziguratz deveria se destacar não só pela sua presença física, mas também pelo seu significado e objetivo vibracionais voltados à transmutação e ao acesso de mundos paralelos/interiores. Construção que se mostraria como a verdadeira “Marca Vibracional” de Ziguratz e que foi algumas vezes até “encenada”, mas no final o que se viu mesmo depois de alguns anos, foi sua protelação.

Em Ziguratz a presença física da Grande Pirâmide que é imprescindível na consolidação de Dakila (principalmente nos momentos das aberturas das “janelas”), por enquanto é infelizmente apenas uma “miragem” e assim, só pode ser visualizada por recursos computorizados – Imagem da Internet

Em Ziguratz/ Dakila com suas inúmeras construções/”iglus” pelo esforço dos próprios dimensionais (e, até com dificuldade/sacrifício de alguns deles), já se plantou a “Nova Semente”, para que ali ela seja de fato cuidada e possa crescer produzindo “frutos” necessários à uma Nova Realidade dentro de uma Nova História para um Novo Mundo, onde seus habitantes sejam exemplos para um novo conceito de vida e de alma.

Um local que deve se tornar fonte de inspiração voltada ao sentido mais amplo de criatividade e de realização, onde também o sentido vibracional de “ajuda/cooperação” não deve mais se mostrar distorcido como uma maneira de manipulação, especialmente quando envolve valores pecuniários como estímulos à competição.

De Ziguratz partirão informações, conhecimentos e tecnologias voltados ao prolongamento da vida, pelo estacionamento do envelhecimento do dimensional e a seguir pelo seu rejuvenescimento, para que tenha sempre um corpo saudável e belo, mas que só terá sentido se dele irradiar também a beleza d’alma através dos sentimentos de sabedoria, discernimento, justiça e amor. Ainda, se dele com seu “mecanismo cérebro-mente” gerar frequências relacionadas à determinação e à criatividade “marcadas” pela sinceridade e simplicidade de ser, movidas pela pureza de coração.

Fotografia de alguns dos “iglus” em Ziguratz/Dakila construídos pelo esforço dos próprios dimensionais – Foto de Dakila pesquisas

O “filho das estrelas” que já está em compromisso e, por isso, desperto como “agente” conscientemente responsável na construção de um novo tempo, já se tornou “pedaço” da “Frequência de Dakila” e, que agora a partir também de Ziguratz com seus vórtices de energia interagindo com os mundos paralelos, começou a fazer parte do “governo do bem”. Assim, por algum motivo ele se afasta fisicamente e, ainda pior se afasta mentalmente da vibração de Dakila, ele não permite que a energia dali irradiada, voltada à ciência do futuro (Ciência Lilarial) para construção de um novo e melhor mundo não chegue até ele e, não o impulsione.

Ele que já está mentalmente desperto e já também em sintonia à frequência vibracional de Dakila, já está ainda preparado para utilizar a necessária energia do MDPL (Magnetismo, Densidade, Pressão e Luz), com o intuito de adquirir a capacidade de um “deus” criador, ao dominar Leis Universais para manipular a matéria dentro dos fundamentos da natureza.

Manipulação que exigiu a interferência da nave do GNA, que antes trabalhou seu sistema límbico para modificar e potencializar seu sistema nervoso central em sua parte cerebral relacionada ao seu comportamento emocional, sexual e de aprendizagem, memória e motivação, necessários à sua transmutação.

Esse “filho das estrelas” já em outro nível de poder mental quase hipnotizador, não deve agir diferentemente do que fala, para que com sua especial responsabilidade não entre na “roda” das consequências das consequências. Por esse mesmo motivo também não deve possuir pensamentos que gerem atitudes visivelmente discriminatórios e rancorosos com aqueles que o escutam e o aceitam com sua liderança, porque nele ainda confiam.

Se ele não possuir a noção que é de fato um condutor/líder e que dessa maneira deve realmente compartilhar sem disfarçar e sem enganar, acaba por decepcionar e afastar aqueles que com ele deveriam juntos caminhar. O verdadeiro líder inspira confiança, por possuir no mundo físico atitudes também coerentes e confiáveis.

Fotografias registrando momentos para ativação dos dimensionais, formando “filas de perder de vista”, nos anos de 2002 e 2003, no ainda Projeto Portal. ( Mais informações no texto Dezoito anos atrás – início do Projeto Portal , nesse Site – Fotos de Antônio Carlos Tanure

O dimensional em Ziguratz/Dakila deve paralelamente à uma nova linguagem, se mostrar reforçado com sentimentos da harmonia, companheirismo, compartilhamento e o fazer de coração, para que possa ter também dali compartilhado dessa mesma maneira, no “toma lá dá cá” informações, conhecimentos e tecnologias, vindos dos mundos paralelos.

A energia da emoção gerada pelo ser humano de um modo geral e especialmente pelo “filho das estrelas” identifica-o em todo Cosmo e também por “resplandece-lo”, chama atenção de seres inteligentes/conscientes do Universo, que são capazes de identificar qualquer campo de energia. Portanto, são capazes de registrar a energia do pensamento que “conduz” as emoções e que são percebidas como ondas muitíssimo mais poderosas em força, que as demais formas de onda (radio, micro-ondas, etc.).

A energia do pensamento não apenas emite uma força extrapolando às demais ondas, também possui “duplicidade de polaridade” e, por causa dessa duplicidade acontece um verdadeiro salto quântico, ainda não compreendido pela ciência oficial, quando pensamento/emoção/luz entrelaçam dentro do ser humano.

Pela Mecânica Quântica constata-se, que luz pode ser onda ou partícula de acordo com a bem conhecida e aceita Dualidade Onda-Partícula, ao afirmar que essa entidade quântica pode se comportar quando observada” como onda num experimento e como partícula noutro. A natureza quântica possui procedimentos ainda não compreendidos pela ciência oficial – Imagem da Internet.

É por causa (e através) da vibração/frequência de sua energia emocional que o “filho das estrelas” já desperto, ainda em condição humana e especialmente compromissado, busca alcançar (já transmutado com a ajuda das 49 raças) as frequências mais sutis da 5ª, 6ª dimensão, ao mesmo tempo que também procura informar/despertar os dimensionais não despertos e ainda de um modo geral os seres humanos (planetários), para que saiam da manipulação e do controle do atual sistema de poder.

O dimensional ainda não desperto, não alcança a real importância de estar em condição humana, para que com ela realize seu compromisso cósmico voltado a um novo tempo para Terra, já nesse final do grande ciclo de 25.625 anos.

Os seres humanos foram criados pelos anunnaki (Enki e Ninhursag) através de vários procedimentos e aperfeiçoamentos genéticos, para finalmente surgir a raça adâmica, que nela foi possível através das 49 raças utilizando de banhos de luz, sua entrada à “frequência d’alma” já como seres emocionais possuidores de um maior percentual de energia. Assim, surgiram os seres humanos – a humanidade, com uma consciência diferenciada (acima mesmo de seus criadores) já capacitados à escala/frequência de deidades, que nela as almas ressonam, geram e criam.

Os greys e outras raças extraterrestres são classificados como igigi ou, como “astronautas”/observadores que se interessam pelos acontecimentos na Terra e dão apoio aos anunnaki na engenharia genética, química e metalurgia, etc., agindo como seus “colaboradores”. Alguns deles são provenientes da região de Pégasus, de Ophiúchus e de outros planetas, porém todos da realidade/categoria física – 3ª dimensão, sendo a maioria engenheiros genéticos espaciais e pesquisadores.

De uma tabuleta suméria de argila consta essa citação: “Nessa terra, Enki determinou o lugar da profundidade, para que os ígigi (aqueles que do céu observam) descessem às vísceras da Terra” – Imagem da Internet

Os “greys” – os mais conhecidos desses “colaboradores’, continuam utilizando de seres humanos (e de outros seres viventes) em suas experiências por vários motivos, mas especialmente com maior interesse às genéticas, ao se aproximarem desses para abduzi-los algumas vezes durante seu sono e, quando algumas vezes também os levam às suas naves, deixando-os depois que acordam com uma sensação de terem vividos um pesadelo e ainda em alguns casos com o espanto de terem marcas e implantes em seus corpos.

Os “greys/igigi” às vezes utilizam do sono dos seres humanos, para fazerem neles as suas experiências – Imagens da Internet

Esses observadores sempre interessaram como a vida se formou na Terra, pela maneira diferente de todas as outras raças extraterrestres. Interesse pelo formato físico/tipologia dos seres humanos e também para desenvolver tecnologias associadas aos minerais desse planeta, que são totalmente diferentes de outros mundos. Sobretudo, sempre possuíram a maior curiosidade em relação à emoção dos seres humanos, chegando até induzi-los certos sentimentos, para observarem resultados nesse sentido. Curiosidade e observações que possuem também com animais, que possuindo instinto emotivo agem nesse sentido, mas com menor intensidade.

Esses seres observam a Terra já sabendo, que tudo que nela respira possui instinto emotivo. Eles têm curiosidade principalmente com os seres humanos que são vistos como a única “Pérola do Cosmo e dos Universos”, por serem os únicos detentores de maneira total da energia emocional, que se soubessem dela utilizar, os superariam em suas tecnologias.

Como os igigi e os demais extraterrestres são possuidores no máximo de 10% da energia emocional, precisam de tecnologia físico-material para utilizar do teletransporte, que os seres humanos através da energia de sua emoção utilizando-se de seu pensamento, fazem não só isso, mas muito mais. Daí o interesse desses “cientistas” do espaço em relação aos acontecimentos no “mundo” Terra, vendo-os como um grande e especial laboratório.

Nos seres humanos os cristais de apatita, localizado em sua glândula pineal, são responsáveis por todas as informações dos Universos, das dimensões paralelas, e mais da terceira dimensão. Todos os dados estão neles acumulados.

O dimensional em condição humana durante seus “sonhos naturais” o seu subconsciente provoca um deslocamento no tempo/espaço e coleta n informações, que as transfere depois à sua consciência, mesmo que elas estejam em forma de símbolos, cenas ou emoções. Desse modo através de seus sonhos (quando não é pelo processo intuitivo), que seu Eu Superior/Eu do Futuro pode lhe passar mensagens para o que deve fazer ou não, para alertá-lo sobre alguma coisa.

Ilustração com elementos gráficos coloridos em relacionamento metafórico aos sonhos, à mente e ao mundo interno humano – Imagem da Internet

Os “sonhos naturais“ são instantes como “sonhos coloridos” ou, sonhos que geram e trazem emoção. E, sonhos quando se repetem para o dimensional ou, quando ele vai em algum lugar, esse já foi visto por ele em sonho, esses instantes são interações em realidade paralela com seu Eu Superior/Eu do Futuro, que se valendo do deslocamento de tempo-espaço, tem o intuito de passá-lo alguma mensagem ou, orientá-lo por algum motivo através dessas projeções mentais.

Agora, sonhar em preto e branco são momentos originados de sua imaginação, como consequências/resultados de suas experiências cotidianas. Estão associados aos eventos anteriormente acontecidos e manifestados durante seu dia a dia, quase sempre lhe trazendo através desses sonhos imagens, tensões e preocupações reprimidas, que se projetam.

Os criadores anunnaki conseguem influenciar os seres humanos durante o sono através de seus sonhos, se esses estão acontecendo em baixa frequência. Eles possuem o mecanismo de como acessar as informações que estão vibrando nos cristais de apatita em sua glândula pineal (cérebro) e, através deles também passar/projetar informações sublineares (disfarçadas) como imagens, porque nesses instantes de baixa frequência mental não existe bloqueio, não existe defesa. Deve-se lembrar, que foram os criadores que “modelaram” o ser humano com esses cristais em sua glândula pineal.

Os anunnaki e seus descendentes (esses agora apenas misturados aos seres humanos, porque sempre ficaram à parte com procedimentos voltados aos seus próprios interesses – Poder Paralelo/Oculto) não têm esses cristais de apatita. Só a humanidade ou, a raça adâmica criada por eles que os têm. A citação de que os “deuses domam o espírito dos homens”, se dá na frequência da energia emocional, quando os seres humanos dormem e geram sonhos em baixa frequência mental, que nela os criadores os manipulam, para induzi-los ao que querem. A Bíblia à sua maneira menciona também esse fato.

Imagem arqueológica da Suméria mostrando Enki e Ninhursag deuses anunnaki criadores da raça adâmica – Imagem da Internet

Sonhos que sem razão aparente interferem negativamente com a emoção dos seres humanos, transmitindo-lhes tensão e medo, são alguns dos “mecanismos manipuladores” que os criadores deles utilizam para bloquear o que não é do seu interesse, ao interferirem com projeções de imagens holográficas em seus sonhos. Resumindo, emoções positivas estão associadas ao Eu Superior/Eu do Futuro e emoções negativas estão associadas ao controle e influência dos anunnaki (auxiliados pelos igigi).

Pela visão da ciência – psiquiátrica e psicológica, o sono é a condição essencial para os sonhos. Ele é um fenômeno fisiológico intrigante, porque nenhum outro órgão senão o cérebro, muda tão radicalmente seu estado funcional entre o dia e a noite. Também, ao contrário do que antes se pensava, o sono não é um período de repouso do cérebro, mas um período de grande atividade fisiológica… e de sonhos.

E, o conteúdo dos sonhos para Sigmund Freud é a via real para o acesso ao inconsciente na tentativa de realização de um desejo reprimido inconsciente, quase sempre de natureza sexual ou contendo aspectos proibidos pelo contexto moral. Para Carl Jung os sonhos representam simbolicamente a situação do inconsciente atual da pessoa, fornecendo um autorretrato espontâneo. Para Alfred Schopenhauer os sonhos constituiriam o elo da corrente que liga a consciência do estado sonambúlico à consciência do estado de vigília.

Mas, para o dimensional desperto a sua compreensão e percepção principalmente para os sonhos extrapolam o mundo das experiências humanas e da ciência oficial, situando-se além deles por causas e motivos que envolvem não só as emoções e pensamentos, mas também que envolvem energias bioplasmaticas e realidades paralelas com suas leis.

Os dimensionais (mulheres) quando materializam o cristal e os dimensionais (homens) quando polarizam o perfume ou materializam a pedrinha discoide, já alcançaram uma frequência mental que bloqueia totalmente informações negativas via sonhos que poderiam receber e os prejudicar. E, quando os dois tiram sua Simbologia, esse fato por si só já neutraliza em 80% qualquer ação nociva nesse sentido, como também “os banhos” de luz da energia crística

A Energia Suprema é que mantém todos e tudo com ela conectados. Ela que mantém os seres humanos vivos, conscientes, lúcidos e intuitivos o tempo todo e não os deuses fictícios e manipuladores como os criadores (anunnaki) que apenas criaram seus corpos físicos e que não lhes dão liberdade de fato pensarem e sintonizarem com sua Verdadeira Fonte Original.

O único aspecto na natureza e nos universos que possui a mesma frequência (mental) em hertz mais próxima à Energia Suprema é a humana, com a única diferença de ser a primeira modulada. Por isso, a emoção que o ser humano libera/irradia, o leva a Deus por uma similaridade de frequência. Na verdade, não é exatamente a emoção, mas uma onda ou uma energia que vibra a 03 hertz (frequência do pensamento/Energia Taquiônica).

A emoção humana oscila em torno da frequência de 03 hertz e, se oscila porque não é modulada. Portanto, é importante que o ser humano dimensional mantenha sua emoção modulada (na neutralidade ou, nem no positivo/bom e nem no negativo/ruim), para ficar em sintonia à vibração da Energia Moduladora/Energia Suprema. Assim, a correta sintonia energético-emotiva é que o torna também sem influência de interferências ou, com suas emoções já moduladas de um “deus criador” – ou ainda, com sua Humanidade na Unicidade pelo Amor Universal/Energia Taquiônica, como Vibração/ Luz.

Essa Energia que vibra em todas as coisas, nos Universos e nos objetos e, que pulsando onde a ciência chama de Radiação Cósmica de Fundo, ela pode ser associada até o presente momento como a presença mais real/física de Deus. Os seres humanos são os únicos, que têm ressonância direta e total com ela, absorvendo-a e emanando-a totalmente. São literalmente filhos de Deus, como já estava subentendido nessa frase de dois mil anos atrás: “vocês podem fazer o que faço e muito mais”.

Em Cosmologia a radiação cósmica de fundo (em micro-ondas), é uma forma de radiação eletromagnética – Imagem da Internet

Por enquanto mesmo o dimensional já desperto não tem total discernimento como utilizar de seu “combustível mental/emocional” para sincroniza-lo com o pulsar do Universo, porque se bloqueia por situações por ele vividas em seu dia a dia e que são induzidas pelo atual sistema de poder, para que não alcance níveis de percepção relacionadas às frequências superiores.

Se as 49 raças também acompanham de perto o comportamento emocional dos seres humanos, é porque mesmo estando elas muitíssimo à frente desses em tecnologias bioplasmaticas, elas ainda estão distantes de interagirem mais próximas à Energia Suprema/Deus, o que os seres humanos são capazes de normalmente fazer, por possuir “combustível” próprio e especial para essa aproximação, que se dá de forma direta com sua energia emocional (Amor Universal/Energia Taquionica), enquanto o “combustível” que as 49 raças possuem é de origem bioplasmatica, não permitindo que tenham de maneira mais direta essa aproximação.

Entretanto, os seres humanos dimensionais apenas conseguirão essa aproximação rápida, se possuírem conhecimento como modular sua frequência emocional. Só se souberem modula-la e assim utiliza-la, o que as 49 raças sabem.

Portanto, os dois se tornaram parceiros – para juntos alcançarem o mesmo objetivo.

Nessa parceria os seres humanos dimensionais despertos já estão passando às 49 raças a “técnica” de como despertar a emoção e essas já estão os ensinando como modula-la. E, como resultado final querem alcançar juntos sincronia à Energia Primária e Eterna, com os dimensionais alcançando ainda com sua transmutação, sua passagem às todas dimensões.

Interessante como fontes de informações diferentes e aparentemente sem nexo, se mesclam e se acrescentam, para que se possa no fundo perceber um só sentido, como nas informações trazidas do Livro Gênesis, da arqueologia, da ufologia e dos mundos paralelos. Assim, na parceria mencionada anteriormente talvez nela possa se perceber ocasiões na criação do homem citada na Bíblia, quando alguns “anjos” (luciferianos) foram expulsos do paraíso por se negaram louvar a nova criatura – o homem, feito à imagem e semelhança de “deus” (Enki), por ter sido criado depois e considerado inferior.

Esses “entes” chamados também por alguns de djinns/mensageiros e ainda por outros de luciferianos parecem no momento agir inteligentemente, ao “recuperarem o tempo perdido”, quando não louvam os seres humanos, porque agora indo mais além se somam com eles. Somam-se com os “filhos das estrelas” ou, com os seres universais (também luciferianos) ainda em corpos humanos.

Entretanto, no momento atual em que acontece a recuperação desse tempo perdido, “no toma lá dá cá”, entre esses seres de mundos paralelos de alta vibração e possuidores de tecnologia bioplasmáticas, que interagem com o campo biomagnético dos seres humanos dimensionais possuidores de energia emocional, deve-se ter talvez nessa situação com eles, o cuidado para que não aconteça “o embolar do meio do campo com curtos-circuitos sinápticos” e com isso, com os primeiros se expressando/informando através desses últimos por processo de sintonia mental, necessidades físico-materiais algumas vezes excessivas e até inexequíveis – necessidades que às vezes não são dos primeiros, mas dos últimos.

Não se deve esquecer, que os primeiros estão em uma frequência e os últimos estão em uma outra frequência e que de fato buscam sintonia voltados para um mesmo objetivo, mas não são uma só vibração ou um só “ente”, já que estão em realidades diferentes com necessidades próprias, que para supri-las as maneiras são também diferentes.

Ainda, com a percepção acima e também com a desse final de Ciclo de 25.625 anos com as informações/conhecimentos/experiências que por eles o “mundo” Terra já passou e já os assimilou, chegou a ocasião dos seres universais de várias origens do Universo na vibração/frequência de transmutados e identificados como 49 raças e aqueles ainda não transmutados e identificados como dimensionais em corpos humanos, mas todos na “vibração/frequência luciferiana” busquem em parceria o mesmo objetivo ou, o retorno e o reencontro à sua Verdadeira Origem/Luz/Deus através da energia já modulada da emoção/pensamento, portanto sem mais o vício/limitação mental e atitude do que na realidade física estão humanizados como  gula, avareza, luxúria, ira, inveja, preguiça e orgulho ou vaidade, salientando-se  essas duas últimas frequências.

Ilustração de gênios/mensageiros/”anjos” ao serem expulsos do paraíso, por negarem louvar a nova criatura – o homem, feito à imagem e semelhança de “deus”, já que o consideravam inferior – Imagem da Internet

O corpo de luz como parte intrínseca do ser humano, ele está diretamente ligado à Energia Suprema como partículas que foram emanadas para todo o Universo e que se personalizaram nos mundos físicos.

Da região do Cosmos onde localiza a Terra, a energia emocional gerada e irradiada pelo ser humano resplandece em todos os outros mundos, sendo nesses identificada, porque todo e qualquer campo magnético pode ser identificado. Para essa identificação a energia emocional procede como uma poderosa onda, que transpõe os limites de uma onda de rádio, microonda, etc., emitindo uma força acima. Essa onda além de emitir uma força acima, tem uma duplicidade de polaridade, quando ao mesmo tempo através da emoção/pensamento pode ser levada como frequências “negativa”/positiva” ou, como sentimentos bom/ruim.

A energia emocional “vibrada e levada” pelo pensamento está também associada ao “fenômeno quântico” (partícula e onda/luz), por permitir através do pensamento estar ao mesmo tempo em um lugar e em outro. Esse salto quântico a ciência da Terra ainda não sabe o porquê desse procedimento.

Mas, o dimensional desperto já percebe que sua energia emocional é a causa, portanto que não necessita utilizar de tecnologias físicas e nem se colocar dentro de qualquer aparelho para se teletransportar. Ele já sabe que esse “processo quântico” ocorre dentro dele e não fora, através dos “mecanismos cérebro-mente e pensamento-consciência” como habilidades (mentais) paranormais.

A energia emocional “in natura” no mundo inconstante do “ego” é barreira e, já constante modulada é impulso para que o dimensional desperto consiga chegar à 5ª, 6ª dimensão em diante com a ajuda das 49 raças. Estar em uma dessas situações só depende dele. Ele já sabe agora que possui uma eficiente “ferramenta” na frequência de 03 ciclos/seg. É uma “tecnologia”/capacidade mental, que se ele souber controlá-la através de suas emoções/pensamentos poderá ainda realizar com facilidade o que é chamado de “milagre” e mais ainda sua transmutação.

Na Frequência de Ressonância Schumann que vibra em 03 hertz ou, em 03 ciclos/seg., o dimensional possui sua energia do pensamento em frequência que nela é percebida o som de fundo do Universo relacionado ao que é chamado de Teoria das Supercordas. O dimensional nessa frequência possui a “ferramenta” mais poderosa, que agora com orientação das 49 raças começa utilizá-la.

Ilustração relacionada ao Livro de Brian Greene, O Universo Elegante, que focaliza pela visão da ciência oficial as Supercordas, as Dimensões Ocultas e a Busca pela Teoria Final. (Mais informações em www.sabedoriadivina.com.br/wp-content/…/Brian-Greene-O-Universo-elegante.pdf) – Imagem da Internet

O dimensional mais tempo em Dakila já captou nível de frequência mental/vibracional tal, que há necessidade da máquina quântica para registrar aspectos novos que a atual máquina de foto aura não está conseguindo mais registrar. Essa nova máquina capta um percentual do consciente coletivo que fica registrado em seu campo de energia e pode mostrar detalhes tais como identificar as intenções, pois essas ficam ali registradas (não seus pensamentos), assim como os animais também instintivamente as percebem.

Através dessa nova tecnologia o dimensional que se mostra acima de 25% de influência mental, ele apenas olhando para alguém mesmo sem conhece-la, identifica seus pensamentos e através deles hábitos associados ao seu estado mental-físico. E, quanto maior for seu percentual de influência mental, maior é a sua percepção (“escaneamento”) de todos e de tudo, independente da distância onde estejam

Ainda, ela auxilia na prevenção de muitos aspectos de seu dia a dia, tendo deles análise mais precisa voltada para as consequências das consequências em relação aos seus atos de hoje ou, às decisões tomadas hoje, refletindo nos resultados de amanhã”.

Aquele que mesmo não tendo consciência e o entendimento bastante do que faz agora, influencia o que vai acontecer, gerando consequência do que vai gerar depois para ele e para outros. Mas, seu subconsciente já sabe e registrando-as, faz toda uma “operação” dentro da Matemática Universal, dando os possíveis resultados se ele deve ou não continuar em tal frequência, em tal vibração. E, em relação às essas decisões a foto da máquina quântica pode auxilia-lo no sentido do que fazer, de qual caminho tomar.

Essa foto não “funciona” como uma “profetização”, apenas dá condições de fazer análises das consequências das consequências ou, das possibilidades. Profetas, adivinhos e videntes são pessoas que possuem entendimento das energias em volta, o que os permite também fazer análise das consequências das consequências.

Uma atitude, um ato, uma palavra e um sorriso, tudo isso muda “o destino do amanhã”. O futuro ou a realidade paralela que o dimensional não tinha dele entendimento energético-vibracional, agora já desperto ele está tendo e terá ainda mais com a foto da máquina quântica. E, se ele estiver em um padrão evolutivo, onde não tem nada a esconder de ninguém, não haverá nenhum problema de tirá-la com outro, sem receio de mostrar ao outro o que pensa dele. Ela é uma tecnologia dos mundos paralelos, que consegue fazer “leitura” pelo menos em 70% correta e ainda, pelo menos durante os próximos 50 anos não ficará defasada.

Pondo a mão na massa para produzir pães no antigo Projeto Portal. Uma atitude, um ato, uma palavra e um sorriso, tudo isso com alegria irradiada do coração muda “o destino do amanhã” – Fotografia tirada em torno do ano 2002 – Foto de Antônio Carlos Tanure

A máquina quântica faz sua “leitura” ligada de certa forma à pureza d’alma, através de um conjunto de entendimentos que o dimensional desperto poderá ter em relação aos “seus universos” ou, aos que ele cria, como também aos “universos” gerados por outros em sua volta. Ele perceberá, que seu pensamento muda tudo e pode leva-lo ao sucesso ou ao fracasso, eliminando a habitual atitude (do “ego”) de colocar a culpa no outro. Ele saberá de maneira mais consistente que resultados positivos ou negativos são consequências de suas anteriores decisões e atitudes. Saberá finalmente que não deve ficar em oscilações, emocionais, portanto que deve modulá-las.

Essa foto pode analisar o dimensional em dois padrões. O primeiro está associado à sua capacidade de polarizar positivamente seus pensamentos e, se ele não estiver assim procedendo, o que está procurando realizar em sua vida, vai continuar oscilando e não dando certo. Para a realização do que deseja na realidade física precisa de fato ter sua emoção vibrando no positivo, porque se não estiver nessa frequência emocional, não existe “combustível” para ele se conduzir e realizar, inclusive para se transmutar.

O segundo padrão de análise da máquina quântica está associado à capacidade do dimensional de modular atitudes, ao reconhecer os seus erros imediatamente e assim modulando-os, corrigi-los (emocionalmente) através de gestos de nobreza. Reconhece-los e corrigi-los emocionalmente na hora, quando ainda existe a necessária intensidade emocional, para marcar sua consciência positivamente.

O mais difícil é se dispor a fazer, o que de fato tem que ser feito. Cada um tem o seu momento, e faz por merecer (não por querer), ao gerar um campo de energia que o identifica para isso. Os mundos paralelos sabem o que é melhor para cada dimensional, quando passam informações que no momento estão mais associadas à sua transmutação.

Informações que por recebe-las deve em troca repassá-las com paciência àquele que está chegado em Dakila. Informações que permitem melhor entendimento sobre os seres ultradimensionais, nave da GNA, diferença de satélites e de meteoritos das caneplas. Ainda, orientá-lo como “provocar” a presença das naves do GNA, Gêmus e Plêiades, entre outras. Como provocar sonoplastia, materializar pedrinha discoide, cristais (mulheres), polarizar perfume (homens), materializar o ouro e provocar o plasma 1 e 2, etc.

Seres ultradimensionais estão no plano intermediário, podem aparecer, desaparecer instantaneamente e projetar imagens que quiser. A nave do GNA joga seus flashes geralmente da estratosfera, mas algumas menores podem se aproximar até poucos metros dos dimensionais. As sondas podem ser físicas, dimensionais ou energéticas que observam, rastreiam, captam informações e monitoram aqueles ou locais que são de interesse dos mundos paralelos. – Imagens de Dakila Pesquisas

Quando todos fazem alguma coisa ao mesmo tempo de coração, ausentes de inveja e de competição voltado ao coletivo, o resultado final é extraordinário, é tranquilo, sem sobressaltos, sem preocupações, com todos caminhando de mãos dadas, mesmo quando enfrentam dificuldades, que são muitas.

Cada “filho das estrelas” tem o seu pensamento e colocações pessoais, mas não deve esquecer que cada um possui um compromisso específico dentro de uma só e grande responsabilidade, principalmente quando se volta agora ao conhecimento e à pratica da Ciência Lilarial. Ele deve levar em conta o interesse de todos, portanto deve se mover por procedimentos justos, procedimentos harmônicos de convivência construídos por senso de justiça e de imparcialidade. Só assim ele se soma e se fortalece e se realiza, inclusive voltado ao seu compromisso, ao ter a satisfação de contribuir no despertar de novos grupos de dimensionais.

E, ele sendo “naturalmente” um líder não deve se deixar manipular, conduzindo-se “robotizado/escravizado”. Deve-se conduzir pela imparcialidade fortalecida por sentimentos gerados em sua mente e em seu coração nas frequências da bondade, da sabedoria, da justiça e traduzidas por uma maior clareza ou, por uma maior percepção, para não se deixar ficar na dependência ou a mercê de algo ou de alguém.

Essa sua percepção quando é realmente exercida não é de fundo profético ou mesmo de visão do futuro, mas a de analisar com auxílio do seu Eu Superior/Eu do Futuro a consequência das consequências, ao dar “um ou dois passos mais à frente”, se acautelando por ainda vivenciar em mundo de realidade física, onde existe um poder opressor e também manipulador.

O “filho das estrelas” deve possuir como líder equilíbrio emocional e com ele proceder em relação ao que pensa e ao que age. Da mesma maneira que não deve se deixar induzir, não deve também induzir alguém, para não se deixar aprisionar pelas consequências das consequências.

O dimensional de fato desperto não deve ser alienado, já que está aqui para não só se despertar, mas também para despertar os outros, iluminando-os através de seu coração, com sentimento de amor ao irradiar sua luz, mas sem ofuscar a luz dos demais. Esse momento na realidade física em que ele vivencia é muito decisivo.

Esse é momento em que o “filho das estrelas” já deve perceber o sentido energético do que escreve ou do que vibra/fala (verbo) e com ele a força de suas ideias que se forem mal-empregadas podem levar aqueles que o leem ou que o escutam ao sucesso ou ao fracasso ou ainda, leva-los à convivência e realização ou às brigas e aos conflitos. Mas, se ele já consegue nesses momentos com a força de seu pensamento modular suas emoções no que expõe, pode transformar sua vida e a dos outros em uma só festa/congraçamento de união, de harmonia e de realização.

A força do pensamento ao modular a energia emocional voltada ao coletivo, pode “transformar a vida” em uma só “festa” de alegria, congraçamento e realização, em qualquer situação – Imagem de Dakila Pesquisas

O atual sistema de poder manipulador sabe que a partir de 1971 as 49 raças e as naves do GNA que na verdade são “luzes” na orbita da Terra, estão influenciando positivamente a humanidade. E, é mais fácil para esse poder bloquear a mente das pessoas do que tentar destruir essas naves/luzes, porque não tem tecnologia para isso.

Ele sabe também que o tempo principal para o dimensional em condição humana possa desenvolver totalmente suas habilidades mentais paranormais é dos 12 aos 22 anos. E aqueles que nascerem no período da abertura dessas duas “janelas” – anos de 2018/2028 essas habilidades serão ainda maiores, porque nascerão com 5/6 genes mutantes ativos. Serão totalmente independentes, pensarão por si próprios, caminharão com suas próprias pernas. Eles perceberão com mais clareza que não poderão enganar o Universo, portanto a honestidade, pureza de alma, confiança e postura são necessários em todos os sentidos. São sentimentos que como padrões, eles estão inseridos nos Fundamentos da Natureza.

O “filho das estrelas” para modular sua energia emocional, tem que ser antes seu próprio juiz, livrando-se do “mecanismo” de ação e de reação ditado pelo Princípio da Polaridade – Quarta Lei Universal. Se ele fizer algo consciente que não é correto, terá o retorno desta sua desonestidade, pois seu cérebro registra/sabe que fez aquilo, mas que não poderia tê-lo feito e assim, gera uma energia de compensação.

O Universo conspira tanto a favor de ações positivas com retorno altamente positivo, quanto às ações negativas com o retorno altamente negativo. Aquele que consegue sair dessa programação, reprogramando sua mente para que se extrapole dessas duas condições/frequências, ele supera sua limitação humana, para alcançar através da modulação de suas emoções a manipulação de Leis relacionadas às todas Frequências Vibracionais Ativa já transmutado em um ser universal.

Os seres humanos dimensionais vieram da Célula/Energia Suprema, chamada de “Deus”. Vieram da Energia que agrega tudo e que os lançou no Universo a partir de seu Ponto de Origem, onde era totalmente energia ou, como o Eu Superior/Eu Sou Eu (masculino ou feminino), que desprendidos da Célula Matriz/Energia Suprema, tem a liberdade de povoar os mundos em qualquer dimensão.

Constelação das Plêiades ponto de origem de muitos seres universais, que atualmente como dimensionais em corpos humanos, têm o compromisso de contribuir no final desse grande ciclo de 25.625 anos na construção de um novo mundo, para que a Terra se torne a partir de agora diferentemente melhor.

Em 4.004 a.C., o ser dimensional (e universal) chegou à Terra. Cada um com a sua outra polaridade veio para desempenhar um compromisso. Mas, antes de encarnar espalhando pelo mundo e sabendo que esqueceria 90% da sua memória cósmica, “escreveu” o que fariam até no ano de 2028 em escrita com símbolos universais, que poderiam posteriormente projetá-la fisicamente ou, plasmá-la na realidade física através de seu Eu Superior/Eu do Futuro, para orientá-los.

Dessa maneira e com essa possibilidade essa dupla de seres universais com polaridades opostas nasceu/apareceu na Terra e já aqui em corpos físicos humanos como homem/mulher e com um percentual de energia ou, de consciência de lembranças das suas existências anteriores pelo Universo. E, com cada dimensional podendo possuir como sua outra polaridade (em várias situações quando necessário): 01 Alma Gêmea Matriz, até 07 Almas Gêmeas da Essência Irmã, até 14 Almas Afins, até 21 Almas Cármicas, e infinitas Almas Companheiras (Mais informações no texto Origem Cósmica – https://projetoportal.wordpress.com/2009/04/16/origem-cosmica)

Os efeitos descritos como “paranormais” nada mais são do que um mecanismo de dimensões superiores. A materialização da pedrinha discoide, do ouro ou, de qualquer objeto, é apenas a aglutinação de partículas em suspensão através do comando mental/pensamento do dimensional, que como ondas eletromagnéticas estimulam e promovem essa fusão. Cada dimensional conforme o seu estágio evolutivo/lâmina consegue desenvolver “técnica paranormal” própria para isso, que ainda está fora dos “padrões normais” da ciência oficial. E, na “descida” das ondas modulares na “abertura das janelas” essa capacidade será muito aumentada.

Os Fundamentos da Natureza são imutáveis, porque tudo se volta à sua origem. São constituídos por padrões instintivos, intuitivos, sensoriais e genéticos, etc. Por isso, se o dimensional através de sua essência/espírito o seu “molde” é polaridade positiva ou masculina na realidade físico-humana, essa polaridade (que potencializa) será sempre positivo-masculina. E, o mesmo acontece com a mulher, que em sua polaridade (que gera) será sempre negativo-feminina.

Os padrões da natureza são imutáveis, não há como altera-los. Pode até mudar por fora, mas nunca por dentro, assim como não se pode passar de um “reino da natureza” para outro, porque nesse a assinatura cósmica é imutável, independendo de processos evolutivos como alguns creem e muito menos de modernos recursos científico-tecnológicos humanos, que mudam a forma (o exterior), mas não a essência (o interior).

Os Fundamentos da Natureza são fragmentos da Ciência Lilarial, compostos de sete pilares básicos que não devem ser confundidos com as sete forças ou leis físicas, mas essas estão com eles diretamente associadas. Elas estão presentes em tudo através do Número de Ouro ou, da Proporção Áurea (Frequência de Fibonacci) como uma constante real algébrica com o valor aproximado de 1,618, ao buscar o crescimento harmônico na natureza e também no “mundo” humano a perfeita simetria em todas as formas de arte. Ele por ser tão frequentemente encontrado através de estudos matemáticos, o torna por isso mesmo ainda mais fascinante. E, justamente por causa dessa sua frequência dentro da Matemática e Geometrias Universais como a “Marca de Deus”, ele ganhou o status de muito especial e se tornou alvo de pesquisadores e de cientistas, como o “Selo” de Deus sempre presente “no construir” a Harmonia Universal – (Mais informações: pegasus.portal.nom.br/proporcao-aurea-e-sequencia-de-fibonacci/).

Os Fundamentos da Natureza são fragmentos da Ciência Lilarial, compostos de sete pilares básicos que não devem ser confundidos com as sete forças ou leis físicas, mas que estão com essas diretamente associadas. Esses fundamentos são: Magnetismo, Densidade, Pressão, Luz, Onda Modular Positiva, Onda Modular Negativa Tempo Zero ou Tempo do Não Tempo ou Ondas Modulares Neutras (Mais informações em: idakila.com.br/pesquisas/fundamentos-da-natureza.html

A sexta lâmina é o penúltimo estágio evolutivo da terceira dimensão, para se adentrar/manipular realidade apenas percebidas além do sexto sentido, já liberto dos cinco sentidos normais. Nessa fase de transposição vibracional são produzidos hormônios diferenciados no corpo, emitindo uma vibração atrativa (sentimentos emocionais/sexuais) para ambos os sexos. Assim, nessa fase de dubiedade que são geradas frequências mentais voltadas positivamente tanto para homens quanto para mulheres, em mesma intensidade.

Todos em seu processo evolutivo entram na frequência da sexta lâmina, mas aquele que estiver emocionalmente bem equilibrado, não sentirá atração físico-sexual por alguém do mesmo sexo. Aquele que se se envolve apenas com alguém da mesma polaridade, ele fica menos hábil em relação à percepção do todo, por não ser estimulado pela outra polaridade. Ele fica meio que alienado, menos intuitivo (o 6º sentido fica mais presente com as duas polaridades juntas – homem e mulher). O banho alquímico pelo menos duas vezes por semana ajuda equilibrar a polaridade ou, ajuda neutralizar esses efeitos da sexta lamina – (Mais informações:https://projetoportal.wordpress.com/2008/12/12/laminas/

Existem sete estágios/lâminas e mais o oitavo estágio/lâmina que está relacionado à duplicação de todas as camadas do campo biomagnético do dimensional, que alguns dimensionais despertos já conseguiram alcança-la como seu salto quântico ou, como a “glorificação” de seu campo energético.

A modulação da energia vibracional se dá tanto através da energia sexual quanto da transmutação emocional, porém através de um (amoroso) ato sexual entre um casal, ela é instantânea, quando se completa totalmente. A energia sexual ou da sexualidade (entre polaridades opostas – homem/mulher) é “algo sagrado” que promove a elevação do casal, por atingir determinado grau de vibração, através da transmutação mental de suas emoções. Momentos que nos dois casos (mas, principalmente no primeiro caso) luz é produzida em seus corpos (se iluminam) em frequência energética que também faz objetos movimentarem, quebrarem, girarem, caírem em volta dos dois e atravessarem parede, etc.

Esse “segredo” está associado à capacidade de produzir a substância do Santo Graal, que não é um objeto/utensilio ou algum aparelho/máquina, mas sim “uma técnica”. Somente através da energia sexual ou emocional gerada por polaridades opostas – por um casal, que é gerada/produzida a substância (bioplasmática) do Santo Graal.

Para que os dimensionais aproveitem “as aberturas das janelas”, eles precisam aprender a fazer a modulação de suas energias emocional e sexual sinalizadas pela “Serpente Entrelaçada”, como se vê no DNA. Assim, o casal de dimensionais que já vem se preparando através da “frequência de namoro” – Chama Trina, ele é candidato para possuir “o certificado” de união das três expressões dessas forças energéticas (biomagnética/bioplasmática). Expressões vibracionais em espiral/onda/sublimação com as quais os dois poderão fazer o Giro da Kundalini, que se mostrará já sublimada como a energia de todas as frequências multivibracionais.

O Universo é assim modulado, o bailar dos corpos celestes e o entrelaçamento da malha eletromagnética. etc. Mas, o mais importante salientar nessa forma de entrelaçamento/vibração na realidade físico-humana é a energia do amor gerado entre polaridades opostas (masculina/feminina), que conseguem nesse entrelaçamento se transformarem em uma Só Vibração já na Frequência das deidades ou, do Eu Sou Eu.

Nessa Frequência de Padrão Entrelaçado está o molde para tudo dentro dos Fundamentos da Natureza e, por isso o DNA é entrelaçado dentro dessa assinatura cósmica. As deidades utilizam esse campo entrelaçado para gerarem e criarem, chamando-o de Campo Modular ou, Campo da Modulação das energias positiva e negativa, que dentro do Manifestado pode percebe-lo como o mais próximo de Deus, ao modular e criar tudo.

No Padrão Entrelaçado está o molde para tudo dentro dos Fundamentos da Natureza e, dentro desse enunciado se insere também o Segundo Principio Universal ou o de Correspondência, quando se vê no DNA esse molde, que através dele um ser vivente pode moldar, gerar e criar sucessivamente outros seres viventes – Imagem da Internet

Aquele que não trabalha corretamente a energia entrelaçada, que lhe deu condição de moldar seu corpo através do DNA para que pudesse fisicamente existir, ele desequilibra a sua sexta lâmina. É muito delicado trabalhar as energias nessa frequência, mas para o dimensional já desperto e já possuidor de informações/conhecimentos especiais e únicos, pode ser para ele menos complicado. Portanto, torna para ele mais fácil equilibrar suas glândulas, que são necessárias nesse processo de estabilização energética. A energia entrelaçada é que sustenta sua vida, portanto ele tem que aprender manipulá-la e direcioná-la corretamente, voltado não só ao para seu futuro na realidade física como além dela.

Energias vibracionais não ativas são frequências energéticas que estão abaixo de 17 ciclos/. Elas e outras frequências energéticas são produzidas de várias maneiras, como a energia sexual ativa envolvendo sexualidade pela presença das polaridades (positiva/masculina e negativa/feminina) e podendo ser expressada apenas como sentimento (emoção) com pureza amorosa, portanto independente de desejo sexual, como o que a filha sente para o pai e o filho sente para a mãe e vice-versa, do irmão para a irmã e do amigo para amiga e vice-versa. Agora, se essa energia entrelaçada acontece em ato sexual através de polaridades opostas (homem/mulher), ela já está envolvida em outra e mais intensa vibração/frequência energética, mas só será realmente modulada/transmutada, se nesse momento existir sentimentos de companheirismo, respeito e de amor mútuos.

Vale lembrar que cada um é responsável pelo “universo” que ele cria, quando vai gerado em suas experiências cotidianas incessantes frequências energéticas, que ele pode não dar conta de trabalha-las (harmonizá-las). Assim, aquele que mantiver relações sexuais mal resolvidas um (a) com outro (a), eles ficam com certa responsabilidade vibratória, as vezes sem poderem delas se livrar, o que é visto na “prisão” de vidas passadas. Também essa “prisão” é válida para outros tipos de relações vivenciadas em família, profissão e em outras situações negativas geradas pelos “universos” que cada um cria para si, que refletem em outros e que não foram resgatadas.

Não é fácil experienciar na terceira dimensão, uma realidade que tanto se pode gerar em função de ligações créditos ou débitos. E, esses últimos sendo mais comumente gerados, o pior é quando não se sabe com eles lidar, para de fato resolvê-los. Não se pode gerar interferência em outros, mas também não pode sofrer interferências desses. Viver é uma arte, é muito delicado. Cada um deve ter tempo para “purificar” suas energias emocionais. A substância bioplasmática é o resultado da “purificação” dessas energias, ao serem moduladas – e, relacionadas nas experiências humanas de vida como amor.

Cada um (a) precisa aprender a trabalhar/interagir com a polaridade oposta, porque nada melhor quando se pode contar com ele (a) em tudo, para que nesse sentir conjunto os dois possam gerar energia moduladora sincronizada à energia bioelétrica da Energia Moduladora Suprema. Sentimentos que antes permitem os dois alcançarem a frequência de seus corpos de luz, pela modulação de sua energia sexual ou pela transmutação de suas energias emocionais, em uma soma que os dois geram e que os permite absorver um percentual maior dessa Energia.

Cada um (a) precisa aprender a trabalhar com a polaridade oposta, porque nada melhor que se possa com esse alguém contar em tudo e para tudo – Imagem da Internet

A energia emocional precisa ser modulada, caso contrário, dela não se obtém resultados positivos, ou mesmo não tem nenhum resultado. E aí o ser humano continuará como sempre ou, nascendo crescendo e morrendo. Para evitar esse ciclo negativo, é necessário uma maior a conexão ou um percentual maior de Deus em cada um.

Nessa conexão o difícil é gerar corretamente energia associada à sexualidade (às polaridades) por via emocional ou do ato sexual, porque nesses dois casos depende da fusão harmônica entre as frequências masculina e feminina.

No primeiro caso para essa fusão harmônica precisa que sejam geradas emoções através de pensamentos já transmutados ou, que já estejam “puros”, emocionalmente sem medo e sem insegurança. No segundo caso precisa que seja gerada a energia sexual durante o ato sexual realmente já transmutada (amorosamente gerada). Com a modulação dessas duas formas de frequências energéticas, alcança-se nível de consciência, que nele não se pensa mais mal de ninguém, porque automaticamente o subconsciente o neutraliza, ao ser reciclado na hora.

O ciclo de vida humana é muito curto, atualmente no máximo 120 anos, para que o dimensional possa conhecer os efeitos dos ciclos que por eles passa a Terra em sua viagem pelo Cosmo e que podem ser medidos como períodos de uma onda (“janela”) à outra. Seria necessário que ele vivesse em torno de 3.600 anos, tendo em vista o período entre a última e essas atuais ondas (anos 2018/2028). Só assim ele poderia pesquisar acontecimentos entre esses dois períodos, ao vivenciar os efeitos posteriores dessas intensas ondas com suas consequências gravitacionais e pudesse cientificamente compará-los e estudá-los.

Essas “janelas” (nos anos de 2018/2028) são formadas por duas ondas que possuem momentos positivos quando através deles tanto a Terra quando o dimensional “sobem” na onda e, negativas quando nela “descem”, sofrendo efeitos de pressão, densidade e eletromagnéticos. E, no momento em que o dimensional estiver na “crista/topo” dessa onda, ali (já sem tanto mais sob a influência da velocidade de subida, ele terá sobre si uma diminuição/alteração das forças de pressão e densidade, quando então perceberá uma modificação no peso de tudo (leveza nos objetos e em seu corpo talvez em torno de 20%) e principalmente tendo a noção mais dilatada (maior) de tempo.

As “janelas” nos anos de 2018/2028 são formadas por duas ondas e essas são positivas quando nelas tanto a Terra quando o dimensional “sobem” e, negativas quando “descem”, sofrendo efeitos de pressão, densidade e eletromagnético – Ilustração de Antônio Carlos Tanure

Ondas menores também com aberturas de “janelas” podem acontecer a cada 15/20 anos ou 100 anos, mas seus efeitos não são tão intensos como será principalmente o do meado do ano de 2028, que com ele pode-se até alcançar a capacidade do teletransporte, mas desde que se possua a necessária energia transmutativa para isso.

Energia transmutativa que para obtê-la, é necessário que esse “filho das estrelas” ostente antes carga elétrica alta, peso ideal e também um equilibrado biorritmo ou, correto processo biológico com horas necessárias de sono, atividades físicas e baixa toxina em seu organismo. Ainda, é necessário equilíbrio emocional e, para isso, é fundamental exercícios voltados à kundalini periférica, para equilibrar o seu sistema nervoso central, com a finalidade de armazenar o máximo sua energia mental e facilitar o seu discernimento no sentido do querer e do que não querer, para que essa sua inconsistência já resolvida e já sintonizado à Força/Energia Moduladora, ele possa ter foco, direcionamento e voltado às “janelas” realizar sua transmutação.

Nessas ocasiões interações com as realidades paralelas tornam-se mais consistentes, quando então o dimensional pode mais presente se inserir e dominar frequências de mundos paralelos, já como experiências vividas (e comprovadas) e assim, em diferentes “tempos/espaços” em sua ida e volta do passado ao futuro, interagir com essas outras realidades, já aprendendo fazer diferenças entre esses dois tempos, utilizando-se energeticamente de suas emoções já moduladas através de seu pensamento.

O “filho das estrelas” quando nas atividades de campo, à noite, vê silhuetas de manifestações conscientes plasmadas dos mundos paralelos, que com elas dialoga e, sobre elas joga a luz de sua lanterna, mas nada vê, ele já está aprendendo a modular a luz, como energia/frequência multivibracional para adentrar mundos paralelos/diferentes da realidade física – aprendizado que já está ficando corriqueiro em Ziguratz/Dakila.

Com os vórtices de energias também conhecidos como “xendras” localizados nas linhas magnéticas da Terra, o dimensional pode se conectar, interagindo com dimensões diferentes. Também, em frequência mental sutilmente mais acelerada (mental sutil), ele pode especialmente manipular energias com a velocidade de seu pensamento, para que ele mesmo gere e transforme seu campo de energia (biomagnético) em um vórtice e adentre mentalmente em mundos paralelos.

Fotografia tirada nas “Terras de Rankstar”, no ano de 1999 (Dakila Pesquisas): Xendra. O “filho das estrelas” com a velocidade de seu pensamento, pode ele mesmo gerar e transformar seu campo de energia em um vórtice e adentrar mental e instantemente em mundos paralelos – Foto de Antônio Carlos Tanure.

Em cada vórtice existe o “Ponto Zero”, que por ele o dimensional mentalmente passando alcança o “Tempo Zero”. Depois dessa “ultrapassagem” já no “Tempo Zero” é que ocorre suas interações com as realidades paralelas. No “bailar” da Terra durante as aberturas das “janelas” as linhas magnéticas sobre ela também “bailam”/mudam e assim, com elas mudam os vórtices gerados por esses campos eletromagnéticos.

Para onde o dimensional se dirigirá mentalmente quando acontecer o “clímax” dessas ondas (“janelas”), dependerá de sua programação mental. Portanto, é o momento para que ele já possua decisões corretas ou, que já saiba no que focar, já que ele pode interagir diferentemente com os mundos paralelos, da maneira que até então vinha com eles interagindo.

Independente de qual realidade paralela que o “filho das estrelas” com ela irá interagir, a sua primeira sensação nessa realidade ou, no “universo” por ele criado, será a sensação de diminuição de peso do seu corpo, quando quase não o sentirá, percebendo-o mais como uma “energia” ocupando um corpo, em um momento que não terá sobre ele nenhum comando. Sentirá como estivesse em um sonho, com tudo para ele parecendo fora dos limites convencionais da realidade física. E, quando ele voltar (mentalmente) dos mundos paralelos para a realidade física, tomando consciência dela, se sentirá como estivesse acordando de um profundo sono.

Na ocasião de sua interação com as realidades paralelas através dessas duas “janelas do tempo”, ele irá enxergar os demais como envoltos por um vapor e se ele fixar sua visão em algum ponto, esse se mostrará como “alguma coisa vibrando” e, se ele continuar ainda mais interagindo mentalmente com as realidades paralelas, perceberá presenças “de luzes que falam”, já em momentos que ele não terá mais noção de tempo.

Os seres ultradimensionais são presenças “de luzes que falam” – Foto de Antônio Carlos Tanure

O dimensional desperto e já consciente desse momento precisa no ano de 2018 já ter no mínimo de 30% de energia transmutativa fixada em seus vórtices de energia (chacras), possibilitando-lhe prolongar sua vida pelo menos por mais 20 anos. Com 40% dessa energia além de prolongar sua vida pode se rejuvenescer e, possuindo 70% dela, já pode realizar teletransporte e se transmutar.

O “filho das estrelas” já vem anos preparando-se para essa ocasião, cuidando-se tanto física quanto mentalmente. Procurando ter uma vida saudável em todos os sentidos, com “limpezas” corpórea, mental e emocional para alcançar em um outro padrão evolutivo a frequência da energia transmutativa. Padrão evolutivo que é imprescindível para esse período das aberturas das “janelas”, que à sua disposição ele deverá tomar decisões difíceis e decisivas. Decisões que sabiamente ele deve tê-las de maneira antecipada, já as construindo mentalmente programadas.

Para a mulher é mais fácil essa programação por possuir 37 canais mentais e com eles ter mais facilidade de tomar decisões. O homem possuindo só 18 canais mentais, tem nesse sentido mais dificuldades de sair de sua confusão mental no “quero ou não quero e posso ou não posso”. Aquele que fica indeciso principalmente nesse momento, ele acaba por optar pelo negativo, portanto acaba por se sintonizar às frequências mais negativas, que nelas está atualmente envolvida toda a humanidade.

Como já está quase no auge (no clímax) da crista da primeira onda (“janela”/ano 2018), já existe “no ar” uma pressão modificando gradativamente a percepção dos seres humanos, ao interferir em seu sistema nervoso central, principalmente àqueles que não estiverem bem centrados. Provavelmente esse é o motivo hoje cada vez generalizadas atitudes de indecisões, conflitos e dissentimentos, gerando aborrecimentos, estresses e agressividade.

O MDPL (magnetismo, densidade, pressão e luz é uma força que os dimensionais estão com ela aprendendo lidar, para neutralizar possíveis efeitos negativos ao desenvolverem mais resistência física e uma maior frequência vibracional. Os seres humanos ao nascerem possuem 69% de carga elétrica e, ao atingirem idade acima de 60 anos possuem apenas 12%. Quanto maior a sua carga elétrica, maior é também seu tempo de vida e seu percentual d’alma, que sinaliza sua maior facilidade de “vencer a morte” e que é traduzida fisicamente em “seu brilho no olhar” e mais jovialidade. A Força do MDPL contribui nesse sentido.

O “arrebatamento” tão propalado nos meios religiosos talvez possa ser mais racionalmente explicitado com os efeitos do MDPL durante “as aberturas das janelas” – Imagem da Internet

Durante as “aberturas das janelas” o “filho das estrelas” modulando/neutralizando suas emoções, poderá se mostrar nesses momentos sua condição futura de um “super-humano”, com habilidades mentais extraordinariamente ampliadas e já garantido seu prolongamento de vida. Antes da “janela” ele apenas com o recurso de seu organismo, já alcança 13% de energia e, tem agora intenção de alcançar 18%.

Anteriormente, só com 11% de energia ele já se mostrava visivelmente “diferente” da população em geral pelo reflexo de sua alma no brilho de seu olhar, textura/brilho de sua pele, sabedoria, carisma e espirito de liderança.

Ele para chegar aos 13% de energia contou também com substancias e artefatos recebidos dos mundos paralelos, esses últimos construídos dentro da Matemática e Geometria Universais. Mas, foi necessário que além dessas aquisições dos mundos paralelos, ele já tivesse algumas informações/conhecimentos, para que pudesse aproveitar ao máximo dessas contribuições.

Para que se adquira experiências almejadas, é necessário sobretudo, vivenciá-las e não apenas tê-las teorizadas. Se não as vivenciar de fato, apenas as tendo mais no campo da teoria, não as “dando vida”, não se aprende como “incorporá-las”.

Se o dimensional fizer uma correta programação mental antes das aberturas das “ondas/janelas” (durante as subidas e principalmente no clímax antes da descida) o seu poder de influência mental será muito maior. O poder de seu pensamento ampliará muito mais, favorecendo suas frequências (mentais) do desejo e da vontade.

Assim, sua capacidade sensorial, como telepatia, premonição e mesmo a de influenciar (positivamente) a vontade das pessoas tornará para ele mais fácil – e, com tudo isso ele mais facilmente transformará em um “super-humano”.

As aberturas dessas “janelas” não devem ser confundidas com o “alinhamento cósmico”, que ocorreu em 22 de dezembro de 2012. Naquela ocasião o Sistema Solar se alinhou com o centro da galáxia em um grande alinhamento, o que possibilitou dentro da chamada “fratura escura”, a Terra recebesse com maior intensidade o pulsar ou, a luz do centro da galáxia (trítios/fótons). E, isso ocorre de tempos em tempos.

Todas as frequências abaixo dos níveis mentais (astral, alfa, teta, delta e beta) são muito perigosas especialmente para o dimensional em seu processo mental de despertamento, porque não permitirão que ele tenha sincronia vibracional no momento das aberturas das “janelas”. No nível mental, a mente atua no consciente exterior além do campo biomagnético (que tem aproximadamente 7 metros de circunferência em torno do corpo), permitindo emissão de energia e com ela a realização de efeitos físicos e atuação na matéria ou na mente de outras pessoas. – (Mais informações no texto: Níveis Mentais, https://projetoportal.wordpress.com/2008/12/15/niveis-mentais-3/)

A frequência de Ressonância Schumann que pulsa a 03 hertz, que com ela o dimensional deve através de seus pensamentos sincronizar durante as aberturas das “janelas”, é um nível de frequência “baixo/perigoso”, mas nesse caso ele já desperto e consciente não se deixa mais se “contaminar” por outra frequência, como as de estar inconsciente no “astral” ou consciente no extra físico. Ele já sabe de forma programada (sem risco) diminuir sua frequência mental para 03 hertz. Portanto, nessa “condição/vibração” que é também de “meditação”, não interfere mais em sua frequência mental, por ele permanecer com lucidez total. Seu corpo pode estar relaxado, mas sua mente continua ativa.

A energia emocional gerada pelo ser humano é muitíssima mais importante e com maior valor vibracional do que quaisquer das tecnologias (bioplasmadas) que possam ser criadas por outras raças extraterrestres inteligentes/conscientes. Nenhum outro ser vivente nas demais dimensões e nos Universos possui o que o ser humano possui. A vibração aqui gerada é a vibração d’alma, que é eterna – ou, é Deus através da natureza latente em cada ser humano. É o que anuncia a Ciência Lilarial, já começando a ser vivenciada em Ziguratz/Dakila, com parceria das 49 raças.

Fontes de consulta:

Apostila de Dakila Pesquisas, janeiro de 2017 – Ciência Lilarial
Apostila de Dakila Pesquisas, fevereiro de 2017 – Ciência Lilarial
Apostila de Dakila Pesquisas, Escola de Mistérios, fevereiro de 2017 – Ciência Lilarial
Apostila de Dakila Pesquisas, março de 2017 – Ciência Lilarial
www.abc.med.br › Psicologia/Psiquiatria
www.psico-online.net/psicologia/sonhos.htm

Translate »